FICHA DE FALSO VIDENTE CATÓLICO

Tópicos para Avaliação de Videntes Verdadeiros e falsos videntes 

Para melhor compreensão desta Ficha de Vidente, aconselho a leitura do Editorial da AMEN do dia 13 de Abril de 2008.

Editorial de 13 de Abril de 2008  

DADOS GERAIS DO FALSO VIDENTE E MEDIUM ESPíRITA PEDRO SIQUEIRA

Dr. Pedro Siqueira, médium, cantor, escritor e tocador de violão

o “santinho carioca”

 

INDÍCE

Caracterização do vidente espírita

Estado do Processo Canónico

Principais Objectivos

Notas

Conclusões

Conselhos

Tópicos de avaliação

 

CARACTERIZAÇÃO DO VIDENTE ESPÍRITA

Nome: Pedro Siqueira                                                  País: Brasil                        Cidade: Rio de Janeiro

Data de nascimento:  Agosto de 1971

Estado civil: Casado                                        Filhos: 1 filho

Profissão: Advogado, pregador espírita e tocador de violão, escritor de livros pseudo-católicos

Aspectos sociais: É uma estrelinha das revistas cor-de-rosa e um “bijou” precioso para as jornalistas de revistas, da rádio e da televisão.

Para nós católicos, ele afirma-se católico, mas de facto e na realidade, é um médium espírita com uma nova metodologia de camuflagem. 

Para o seu pai espiritual, o demónio, ele é um médium espírita da cepa, bem disfarçado e fazendo-se passar um bom católico.

Tipo de Fenómeno: Mensagens mediúnicas para quem reza com ele

Quem visita o vidente: “vários santos” + “anjos” + “defuntos” + “nossa senhora”

Início das manifestações diabólicas: 1973                                    Início do tratamento psiquiátrico: 1974                              

Início da carreira de mediuniade: 1999                                             Fim dos fenómenos: Ainda a decorrerem em 2017    

                       

ESTADO DO PROCESSO CANÓNICO

O seu caso nem está a ser apreciado canonicamente dado a sua declarada feição mediúnica.

Não goza do apoio declarado de nenhum bispo.

Já foi proibido por alguns bispos brasileiros de organizar encontros nas suas dioceses.

Afirma ter um director espiritual, um tal padre António, de quem não tenho referências, mas nunca submeteu a sua acção pastoral ao bispo diocesano do Rio de Janeiro, nem vive em obediência ao director espiritual por ele designado, como é de praxe em casos místicos verdadeiros e autenticados pela Igreja.

Os seus livros não têm o Imprimatur Eclesial.

 

PRINCIPAIS OBJECTIVOS

■ Roubar as orações feitas nos seus encontros, canalizando-as para o inferno, para que elas não cheguem ao Céu. As orações feitas a pedido deste falso vidente e neste movimento diabólico, nunca chegam ao destino que ele propõe. Como são pedidas por satanás, é ele que fica com elas, e daí o seu grande interesse em conseguir seguidores. Ler Aqui a explicação desta burla infernal.

Distrair e desviar católicos do recto caminho.

Angariar fama e clientela para o seu escritório de advocacia e para os seus livros.

Pregar ensinamentos falseados, para a perdição das almas.

Falsas profecias e falsas expectativas, como forma de atrair clientela.

Publicação de livros para obtenção de lucros e meios de subsistência.

 

Notas

1 - Tem uma página no Facebook onde dá conselhos para melhorar a vida das pessoas, apontando para soluções intimistas, “o poder está e depende de nós”, do tipo:

“Não devemos subestimar o poder que há em nós.”

Estas teorias levam a crer que é mais eficaz e poderosa a repetição de um desejo na nossa cabeça, do que pedir a graça a Deus de no-lo conceder.

“Procure a solução dos teus problemas no teu interior.”

É o mesmo que dizer para não nos valermos de Deus, pois a solução não está nele, mas sim em nós. É a deificação de nós próprios, o que convém muito ao demónio…

“O importante é mergulhar de cabeça no Espírito Santo e deixar-se levar pelos sinais divinos.”

