ALEGRIA DE DEUS

Agnès-Marie

Título do original francês: "Joie de Dieu"

Traduzido por: José dos Anjos - Lisboa 2001

Revisto por: João Bianchi - Fátima 2002

 

MRC e O Livro "Alegria de Deus"

Mensagens de Jesus a Agnès Marie

Só em 2001-10-7 foram introduzidas as Mensagens que no índice estão assinaladas com uma bola verde , e depois no texto, estão em azul escuro.

Só em 2002-7-28 foram introduzidas as Mensagens que no índice estão assinaladas com uma bola verde , e depois no texto, estão em azul escuro.

Dada a importância capital destas Mensagens de Jesus e da Virgem Maria à Agnès Marie, em francês e publicadas num livro da Résiac, apresento na íntegra a tradução destas Mensagens. De momento ainda só existem publicadas em versão francesa.

Já foi publicada entretanto a 3ª edição francesa da Résiac com todas as Mensagens de 2000.

Estas Mensagens agora já integralmente traduzidas para português, foram a primeira tradução na Terra, graças ao José dos Anjos. O Site da Amen foi o primeiro Site da Terra a disponibilizar as Mensagens de Jesus e Maria à Agnès Marie. Este facto é um motivo de enorme alegria para todos os que fazem parte do Exército Terrestre de Maria, e aqui vêm buscar, à AMEN, a Mensagem de Amor para o combate a travar pelo Movimento para um Renovamento Cristão.

Foi entretanto criado o Site oficial francês da

Associação de Apoio à Agnès Marie:

http://www.jdd.free.fr

 

Disponível no site da AMEN

http://pagina.de/amen.etm ou

www.amen-etm.org

 

 

Índice

11 de Maio de 1999 - Ao confiares-te a Mim, no sacramento da reconciliação, cresceste em paciência

12 de Maio de 1999 - Almas doentes

13 de Maio de 1999 - A sobremediatização das perversões gera delinquência sexual

14 de Maio de 1999 - Dou-vos a Minha paz, a vós que viveis estes tempos tão difíceis

15 de Maio de 1999 - Pedido de nossa entrega total

16 de Maio de 1999 - Apelo de Jesus e a resposta da alma. O que é o Sagrado Coração. Necessidade do deserto

17 de Maio de 1999 - O Paraíso está onde Jesus estiver, juntinho ao nosso coração. O Fogo divino e o Fogo do inferno. O Triunfo do Imaculado Coração de Maria para o ano 2000. O tempo do regresso de Jesus. Preciso do vosso amor.

18 de Maio de 1999 - A Alegria que vem de Deus       

19 de Maio de 1999 - Sede no mundo, sem ser do mundo. Punição Divina através da Natureza. O orgulho e a cegueira da Maçonaria       

20 de Maio de 1999 - Baptismo. Amar o Próximo       

22 de Maio de 1999 - A entrega a Jesus e a confiança no Seu Amor. O sofrimento dos inocentes

24 de Maio de 1999 - Guerra do Kosovo / Rússia

25 de Maio de 1999 - A forma de Governo que Jesus quer para a Terra e os seus objectivos. A Reconstrução depois da Purificação. O Coração de Deus

30 de Maio de 1999 - A razão e o coração

31 de Maio de 1999 - Necessidade de abertura do coração. S. João Baptista. Os Anjos da Guarda

1 de Junho de 1999 - Viver com Deus em tudo ou viver stressado. O Movimento político verdadeiramente Cristão liderado por Jesus

3 de Junho de 1999 - A Purificação dos corações

9 de Junho de 1999 - A liberdade diante de Deus

12 de Junho de 1999 - O Universo. A manipulação genética. O anticristo

14 de Junho de 1999 - A nova Europa. O Novo Movimento Cristão

18 de Junho de 1999 - Conhecimento de Deus. Novos Céus e Nova Terra

19 de Junho de 1999 - O Juízo. O Mundo Novo. Uma Política Nova. O Juízo. O Mundo Novo. Uma Política Nova. Comunidade de Aubazine à escala planetária

21 de Junho de 1999 - Festa da música, drogas, álcool, "paraísos artificiais" fazem sofrer Jesus

22 de Junho de 1999 - O Ano Jubilar 2000: plenitude e realização

25 de Junho de 1999 - Servir a Deus na Terra

26 de Junho de 1999 - A morte é uma passagem. Servir a Deus e ao próximo. Emigração e cultura

27 de Junho de 1999 - O Aborto: o maior crime contra a humanidade

6 de Julho de 1999 - Descrédito da Eucaristia e da Ressurreição. O Usurpador vai mostrar-se. Fé e Coração

7 de Julho de 1999 - A Alegria

8 de Julho de 1999 - Como Evangelizar. Acção diabólica. Cruzada contra os demónios. Mistérios de Deus

10 de Julho de 1999 - Guerra em França. Via Política. Degradação e Conflitos Sociais. A guerra precede a Justiça

11 de Julho de 1999 - O Sagrado Coração e os nossos corações

12 de Julho de 1999 - A verdadeira liberdade é a vontade em Deus

19 de Julho de 1999 - Profecia e Mensageiros de Deus. Fé - Razão - Oração - Silêncio - Deus vem habitar em nós

20 de Julho de 1999 - A Presença constante de Jesus

21 de Julho de 1999 - Dá-Me o teu coração. Confraria de "Oração e Penitência". O exército da Luz

22 de Julho de 1999 - A pena de morte e os tribunais

27 de Julho de 1999 - Tempo em que nada parece acontecer é tempo de interiorização e de fortalecer a Fé, mas também armadilha

30 de Julho de 1999 - A Alma vive antes de incarnar e a morte é o caminho de regresso

3 de Agosto de 1999 - Os Anjos. Vinda Gloriosa de Jesus está iminente. O usurpador vai estabelecer-se por pouco tempo

5 de Agosto de 1999 - Manduria. Teia de aranha / seita impura. Todos são chamados. A transfiguração. A luz triunfará

6 de Agosto de 1999 - O desposar imerecido da alma por Jesus

7 de Agosto de 1999 - Manduria. Anúncio do Triunfo do Coração Imaculado de Maria. Eu sou a Virgem da Eucaristia. A luta pela construção do mundo de amanhã

9 de Agosto de 1999 - Novo Governo dos Povos e Novas Instituições

11 de Agosto de 1999 - Quem de vós quiser ser grande...

12 de Agosto de 1999 - Os 2 níveis de Acção Divina: o Movimento político de Deus e a Oração. Os servidores zelosos. A Ajuda dos Anjos. As Instituições Santas

13 de Agosto de 1999 - A Confissão e a Eucaristia. A Luz de Deus. A Criação. As Aparições de Manduria

14 de Agosto de 1999 - A morte. O grande ataque. Sobre a falsa descoberta das ossadas de Jesus. Falsos profetas

18 de Agosto de 1999 - Imitar na Terra a organização do Céu

19 de Agosto de 1999 - Paciência e amor nos tempos de provação. A caminhada da alma

22 de Agosto de 1999 - Manduria e a Igreja de França. Fé, Confiança e Amor

23 de Agosto de 1999 - A virgindade de Maria, a Sua Imaculada Conceição e a Presença Real de Jesus na Eucarístia. Manduria. Fé e Amor

24 de Agosto de 1999 - O prolongamento do tempo do Regresso. A adoração do Santíssimo Sacramento. A falsa descoberta das ossadas de Jesus para contrariarem a Ressurreição

26 de Agosto de 1999 - O homem e a linguagem do Amor Divino

27 de Agosto de 1999 - Missa. Igreja. Amor do Pai

30 de Agosto de 1999 - A Morte e o Reino depois da morte. O renascimento da Família

3 de Setembro de 1999 - Manduria. Eucaristia. Vinda Gloriosa de Jesus a

4 de Setembro de 1999 - O Movimento de Amor é o Movimento do Cristo e é um Partido Político - MRC Movimento para um Renovamento Cristão. Batalha. O Terço é a arma

6 de Setembro de 1999 - O deserto e a reedificação. A Carta dos Governos. Eu serei o vosso Rei

13 de Setembro de 1999 - O Amor Divino / humano. As locuções interiores servem-se da personalidade: imperfeição

16 de Setembro de 1999 - Cruz e Co-redenção. O Rosário

23 de Setembro de 1999 - O Amor de Cristo vs raiva e mentira

29 de Setembro de 1999 - Hóstias escondidas no mundo

30 de Setembro de 1999 - Vinda iminente e a Eucaristia. O martírio e a esperança da Igreja. A hipocrisia da franco-maçonaria

11 de Outubro de 1999 - O Espírito de Fortaleza e a Comunhão dos Santos. Ano Jubilar

13 de Outubro de 1999 - A importância das Missas. Distância que permite a união.

23 de Outubro de 1999 - Sofrimento, Lágrimas e Maria, modelo de co-redenção

28 de Outubro de 1999 - Sofrimento, Criação e Renovação. Planetas habitados

8 de Novembro de 1999 - A Compaixão. A Fé. Os Dons s

9 de Novembro de 1999 - Desejar a Minha Vontade para vós. Confiança. Não vos preocupeis... Eu trato de tudo

10 de Novembro de 1999 - Fé cega. Confissão. Oração. Vinda Gloriosa de Jesus s

14 de Novembro de 1999 - As Trevas mais espessas. Medo. Fé. Talentos. Purificação, Misericórdia e Justiça

15 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse 12 - A mulher e o dragão. Eucaristia. Novo Éden. O Fim das Mensagens. 1260 dias

16 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse 3 e 8. Conversão. Purificação. Ser Pilar r

17 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse - Os Selos. Os Mensageiros . Compaixão, solidariedade e esperança

18 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse 8 e 9 - O refúgio do Imaculado Coração de Maria e do Sagrado Coração de Jesus

19 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse 9, 11, 14, 15, 21 e 22. O tempo do sétimo selo. As 2 Testemunhas. Novos Céus e Nova Terra

22 de Novembro de 1999 - A Oração, a Cura e o Perdão. Eu sou o remédio para os vossos males

26 de Novembro de 1999 - O Amor de Deus

27 de Novembro de 1999 - A rapidez dos acontecimentos quando tudo começar

30 de Novembro de 1999 - Eucaristia. Súplica da Agnès Marie para Jesus intervir

4 de Dezembro de 1999 - Fé e Razão. A Sabedoria e o Tempo de Deus. O Triunfo para o ano jubilar. Entrámos num tempo de espera

5 de Dezembro de 1999 - A França, o rei de França e o Reino Glorioso de Deus na Terra

6 de Dezembro de 1999 - A Vinda de Jesus e o Rei de França. O Regresso de Jesus em duas etapas : aos corações, e à Terra

9 de Dezembro de 1999 - o Tempo da Promessa para a conversão dos corações

10 de Dezembro de 1999 - Conversão de coração. Humilde e de joelhos aos pés da Cruz

11 de Dezembro de 1999 - O Espírito de Força. O Triunfo do Imaculado Coração de Maria para o Jubileu de 2000. As trevas tornam-se mais densas. A provação está próxima do fim

14 de Dezembro de 1999 - Os soldados de Cristo são combatentes da Alegria de Deus

17 de Dezembro de 1999 - Os ataques dos Meios de comunicação social

19 de Dezembro de 1999 - Com a era do Espírito abre-se o Tempo da Graça e da Alegria

22 de Dezembro de 1999 - Manduria. Ninguém resistirá à Justiça do Senhor que Vem. Os actores da Reedificação

30 de Dezembro de 1999 - Desolação e a abominação da desolação. A vida que vos espera é mais real

31 de Dezembro de 1999 - A besta. O calcanhar de Maria. A batalha

3 de Janeiro de 2000 - O sofrimento na Comunhão dos Santos. Preciso do vosso coração... para salvar outros corações. Deixai-vos guiar

4 de Janeiro de 2000 - O medo como arma de satanás. A armadura e a arma. Oferta de tudo

7 de Janeiro de 2000 - A vacuidade das relações actuais. Onde o coração não estiver, não há alegria

10 de Janeiro de 2000 - A Minha Presença em vós. A Luz que atrai uns e irrita outros

14 de Janeiro de 2000 - A necessidade da Eucaristia. Bater com a cabeça nas paredes ou... encontrar a porta

16 de Janeiro de 2000 - Materializar a Nova Terra e a Purificação. A espiritualização dos corações espiritualizará a Terra

23 de Janeiro de 2000 - Agnès. Rei de França. Manduria. Última acção Política. Estratégia do demónio. O papel de S. Miguel Arcanjo sob as ordens de Jesus. Unidade, Fraternidade, Amor

25 de Janeiro de 2000 - A abominação da desolação. O sofrimento, reparação pelo ultraje da abolição do Santo Sacrifício

27 de Janeiro de 2000 - A Purificação. O Reino. A última acção Política a

28 de Janeiro de 2000 - O discurso próprio e simbólico. O cumprimento das profecias. A Utopia. Vós sois a geração que verá a Minha Glória

30 de Janeiro de 2000 - O Grande Rei. Inter-Reino. Manduria. Novas Cruzadas

31 de Janeiro de 2000 - A raiva de satanás e a sua estratégia

7 de Fevereiro de 2000 - O corpo do Padre Pio está no Céu. Vinda Gloriosa de Jesus. O Arrebatamento. Avisos severos. A ressurreição da carne. O encontro inesquecível

8 de Fevereiro de 2000 - Os três dias de túmulo. Glorificação do corpo. A vitória da Luz está próxima. Triunfo de Maria. Maria é a Esperança do Mundo. Unificação do corpo e do espírito. Os avisos são atenuáveis pela oração o

9 de Fevereiro de 2000 - Estatísticas da Salvação. Adoração Eucarística. França amada. O Rei que virá

10 de Fevereiro de 2000 - A tormenta que se aproxima. O Arrebatamento. A Transfiguração. Nova Terra. Ajuda dos Anjos e Santos na reedificação da Terra. O Reino. A Mensagem da Manduria salvará a França e vencerá a apostasia

17 de Fevereiro de 2000 - Arca de Noé. Tempestades em França. João Paulo II, João Baptista para este tempo. Exército dos Filhos de Deus. Batalha no Céu projecta demónios na Terra

9 de Julho de 2000: Exortação particular - Eucaristia, Jejum, Confissão e Oração. Corpo, Alma e Espírito. Consequências do pecado. Evangelização e amor pelo próximo. Empenhamento espiritual e empenhamento "político". Força de Elite. Caridade. MRC

22 de Agosto de 2000 - Justiça e Misericórdia Divinas

20 de Setembro de 2000 - Ser inteiramente de Deus. Trabalhar para o Reino de Cristo é prioridade absoluta a

1 de Outubro de 2000 - Santa Teresa de Lisieux - Rezar junto de relíquias de santos. A Terra e o Céu serão um.