É o mesmo que dizer para aniquilar a razão, o livre arbítrio e os mandamentos de Deus, e se fiar no aspecto ilusório dos sentidos e do que vier à cabeça. Esta de se deixar levar pelos sinais divinos, presta-se a receber tudo o que venha sugerido pelo demónio. É bem diferente da Confiança fundamentada nos Mandamentos,  nos Ensinamentos, na Fé firme e absoluta em Deus.

“A Rainha dos Anjos me falou que você o rezará do seu jeito, de modo original, e conquistará o coração das pessoas.”

É o mesmo que dizer para confiar nos seus dotes pessoais e conseguirá ter êxito e sucesso na vida e junto da concorrência.

“Muitas vezes a solidão leva à depressão. A intimidade com o anjo da guarda  pode ser um bom remédio  para esse mal.”

Também aqui, como nas seitas e muitas igrejas protestantes, a religião só serve para resolver os nossos problemas, tal como um xarope que se toma para curar uma doença. Deus deixa de ser um objectivo a atingir nas nossas vidas, e passa a ser uma pomada terapêutica, ou como qualquer mezinha de mãe de santo, que só se usa para satisfação própria.

Nesta página do Facebook também faz muita publicidade dos seus livros e propaganda dos seus encontros de oração em diversas cidade do Brasil. Faz sempre muitas citações bíblicas, tal como convém a quem se quer fazer passar por católico carismático.

2 - Conta que desde criança sucediam fenómenos telecinéticos à sua volta e que via seres  maus à sua volta. Contava aos pais esses acontecimentos, e por isso começou a ser seguido por psiquiatras a partir da idade dos 3 aos 6 anos de idade. Os pais ficavam assustados com estes fenómenos perturbadores, e duma das vezes até um cãozinho deles perdeu uma vista. Isto nunca aconteceu na vida de videntes verdadeiros ou de santos. Isto são manifestações declaradamente diabólicas, e que mais tarde foram aceites pelo Pedro Siqueira, gostando e comprazendo-se delas. Ele e os seus pais foram os primeiros enganados pelo demónio, que os passou a usar a seu belo prazer. Para se desculpar e nos iludir, vai buscar o exemplo de santos que também tiveram manifestações diabólicas, mas completamente diferentes quer na substância quer nas circunstâncias. Estes Santos que ele cita, no segredo dos seus quartos, levaram sovas do demónio, coisa  que nunca aconteceu com o Pedro Siqueira, que sempre foi muito “bem tratadinho” pelo diabo.

A partir dos 22 anos começou a fazer vaticínios das vidas das pessoas. As amigas da mãe foram as primeiras clientes que queriam à força marcar consultas com ele.

Estas manifestações telecinéticas são sempre manifestações, reais e sobrenaturais, tal como Jesus ensinou à Maria Valtorta, mas provindas de baixo, do Inferno, especialmente quando chegam ao ponto de assustar os adultos e levar crianças a receberam tratamento psiquiátrico.

Falando dos demónios, diz que:

“Os demónios são anjos caídos. Alguns aparecem-lhe e seu formato se assemelha a uma mistura de macaquinhos com morcegos. Outros são de uma hierarquia superior e usam até terno. São tentadores e às vezes aparecem em meio a forte cheiro de enxofre e névoa verde-musgo muito densa. Eles costumam saber tudo da nossa vida e são muito inteligentes e poderosos. Ameaçam com perseguição aos que não aderem a eles. Estão ao redor das pessoas e não se pode baixar a guarda e ter descuido diante deles. Sua ameaça é colocar em descrédito o projeto de Deus e, para isso, contam com a colaboração de muitos seres humanos, nos quais, às vezes, colocam uma pequena sugestão na mente fraca e conseguem seu intento.”

A descrição que este médium faz dos demónios até que é bem simpática, tendo em quanto o quão aterradora seria a visão de um demónio. Mas também traça um bom perfil do que os demónios são, sabem, fazem e com quem contam… Eles costumam saber tudo da nossa vida e são muito inteligentes e poderososcontam com a colaboração de muitos seres humanos. De facto eles sabem tudo das nossas vidas, por isso é muito simples segredarem ao ouvido do Pedro Siqueira as aldrabices que ele transmite aos seus ouvintes. E até agora, os demónios têm contado incondicionalmente com este médium espírita Pedro Siqueira.

3 - Pratica artes marciais e sente-se muito bem com isso, tal como os budistas.

Não estou muito a ver Jesus a praticar artes marciais e a aconselhar a sua prática. O nosso auxílio está no Senhor.

4 - Conversa com o anjo da guarda, num dialogo mudo, só dentro da sua cabeça. O anjo disse-lhe que não pode ganhar dinheiro com esse dom que tem.

A intimidade com o Anjo da Guarda é fundamental nas nossas vidas. Deve ser constante e pedido a Deus. Nunca nos devemos esquecer ou menosprezar do seu poder. Daí a publicitar aos quatro ventos as “conversas” que tem, não passa de basófia e mentira descarada, muito em especial quando não é um carisma monitorizado por um director espiritual nomeado pelo seu Bispo. É publicidade barata, tal como era usada pelo aldrabão do Lobsang Rampa dos anos 80 e 90 do século passado.

Segundo as descrições que faz, os arcanjos tem o rosto mais angulado (queixo afinado) e os anjos a face mais ovalada. “São miguel arcanjo” lhe apareceu com três metros de altura, rosto angulado, sisudo, olhos e cabelos brilhantes, armadura de couro, vestes longas vermelhas e espada flamejante.

5 - Já visitou várias vezes o purgatório e diz que é um lugar como o nosso mundo, com prados e lagos, só que mais colorido que aqui etc.. Há, no entanto, purgatórios belíssimos, com lagos, luzes, paisagens de campos, algo parecido com casas, todos trabalhando em prol do mundo espiritual.

Isto é uma mentira descarada, pois o Purgatório fica nas zonas cavernosas do centro da Terra, como pode ser comprovado na Mística Cidade de Deus. Além de todas as outras evidências, bastava um disparate desta envergadura para este médium ser imediatamente desmascarado.

Além disso, as almas do Purgatório não trabalham em prol do mundo espiritual, pois não se podem valer nem a si próprias, quanto mais aos outros. Só o fazem depois de sair do Purgatório. Aí sim, auxiliam os que por eles rezaram enquanto estavam a se purificar. Isto é mais um erro teológico.

6 - Já visitou Fátima e diz que o milagre do Sol se deu no bosque, referindo-se aos Valinhos.

O Milagre do Sol não ocorreu nos Valinhos, mas sim na Cova da Iria, quando lá se dava a Aparição de 13 de Outubro de 1917.

7 - Foi na Via Sacra dos Valinhos em Fátima onde “nossa senhora” lhe apareceu e pediu para escrever um livro sobre a vida dele.

Francamente é inédito este pedido, nem consigo ver qual seria o interesse e a vantagem de se ler um livro sobre a vida de um lacrau, em vez de se ler, por exemplo, sobre a vida de Jesus ou de Sua Mãe santíssima, ou sobre a vida dos grandes Santos da Igreja.

8 - Organiza grandes encontros de oração do terço, onde lhe vão surgindo diversas almas que lhe dão mensagens para as pessoas presentes. Não recebe mensagens generalistas para toda a gente, mas só pessoais, que faz menção de transmitir publicamente. Assim, a excitação e o impacto na plateia são muito maiores. Escusado será dizer que a maioria são mulheres que estão desejosas de ouvir coisas que se moldem às suas vidas e sobre fofocas da vida das suas vizinhas…

Também é evidente que as pessoas que acorrem a estes encontros, com este “grande místico”, não vão lá para rezar o Terço pelas intenções do Imaculado Coração de Maria, como nos ensinou São Luís de Monfort, mas sim, pela mórbida e irresistível curiosidade, de tentar arranjar solução para as suas vidinhas e, já agora, ouvir umas fofocas da vida alheia, para depois irem contar às amigas.

A oração do Rosário é uma arma poderosa para combater o demónio. A oração do Rosário são momentos de oferecimento a Deus, de contemplação da Vida de Jesus e da Virgem Maria, são momentos de recolhimento e de santificação própria e de obtenção de Graças e Indulgências para nós e para as almas do Purgatório.

Os encontros deste vidente médium  espírita são, pelo contrário, momentos de espectáculo, promoção do próprio, de fofocas da vida das pessoas, momentos de dispersão e carnaval, que nada têm a ver com os objectivos santificadores com que foi dado a São Domingos de Gusmão.