10 de Outubro de 2000 - O Regresso está próximo. Confiai-vos ao Imaculado Coração de Maria

20 de Novembro de 2000 - Dai prazer a Maria consagrando-lhe as vossas nações. Santa Joana d'Arc. Oferecei-vos em reparação. Chamo os Meus filhos a despertarem do seu torpor. Dois Corações com uma Cruz. O Estado deve servir a Igreja. Thomas More

13 de Dezembro de 2000 - Preparar as estruturas do novo mundo: Construí Comigo a Civilização do Amor

23 de Dezembro de 2000 - O Triunfo de Jesus está à porta, com os sinais dos tempos

26 de Dezembro de 2000 - Oráculo de Yahvé - A purificação e a guerra não foram afastados

Dadas para as Conferências

1 de Maio de 2000: Les Sables D’Olonne. Cada um de vós é uma nota da partitura

11 de Junho de 2000: Saint Mars-la-Jaille – A Minha Presença Eucarística

12 de Novembro de 2000 - Althen-des-Paluds - Sofrei Comigo Meus filhos, consolai o Meu Doloroso Coração nestes dias de trevas.

25 de Novembro de 2000 - Bruxelas - Eis chegado o tempo da grande purificação

 

 

Agnès-Marie…

Tomou, sob ditado, as mensagens de que ides tomar conhecimento e que emanam de Nosso Senhor Jesus Cristo, de Deus Pai, da Santíssima Virgem, do Arcanjo São Miguel… Mensagens que dizem respeito à nossa geração e, verosimilmente, à futura geração… Mensagens que atestam que se cumprem os tempos anunciados. Com efeito, dizia-lhe o Senhor a 4 de Janeiro de 2000: "Vós, tendes o privilégio de viver no tempo em que se tornam efectivas todas as profecias, sabeis que a vossa espera da minha vinda será satisfeita durante a vossa vida na minha Terra. Com efeito, esta geração não passará antes que tudo isto aconteça. Vós sois essa geração!".

Conheçamos então Agnès-Marie:

Agnès-Marie é uma jovem mãe de família em quem o Senhor pôs o desejo de O servir. Aos dez anos, queria ser Madre Teresa! Depois de uma infância e adolescência cristãs, a vida estudantil, as tentações da sua época e a partida da casa paterna afastaram-na da prática religiosa. Ela vagueou pelos caminhos da "nova era" e do esoterismo, sem no entanto abandonar a sua fé… até descobrir o Renovamento Carismático e fazer uma peregrinação a Israel, quando tinha 23 anos.

Ela fazia parte do povo de nuca dura quando o pai se lhe revelou, no deserto. Foi a cura de uma ferida interior que lhe permitiu dizer: "A Tua Vontade Senhor e não a minha…".

Agnès-Marie casou-se, instalou-se, teve dois filhos, depois Maria, por sua vez, conduziu-a de novo ao caminho da verdadeira fé convidando-a a ir com seu marido a Medjugorje. A terceira etapa deste percurso foi a descoberta — um verdadeiro choque emocional e espiritual! — das mensagens de Jesus a "Françoise". Cada palavra tocou-a no fundo do coração e então ela teve apenas um só desejo: que Jesus lhe falasse com aquela espantosa ternura.

Em 10 de Maio de 1999, o Senhor diz-lhe através de uma locução dada a seu marido que Ele a atendia. Que alegria nesse dia! O livro ALEGRIA DE DEUS foi escrito em nove meses e eis que o Senhor a chama a dar testemunho.

11 de Maio de 1999 - Ao confiares-te a Mim, no sacramento da reconciliação, cresceste em paciência

Vem, não tenhas medo, o teu Jesus dita-te isto para te ajudar a caminhar para a santidade. Eu fiz com que lesses as mensagens dadas a "Françoise" para te levar ao crescimento e a acreditares que também a ti Eu podia confiar o dom que te concedi, Eu, o Cristo Jesus, Senhor do Céu e da terra.

Eu te abençoo por Me dares a tua mão. Vai e não te preocupes. Eu amo-te. E tu amas-Me, tu Me o dizes e Eu estou feliz pelo teu amor por Mim teu Deus.

Sim, tens razão, olha sempre para Mim e sê feliz por Eu te amar e te ter escolhido para te fazer crescer até ao dia — muito próximo — em que te poderei desposar.

O teu coração já Me pertence. Eu guardo-te no fundo do Meu Sagrado Coração.

Sim, tu podes e aliás deves — Eu te o peço como um serviço que fazes ao Meu Sagrado Coração — ler as Minhas mensagens a teu esposo.

Eu livrei-te de todas as paixões, as quais muitas vezes te deixaram inquieta, para que estejas unicamente apaixonada por Mim teu Jesus que te ama e te esperava.

Eu abri o teu coração, apesar das tuas reticências por ocasião daquele fim de semana em que a história de Zaqueu te pôs "ao pé da árvore" (!) e em que finalmente te entregaste. Confessaste-te dos pecados que Minha Mãe te tinha dado a conhecer como tais, há mais de um ano! Eu esperava-te desde essa altura. Durante todo este tempo formei-te para Me procurares e hoje nada mais te interessa. E isso é perfeito. Eu quero-te apenas apaixonada por Mim, teu Jesus.

Estás feliz? Ainda te interrogas muito, mas pouco a pouco verás que te aproximarei do Meu Coração e não mais ficarás inquieta perante o dom que Eu te concedo e que tu esperavas.

Escreve o que Eu te dito sem te preocupares com a tua saúde mental! Sabes bem que és perfeitamente sã e que também não estás sujeita a arrebatamentos místicos. Quando te falo sentes a Minha Paz, essa serenidade no fundo do teu coração, tu que ainda não há muito tempo eras tão impaciente, lembras-te? Vê como ao confiares-te a Mim no sacramento da reconciliação cresceste em paciência, sobretudo com os teus filhos que tanto amas. [...]

Sim, fazemos uma espécie de catarse, de regresso às feridas para que delas te libertes e fiques totalmente aberta ao Meu dom de Amor, a todas as graças que para ti preparei e que tenho reservadas para todos os apaixonados do Meu Sagrado Coração.

Regressa ao presente. Olha para Mim, ama-Me e aproxima-te sem temeres por causa dos teus pecados que Eu conheço e perdoo uma vez que fizeste sobre eles uma intensa contrição. Mesmo assim é preciso que vás receber a absolvição das mãos de um dos Meus sacerdotes. Vem visitar o Meu Coração e vê os tesouros que te reservo assim como a todos aqueles que deixam que Eu os ame e os fortifique.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

12 de Maio de 1999 – Almas doentes

Olha para Mim com todo o teu amor, que Eu pus no teu coração e mais facilmente Me ouvirás ditar-te esta mensagem.

Hoje quero instruir-te acerca de todas aquelas almas doentes que estão longe de Mim e que em vez de lutarem por Mim, lutam contra Mim, perdendo assim toda a esperança de cura. Sim, sou Eu que dou a vida em abundância a quem confia em Mim e Me dá o seu coração para que Eu o atraia a Mim e o cure de todos os males que paralisam muitos homens da tua geração.

Reza por essas almas Minha amada filhinha. Sim, é isso mesmo que Eu te peço que faças por Mim. É a missão que hoje te dou. Consagra todos os dias um tempo de oração, oração do teu coração unido ao Meu Sagrado Coração, a esses doentes que te irei dar para curares dando-lhes a conhecer, por mais afastados que eles estejam, o Meu Amor e a Minha Misericórdia.

Começa já hoje a tua missão. Sim, podes pedir a Minha Santa Mãe que te dê uma maior compaixão por todos os irmãos e irmãs que Eu te vou dar para amares, como se o amor que tu lhes vais dar fosse para Mim, teu Deus, teu Jesus, teu único Amor verdadeiro para a vida eterna. (Não, isto não tira nada ao amor que tens a teu marido! Tu já o notaste, o amor sempre crescente que por Mim sentes, também o dás a tua família.)

Parece-te "incrível" que te peça "a ti" que rezes por essas almas doentes e muitas vezes até doentes nos seus corpos? Não tiveste a vivência dos anos de doença de teu irmão? Viste como, graças à sua inquebrantável fé em Mim e às orações de teus pais unidos no Meu coração, Eu o curei? Eu protegi-o durante toda a sua infância.

Deixo-te "estupefacta" ao dizer-te isto? Fazes-Me sorrir, tu ainda não conheces a vastidão do Meu infinito Amor pelos homens e a omnipotência da Minha vontade de Misericórdia.

Sim, todos esses doentes afastados de Mim são muitas vezes aquelas almas que depois da passagem "deste mundo a Meu Pai" estão naquela esfera do purgatório que está situada às portas do inferno. Em vez de Me oferecerem as suas dores, as suas dificuldades, as suas dúvidas, os seus medos, os seus corações e as suas vidas, unidos aos méritos das Minhas Santíssimas Chagas e do precioso Sangue derramado para que tivésseis a vida, e a vida em abundância, em vez de acreditarem no Meu Amor e de acreditarem que Eu as posso salvar se Mo pedirem com fé, muitas vezes essas almas revoltam-se contra Mim e não compreendem que assim aumentam as suas dores, abrindo uma brecha no seu coração onde Satanás, a antiga serpente, se pode introduzir e fazer devastações de ódio, de desespero e de torturas ainda maiores.

Eu dar-te-ei a possibilidade de levares a Minha alegria a todas essas almas sofredoras, de as assistires nos seus últimos momentos, de guiares, mesmo no limite extremo, o seu coração para o Meu, tão cheio de amor por aqueles que sofrem. Falar-lhes-ás, em Meu Nome, do amor que por eles tenho e a maravilha do Meu amor será suficiente para os conduzir ao Meu Sagrado Coração e para lhes permitir escolher a vida. [ ...]

Estás perturbada por causa das Minhas palavras? Não temas. Sei que, no início, é espantoso que Eu possa predizer tais coisas que então parece impossível que se realizem. É também por isso que Eu as anuncio antes, a fim de que percebais, no cumprimento daquilo que anuncio, que Eu tudo posso. Deveis aprender a conhecer-Me.

Agora vai. Amo-te.

Jesus Cristo

 

13 de Maio de 1999 – A sobremediatização das perversões gera delinquência sexual

Amo-te e abençoo-te por rezares ao teu anjo da guarda para te ajudar a abrir o teu coração ao Meu amor por ti e às mensagens que te quero dar.

Confia em Mim, sim, hoje desejo falar-te dessa categoria de pecadores que são os delinquentes sexuais. Na Minha Misericórdia, também a eles chamarei, podes ter a certeza disso, mas muitos recusar-Me-ão. Eles não acreditam no amor e ainda menos no Meu amor por eles e por cada alma desta terra pela qual sofri a minha Paixão para vos resgatar. Eu resgatei todos os pecados, que estão ligados à perversão do dom da sexualidade que vos concedi com vista à união entre esposos e à procriação. Vivido no amor conjugal, esse dom é maravilhoso, mas alguns afastam-se de Mim em ligações "contra natura".

Eu amo todas as almas, no entanto algumas fazem-Me sofrer muito ao não compreenderem que as relações sexuais são um dom de amor. Dom que Eu abençoo numa relação sã estabelecida perante Mim no sacramento do matrimónio e que se torna sacrílega e destrutiva a partir do momento em que não estiver nela o amor e o Amor.

Aqueles que se entregam a esses delitos destroiem a vida e atacam o seu Deus. Sim, Eu quero falar da dor que são a violação e também as relações homossexuais que, a Meus olhos, são sempre um horror, como no tempo de Sodoma e Gomorra. É um pecado grave usar o Meu dom de amor impondo-o com violência ou em relações entre pessoas do mesmo sexo.

Sentes dificuldade em receber a Minha mensagem, ou antes ao quereres escrevê-la bem! Por isso te digo: paz à tua alma Minha bem amada filha e não temas as Minhas palavras que serão esperança de vida e arrependimento para muitos.

Sim, Eu espero esses filhos escravos do pecado, Eu os libertarei da dominação do mal que reina neste mundo. Satanás ofuscou muitas almas e estão todos de tal forma habituados à "sensualização" a todo o custo da vossa sociedade que já não são capazes de ver o mal que lhes é feito através das incessantes incitações quotidianas ao deboche e através da omnipresença da pornografia nos diferentes media.

A Meus olhos a pornografia é verdadeiramente um flagelo pavoroso, apanágio do vosso decénio que viu a intensificação dessas perversões e sobretudo a sua quase legalização e a sua completa legitimação aos olhos de quase todos. Ninguém quer acreditar que este ambiente doentio CRIA os delinquentes sexuais. A sobremediatização, a devassidão autorizada mata as almas dos Meus pequenos e fá-los perder para Mim, por vezes para sempre, pois a sua pureza de coração é gravemente atingida pela infestação dos seus olhos por todas estas abominações.

Mas a Minha Justiça estará neste mundo de trevas e infelicidade, sim Eu digo-te: Infeliz daquele que tiver escandalizado um só desses pequenos que são Meus. A Minha justiça cairá no dia em que marquei o prazo para a Minha Misericórdia e então os sofrimentos serão tais que eles ficarão como loucos. Os seus corpos, os seus corações e as suas almas serão aguilhoados pelo Fogo purificador da Minha vingança. Sim, escreve vingança pois para essa raça de serpentes, para esses demónios incarnados conscientes do mal que Me fazem e que fazem à vossa sociedade, já não há Misericórdia possível no dia do Meu Julgamento.

Eles cospem-Me no rosto como o fizeram no dia do Meu Sacrifício sangrento e da Minha tão dolorosa Paixão. Eu sou o vosso Deus que vos ama e que a todos quer salvar das garras de Satanás e dos seus esbirros, pois, sim, ele está longe de ser o único a fazer a sua obra de morte. A terra está infestada pelos seus satânicos sequazes e os seus crimes clamam por vingança perante a Minha face!

Tu não consegues conceber que alguns possam ter endurecido o seu coração ao ponto de Me odiarem com uma intensidade espantosa. E no entanto... eles juraram a perda do Meu povo e a da Minha Igreja que é, não o esqueças, o Meu Corpo místico. Eu não posso tolerar isso durante muito mais tempo.

Sim, porei em ti a queimadura do Meu Amor que pedes para Me consolares dos crimes desta geração. Eu te abençoo por Me amares, Minha flor bem amada. Sabes, há muitas flores no Meu Jardim celeste e Eu cultivo-as a todas com Amor a fim de que dêem muitos frutos. Não te espantes, pois, se Eu te falo com todo o Meu Amor.

O Meu Jardim celeste pode acolher-vos a todos, mas poucos, na verdade muito poucos, se querem deixar cultivar nele. Sendo assim Eu abençoo o teu coração por Me pedir cada vez mais da Minha água viva para saciar a sua sede do Meu Amor. Terás água em abundância e o Meu sol em profusão para cresceres no teu amor por Mim teu Senhor e Mestre, nos Meus méritos e na Minha sabedoria.