9 - Num destes encontros, no grupo Gospa Mira, em Belo Horizonte, este espírita  foi lá rezar, e tive o seguinte testemunho de uma amiga que lá foi:

«Muito soberbo, já começou contando que depois que começou a rezar o terço e apresentar as mensagens que recebia, a noticia se espalhou e um dia chegou no serviço e tinha uma multidão à procura dele, que o assustou. Pelo que deu a entender, não gostou do povo estar atrás dele. Mas contando de uma forma sem nenhuma simplicidade sabe? Com arrogância mesmo, falando da ameaça que sentiu de perder o emprego. Depois, quando começou a contar como começou a receber as mensagens do anjo da guarda  soltou: “Com tanta gente pra ele falar, esse "desgraçado" vem falar comigo?” João, minha avó tinha pavor dessa palavra. Nossa Senhora é a CHEIA DE GRAÇA, logo, quem não está cheio de Graça está "desgraçado". Não sei aí em Portugal, mas aqui esta palavra é quase que proibida pelos mais antigos e religiosos, como se atraísse coisa ruim e chamasse o próprio encardido! Ele chamando o anjo da guarda assim?

 Mas até onde fiquei sabendo, está proibido pelo nosso arcebispo de pregar por aqui.»

Uma das coisas que se passa com os videntes autênticos de Nossa Senhora, é que lhes é dada uma “boca limpa e pura”. Não há lugar para humor negro e para se gracejar com coisas sérias, muito menos em situações de pregação. Chamar ao nosso Anjo da Guarda de “desgraçado” é um gracejo infeliz, que na verdade só pode provir de um desgraçado filho do diabo!

10 - A própria imprensa, divulgando um dos seus encontros, classifica o Pedro Siqueira como o “Médium católico Pedro Siqueira”.

Às vezes a imprensa diz coisas acertadas. É assim que ele é visto pelos jornais e pelo mundo. Normalmente, quando estes casos sobrenaturais, especialmente os mais mediáticos, chegam aos grandes meios de comunicação social, é indício seguro da sua proveniência Infernal.

11 - Escreveu um livro sobre os anjos da guarda, e dá conselhos para se poder falar, e até ver, o anjo da guarda, mesmo sem nenhum dom espiritual. Dá exercícios, fórmulas e orações, para conseguir o contacto com o anjo da guarda. Ele diz que é uma questão de repetir e de perseverança, até conseguir… Está-se mesmo a ver que esta é a justificação para nunca acontecer, e a culpa não é do aldrabão, mas sim do aldrabado…

A comunicação real e bilateral com o nosso Anjo da Guarda, não depende de prática, mas sim de um Dom de Deus. Só alguns Santos receberam essa Graça da parte de Deus. Não tem nada a ver com a força da nossa vontade e com a frequência das nossas tentativas. O que este fulano publicita é mentira e só se destina a vender os seus livros mentirosos. Este médium é uma segunda vida actualizada, e mais bem disfarçada ,do Lobsang Rampa do século passado.

12 - Centra o sucesso dos casos místicos que possamos ter nas nossas vidas, no esforço individual que cada um possa desenvolver, e não como eles sendo o fruto de um Dom que Deus possa conceder à alma. Isto é falso.

Numa entrevista que deu a Cissa Guimarães podemos encontrar os seguintes erros:

“Se a pessoa quer esse contato com o anjo tem que praticar.”

E também disse: “O anjo é puro espírito e pode se materializar de qualquer forma.”

Ora sabemos que uma pessoa pode praticar a vida inteira e não conseguir contactar com o Anjo da Guarda, pois isso não advém da prática, mas sim de uma Graça concedida por Deus.

Por outro lado, os Anjos, que são só puros Espíritos, não se materializam, mas simplesmente, podem se tornar visíveis a quem Deus permitir.

13 - Faz o lançamento dos seus livros com sessões de autógrafos, tal e qual como qualquer outro mundanista socialite.

Não estou a ver os Santos da Igreja a autografar as suas Obras. Isto é puro mundanismo e vaidade pessoal. O mundo imundo gosta muito disto… É gato escondido com rabo de fora.