Eu sou o teu Mestre pois tu pertences-Me pela tua vontade de Me servires.

Eu te abençoo, vai.

Jesus Cristo

 

14 de Maio de 1999 - Dou-vos a Minha paz, a vós que viveis estes tempos tão difíceis

Vamos, escrevamos, Minha filha, fazes-Me atrasar com as tuas dúvidas. Não, não te estou a censurar, mas gostaria que confiasses em Mim e que, na fé no Meu Sagrado Coração, com o desejo da Minha Presença que Eu pus em ti, e invocando o Meu santo Nome, a dúvida desapareça, e que não mais tenhas medo de ser enganada pelo Meu inimigo. Eu não o deixarei prejudicar-te através do dom que te concedi de receberes as Minhas mensagens e de as escreveres Comigo. Isto a fim de que da próxima vez, quando sentires o Meu apelo, não tenhas medo que ele venha de ti, do orgulho de saberes que o Senhor te fala, a ti, pequena criatura tão fraca e no entanto, precisamente, amada do Meu Coração. Vindo o orgulho do mal, deves acreditar no que acabo de te dizer, no que diz respeito ao dom de escrita dos Meus mensageiros: Satanás nada pode contra ti, ainda menos quando pousas o teu olhar amoroso sobre a Minha santa Face. Sim, à menor dúvida olha sempre para Mim com amor e Eu apaziguarei o teu coração.

Agora, escreve o que Eu, teu Deus e Amigo, te quero dizer; porém, escreve a Minha mensagem sem separares o que podes, ou não, compreender. Posto isto, reza uma "Ave Maria" a Minha terna Mãe, que também é tua e avancemos para aquilo que hoje te vim pedir.

Enfim, peço-te que escrevas a Minha mensagem que quero dar ao mundo sobre os criminosos de guerra que, dos dois lados, actualmente praticam crueldades, nesta discórdia entre povos que Eu amo e que também são Meus, como cada alma é minha.

Sinto uma dor muito profunda ao ver as exacções cometidas e friso bem isto: tanto de um lado como do outro, não há "bons" e "maus" nesta espécie de guerra que não é para Minha Glória nem está sob as Minhas ordens, para defender a Minha causa. Sim, escreve: Eu condeno essas estéreis e detestáveis guerras que, com a lâmina do ódio, Me trespassam o Coração. Com efeito, é sempre o autor do mal, Meu implacável inimigo, que suscita esta espécie de conflito entre os povos para espalhar a semente do ódio e do desespero, da discórdia e da confusão.

A sobremediatização deste conflito (Kosovo), mais uma vez quer fazer crer, tanto a uns como a outros, que têm razão para fazer a guerra; como se existisse uma guerra justa, fora daquela que é necessária para a defesa dos Meus interesses que são os de Deus e da salvaguarda da fé em Mim, vosso Jesus de amor, de paz e de ternura para com os homens.

Não, Eu odeio a guerra que vos divide e vos ata as mãos perante o Meu inimigo. Rezai então pela paz e compreendei bem que a paz só pode vir de Mim e do vosso regresso ao Meu Coração e ao Coração imaculado de Minha santa Mãe, Rainha da paz e de todos os povos. E toda essa mascarada de reuniões sobre a paz não passa de vento que atiça o ódio e prolonga a recusa da humanidade em confiar em Mim, em Mim que vos amo igualmente a todos, embora a cada um de forma diferente.

Sim, Minha filha, o Meu Coração sangra sempre que o homem, motivado por interesses económicos, cede à tentação do ódio.

O Meu Coração sangra e só o amor dos Meus filhinhos pode consolar este coração trespassado pelo ódio que Satanás tenta espalhar por todo o lado.

Preocupas-te com a Rússia e com a ameaça de destituição do seu presidente, e tens razão. O Meu pobre povo russo é oprimido por aqueles que deveriam velar pelo seu bem estar: os seus governantes. E apesar dos Meus esforços e dos de muitos das Minhas pequenas almas escolhidas a quem Eu peço para rezarem por esta intenção: a paz para a Rússia, temo que a Minha Justiça caia sem que a Minha Misericórdia tenha sido aceite e recebida no coração dos Meus filhos que tanto gostaria de reconduzir a Mim.

A saída para esta dificuldade está no Coração de Deus... Sê paciente e verás, verás a Minha Grandeza e a Minha Justiça cair sobre os maus que Me recusam e que preferem lançar a terra num conflito em vez de abdicarem perante Mim, Senhor do Céu e da terra, Rei do universo visível e invisível, Pai dos homens e verdadeira Mãe por amor das vossas almas que Eu criei no enternecimento do Meu Sagrado Coração perante a Minha criatura. Admiração perante a Minha criação que, para salvar uma só alma, Me faria fazer de novo o Meu sacrifício.

O Meu Coração funde de amor perante vós, que Eu criei com Meu Pai celeste, a quem Eu dei o sopro da vida pelo Meu Espírito Santo e que Eu mantenho com o Meu divino e infinito Amor de Deus três vezes santo no mistério da Trindade.

Vós só compreendereis verdadeiramente a infinita medida do Meu amor por vós quando Eu vos tiver de novo junto a Mim e Me adorardes na alegria do regresso à casa do Pai.

Minha filha, Eu preciso verdadeiramente de vos fazer compreender o Meu amor por cada um de vós, a fim de que, sejam, finalmente, esquecidas todas as discórdias e todas as guerras que se tornarão completamente ridículas quando compreenderdes que sendo todos irmãos no Meu amor, Me feris com o mais pequeno dos vossos conflitos, íntimos ou internacionais...

Dou-vos a Minha paz, a vós que viveis estes tempos tão difíceis em que Eu Me preparo para voltar para vos tomar nos Meus braços e vos amar com o Meu infinito amor. Não cesseis de esperar no vosso Deus que vos quer libertar da angústia e do ódio, da miséria e da vossa falta de amor por Mim e entre vós, da secura do vosso coração que conduz a todos os actos destrutivos que fazem gritar de dor o Coração do vosso Deus que tem fome de que o recebais na Sua Luz!

Sim, é um apelo desesperado do Meu Coração ao amor que Eu pus em vós. Eu quero acordar-vos! Que abrais os olhos para a vossa miséria e para a Minha Misericórdia que continua a esperar por vós até ao dia da Justiça.

Eu te abençoo por Me pedires a participação no sofrimento do Meu Coração crucificado por aqueles que Me odeiam [ ...] Eu pus na tua alma a possibilidade de saberes que a Minha Cruz é alegria para a alma que em verdade Me adora [ ...]

Jesus Cristo

15 de Maio de 1999 - Pedido de nossa entrega total

O Senhor Jesus, teu Deus, dita-te hoje isto: abre sempre o teu coração ao Meu Amor e Eu poderei dar-te o Meu que tão ardentemente desejas.

Ama-Me e tem confiança no teu Jesus que somente espera de vós que O ameis com todo o vosso coração, com toda a vossa alma e com todo o vosso espírito.

Entregai tudo nas Minhas mãos, tudo, com fé e confiança pois respondo sempre aos pedidos que são bons e que são feitos com fé.

Deixai-Me agir e arrumar as coisas… Basta que Me deixeis fazer em vós o que, desde toda a eternidade, Eu previ de melhor para cada uma das vossas almas, que Eu Sou conhece pois Eu sou o seu criador e autor. Sou o autor da vossa vida, nada podeis sem Mim, então eu vos suplico, pedi-Me a graça de, na prova, serdes capazes, sempre, de voltar os vossos olhos com fé e amor para Mim, que somente quero o que há de melhor para vós.

Sei que é difícil o que vos peço, mas pedi-Mo e farei que tenhais sempre em vós a certeza do Meu Amor e o sentimento da Minha divina Presença junto de vós a toda a hora e em todas as situações difíceis da vossa vida na Terra.

Abandono, Alegria e Confiança, eis o que se encontra no Meu Coração quando se quer muito vir procurá-lo com coração e humildade. Porque é tão difícil para vós deixar-me agir? Porque Me rejeitais à menor contrariedade?

Apenas vos peço o vosso coração e o vosso amor de ternura para o vosso Jesus e assim poderei tudo para vós. Porque é preciso que tenhais medo quando vos amo tanto? Sereis vós tão duros de coração como os Meus inimigos?… Então deixai-vos enternecer e compreendei que vos espero desde o momento em que fordes capazes desse pequeno passo que é o acto de fé em acreditar que verdadeiramente, tal como sois — com as vossas fraquezas, os vossos medos, as com as vossas fraquezas, os vossos medos, as vossas dúvidas e as vossas dificuldades — vos venho elevar e revelar-Me a vós com todo o poder do Meu amor por vós.

Muitas feridas, feridas de amor, feridas da infância, feridas do coração que tanto esperava dos homens, e nada recebeu, são a causa da vossa dificuldade em vos abandonardes à Alegria do Meu Coração de Amor. Vinde a Mim e curar-vos-ei. Vinde acreditando que tudo posso e tudo vos concederei.

Aproximai-vos da Minha Santa Mesa com o respeito que se deve ter na Presença Real e Santa do vosso Deus que se dá a vós na Santa Eucaristia, aproximai-vos com respeito mas sem medo: com amor, o amor de que fordes capazes nesse momento, e Eu farei o resto; dar-vos-ei todos os tesouros do Meu Coração que são cura da vossa alma e alegria do espírito. Compreendei que Eu sou Aquele que é desde toda a eternidade, na Minha Presença na Hóstia. O amor que vos tenho conduziu-me à Cruz e continua a pregar-me nela perante a vossa recusa obstinada e por vezes vingativa do Meu Amor por vós.

Sim, há, em Deus, Mistérios Sagrados que só podem ser revelados aos corações puros e doces. Os duros de coração nunca compreenderão a Minha ternura por eles… e no entanto, se soubessem, gritariam também eles: "Hossana no mais alto dos Céus" e a sua alma exultaria de alegria com os Meus Anjos em redor do Meu trono.

Há, na Minha corte celeste, um lugar escolhido para cada um daqueles que querem amar-Me, e deixar-se amar e guiar por Mim com confiança e fé. Espero cada um de vós. Cada alma, que Eu criei, é preciosa a Meus olhos pois pus nela um tesouro do Meu Coração destinado ao mundo. Cada alma que Me recusa, não somente Me fere no Meu Amor, mas atrasa também a Minha Chegada aos corações de todos, privando os seus irmãos da faceta do que sou que lhe tinha confiado. Pus em cada um uma parte daquilo que sou e esse puzzle, hoje disperso, que apresentais aos Meus olhos cansados de tantas lutas de Amor para vos conquistar, deveria mostrar-Me, todos unidos em Mim, o supremo daquilo que sou, o Diamante do Meu Coração que atravesso de raios do Meu sol divino para vir brilhar em cada um e, assim, oferecer ao Pai Eterno, a totalidade da Minha vida em vós. Cada alma deveria ser uma Flor que unida a todas as outras, no Meu Sagrado Coração, ofereceria ao Pai que está no Céu, Pai Eterno, Meu Pai e vosso Pai, um magnífico ramo de inebriante perfume. E, assim revestidos da Sua Glória eterna, respiraríeis as delícias que são para vós, reservadas para a hora em que todos serão um no Pai, para sempre.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

16 de Maio de 1999 - Apelo de Jesus e a resposta da alma. O que é o Sagrado Coração. Necessidade do deserto

Vem, escrevamos agora que tens tempo para Mim. Abençoo-te por teres vindo receber a Minha Santa Eucaristia esta manhã, apesar das dificuldades. Lamentas por não teres vindo com um coração sereno pois tinhas de cuidar das tuas filhas que são bastante irrequietas. Não te preocupes, o teu desejo por Mim basta-Me para te dar as Minhas graças. Deixa-Me ver-te até ao fundo do coração, quero um dia poder reflectir-Me nele como num cristal muito puro. Deixa-Me vir a ti, dá-Me todo o espaço que puderes e verás como Eu cumulo as almas que têm fome da Minha divina Presença.

Escrevamos agora para o mundo. Escreve isto que te dita Jesus, filho de Deus e da Santíssima Virgem Maria. Eu quero dar a Minha paz ao mundo, mas muito poucos querem acreditar que só Eu o Cristo Salvador pode dar a paz se Ma pedirdes com fé e esperança. Eu sou aquele que tudo pode. Eu sou a Omnipotência de Deus. O Meu selo está sobre aquele que Me escolheu, sobre aquele que acolheu o amor de Deus que Eu pus nele, aquele em quem Eu Me posso glorificar e operar as Minhas delícias na sua alma.

Tu és uma alma generosa... Sim! E todos os tesouros de amor que até ao presente retiveste por medo do amor devido a feridas da infância, vais derramá-los sobre o mundo quando Eu te disser. Queres trabalhar para a Minha glória? Eu te abençoo pela resposta do teu coração. Sim, tu estás pronta para fazer tudo o que Eu te disser e Eu cumular-te-ei com o Meu amor e a Minha paz. Sei que imaginas quanto será escarpado o caminho e no entanto optas pela confiança, por isso Eu te abençoo e te digo que te amo. Consolas a Minha Alma divina tão recusada por tantos dos teus irmãos. Ó Minha amada, vem a Mim sempre que possas pois Eu responderei sempre assim ao teu apelo.

Aí, as tuas lágrimas de alegria são o sinal do dom da Minha Paz, da Minha bênção e da Minha Presença. Deixa-te ir com confiança ao abandono que Eu te peço. Gostarias de ver "claramente" o Meu olhar pousado sobre ti... Dar-te-ei o que desejas quando tiveres crescido mais um pouco.

 

"Meu Deus, Jesus..." Dizes-Me tu muitas vezes pois não queres mais do que sentir a Minha Presença e fazer a Minha vontade em ti. Volta sempre os teus olhares de amor para Mim e Eu conduzir-te-ei ao Meu Sagrado Coração, este jardim celeste onde espero todas as almas. Dizes-Me não compreender o que representa o Meu Sagrado Coração... ama-Me, e passo a passo guiar-te-ei para a compreensão desse mistério. Sim é um pouco esse paraíso que vós imaginais e a Minha Presença também, mas é muito mais que isso, o reservatório do Meu amor, a matriz da vida, o "útero divino " de onde jorra a fonte de todos os bens.

Nele Nós somos Pai, filho e Espírito Santo.

Nele está a Minha santa Mãe acompanhada de todos os santos.

Nele, Eu vos espero a todos.

Meu cordeiro de coração puro que queres consolar o teu Deus... Eu te abençoo e te digo: prossegue o teu caminho em direcção ao Coração do teu Deus e verás o esplendor divino e os tesouros que a Trindade reserva a todos aqueles que o amam.

Minha filha, não te espantes quando Eu te digo que Me consolarás pelo teu amor por Mim, pelo teu desejo de Me consolares através dos teus irmãos que te darei para por Mim. Tem confiança.