14 - Todas as suas pregações são feitas no sentido de atingir a felicidade e bem estar próprios, para resolver os nossos problemas pessoais. Isto contraria o que nos ensinou Jesus Cristo e a Sua Igreja. A nossa religiosidade, isto é, o nosso esforço de nos tornarmos semelhantes a Jesus, deve ser vivida para e por Amor a Deus e ao próximo. A Religião Católica é um meio de Santificação e de Salvação das Almas, dos outros e da nossa. Não é um meio egoísta de obtenção de benesses para a nossa vida e de resolução de problemas mundanos.

Os seus ensinamentos são portanto egoístas, em vez de altruístas. São o oposto e contrários aos Ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo.

 

 

CONCLUSÕES

No mundo do espiritismo e da mediúnidade existe alguma diversidade de actuação. Uns mais espertalhões do que outros, uns mais ignorantes que outros, uns mais despudorados que outros, uns que se declaram simpatizantes desta ou daquela religião ou filosofia, uns com escritório aberto ou só com a sua casinha para receber as clientelas, enfim, cada um se adaptando o melhor possível, na tentativa de angariar a sua clientela. Este sector de mercado, o da aldrabice de dar aquilo que quer ouvir a quem procura, tem as suas técnicas mais ou menos ousadas. O traço comum de toda esta casta de filhos do diabo, é que de todos eles, satanás se aproveita, para a todos enganar e, se possível, levar par o inferno.

No caso do Pedro Siqueira, ele optou por se declarar católico e apostar no mercado dos Católicos, e para tal, o seu instrumento eleito foi o Terço do Rosário, que usa como isco para as suas pescarias de gente incauta, ou simplesmente atribulada, que busca em vão a solução para as dificuldades da vida. Acontece que para 99,9% das pessoas, sem experiência nem conhecimentos nesta área de intervenção satânica, é muito difícil de discernir a falsidade de um fulaninho, com uma carinha de anjo de pau carunchoso, que se propõe rezar o terço, que toca violão e canta ao microfone, muitas das vezes dentro de Igrejas católicas e ainda por cima dá alguns bons conselhos, com o apoio de alguns sacerdotes católicos, maçaricos novinhos e simpáticos… O diabo é muito esperto, e esta foi uma excelente estratégia que arranjou para enganar o povão!

Estes sacerdotes imberbes, e ignorantes das artimanhas usadas pelo demónio para ludibriar as pessoas, sem quererem, estão a facilitar a infiltração sub-reptícia, deste médium espírita, em ambientes católicos.

Este médium espírita também se demarca verbalmente dos comuns espíritas vulgares de Lineu, e tece críticas a eles e a certos acontecimentos dos seus encontros, antecipando e tentando anular as críticas que lhe possam ser feitas.

A perigosidade deste médium espírita é extremamente  elevada, pois encontra-se muito bem disfarçado e muito bem camuflado.

Analisando um pouco mais profundamente os métodos e as pregações que este menino faz, vê-se claramente que os seus espíritos inspiradores não são celestiais, mas sim, infernais.

Os espíritos, que lhe segredam ao ouvido as inconfidências que ele revela nos seus encontros, são os mesmos que actuam nas sessões espíritas declaradas e com pagamento de consulta em escritórios abertos ao público. São os mesmos demónios disfarçados, de santos e de anjos, que lhe sussurram ao ouvido, exactamente como nas sessões declaradamente espíritas. Nas sessões habituais de espiritismo,  a invocação dos espíritos é feita na própria altura, mas com o Pedro Siqueira essa invocação torna-se desnecessária, pois ele de longa data já aceitou ser a corrente de  transmissão dos demónios que lhe passam as mensagens a dar às pessoas. Enquanto que nas sessões declaradamente espíritas, a invocação de um determinado espírito, é um elemento valorizador da credibilidade do médium, com o Pedro Siqueira, seria um elemento desmascarador de que as suas mensagens são de proveniência diabólica, por isso, a invocação local foi eliminada, mas nem por isso deixa de ser espiritismo disfarçado, mas espiritismo!

Heis aqui um texto sobre o Chico Xavier, outro monstro espírita que mereceu a condenação da Igreja mas a defesa por parte de alguns padres estultos, como foi o caso do padre Marcelo Barros, que lhe deu cobertura e a quem este texto se dirige:

“Esta "formiga" diabólica, que se dizia das menores (Chico Xavier ou Pedro Siqueira), "cumprindo sua obrigação" na terra, na verdade foi um dos maiores monstros devoradores de almas, um dos mais perfeitos filhos de satanás, escondido, nefasto, daninho, pernicioso, horrendo, pestilento e diabólico, jamais havido em qualquer país da terra. Ele levou e ainda levará para o inferno muitas almas.