Sabes, podes confiar-Me tudo, sim, as tuas interrogações sobre o futuro no que diz respeito à vida da tua família. A ti e a teu esposo peço o acto de fé de acreditar que Eu tomarei conta de tudo, portanto do vosso comércio também. Pôr-vos-ei no Meu caminho para não mais Me deixardes, mas paciência e confiança.

Eu faço sempre o que é melhor para a alma e para a família que se volta para Mim para conhecer a Minha Vontade acerca dela. Vós confiastes-Me, assim como a Maria Minha santa Mãe, as vossas pessoas, os vossos filhos, os vossos interesses e os vossos projectos. Olha para a casa que Eu vos arranjei mesmo que não tivésseis procurado mais!

Sei que o teu marido tem "bastantes" dificuldades acerca disto e ainda pensa que quero que vocês sofram. Nada disso! Eu quero que sejais felizes, felizes pela Minha alegria e não pelas riquezas humanas... No entanto não tereis falta de nada pois quando uma alma responde ao Meu premente apelo em Me servir Eu tomo conta de tudo.

A toda a alma que duvida do Meu amor e dos cuidados que tenho com ela Eu digo isto: é na verdade o demónio que te abate face às contrariedades, para te desviar de Mim pois ele não suporta que as almas lhe escapem, que escolham servir-Me.

Filha! "Põe a tua esperança no Senhor". Não te deixes abater. "Combate o bom combate". Tem fé, ama, vem receber-Me na Santa Eucaristia e poderei revelar-te o que espero de ti. Se Me foges como te darei aquilo que esperas de Mim? Se Me combates, a Mim o teu Deus, como te armarei para o combate contra a mentira e a iniquidade?

[...] São Paulo combateu contra Mim antes de combater por Mim. No meio, conheceu um tempo de deserto a fim de estar preparado para Me servir. Foi preciso que ele fosse formado e que crescesse no Meu Amor. Então filha, digo-te a ti também: aceita este tempo de deserto necessário, esta vida que já não te basta e cresce amando-Me sempre mais. Então poderemos trabalhar para o Meu Reino.

Vai em paz, filhinha.

Jesus Cristo

(mais tarde, no mesmo dia)

Queres trabalhar para Mim? Sim, tu só queres isso, a tal ponto que se Eu não te ajudar, tens dificuldade em assumir o quotidiano da tua existência!

Vai em Paz Minha filha que tanto te amo que digo: Eu quero-te feliz sempre perto de Mim. Continua a desejar o teu Deus cada vez mais intensamente e terás o Céu na Terra: A Minha constante Presença no teu coração. Procuro reflectores de amor nesta Terra de trevas. A Minha luz precisa de servidores devotados... Queres? "Sim" dizes-Me tu. Eu te abençoo. Dizes-Me que não te sentes capaz disso e Eu respondo-te: em Mim serás capaz de tudo pois sou Eu que trabalharei em ti. Peço-te apenas todo o teu amor por Mim, o resto fá-lo-ei Eu. Tens confiança! Então Eu fico feliz, abraço-te. Sim, abraço o teu coração ardente de amor por Mim quando abandonas a tua vontade à Minha.

Sim, diz-Me apenas: "Amo-Te e dou-Te o meu coração" isso basta-Me para vir a ti. Tu não tens sempre consciência disso mas acredita, quando Me dizes isso Eu venho. Mais tarde compreenderás...

Estou feliz pelo amor que Me ofereces mesmo se te parece pouco. Vai.

Jesus Cristo

17 de Maio de 1999 - O Paraíso está junto do nosso coração. O inferno existe sim. O Triunfo do Imaculado Coração para o ano 2.000. O Tempo do regresso de Jesus

Eu te abençoo filhinha, tão pequenina e no entanto tão amorosa. Vem para junto do Meu Santo e Sagrado Coração neste momento em que Eu te dito as Minhas palavras. Ousa aproximar-te. Vamos, trabalhemos ainda para o mundo neste dia. Jesus dita-te isto: considera o Meu paraíso como muito perto da Terra e não afastado. Compreende o que Eu quero dizer: o paraíso está onde Eu estiver, e Eu estou juntinho do vosso coração quando vós Mo dais. Eu não preciso de mais nada para além disto: o vosso coração amoroso por Mim e Eu faço o resto...

Eu vou voltar a esta Terra entenebrecida e então a Minha Luz deslumbrará aqueles que Me amam, eles cairão de joelhos em êxtase e Eu atraí-los-ei ao Meu Coração na alegria do reencontro. Os que Me tiverem recusado apesar dos Meus apelos arderão sob o Fogo do Meu Amor e eles próprios se lançarão na fornalha. Sim, é assim, há almas tão negras, tão captadas por Satanás assim como demónios incarnados que não suportarão o Fogo divino e que preferirão o fogo do inferno.

Claro que sim, o inferno existe, não repleto de boas intenções, mas totalmente cheio de pessoas arrogantes, inflexíveis, incapazes de se ajoelharem perante Mim, maus e fedorentos. Eu digo fedorentos pois realmente eles espalham um odor infecto.

 

Maria, Minha Santa Mãe anunciou o triunfo do Seu imaculado Coração para o Jubileu do ano 2000 e não duvideis, isso acontecerá. Então aqueles que tiverem olhos para ver e ouvidos para ouvir verão e ouvirão as maravilhas de Deus. Nesse momento Eu já vos terei posto no caminho, em que Eu quero que estejais para Me servirdes segundo o que Eu vos pedir, a saber falar em Meu Santo Nome onde Eu vos enviar.

Tu gostas muito de Me ouvir evocar as maravilhas do triunfo do Coração Imaculado de Maria unido ao Meu Sagrado Coração. No entanto não podes imaginar a mais pequena das delícias que isso trará para as vossas almas! Nesses tempos que virão estareis na Minha Alegria e na Minha Luz. Sim, o tempo do Meu Regresso conta-se no número dos vossos anos e agora há poucos. Filha, a hora pertence a Deus! Mas Eu abençoo-te pela tua pressa.

Estamos nas primícias da Minha Justiça e a Misericórdia deve tocar o maior número possível de corações. Eu quero tocar os corações a fim de que eles compreendam a Ternura e o Amor que Eu tenho por eles. A maior parte voltar-se-á para Mim na hora do transe da purificação devida à Justiça e Eu guardá-los-ei do medo e da angústia.

Escreve para Mim, filha e fala quando Eu to disser. Compreenderás quando, como e onde! Paciência. Sabes, tu esperavas a hora que se aproxima em que Eu vou pedir para Me servires; sentes já como a tua alma desperta e como o teu ardor se inflama sob o Meu olhar ardente. [...]

Permanecei sempre unidos em Mim Jesus e Eu vos conduzirei onde vos quero conduzir para Me servirdes. Amo-vos e abençoo-vos.

Jesus, o Santo, o Vivo

(Mais tarde, no mesmo dia)

Vem quando te chamo, não resistas, preciso de ti. Quanto mais Eu chamar o teu coração tanto mais tu saberás responder-Me e colocar-te sempre diante de Mim em cada momento. Eu quero-te sempre junto do Meu Coração. Vem, dá-Mo e, em cada dia, Eu o farei mais meu.

[...] Vê como Eu te apoio e como te dou a paz do coração e a alegria de Me servires. Tens a impressão de nada fazer e com efeito sou Eu que "faço" em ti, não te aflijas, não é mais fácil para ti assim? Quase demasiado, murmuras tu timidamente. Minha filha Eu quero-te feliz e primeiro Eu quero de ti o teu amor por Mim. Tu sabes que sem Mim não serias capaz do pouco que Me dás. As dificuldades da vida, sou Eu que as trago, então Eu posso fazer-te participar na Minha dor pois tu estás disponível e confias em Mim. Sim, tu és toda confiança pois Eu "fabriquei-te" assim! Tu nunca duvidaste de Mim, mesmo nos períodos em que parecia teres-Me esquecido. É essa confiança que Me permite unir-te a Mim sem que mesmo tenhas consciência disso. Sim, podes agradecer-Me este dom da confiança que é o da fé.

Aí está, assim, tu colocaste o teu coração no Meu, estás a ver é muito simples! Eu sou simples, Eu não peço nada de complicado, nada de impossível, apenas muito amor. Sim, Eu preciso do vosso amor, Eu que sou rejeitado por muitas almas e deixado à porta de muitos corações, mesmo daquele que se dizem Meus. Se soubesses a dor que sinto por essa recusa e a felicidade que sinto ao encontrar o repouso numa alma que Me ama e Me deixa morar nela! Compreenderias então porque é que cada alma é preciosa a Meus olhos e que Eu desejo ser o seu alimento e o seu tudo, quando ela quer tudo. "Eu quero tudo, como a pequena Teresa" dizes-Me tu. Eu prometo-te realmente o céu na Terra desde aqui em baixo. [...] Sim, tu estarás Comigo na eternidade como o prometi a todas as almas de boa vontade, que são aquelas que Me amam e Me deixam conduzi-las às pastagens que Eu dispus (criei) para elas. Eu falo-te de pastagens pois tu és o Meu cordeirinho confiante. Há imagem mais doce que a obediência e a inocência?

Tu cresces rapidamente, sabes? Pois o teu coração é feito assim, e uma vez decidido — e tu decidiste servir-Me — "escavas" pondo nisso todas as tuas energias e a tua vontade de transformação e de amadurecimento. [...] Eu cuido de vós, melhor do que vós o poderíeis fazer, vós conheceis-vos tão mal! É conhecendo-Me que vós vos conhecereis e não o inverso! Ama o teu Deus antes de tudo, tal é o primeiro mandamento que poderia ser o único de tal modo os outros emanam deste. Aquele que Me ama e faz a Minha vontade não poderia estar no erro.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

18 de Maio de 1999 - A Alegria que vem de Deus

Obrigado por teres respondido tão depressa ao Meu apelo pois Eu aproximo-te de Mim por este dom de escreveres as Minhas palavras. Sentes no teu coração como Eu te dou a Minha paz? Não estás já menos febril? Quero-te sempre serena aconteça o que acontecer.

Dá-Me o teu coração e sente a paz e a alegria da tua alma quando estou presente e te falo...

Respondeste bem no outro dia, quando te perguntaram se eras verdadeiramente uma pessoa alegre, explicando que a alegria profunda tem qualquer coisa de grave, de "sério" e portanto não é forçosamente exuberante.

Sim, a alegria que Eu te dou é calma, serenidade, profundidade, paciência, compaixão, numa palavra ela é amor. E o amor verdadeiro nunca é superficial. É pois na Alegria infundida de calma que se reflecte o amor e que se mostra o rosto de Deus.

Compreende o que Eu quero dizer. Eu quero-vos felizes e alegres. Alegres com a Minha Alegria. Alegria nascida da certeza inabalável de vos saberdes amados pelo vosso Deus, e não alegria frívola que vos faz viver à superfície do ser interditando o acesso ao coração. Ora, é no vosso coração que Eu vos posso falar e que vós Me podeis ouvir, e não na superficialidade do vosso ego.

Eu te abençoo e a todos vós que ouvis o vosso Deus.

Jesus Cristo

19 de Maio de 1999 - Punição Divina através da Natureza. Maçonaria

[1ª PARTE – acrescentada na 3ª edição]

Vês como Eu não faço nada ao acaso. Esta manhã enviei-te à missa ouvir a leitura do Evangelho que, neste tempo, Eu torno vivo:

"como o Pai Me enviou,

também Eu vos envio".

Eu reúno os meus pequenos que querem trabalhar para Mim. Nestes tempos, Eu ponho-os no caminho que previ para eles. [...] O teu olhar amoroso (porque não queres escrever esta palavra?) faz-Me repousar, sabias? Não, tu não o sabes, mas Eu encontro verdadeiramente repouso no teu coração amoroso.

Sim, Eu posso estar tão próximo de cada um de vós "ao mesmo tempo" pois fui Eu que fiz o tempo e no entanto estou fora do tempo e do espaço. Eu estou em todo o lado ao mesmo tempo, de maneira ilimitada e completamente sobrenatural. Eu habito o universo inteiro e não há limite para a Minha grandeza. Eu sou o Todo Poderoso, o Deus único e no entanto, por isso, próximo de vós até morar no fundo do vosso ser e na mais ínfima molécula do vosso corpo que Eu formei.

Então, para vós, nesta experiência insubstituível da vida na matéria, é bom que haja tempo e espaço. E no entanto vivendo em Mim, por mim e para mim também vós podeis abolir o tempo e o espaço para viver, junto de Mim, já na eternidade.

"Sede no mundo, sem ser do mundo"

Ao viver do sopro do Meu Espírito Santo, vós viveis já na eternidade visto que no Meu coração. Elevo-vos desta Terra, por cima das contingências materiais (Eu trato delas por vós) quando empregais a vossa vontade a fazer a Minha Vontade que é a de que Me ameis antes de tudo e de todo o vosso coração.

Jesus Cristo

(mesmo dia)

Leste esta manhã na tua bíblia que o "desarranjo" do tempo e das estações era devido aos pecados do mundo. É isso.

Não te deixes distrair; escuta-Me!

Quero prevenir-vos de que o desregulamento do tempo (desta vez, meteorológico) está longe de ter terminado. Os fenómenos nascidos da negligência na gestão do jardim (a Terra) que vos dei como partilha tomaram uma tal amplitude que o tempo será cada vez mais "louco" e podeis esperar outras catástrofes. Não, não faço "também Eu" catastrofismo milenarista! Simplesmente digo que a amplitude do pecado que a vossa Terra sustenta é tal que Eu puno através da guerra e dos fenómenos ecológicos: as catástrofes "naturais".

Não sou um Deus vingador mas muito Ciumento da sua Criação e pretendo, assim, protegê-la da destruição anunciada. Anunciada, no sentido em que ela parece fatal perante o pouco espaço que me dão neste mundo e nas almas que nele vivem.

Não o suportarei durante muito mais tempo!

Que aquele que tem ouvidos ouça!

A hora da purificação em que Eu virei na Minha Glória visitar os vossos corações, vai soar em breve. Então que verei ao olhar para os vossos corações? O Amor por Mim ou a lama do vosso pecado que vos obscureceu até aos olhos para que não tivésseis visto que Eu vinha anunciando-Me através de sinais visíveis por aqueles que me recebem em sua casa (no seu coração e na sua vida). Que encontrarei quando vier "sondar os corações e os rins"? A fé ou a torpeza, A Minha Luz ou as trevas de satanás? Quando virdes com os vossos olhos a negrura da vossa alma perante Mim, tal como Eu vos vejo, ficareis petrificados de horror, vós os que Me odiais.

Os Meus cordeiros, apesar da sua fraqueza, porque Me terão amado com todo o seu ser, entreverão as pastagens onde Eu os apascentarei quando definitivamente passarem deste mundo para Meu Pai. Eles saudarão a Minha Luz e darão testemunho de Mim pois o Espírito gritará neles:

Eu Sou é vida, na eternidade

Adorai o Rosto do Senhor

Prostrai-vos perante o seu Trono

Oferecei ao Senhor oferendas santas

Abri os vossos corações

Deixai-vos acarinhar

Deixai-vos embalar no Seu Sagrado Coração,

No Coração Imaculado de Maria,

A sempre virgem

A Rainha do Céu

E da Terra.

Mediadora, Advogada, Mãe de todos os povos

Hossana no mais alto dos Céus!

Deus é vida

Deus é Amor

Deus é ternura para aqueles que O amam.

O Meu Espírito estará em cada um e esta Terra reflorirá, ao ser aniquilado o erro para nunca mais levantar a cabeça. Não, não mais haverá tão infecta abominação que enche a Terra de um extremo ao outro, em cada continente, tendo jurado a Minha perda e a do Meu povo.

Não deixarei agir esses monstros de orgulho e de vaidade, farei engolir a soberba a esses pretensiosos que querem – e estão muito perto de ter conseguido – despojar-Me da Minha Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica. Falo da seita franco-maçónica como bem compreendeste.

Nunca houve empreendimento mais orgulhoso que o seu, mas o seu castigo estará à altura dos seus delitos. Esmagarei a cabeça a esses bichos obsequiosos e altivos até ao enjoo. Sim, o Meu Coração Santo e Doloroso vomita-os, a esses demónios abomináveis. Que a Justiça seja — em breve — feita.

A hora aproxima-se e eles não vêem nada.

Felicitam-se por terem — quase — ganho.

Infelizes deles, se não escutarem, agora, a voz dos Meus pequenos que proclamam a verdade sobre as suas mentiras. Voltai, ainda há tempo. Mas não demorem demasiado a voltar o seu coração para Mim para Me pedir perdão pois brevemente será demasiado tarde. A Justiça desce.

Os Meus anjos estão já prontos, às Minhas ordens.

Rezai, rezai muito e ide pelas estradas logo que vos envie para Me trazerdes de volta todo o Meu rebanho disperso.

Não vos poupeis a fadigas para Me servirdes, pois a Colheita será feita em breve e devo ter podido fazer ouvir a Minha voz de Misericórdia e de Ternura a todos os corações duros e também aos tíbios.

Falta pouco tempo para preparar a Colheita, então: trabalhai! Trabalhai, unidos ao Meu Coração, sob as bandeiras de Maria impelidas pelo Espírito. Ide por todo o mundo e proclamai a Boa Nova e a Ternura de Deus pelos corações doces e humildes, pelos pequenos confiantes em Jesus, em Maria. 

Sim, dentro em pouco, Eu transtornarei as vossas vidas, e os vossos corações inflamar-se-ão por Mim, vosso Deus.

Aqueles que Eu chamo e que Me amam, já Me sabem mais perto do seu coração, eles bem se dão conta de que a Minha presença se faz mais insistente. É já o Meu Reino que começa, para os Meus filhos que Eu amo e que Me amam.

Nada mexe e no entanto o combate nos Céus começou… O Arcanjo contra satanás, o Filho contra Lúcifer, o Pai contra o mau espírito, o Espírito contra os espíritos impuros. O santo estandarte estala no céu e o ruído da luta chega à Terra… Mas poucos o querem acreditar, ainda menos ouvi-lo.

Sim, estou "de humor profético" como Me dizes tu com amor e ternura! Porque já chegou o tempo e vós não o compreendeis.

É tempo de vos armar – com o Meu Amor e a Minha Presença em vós – para o combate justo e divino contra as cortes do Príncipe deste mundo que quer a Minha perda e a das almas dos Meus filhos.

Armai-vos com o Meu Amor e as Minhas Palavras para comover a couraça dos corações e fender os escudos do ódio e da dúvida que impedem as almas de Me verem na Minha glória.

Amo-vos infinitamente e não posso mais suportar ver tantas almas correr para a sua perda por ignorância e recusa de Me servirem, de Me amarem.

O Meu Olhar de Amor mergulha nas trevas desta Terra, atravessa os nevoeiros, quer tocar os corações e fazer voltar o Maior número à Minha Casa.

A Minha casa espera-vos, a todos, não duvideis disso.

Jesus Cristo

20 de Maio de 1999 - Baptismo. Amar o Próximo

Pediste-Me um ensinamento sobre o baptismo visto que a tua filha será baptizada na festa solene de Meu Corpo e de Meu Sangue. Vem encontrar-te Comigo no teu coração para que Eu te possa falar, para ser exacto seria preciso dizer antes, para que tu possas ouvir-Me! Eu não tenho dificuldade em vos falar, mas os vossos corações são muitas vezes surdos aos Meus apelos.

O baptismo é o sacramento dos filhos de Deus, aquele que dá à alma a unção do Meu Espírito. Eu protejo os vossos filhos logo que eles Me são confiados, mas pela graça do baptismo a Minha unção santa vem sobre eles e a Minha benção abre o seu coração à Minha graça. Filho de Deus, significa: filho que Eu recebo no Meu Sagrado Coração para a vida eterna; filho sobre o qual Maria Minha santa Mãe vai velar Comigo para o despertar para a sua existência de "filho adoptivo do Pai". Significa ainda, filho que entra na Minha Igreja, membro que Eu junto ao Meu Corpo místico e no qual doravante circulará o Meu Precioso Sangue e o Meu Espírito Santo.

Pelo baptismo vós, pais, recebereis a certeza de que ao longo de toda a vida do vosso filho, Eu lhe estenderei pessoalmente a mão para o acompanhar no caminho que Eu preparei para ele. Eu prodigalizar-lhe-ei o Meu amor e as Minhas graças durante toda a sua vida pois o seu coração pertence-Me. Pelo sacramento do baptismo uno o coração do vosso filho ao Meu Sagrado Coração e esse laço nunca se desfará (a não ser que voluntariamente seja conduzido por Satanás a negar o seu baptismo.)

Esta geração dos vossos filhos nasce tendo um pleno conhecimento de quem Eu sou. Guardam intensamente neles a impressão do Meu Coração e a recordação do Meu Amor por eles. Eles verão a Glória de seu Deus nesta Terra, as suas almas foram reservadas para este tempo do Meu regresso. Mas se a chama se extingue desde o nascimento pela ignorância, pela vulgaridade, pela falta de amor ou pelo torpor parental, a Minha Luz não pode mais passar através dos seus rostos e essas crianças não são felizes, não resplandecem.

Sendo assim daí aos vossos filhos o alimento da Minha Luz pelos sacramentos que, para isso, Eu instituí na Minha Igreja. O baptismo é cronologicamente o primeiro que condiciona a recepção dos outros. Não os priveis da Minha graça e da protecção do Meu amor, sob pretextos falaciosos. Alimentai as suas almas e os seus corações assim como o fazeis para os seus corpos e vereis... Eles glorificar-Me-ão. Eles profetizarão.

Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

(no mesmo dia)

Acolhe cada um daqueles que Eu te envio como tu Me vais acolher. Não estarias totalmente disponível para Mim? Não farias tudo o que pudesses para olhar pelo Meu bem estar? Aqueles que Eu te envio são "o próximo" da parábola do Bom Samaritano. São os membros da tua família, os teus colegas de trabalho, os teus clientes, aqueles com quem te vais cruzar na rua, no desporto, por ocasião das tuas férias, portanto cada um dos Meus filhos. Como vês a noção de próximo é vasta e não exclusiva.

Dá a todos o Meu sorriso em ti e encontrarás assim a tua felicidade, servindo-Me fielmente naquilo que Eu espero de ti: reflectir o Meu amor para os teus irmãos. Sentes-te muito afastada desse amor do próximo que Eu te peço? Eu ajudar-te-ei, pede-Mo. Envia-Me todas as tuas dificuldades pois tu ficas sem força se Eu não te apoiar. O Meu amor por ti, deves dá-lo totalmente aos outros, e se assim for, é a Mim que o dás. Assim tu glorificas-Me. Isso é, efectivamente, a comunicação dos santos.

 

Dá sempre o teu sorriso e a tua disponibilidade àqueles que estão diante de ti, como se fosse Eu e verás que pouco a pouco serás capaz de mudar o teu comportamento, que não é devido à autoridade, como diz o teu esposo, mas antes à timidez. Não sejas tão tímida, Eu protejo-te, Eu sou a tua força. Põe sempre em primeiro lugar o desejo de Me servir amando-Me e verás as tuas relações com as pessoas e com "as coisas" tornarem-se menos brutais e expeditivas! Sim, Eu quero-te doce... "não sei" dizes-Me tu. Vá lá! Deixa falar o teu coração, agora já não tens razão para o prender. Já não tens que controlar a tua vida visto que Ma deste e que Eu cuido dela. Tem fé no Meu amor por ti e por cada um e o teu coração abrir-se-á ao amor do próximo. A tua timidez e a tua falta de jeito desaparecerão pois tu saberás que Eu moro em ti e se Me deixares agir, guiarei cada um dos teus actos e cada uma das tuas palavras até não serem mais que os Meus actos e as Minhas palavras que vivem em ti. "Já não sou Eu que vivo mas Cristo que vive em mim", resume são Paulo.

Para isso só tens que amar, cada vez mais, e abandonares-te ao Meu amor, à Minha vontade e ao Meu desígnio de Me glorificar em ti, ainda que sejas pequenina e fraca. Dar-te-ei o Meu Espírito para te ensinar a amares-Me e Minha Mãe para te conduzir à compaixão do próximo. Não te esqueças do teu anjo da guarda que só pede para Me servir ao guiar os teus olhos e o teu coração para Mim, teu Deus.

Vai agora sabendo quanto te amo.

Jesus Cristo

22 de Maio de 1999 - A entrega a Jesus e a confiança no Seu Amor. O sofrimento dos inocentes

Pega na tua esferográfica e escreve para o teu esposo que se exaspera longe de Mim, em vez de se voltar para Mim que o espero para o encher da Minha paz e da Minha alegria.

Claro que também te posso falar neste lugar, Eu sei adaptar-Me, o teu coração reclama-Me, Eu não posso esperar para responder ao teu apelo. Tu és doce para o Meu Coração quando Me manifestas o teu "ciúme" perante o Amor que Eu exprimo aos Meus outros profetas! Acredita muito que te amo de todo o Meu Sagrado Coração e que te quero feliz e resplandecente da Minha alegria e da Minha paz. A Minha santa Face atrai os teus olhos como um imã, olha para Mim tantas vezes quantas quiseres. Sim, Eu regresso e vós ver-Me-eis no Meu Corpo glorioso, tal como apareci a Maria, aos apóstolos e aos discípulos depois da Ressurreição.

O vosso coração deseja esse encontro, deseja ver-Me, não em "carne e osso" como tu pensas mas em Corpo de luz espiritual. Quando vires compreenderás. Deseja sempre ver-Me tão ardentemente e um dia o Meu olhar cruzar-se-á com o teu. Sabias que o Meu olhar te atravessará até ao coração? Não tens medo?

"Sim... porém não" repondes-Me tu! "Sim" porque tu conheces a tua fraqueza e o teu pecado, "não" porque tu conheces a Minha Ternura e a Minha Misericórdia. Tu tens confiança em Mim e, com efeito, Eu quero-te sólida na tua fé no Meu amor e no Meu regresso aos corações e à Terra para vos salvar do mal. Só o Cristo que Eu sou pode salvar-vos deste mundo que, pela amplitude do seu pecado, vos faz desesperar. Só a Minha paz pode deter as guerras e parar a iniquidade. Por vós mesmos, sem Mim, nada podeis! Não que Eu vos queira humilhar ao dizer-vos isto, mas antes para vos convidar a uma crescente humildade pois, pelo contrário, Eu quero elevar-vos até ao Meu divino Coração, inflamado de amor pela Sua criação.

Tende a humildade de reconhecer quem é o Autor das vossas vidas, quem é Aquele que vos dá de beber e vos alimenta. Eu faço circular o sangue nas vossas veias, Eu procedo às trocas energéticas do vosso organismo, Eu dou o sopro aos vossos pulmões pois Eu sustento a Minha criação. Então quem pode dar-vos o amor nos vossos corações, a esperança na vossa alma e a pureza no vosso espírito? Em quem poríeis a vossa confiança senão naquele que vos ama?

Tu, o esposo desta alma que escuta e escreve isto para ti, volta-te para Mim. Volta-te para Mim o Cristo Jesus e a tua alma cessará de ser oprimida pelo espectáculo do mal que te parece ter ganho.

Eu digo-te: tem confiança em Mim. Tem fé na Minha vitória. Acredita que a Deus tudo é possível, espera tudo de Mim e vais ver que assim tudo ficará melhor. É o tempo da purificação para ti, a fim de que aprendas a sentir que Eu te amo porque te criei. Fui Eu que te quis na Terra para a missão que espero de ti e para a qual te preparo. Tens a impressão que o envio em missão nunca mais chega e que há já muitos anos que Eu te "ando a fazer navegar!" Antes compreende que, primeiro a Minha hora ainda não chegou e segundo que, precisamente, tu não Me deixas "conduzir a barca"!

Compreende também que Eu não posso iludir a tua esperança mesmo que tudo à tua volta te pareça negro e sombrio. O que te parece a cem léguas de ser realizado far-se-á pela Minha Vontade.

Tu queres sempre sinais mas depois exiges um sinal que seja mesmo um sinal! Vamos! Olha para os acontecimentos com o Meu Coração e vê os sinais dos tempos na alegria da esperança de que eu tenho mesmo que intervir perante o mal endémico e os gritos de dor dos vossos corações confrontados com este novo massacre dos inocentes. Inocentes, são as almas a quem se recusa a vida. Inocentes, são os corações dilacerados pela falta de amor. Inocentes, são as almas conduzidas à raiva e ao desespero pelas torturas e as manobras de sedução de Satanás, Inocentes, são as almas vítimas de toda a espécie de seitas e organizações fraudulentas destinadas a desviar os desesperados do Único que poderia satisfazer o seu coração.

Esse mal sobre a Terra, são "os fumos de Satanás", não deixes que te obscureçam a vista. Vira o teu coração para Mim e o Meu Espírito te esclarecerá.

Meus filhos, não Me recuseis o amor e a vida que Eu vos dou.

Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

24 de Maio de 1999 - Guerra do Kosovo / Rússia

Vamos, escrevamos, Minha filha, atrasas-me com as tuas dúvidas. Não, Eu não te censuro, ma gostaria que tu confiasses em Mim e que na fé no Meu Sagrado Coração, com o desejo que pus em ti da Minha Presença, e invocando o Meu Santo Nome, a dúvida desapareça, e que não tenhas mais medo de ser enganada pelo Meu inimigo. Não o deixarei fazer-te mal através do dom que te concedi de receberes as Minhas Mensagens e de as escreveres comigo. Isto a fim de que na próxima vez, quando sentires o Meu apelo, tu não tenhas medo que ele venha de ti, do orgulho de saberes que o Senhor te fala a ti, pequena criatura tão fraca e no entanto, justamente, amada pelo Meu Coração. Vindo o orgulho do mal, deves acreditar no que acabo de te dizer, no que diz respeito ao dom de escritura das Meus mensageiros: satanás nada pode contra ti, ainda menos quando tu manténs o teu amoroso olhar sobre a minha Santa Face. Sim, à menor dúvida, olha sempre para Mim, e Eu apaziguarei o teu coração.

Agora, escreve o que te vou dizer, Eu teu Deus e Amigo; contudo, escreve a Minha mensagem sem fazeres a selecção do que podes ou não compreender. Aí está, diz uma "Ave Maria" a Minha terna Mãe, que é também a tua e avancemos para o que te vim hoje dizer.

Enfim peço-te para escreveres a Minha mensagem que quero dar ao mundo sobre os criminosos de guerra que actualmente seviciam dos dois lados, nesta discórdia entre povos que Eu amo e que, também eles são Meus, como cada alma é minha.

Causa-Me uma dor muito profunda ver os excessos cometidos, friso bem isto: tanto de um lado como do outro, nunca há "bons" e "maus" nesta espécie de guerra que não é para Minha Glória e sob Minha ordem, para defender a Minha causa. Sim, escreve: Eu condeno essas guerras estéreis e detestáveis que Me trespassam o coração com a lâmina do ódio. É, com efeito, sempre o autor do mal, o Meu inimigo implacável que suscita este género de conflitos entre os povos para espalhar a semente do ódio e do desespero, da discórdia e da confusão.

Mais uma vez, a sobre-mediatização deste conflito (Kosovo) quer fazer acreditar, tanto a uns como aos outros que eles têm razão para fazerem a guerra; como se existisse uma guerra justa, fora daquela que necessita a defesa dos Meus interesses que são os de Deus e da salvaguarda da fé em Mim, vosso Jesus de Amor, de Paz, de ternura para com os homens.

Não, Eu odeio a guerra que vos divide e vos ata as mãos perante o Meu inimigo. Então, rezai pela Paz e compreendei bem que a Paz só pode vir de Mim, do vosso regresso ao Meu Coração e ao Coração imaculado de Minha Santa Mãe, Rainha da Paz e de todos os povos. E todas essas mascaradas de reuniões sobre a paz não passam de vento que atiça o ódio e prolonga a recusa da humanidade em confiar em Mim, em Mim que vos amo a todos igualmente, embora de uma forma diferente a cada um.

Sim, Minha filha, o Meu Coração sangra de cada vez que o homem cede à tentação do ódio, motivada por ganhos económicos.

O Meu Coração sangra e só o Amor dos Meus filhinhos pode consolar este Coração trespassado pelo ódio que satanás tenta espalhar por toda a parte.

Tu preocupas-te com a Rússia e com a ameaça de destituição do seu presidente, e tens razão. O Meu pobre povo russo é oprimido por aqueles mesmos que deviam velar pela sua felicidade: os seus governantes. E apesar dos Meus esforços e dos de muitas das Minhas pequenas almas escolhidas a quem pedi para rezarem por esta intenção: a Paz para a Rússia, temo que a Minha Justiça venha a cair sem que a Minha misericórdia tenha sido aceite e recebida no coração dos Meus filhos que Eu tanto queria reconduzir a Mim.

A saída para este assunto está no Coração de Deus… Sê paciente e verás, verás a Minha grandeza e a Minha Justiça sobre os maus que Me recusam e que preferem lançar a Terra num conflito a abdicarem perante Mim, Senhor do Céu e da Terra, Rei do universo visível e invisível, Pai dos homens e verdadeira Mãe pelo amor das vossas almas que Eu criei no enternecimento do Meu Sagrado Coração perante a Minha Criatura. Admiração perante a Minha criação que Me faria voltar a fazer o Meu sacrifício para salvar uma só alma.

O Meu Coração funde de amor perante vós, que Eu criei com Meu Pai Celeste, a quem dei o sopro da vida pelo Meu Espírito Santo e que alimento com o Meu Amor divino e infinito de Deus três vezes santo no mistério da Trindade.

Vós só compreendereis verdadeiramente a infinita vastidão do Meu Amor por vós quando Eu vos tiver de novo junto a Mim e vós Me adorardes na Alegria do regresso à casa do Pai.

Minha filha, preciso verdadeiramente de vos fazer compreender o Meu Amor por cada um de vós, a fim de que enfim, seja esquecida toda a discórdia e toda a guerra que se tornarão bastante irrisórias quando compreenderdes que sendo todos irmãos no Meu Amor, Me feris pelo mais pequeno dos vossos conflitos, íntimos ou internacionais…

Dou-vos a Minha Paz, a vós que viveis nestes tempos tão difíceis em que Me preparo para voltar para vos tomar nos Meus braços e vos amar com o Meu infinito Amor. Não cesseis de esperar no vosso Deus que vos quer salvar da angústia e do ódio, da miséria da vossa falta de amor por Mim e entre vós, da rudeza do vosso coração que conduz a todos os actos destrutivos que fazem gritar de dor o Coração do vosso Deus que tem fome de que o recebais na Sua Luz!

Sim, é um apelo desesperado do Meu Coração ao Amor que Eu pus em vós. Quero acordar-vos! Que abrais os olhos sobre a vossa miséria e sobre a Minha Misericórdia que continua a esperar-vos até ao dia da Justiça.

Eu te abençoo por Me pedires em partilha o sofrimento do Meu Coração crucificado por aqueles que Me odeiam […] pus na tua alma saberes que a Minha Cruz é Alegria e Luz para a alma que Me adora em Verdade […]

Jesus Cristo

25 de Maio de 1999 - A forma de Governo na Terra e os seus objectivos. A Reconstrução depois da Purificação. O Coração de Deus

Eu te abençoo pelo teu desejo dos nossos encontros. Eu aprofundo o teu desejo até que tu só tenhas sede de Mim. Tu sabes que só Eu posso cumular o teu coração. Queres trabalhar para Mim?

"Com todo o meu coração e durante todo o meu tempo se Mo pedires", dizes-Me tu. Amem, tu estarás Comigo no paraíso, no Meu Coração, quando Eu te chamar.

Foi realmente o Meu Sagrado Coração que viste aquando do serão de oração da Vigília do Pentecostes, e cujos raios te trespassaram. Eu derramei-Me na tua alma para te ligar a Mim: são os nossos "esponsais" se quiseres... esperando a hora de te fazer Minha esposa, para a Igreja, para a França e para o mundo.

Eu desejo agora dar ao vosso mundo a Minha concepção de governo das almas na Terra, tal como Eu o entendo, à luz do que sou. Sim, existe uma maneira santa, e abençoada pelo Meu Coração, de conduzir o Meu povo, que tem a preocupação de Me colocar no lugar mais elevado e age com justiça, justiça que é amor pelo Meu povo.

Não analises o que Eu quero dizer, confia em Mim, escreve o que Eu te dito, Eu o Cristo Jesus, Senhor do Céu e da Terra. Eu sou o Rei da vossa Terra e não haverá outro, a não ser aquele que Eu criei para Me servir segundo a Minha vontade. Eu quero ensinar-vos a melhor maneira de administrar os homens a fim de que nem um só se perca.

O objectivo daquele que governa um país deveria ser sempre:

  1. Amar o seu Deus
  2. Obedecer-Lhe e servi-Lo segundo a Sua Vontade
  3. Levar à felicidade terrestre
  4. Elevar as almas ao Céu
  5. Levar à Nova Jerusalém

Para esse objectivo há que dispor algumas organizações segundo os Meus planos. Conheces o estado de decrepitude das vossas instituições. Não preciso de insistir nisso!

Eu quero, num futuro que agora já não está muito longe, renovar a superfície da Terra. Eu quero que ela seja conduzida pelo Meu Lugar-tenente, da maneira como eu a entendo, segundo as Minhas vias e a Minha Vontade. Tudo isto encontrará a sua realização quando tiver chegado a hora, depois da grande purificação que já começou, quando for preciso tudo reconstruir.

Tentais imaginar o que será o mundo depois dessa purificação? Não o podeis conceber! Mas estareis prontos para Me servir quando Eu precisar de vós.

Porquê tu? Ora, porque Me amas e Me queres servir! Pensas que são muitos os corações abertos aos Meus dons e à Minha Vontade, com essa profunda certeza do Meu regresso e do facto de que vai ser preciso construir o futuro com o próprio Jesus? Eu respondo-te: Não, os Meus servidores são em pequeno número para a colheita que é fazer descer à Terra de Deus a justiça, o amor e a paz. Eu preciso do amor de todos esses pequenos que são Meus. Eu amo-vos, não tenhais medo, Eu farei tudo. Eu preciso da vossa vontade de Me servirdes assim como aos vossos irmãos e dos vossos corações abertos à Minha vinda.

Eu regresso

A Minha Justiça começou

A Minha Misericórdia é, mais que nunca, exercida

O Meu Amor ainda vos espera, a todos

A Minha Luz ilumina o mundo. O Fogo divino aproxima-se

O Meu Coração derrama-se

A Minha vida dá-se

O Meu Espírito é-vos dado

Recebei-O!

"Eu sou o Bom Pastor. Conheço as Minhas ovelhas e as Minhas ovelhas conhecem-Me". Primeiro escutar-Me e depois agir segundo o que Eu digo, eis o que Eu espero de cada um.

Eu sou o Bom Pastor: governador das vossas almas e administrador das vossas pessoas, com vista ao estabelecimento do Reino de Deus na Terra, com vista a fazer descer a Jerusalém celeste. O Céu sobre a Terra, Eis o que Eu vos quero dar, homens deste tempo. Nós vamos trabalhar para salvar esta Terra do mal que a corrói a fim de a apresentar, pelas mãos de Maria, de novo purificada, ao Pai celeste.

A Trindade santa e o todo o Céu sofrem pelo facto de a obra de destruição de Satanás ter atingido uma tal proporção na vossa Terra que foi criada e tratada com carinho, tendo-lhe sido feito o dom da vida com vista ao homem. Homem que longe de glorificar o seu Pai, O rejeita! Isso já não se pode suportar mais, o braço da Justiça cai. Que aquele que tem ouvidos ouça!

Jesus Cristo

(No mesmo dia)

Vem para ao pé do Meu Coração, Eu preciso muito de poder repousar num coração aberto ao Meu amor. O que vês, não é o Meu infortúnio, mas o desgosto em face do pouco amor que Eu recebo.

Sabes realmente quem te está a falar? Sim, o teu Deus de Amor. Eu quero derramar o Meu Amor sobre o mundo e muito poucos abrem o seu coração para Me receberem. Muito poucos sabem que se têm sede, sou Eu, o seu Deus, o único que pode preencher as aspirações do seu coração ao amor. Ama-Me, pequena alma tão doce para o Meu Coração. Quero que tu sintas a Minha constante Presença. Eu ajudar-te-ei a estar sempre junto de Mim, a viver cada dia no Meu Sagrado Coração, a abandonares-te a Mim a fim de Me servires segundo o que Eu te pedir, para que Eu me possa glorificar em ti. Pede-Me sempre a graça da Minha Presença, aspira a receber sempre mais e receberás mesmo para lá do que podes conceber.

Vem, aproxima-te sem temor do teu Deus que te ama. Vem buscar ao Meu coração toda a alegria que preparei para ti, na tua missão de Me servires onde Eu te enviar. Deixa-Me acordar-te para os mistérios de Amor do Meu Coração — o vosso Deus é um Coração— um Coração que bate e pulsa através da Sua criação, o Espírito que mantém e dá a vida do Pai. São ondas de puro Amor que se projectam no espaço invisível e que circulam até na matéria para lhe insuflar a vida. O Espírito procede do pai e do Filho. O Pai dá o Seu Filho que dá o Seu Espírito. O Meu Sagrado Coração é, portanto, também o da Santíssima Trindade. O Espírito permite-vos compreender este mistério de Deus um em três.

Maria dirige os corações para Jesus, Seu Filho que Sou Eu e o filho conduz os corações ao Pai, tudo isso pela acção do Espírito Santo. Foi por isso que tu recebeste o Meu Espírito (que é também O do Pai) sob a forma de raios que saíam do Meu Sagrado Coração. São essas as verdadeiras flechas de Amor (as de Eros, na mitologia grega, não passam de uma paródia.)

Vem alminha bem amada que Eu embalo-te junto ao Meu Coração. A oração é um coração a coração Comigo. Eu quero dar-Me a conhecer ao teu coração para que tu possas dar-Me a conhecer a teus irmãos, quando Eu to pedir. Este ano será um ano de formação na escola do Meu divino Coração. Pouco a pouco, Eu quero conformar-te à Minha imagem. Eu quero poder reflectir-Me em ti para que dês a Minha Luz ao mundo.

Agarra-te sempre a Mim e nós trabalharemos juntos tu em Mim e Eu em ti, na Minha obra de redenção do mundo. Preciso que sejas o Meu dócil pequeno instrumento. Dócil porque livre para fazer a Minha Vontade. Quando Me dás o teu coração para guardar e a tua vontade para fazer a Minha Vontade, és livre sob o Meu olhar, cresces diante dos Meus olhos.

Sim nós trabalharemos e, acredita em Mim, a obra será maravilhosa e inesperada. Estas são as palavras que Eu disse a teu esposo para lhe designar a sua futura actividade. Vós casastes-vos diante de Mim e a vossa vida comum será em Mim e por Mim. Servir-Me-eis juntos, serei o vosso guia em tudo. Tende confiança, sede unidos em Mim e Eu tudo farei para que a vossa vida seja não calma e repousante, mas activa e exaltante! Exaltante na alegria de Me servirdes segundo os Meus desígnios para vós, cada um segundo a sua particularidade que Eu pus na vossa alma no momento da sua criação.

Jesus Cristo

30 de Maio de 1999 - A razão e o coração

Nesta festa da Trindade, consagra-Me um pouco do teu tempo. Vem ver-Me sempre que a tua alma estiver mal, ontem constataste que te dou a paz quando Ma pedes.

Fortificai-vos em Mim, fazei crescer, fazei crescer a vossa fé no facto de que Eu tudo posso pois viver no mundo é difícil. Sim, para muitos vós sereis "sinal de contradição" mas também de conversão. Testemunhai quando o Meu Espírito a isso vos levar.

Eu sou o Caminho para o Pai, a divina Verdade e a Vida dada por vós eternamente. Eu não peço o impossível, Eu amo-vos e não posso ir contra o vosso coração; contra a vossa razão, por vezes sim!