Sua maldita face de benemerência, suas caridades, face oculta do monstro, este o ardil para atrair os incautos. E quando os atraia para matar-lhes a fome física, disfarçadamente lhes administrava o veneno da doutrina espírita, da reencarnação e da invocação dos espíritos dos mortos. Acaso é caridoso aquele que mata as almas? Que seria do espiritismo sem as suas malditas "caridades"? Seria um "ocultismo", que pouco encantaria as pessoas. É pois a "caridade" que atrai e engana aos incautos! Sim, este o ardil do inferno! E até padres caem nele.” … Padre, ainda que as obras de caridade do Chico Xavier salvassem o mundo e cobrissem a terra de alimentos, mesmo que tais obras construíssem aqui um paraíso tal, que nenhum ser humano, nenhum animal, nenhum ser vivo, jamais passasse fome, mesmo assim, o INFERNO lhe estaria escancarado depois da morte - caso não se arrependesse - porque milhares de almas teriam sido "mortas" eternamente por se alimentarem de uma tal doutrina de perdição, a doutrina espírita. Ai de quem for causa de juizo ou condenação de uma alma? De uma só! Quanto mais de milhares delas!...

"Profeta do amor divino", "Mediunidade com Jesus", que Deus se apiede das almas que defendem tão diabólicos  termos. Solidariedade, tolerância mútua, e humildade, quando tais obras decididamente vêm do  diabo? "Emanuel lhe disse?"... Padre, quando o diabo consegue enganar um infeliz Chico qualquer (ou Pedro Siqueira qualquer), terá tido uma vitória pequena. Mas quando consegue iludir um sacerdote... Ai o mundo está perdido!

Mas não é por causa disto que as suas sessões deixam de ser espiritismo puro. O que são é tremendamente bem disfarçadas, para enganar até os eleitos de Deus.

A Virgem Maria, os Anjos e Santos não se prestaram no passado, nem se prestam no presente, a estas palhaçadas.

Deuteronómio 18,10-12

"Não se ache no meio de ti, quem se dê a adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou a invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a estas práticas..."

Actos 9,10

9 Ora, havia ali um homem, por nome Simão, que exercia magia na cidade, maravilhando o povo de Samaria, e fazia-se passar por um grande personagem.

10 Todos lhe davam ouvidos, do menor até o maior, comentando: Este homem é o poder de Deus, chamado o Grande.

 

Catecismo da Igreja Católica

2117. Todas as práticas de magia ou de feitiçaria, pelas quais se pretende domesticar os poderes ocultos para os pôr ao seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo – ainda que seja para lhe obter a saúde – são gravemente contrárias à virtude de religião. Tais práticas são ainda mais condenáveis quando acompanhadas da intenção de fazer mal a outrem ou quando recorrem à intervenção dos demónios. O uso de amuletos também é repreensível. O espiritismo implica muitas vezes práticas divinatórias ou mágicas; por isso, a Igreja adverte os fiéis para que se acautelem dele. 

Além disto, as orações dos rosários que se fazem nestes encontros, não chegam ao Céu, pois são propiciadas pelo demónio, que delas se apropria, tal como o burlão que rouba as suas vítimas sem elas darem por isso.

As pessoas que acorrem a estes encontros, na sua esmagadora maioria, não vão com plena recta intenção. A maioria dos que vão a estes encontros, vai por uma certa curiosidade mórbida, e não por humilde Devoção à Virgem Maria. Quem vai a estes encontros de “oração”, vai mais por egoísmo, para receber e descobrir, do que para dar altruisticamente, como deveria ser o caso. Em vez de Graças e Indulgências, saem de lá carregados de maldições, pois estão a frequentar sessões amaldiçoadas de espiritismo, que desde sempre foram, e são, condenadas por Deus e pela Igreja Católica.

Este truque, do médium espírita Pedro Siqueira de se disfarçar de católico e devoto do rosário, é só mais uma das muitas espertezas e estratégias diabólicas para seduzir as almas. Mas, os seus objectivos são maus e os seus espíritos são fingidos. Alcançando clientela na Terra, este médium está ganhando um pódio no Inferno.

Quem lá vai para escutar o que o Céu tem para lhe dizer, sai duplamente roubado, pois acaba por dar ouvidos ao Inferno, e sai carregado de maldições. Na Igreja Católica, não há lugar para estes facilitismos espirituais, de recadinhos personalizados ou simplesmente atirados para a plateia. Na vida de união com Deus através da Fé e da Oração, não há lugar para estes meios de mensagens pessoais “à la carte” e com hora marcada.

A prova e génese de todas estas aldrabices satânicas, já vêm muito de trás. Foram os fenómenos estranhos que aconteceram na infância do “Pedrinho”, e que o levou a receber tratamento psiquiátrico, desnecessário, porque, na realidade, já eram casos de possessões e manifestações diabólicas.

Se o tivessem exorcizado na altura, talvez nada disto estivesse a acontecer hoje em dia…

 

CONSELHOS

Fujam destes encontros diabólicos, com o espectáculo assegurado por um palhaço, médium espírita, que toca violão e canta ao microfone, mas em que perdem as vossas orações e só recebem maldições. Estes encontros são muito perigosos para a alma, pois equivalem à frequência de sessões espíritas, isto é, auto-excomunhão.

Dirijam-se a uma Igreja silenciosa e, lá em recolhimento e humildade, rezem e ofereçam o vosso Rosário à Virgem Santíssima, diante do Sacrário ou de um Crucifixo, e poderão receber uma Indulgência Plenária. Não sairão com as orelhas amaciadas pela voz maviosa de satanás, mas sairão com o coração repleto de paz e consolo, porque não viram nem ouviram, mas firmes na pureza da Fé, Acreditaram!

Depois de se ter visto os propósitos de satanás ao encenar falsas aparições e dar falsas mensagens, fica uma séria advertência para que as pessoas se afastem daquele local, bem como de todos os outros locais que inundaram o Brasil e outras partes do mundo, para que as nossas Orações não sejam desviadas e roubadas pelo demónio, e possam chegar ao Céu e servir verdadeiramente as intenções do Imaculado Coração de Maria.

Que as pessoas fujam de todos os terreiros de mãe de santo, de candomblés e de macumbas, de mezinhas e de sessões espíritas, pois são sítios infernais onde só se ganham maldições e malefícios, onde os nossos não aparecem, mas sim demónios disfarçados.

Que seja seguida, com espírito de obediência, a orientação da Igreja e dos Bispos responsáveis pelos locais de pretensas aparições.

Que as pessoas se atenham às Igrejas Católicas e aos Santuários Marianos aprovados pela Igreja.

Se temos, em toda a sua pujança, a nossa Mãe do Céu a nos falar em Medjugorje, e Ela chega com toda a força ao Brasil, para quê nos metermos em aventuras arriscadas, indo a locais que não estão aprovados pela Igreja?

A nossa Salvação está:

■ Numa vida de Amor ao próximo e a Deus através da Oração.

■ Numa verdadeira conversão e Consagração a Deus e à Virgem Maria.

■ Na frequência dos Sacramentos da Igreja Católica, em especial a Confissão e a Eucaristia.

A nossa religião não é para ser vivida no consolo dos sentidos, mas sim, na vivência serena e firme da Fé!

Vade retro satanás!   

 

 

TÓPICOS CONHECIDOS PARA AVALIAÇÃO

Certamente outros elementos comprometedores existirão, mas que eu desconheço.

1) Afirma receber mensagens de “nossa senhora”, de “anjos e santos” e de outras almas de defuntos

(Hoje em dia só a Virgem Maria foi mandada à Terra como Mensageira de Deus. Existem raras excepções dentro de uma estrita obediência à Igreja e com procedimentos excepcionais)

2) Fala sobre temas da actualidade noticiosa e dá mensagens particulares às pessoas, tipo espírita

(O Céu não é comentarista de serviço como os noticiários televisivos e, muito menos, fornecedor de orientação falada e pública)

4) Faz profecias sobre acontecimentos que advirão em breve na vida das pessoas

(O Céu é manso e reservado nas suas advertências e não as faz publicamente)