A razão que paralisa vem muitas vezes de uma ferida que não confiastes ao Meu Coração que cura, em muitos combates, em vós mesmos, entre o bem e o mal. Ponde a vossa vontade em Mim, pedi as Minhas graças, recebei os Meus sacramentos dados para vossa purificação e Eu tornar-vos-ei semelhantes à Minha Imagem: Amante Coração de carne.

Eu sou paciente, sei que esta vida é pesada para vós que queríeis já estar no Céu e voar com os Meus anjos cantando eternamente os Meus louvores! Paciência, Eu preciso de vós, depois virei procurar-vos e estareis Comigo para sempre.

Guardai a esperança que salva, quer dizer Eu o Cristo. Eu sou a vossa esperança. O Meu Espírito estará sobre vós e Eu habitarei em vós. Vós sois o Templo vivo do vosso Deus de amor.

Já Moisés tinha conhecimento do Deus "terno e misericordioso, lento para a cólera e cheio de amor". Eu posso dizer isto pois o Filho está na Trindade Santa desde toda a eternidade. O Cristo velava já pelos destinos deste mundo e enchia de amor os que o procuravam com um coração aberto e uma fé de criança, um pouco naíve, sim talvez aos olhos do mundo, mas muito reconfortante para o Meu Coração.

Ó Coração de Jesus,

Abre o meu coração ao Teu infinito Amor,

À Ternura do Pai,

À Tua divina Misericórdia.

Ó Coração de Jesus,

Entregue para nos salvar

Abre o meu coração

E vem habitar em mim.

Ó Coração de Jesus,

Dá-nos Maria

Protectora das nossas almas

Que nós vençamos o inimigo.

Ó Coração de Jesus

Dá-nos o Teu Espírito

Que sopra nas nossas almas

Que nós te amemos infinitamente

Amen.

Jesus Cristo

31 de Maio de 1999 - Necessidade de abertura do coração. Os Anjos da Guarda

Eu te abençoo, vem ao Meu Coração.

Hoje é a festa da Visitação de Maria a sua prima Isabel. A Mãe do Deus que Eu sou, está grávida do seu Jesus e presta visita à mãe daquele acerca do qual foi dito "Ele aplanará os caminhos do Senhor". E realmente ele foi o precursor que preparou muitas almas para a Minha vinda à Terra e aos corações. Na época da Minha incarnação, os que Me seguiam faziam-no porque o Meu Espírito tinha tocado o seu coração, da mesma forma que hoje. Não era apenas a Minha presença visível que convertia mas, já então, muito primeiro, a sua vontade de conhecer Deus no Seu Amor por eles. Hoje, como ontem, um coração duro e fechado recusar-Me-à, um coração aberto receberá todas as graças para ele preparadas. A Minha presença "invisível" de hoje é mais impressionante (no sentido em que ela vos toca mais) que quando da Minha passagem sobre a Terra. Já então, poucos Me reconheceram.

João Baptista, reconheceu-Me no seio de sua mãe: "ele estremeceu de Alegria no seio de Isabel" quando Eu o visitei com Minha Mãe. Ele sentiu o Meu Amor da mesma maneira que, hoje, Minha Mãe e Eu vos visitamos e vós sentis o Nosso Amor por vós.

A Visitação, é o reconhecimento do seu Deus, pelos filhos de Deus e de Maria. Minha Mãe leva-vos o Meu Reino de Paz e de Amor hoje (no vosso tempo).

A vossa alma estremece de Alegria quando eu venho às vossas casas (vossos corações).

Jesus Cristo

[2ª PARTE – acrescentada na 3ª edição]

(no mesmo dia)

Os vossos anjos da guarda contemplam realmente a Face de Deus. Eles são a ajuda que Eu vos dou para as coisas concretas. Os "acasos da vida", são muito frequentemente eles! Confiai neles pois eles têm como tarefa preparar-vos para o nosso reencontro. Eles são um pouco da Minha Luz na Terra para iluminar o vosso caminho nas espessas trevas que obscurecem o vosso tempo. Eles estão encarregados também da vossa protecção física. Pensai em agradecer a estes amigos, que Eu vos dou, pela preciosa ajuda nas vossas vidas. Orai-lhes frequentemente e escutai os seus conselhos.

Eles estão impregnados da Minha Lei, na sua própria natureza e sabem sempre onde está o bem e o que convém fazer em todas as situações para agir santamente com justiça e amor.

Permiti-lhes comunicar de forma mais fácil convosco acreditando na sua existência, na sua presença ao vosso lado e na sua vontade de vos tornar possíveis todos os serviços.

O Céu e a Terra em breve estarão unidos e nada vos impedirá de ver os Meus anjos de luz, compreendereis então que lugar eles ocupam na vossa vida. Cada um tem um nome que lhe é próprio e cada um tem a sua tonalidade, do mesmo modo que Eu pus na vossa alma uma tonalidade particular do Meu Coração. Estas duas tonalidades completam-se uma à outra para Minha glória.

Jesus Cristo

 

1 de Junho de 1999 - Viver com Deus em tudo. Stress. O Movimento Político liderado por Jesus

Não separes a tua vida quotidiana da tua vida em Deus, faz tudo Comigo. Eu posso ser muito íntimo convosco. Mesmo as mais pequenas acções (loiça, cozinha, compras, limpeza) fá-las Comigo, as que te parecem afastadas das Minhas preocupações tornam-se mais fáceis, tu constataste-o com efeito, pois que Eu te ajudo e lhes dou sentido. Não Me relegues para um espaço de tempo da tua vida mas vive em Mim, verdadeiramente, em cada momento. Assim a vossa vida torna-se oração e Eu estou convosco desde o levantar até ao deitar. É a Minha Presença constante. É a humilde via dos pequeninos para atingir o Meu Sagrado Coração.

Não há nenhuma necessidade de acções retumbantes, de discursos de exegeta nem de grandes meditações para conseguir conhecer-Me. Levai-Me para vossa casa, para o coração do vosso quotidiano e assim Eu morarei em vossa casa, farei dela a casa de Meu Pai e vós vivereis eternamente junto de Mim.

Agora quero instruir-te acerca do Meu Amor que se dá a vós quando agis conforme o que Eu vos peço. Não se trata de recompensa por se ter obedecido servilmente, nem por mérito próprio, mas sim porque se a vossa vontade é sempre a de fazer a Minha Vontade é por terdes confiança em que eu vos amo. Então Eu posso derramar as minhas graças em vós e encher os vossos corações da Minha divina Ternura. Não deixeis mais passar um dia, nem mesmo uma hora sem estardes unidos a Mim e vereis como, para vossa felicidade, Eu preparo tudo.

Se fizerdes esse pequeno esforço de vontade por Meu amor, o mal deste século desaparecerá, a saber aquilo que chamais o stress, que é de facto um vazio cheio de agitação. Para preencher a falta de amor na vossa vida, vós que já não vos sabeis amados pelo — ó e a que ponto! — vosso Deus, agitais-vos, encheis o vosso tempo de vãs acções, de compras vãs, de esforços vãos e portanto de cansaço, de tensão, de nervosismo. É a insatisfação que vos torna doentes de vós mesmos, impacientes, quezilentos, agitados, numa palavra "stressados".

Voltai a Mim, fazei esse pequeno acto de fé de acreditar no Meu amor por vós e vereis a paz acompanhar todas as vossas acções, realizadas com a Minha graça e na Minha Presença.

Eu quero viver junto de cada um de vós, levar-vos ao desenvolvimento do vosso ser, por conseguinte à tomada de consciência da missão particular que Eu confio a cada um dos Meus filhos.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

(no mesmo dia)

[...] Aos arrogantes Eu derrubá-los-ei, e isso com um pequenino instrumento que, por Minha graça e porque Eu estarei à cabeça, se tornará o mais poderoso Movimento como nunca houve. É preciso dizer que nunca houve um verdadeiro Movimento político dirigido pelo próprio Jesus e suportado pelos Seus Anjos. Farei isso num tempo que siderará os Meus inimigos e fará resplandecer a Minha Glória de forma miraculosa.

Os poderosos, os "grandes", todos os corrompidos de todos os bordos ficarão completamente desorientados pelo fulgor da Minha vitória.

Eu podia derrubá-los com um trovão mas na Minha Misericórdia e Ternura pelas almas enganadas pelos demónios que tomaram posse das instituições do vosso planeta, Eu quero pôr os Meus passos nos passos dos homens para salvar ainda muitos deles que irão ver a Minha Presença e a Minha Misericórdia nesta obra que ides ajudar-Me a erigir. Ou antes, Eu vou ajudar-vos, dai-Me a vossa vontade de Me servir e vereis com que rapidez Eu farei as "coisas"! Vós próprios ficareis atordoados! Reconhecereis que sou realmente Eu o Cristo que dirige a vossa vida. Cada um verá por isso a Majestade do vosso Deus.

Dum pequeno nada, Eu farei o símbolo da vitória de Cristo sobre o mal. Será o primeiro verdadeiro partido cristão a obedecer ao primeiro mandamento de todos os tempos: Deus em primeiro lugar pois Ele trata de vós por acréscimo.

Assim como quando Eu dirijo uma obra, ela não poderá falir, também em política podeis confiar em Mim: Eu conheço todos os corações, todos os mecanismos psicológicos, todas as pequenas misérias cheias de mesquinhez que alguns acreditam poder esconder de Mim.

Sim, será como uma última cruzada contra o inimigo da humanidade e de Deus. Trata-se de abrir os olhos do povo para a perversidade daqueles que pretendem querer fazer a sua felicidade. Trata-se de denunciar as manobras de Satanás e dos seus esbirros. Trata-se de desmascarar o mentiroso, o inimigo das vossas almas, o diabo que arruina as vossas vidas afogando-vos sob os excessos da sociedade de consumo, sob a carga de um domínio quase total dos vossos recursos.

Ponde a vossa esperança no Cristo e não ficareis decepcionados, Ele ama-vos verdadeiramente pois é o Autor das vossas vidas. Satanás só quer a vossa perda. Reatai com os verdadeiros valores divinos do amor, da justiça e da paz. Em Mim e por Mim, o Cristo.

O combate será rude, os detractores numerosos; mas graças aos Meus outros mensageiros que trabalham já para fazer voltar a Mim o maior número possível de almas, os olhos dos que acreditam abrir-se-ão por toda a parte no mundo e então cada um daqueles, reconhecerá que este movimento cristão único é verdadeiramente dirigido por Mim. Este século não terminará antes de isto se ter realizado. Sim, Eu sei, só faltam alguns meses! É perfeitamente suficiente para Mim; quando trato de "qualquer coisa"ela vai muito depressa. Mantende-vos, dentro em breve, prontos para Me servir.

A única armadura a vestir, é o Cristo

A única arma a usar, é o amor

O único guia: o Espírito Santo de Deus

A única égide: Maria, minha santa Mãe.

Então, durante este tempo, muito curto, que nos resta no deserto, antes do empenho no combate, deixai-Me revestir-vos do Meu amor, deixai-Me formar-vos segundo a Minha via, a Minha visão, a Minha Ternura pelo homem.

Tudo o que Eu empreendo, faço-o por amor pela Minha criação, e porque a Trindade Santa já não suporta o espectáculo lamentável e desolador que o mundo lhe oferece.

É por amor à humanidade, às almas que Eu criei, que intervenho na história suscitando instrumentos fiéis e zelosos. O exemplo mais conhecido é certamente Joana d'Arc, mas houve outros, por vezes mais anónimos.

Futuramente não haverá mais separação entre o político e o religioso. Seria ainda separar a alma e o corpo. Não, o caminho que nós seguimos é o da unidade. Trata-se de unir a todos os níveis; não mais subsistirá a dicotomia entre trabalho e oração, entre homem e mulher, entre estado e religião, entre filhos e pais, entre deveres e serviço, entre justiça e paz, entre fé e vontade, entre vós e Eu, entre o Céu e a Terra!

Unidade horizontal, união vertical e a Minha Cruz desenhada assim encontrará a sua justificação aos olhos de todos, ela já não será um "objecto de escândalo", "loucura aos olhos dos homens" pois cada um terá visto a sua salvação para a vida eterna. Amem.

Jesus Cristo

3 de Junho de 1999 - A Purificação da alma

[…] Sim, a purificação, ainda é a Minha Misericórdia, espero-vos ainda, a todos; pedi-Me perdão pelos vossos erros e pelas vossas fraquezas e eu abrir-vos-ei o Meu Coração e dar-vos-ei a cura.

Compreendei-Me bem: a purificação, é em primeiro lugar o Amor. A violência e os fenómenos catastróficos são as consequências do mal; Vêm portanto de satanás, e são permitidas por Deus para que finalmente, vos questioneis sobre o fundamento desta sociedade de consumo e sobre tudo o que vos querem fazer acreditar. Assistimos a uma completa inversão de valores, é por isso que além do pecado, querem fazer-vos acreditar que a purificação é uma punição, ver uma vingança de Deus. Não, Deus é Amor, Ele quer salvar-vos a qualquer preço.

Mas a Justiça deve ser feita, são cometidos demasiados pecados que geram as consequências catastróficas que todos os dias ouvis e que Nos cansaram. Sim, a Trindade que Nós somos está cansada de tantos horrores, de tantos insultos à Glória de Deus. Voltai agora, ainda há tempo. Mas este tempo agora é curto, pois nunca na Terra houve tantos demónios incarnados e homens pervertidos.

A purificação, é ainda e sempre o Amor que se dá, que bate às portas das vossas casas (corações), que vos espera na sua bondade e ternura. O mal não vem de Deus, mas do inimigo do género humano, satanás.

A purificação, é reencontrar a liberdade dos filhos de Deus, é a libertação dos vossos entraves: as correntes com que vós próprios vos amarrastes ao cairdes nas armadilhas à pureza e ao Amor, em vós urdidas por satanás e os seus demónios. Rebentai as vossas correntes, libertai os vossos corações, voltai a Deus. Purificai-vos nos Meus sacramentos, sobretudo os da confissão e da Eucaristia. Vinde ao banquete das Núpcias do Cordeiro, a Santa Missa, com um coração puro. Vinde receber-Me pois vós sois o templo do vosso Deus que quer repousar em vós e em vós encontrar a Sua glorificação.

A purificação dos vossos corações, é a necessidade absoluta para que Eu venha, na Minha Glória, habitar a Terra. O tempo em que Eu vou voltar já não está agora muito longe, mais alguns meses; sendo assim mantende-vos prontos desde agora.

Não deixeis cair a Minha Palavra numa Terra estéril onde será sufocada pela impureza, mas deixai-Me, com Amor, podar, desembaraçar a hera que vos asfixia (!), conservar à Minha maneira o Jardim dos vossos corações. Sim, Eu sou também o jardineiro das vossas vidas, o pastor das vossas almas.

O sofrimento não vem de Mim mas da vossa obstinação em não Me escutardes, em não confiardes em Mim, em quererdes acreditar nos mentirosos que querem tomar o Meu lugar e que dão mostras de uma pavorosa demagogia para vos enganar! Não sejais simplórios! Acordai!