7) Inventa novas orações, devoções, falsa doutrina

(Tem por objectivo desviar a atenção das verdadeiras orações poderosas já conhecidas, e de criar a divisão no seio do rebanho de Jesus Cristo)

9) O vidente nunca é exaltado publicamente, nem ameaça quem não acreditar nas suas mensagens

(Deus não quer que o vidente se ensoberbeça e deixa sempre a dúvida pairar, para que a Fé possa vencer)

Este médium transformou-se na estrela da actividade espírita do Rio de Janeiro e um pouco por quase todo o Brasil. É o espírito carnavalesco e de santinho carioca que o catapulta para o estrelato.

12) Vive inquieto, deixando-se enredar por seguidores fanáticos

(Os fanáticos, que “endeusam” os videntes, muito facilmente moldam-no ao seu gosto)

Para as suas seguidoras, ai de quem disser mal e não acreditar no seu vidente Pedrinho

13) Não leva a sua vida em função de Deus, mas apenas voltado para a sua carreira

(Quem recebe uma missão do céu vive serenamente a sua vida)

14) Vive em função de si e de suas supostas visões e profecias

(Ele deve não fechar-se sobre si, mas abrir-se para Deus e para os outros)

15) Tem grande necessidade de que as suas mensagens sejam reconhecidas como verdadeiras

(O verdadeiro vidente vive serenamente o seu dom, com consciência de ser um mero instrumento, e de que quem tem de abrir caminho, é Deus, e não ele)

16) Tem necessidade de tornar tudo imediatamente conhecido pelos outros

(Mal recebe uma “mensagem” quer torná-la imediatamente conhecida)

17) Tem um interesse obsessivo em angariar seguidores; busca ter lucro com seus escritos

(O céu não se faz mercadoria, nem a fé é fonte de lucro ou moeda de troca)

18) Tem necessidade de auto-promoção e de ser adulado pelos outros

(Deus jamais se faz presente num orgulhoso)

19) Descura a Oração, os Sacramentos, a Penitência e a Caridade

(Quem recebe mensagens e visões verdadeiras, converte-se profundamente)

20) Não segue a orientação da Igreja Católica e chega a pregar rebeldia contra algumas normas eclesiásticas

(Jesus criou uma Igreja Una – Jesus se fez obediente até a morte – A igreja não pode ser dividida)

- Não segue em obediência as directivas do seu Bispo.

28) Não têm director espiritual nomeado pelo seu Bispo

(O vidente verdadeiro sempre comunica ao seu Bispo as ocorrências e a ele se submete, aceitando a direcção espiritual que ele lhe impuser)

31) Não consegue falar a linguagem do Céu; faz previsões falsas e comete erros até mesmo grosseiros

(O Céu tem a linguagem do Espírito Santo, sem erros nem falsidades)

33) Cria esquemas de divulgação, com envolvimento de dinheiro e cria um aparato financeiro ao seu redor, visando o lucro

(Quem se liga ao dinheiro, desliga-se do Céu)

34) Normalmente já é adulto feito quando começa a receber “mensagens” e não é inocente e humilde como as crianças escolhidas pela Vigem Maria nas Aparições já aprovadas pela Igreja.

(O demónio não está autorizado pelo Céu a usar os mesmos critérios de escolha da Virgem Maria)

35) Os crentes de falsas mensagens normalmente são agressivos quando as defendem perante pessoas que não acreditam na sua veracidade.

(O demónio instila agressividade nos seus seguidores, ao contrário da mansidão dos crentes nas Mensagens da Virgem Maria)

- Facilmente se descobre um fanatismo ignorante e agressivo nos seguidores do Pedro Siqueira.

36) Muitas vezes nas falsas aparições, o demónio insere fenómenos fantásticos, na tentativa de mais facilmente enganar as pessoas.

(O demónio é manhoso e pretende enganar as pessoas e convencê-las, mais facilmente, de que quem fala é do Céu. Tenta forçar a Fé das pessoas)

- Nestes fenómenos diabólicos, o elemento fantástico introduzido, foi o dar mensagens pessoais a quem “reza” o terço com ele, o que o torna no único médium espírita que tem a lata de o fazer!

http://www.amen-etm.org/FichadoPedoSiqueira.htm