"Não tenhais medo", eis o que nestes tempos Eu vos digo pela boca do Meu Papa. Eu previno, tranquilizo, amo, então não espereis mais para acreditar!

Não tenhais medo dos sinais dos tempos sede antes na Alegria de Eu vos ter dito que voltaria, pois Nós não podemos mais suportar o estado de asfixia do vosso mundo, mortal para as vossas almas que Nós acarinhamos. Estes sinais não são indícios da "cólera de Deus", mas do Seu imenso Amor cansado de vos ver perder-vos, da Sua ternura que quer salvar-vos e guardar-vos para a Vida Eterna.

Compreendei bem que se Deus poda é para que depois deis mais frutos. E se sofreis, é porque não tendes bastante fé no Amor e na Misericórdia do vosso Deus, ou porque na verdade queríeis prevenir-vos dos dois lados, apaziguar Deus e resguardar-vos do lado do mundo. Mas, Eu vo-lo disse, não podeis servir dois mestres ao mesmo tempo. Deveis escolher: Eu o Cristo ou satanás; a glória do Céu ou as satisfações artificiais do mundo! Eu amo-vos, satanás odeia-vos, não vos enganeis! Ele seduz para melhor aniquilar depois, ele vai até ao ponto de querer falsificar o que Eu sou para vos afastar mais e proibir-vos a Minha Misericórdia fazendo acreditar que ela não existe.

Acreditai sempre no Amor de Deus por vós.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

9 de Junho de 1999 - A liberdade diante de Deus

Sim, Eu venho falar-te a ti, pequena criatura ainda muito imperfeita, mas olha, o que Eu vejo é o vosso coração, e o teu coração ama-Me, mesmo quando tens a impressão de não pensares em Mim. Vós não estais sempre conscientes da Minha Presença, embora Eu esteja convosco sempre e em toda a parte.

Pouco a pouco, levo-vos a tomar consciência a todo o momento desta Presença constante que dou aos homens deste tempo. O que Eu te digo é de alguma forma uma novidade teológica. O que não quer dizer que, antes, Eu não dava a Minha Presença constante àquele que Me desejava. Somente, com o segundo Pentecostes que começou há alguns anos, Eu dou-Me de maneira mais vasta; a cada um, qualquer que seja o seu estado de vida (casado, vocação religiosa…) a partir do momento em que os corações estejam abertos, nem que seja só um bocadinho. O Espírito abre-Me uma passagem na mais pequena abertura do coração das almas deste tempo nesta Terra onde Eu vim viver a mesma vida que vós para vos elevar para Mim, pelo meu supremo Sacrifício na Cruz. Eu resgatei realmente todos os pecados do Mundo, nenhum Me ficou escondido. Sofri a Paixão, por paixão pelas almas que vós sois e que Eu criei, depois venci a morte, para que seguindo-Me vencêsseis também, Comigo e por Mim, e que tivésseis a Vida Eterna na profundidade do Coração de Meu Pai e do Meu Sagrado Coração e do Coração Imaculado de Maria, Minha Mãe.

Sim, lembro-te algumas verdades teológicas que sustentam a vossa fé e devem fazer-vos, finalmente, compreender a que ponto e de que extraordinária maneira Eu vos amo, a todos. Vós não tendes fé no Meu amor por vós e é por isso que estais sujeitos aos desencorajamentos passageiros, ao desespero, ao aborrecimento e à dúvida. Duvidais porque não tendes suficientemente fé. Pedi-Me a fé e não duvidareis mais e sereis finalmente felizes, porque livres perante Mim, filhos de Deus. Livres perante Mim, significa transparentes, sem pecados, sem medo porque certos do Meu Amor. Significa também, que Comigo, seguindo o Meu caminho para vós, o qual vos indico de mil e uma maneiras todos os dias, não sabereis estar no erro ou num lugar que não seja o vosso. A vossa vida torna-se verdade perante Mim, pois também sois livres perante Mim, com a liberdade que dá a certeza de serdes sempre acolhido com Amor, o que quer que façais. Sabeis que sou bom e misericordioso, terno e cheio de amor por vós, então sede sempre livres de vós mesmos perante o Meu olhar. Não tenteis esconder as "coisas" de que vos envergonhais, pois Eu vejo-as e sei tudo — o que torna esse passo inútil — mas sobretudo criais um desequilíbrio em vós mesmos, abrindo a porta à mentira e portanto ao próprio tentador: satanás. Assim sendo, o que quer que seja que vós tenhais feito, confiai-Me tudo e a vergonha ligada a isso se necessário for, pois, verdadeiramente, Eu espero-vos sempre com misericórdia e perdoo-vos os vossos erros se Me amais e Me o pedis através do sacramento da Reconciliação que Eu instituí. "Aqueles a quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados". Eis como, onde e quando Eu instituí este sacramento. Dei poder aos apóstolos que Eu mesmo ordenei sacerdotes antes da Santa Ceia, e aos sacerdotes que por sua vez lhes atribuí ordenar e deste modo até aos nossos dias.

Jesus Cristo

12 de Junho de 1999 - O Universo. A manipulação genética. O anticristo

[…] Não, não é idolatria contemplar a Minha Santa Face, ela permite-vos perceber a Minha dupla natureza de Deus e de homem. Tenho um rosto de homem como vós e a Minha Santa Face é como uma fotografia dele e ao ver-Me, vedes o Pai; podeis reconhecer esta íntima associação de Amor que forma a Trindade que nós somos. O Espírito faz-vos entrever o Amor do Pai quando Me contemplais pois ninguém vai ao Pai, se não for pelo Filho. Eu sou o Caminho para o Pai e sou à Sua Imagem e Semelhança. Não hesiteis portanto em adorar a Minha Santa face pois então Eu abro os vossos corações ao amor de Deus e os olhos do vosso espírito à dimensão "invisível" do Universo. Em Mim se encontra resumido o Universo que Eu criei. Eu estou no Centro e atraio todas as coisas a Mim, é essa a imagem que acabas de ver. Toda a energia do Universo converge para o Cristo que a envia ao Pai depois de a ter glorificado e o Pai, de novo irradia a Sua Glória sobre os mundos. É isso o duplo movimento de expansão e de retracção do Universo identificado pelos vossos físicos. É verdadeiramente a respiração divina.

Eu queria agora ensinar-te num outro domínio. Lembras-te que o Pai […] te dizia, que na sua opinião, os acontecimentos iriam acelerar-se nos meses que se seguiriam e que aconteceriam tantos escândalos relativos à vida, que as pessoas se revoltariam e se voltariam para Deus?

Efectivamente o novo escândalo das dioxinas dos frangos belgas faz parte desses sinais. Fizeste uma passagem rápida por um artigo de jornal que fala de escândalos das farinhas animais que servem para alimentar o gado mas também de todas as manipulações genéticas sobre os legumes! Até genes humanos no tomate!

Infelizmente, estais ainda longe de saber tudo o que se passa na indústria agro-alimentar. Escândalos deste género não tardarão a surgir de novo. E ainda outros em todos os domínios. Estou a desmascarar satanás, e aliás ele mesmo tem tendência "para vender a pele do urso antes de o ter morto", como vós costumais dizer! Quer dizer, que ele pensa tanto ter conseguido destruir-Me e afastar a humanidade de Mim que se esconde cada vez menos. Mas também Eu o obrigo a sair da sombra pela Minha Luz que ilumina a Terra.

Tu sabes que Eu disse a Françoise que o Anticristo, quer dizer o próprio satanás, iria em breve revelar-se. Ides brevemente poder identificá-lo sem vos enganardes pois ele vai aceder ao posto que há muito tempo ambiciona. E aí, será tal o seu desprezo pelo Meu Amor, por Deus, pelos cristãos e pela Verdade que sabereis com toda a certeza de quem se trata.

Não duvideis da Minha rápida vitória sobre as forças do mal. Entretanto devo ainda deixar andar um pouco para desmascarar cada demónio aos olhos humanos. Depois, combateremos e venceremos e estabelecerei a Minha Paz na Terra.

Permanecei fiéis e vereis a Minha Glória e a vossa justificação.

Jesus Cristo

14 de Junho de 1999 - A nova Europa. O Novo Movimento Cristão

Eu te abençoo. Eis a paisagem política francesa e europeia totalmente remodelada. Pouco a pouco ides ver de novo estabelecerem-se alianças à volta de temas imprevistos, "transversais" como ontem dizia um eleito. A horizontalidade dos problemas vai ultrapassar as divisões clássicas herdadas da IV República e reforçadas na altura da Segunda Guerra mundial. A Europa, tal como Eu a vejo, não tem muito a ver com a que Eu quero. Decididamente, falta realmente um verdadeiro partido cristão ajudado pelo sopro do Espírito para triunfar sobre os Meus inimigos que querem construir um mundo sem Deus.

Efectivamente vós sois obrigados a constatar que já não se pode ser por ou contra a Europa pois ela existe de facto. Podem ter-se opiniões divergentes sobre as modalidades de execução e de direcção, mas é forçoso constatar que a futura divisão deverá situar-se doravante entre os que querem persistir nos seus erros de construção de uma Europa ateia, "social" (o contrário de fraterna no sentido cristão) e agitada por intestinas lutas de poder; e aqueles que têm a vontade firme de finalmente deixar o poder da sua vida nas mãos de Deus, O qual não poderá cometer erros! Então que se levante depressa esse povo que quer marcar a diferença (sem ódio mas com o Meu amor) pela sua vontade de seguir Cristo e de O deixar ajudar-vos a construir a "cidade santa", quer dizer uma organização ideal, porque divina, da fraternidade humana. Basta pôr Deus sempre no primeiro lugar e que se levante o bando que Eu formo e que está decidido a trabalhar, pela via política, Comigo e por Mim.

Asseguro-vos que o Meu Espírito já pôs esse desejo em muitos corações dos Meus fiéis e que só falta cristalizar essas vontades à volta de um Movimento federador. Cada membro desse Movimento deverá ser um fiel, sempre em união Comigo e que pôs a sua vontade na Minha. Do principio ao fim desta aventura ao mesmo tempo "política" e espiritual, nenhuma decisão deverá ser tomada sem Mim.

Tratar-se-á de reagrupar, como uma comunidade que vive do Meu Espírito, aqueles que Eu designei para esta fundação. Isso significa ter uma verdadeira vida de autêntico cristão no Coração Sagrado que Eu sou; assistir à missa antes de cada reunião decisiva. Imagina uma comunidade que seria o núcleo de um Movimento político dirigido por Mim... Estás a ver ao que vos chamo... uma comunidade portadora pelas suas orações e pelo seu acolhimento das vossas reuniões, uma vida de irmãos em Cristo, a paz e a harmonia na alegria de Deus. Não é isso muito mais agradável que a luta pelo poder, a mentira, a fraude, os golpes baixos, os "suicídios" políticos, a hipocrisia das relações de interesse e das relações económicas?!

Eu falei de fundação pois trata-se de criar esse Movimento visto que não existe nada de parecido com aquilo que Eu quero. Não fiqueis apreensivos, não esqueçais que sou Eu que trato de tudo e que já suscitei esse desejo noutros dos Meus fiéis adoradores.

Com efeito para combater com armas iguais e no terreno político, que a seita franco-maçónica quase inteiramente infiltrou, é preciso um Movimento político fortalecido com a Minha graça e com a Minha presença.

Finalmente, na política, teremos Deus contra Satanás em vez da "serpente que morde a própria cauda"! A grande batalha está a pontos de ser conduzida no "Céu". Agora é preciso construir as estruturas desse partido de Deus, Primeiro servido desde toda a eternidade. A luta será áspera mas a vitória fulgurante. Não esqueçais que sou Eu o Cristo que quero tudo isso e que trato de o realizar. Utilizarei para isso um pequeno núcleo de pessoas insignificantes. Cabe-Me a Mim despertar os corações para tornar possível o que anunciei.

Primeiramente agirei com discrição reunindo as Minhas ovelhas. Um dia o mundo político aperceber-se-á de que deverá contar com uma nova formação original (no sentido em que não existe nenhum verdadeiro partido de crentes no Sagrado Coração de Jesus). Primeiro faremos isso à escala da França; depois, noutros países, cristãos sentir-se-ão chamados a tomar como modelo e portanto passaremos à escala europeia depois mundial e Eu triunfarei sobre o inimigo.

Certamente tendes alguma dificuldade em conceber uma tal coisa, e mesmo o papel que tereis em tudo isto, mas acreditai em Mim e vereis. Chamo-vos a servir-Me nesta obra que começaremos devagar dentro de algum tempo, e à qual Eu darei um impulso cada vez maior. Sede pois na alegria por estardes associados de tão perto à Minha obra no vosso país e no mundo! Sede na alegria por Me servirdes tão fielmente.

Enquanto cristãos, quer dizer pessoas vivendo em Cristo, respeitareis as outras formações políticas, sereis sempre corteses, atenciosos com os outros e é também pela vossa vida em Mim, pelo exemplo que isso constituirá, que vós convencereis. Sede testemunhas do Meu amor, na vida política baseada em convicções de amor de Deus e de fraternidade; que "possam dizer ao ver-vos: é Deus vivo" conforme Eu disse nos Meus evangelhos.[...]

Jesus Cristo

18 de Junho de 1999 - Conhecimento de Deus. Novos Céus e Nova Terra

Faz portanto um pouco mais de um mês que começaste a receber e a redigir as Minhas Palavras, estás decepcionada? "Não!" dizes-Me tu! Eu te abençoo, com efeito o vosso Deus que Eu sou, Jesus Cristo, não vos pode decepcionar. Por vezes compreendeis-Me mal e não gostais de não saber onde é que Eu quero chegar e como vou fazer as coisas e em que ordem… etc.; mas finalmente apercebeis-vos sempre de que vos guiei seguramente no melhor caminho para a vossa evolução espiritual e para a vossa maturidade na ordem do Amor. Sei exactamente do que precisais, como, em que momento e também porquê, o que vós só podereis entrever quando estiverdes no "Céu" perto de Mim.

A única maneira de compreender todos os "porquês" é o conhecimento de Deus, na intimidade Comigo, com Minha Mãe, e deixando-vos guiar pelo Meu Espírito. Todas as interrogações metafísicas da filosofia contemporânea resumem-se à questão do "porquê o Homem", quer dizer "como Deus". Como pode Deus estar desde toda a eternidade, em toda a parte e sempre e ao mesmo tempo no coração de cada homem, vivo, pelo Cristo numa intimidade total? Como pode Deus amar igualmente cada um, ao mesmo tempo que mantém com o seu amor o Universo inteiro e toda a criação? Como pode ser tão Presente e tão Grande? Deus é o princípio e o fim (o alfa e o ómega) da Sua criação e portanto também do homem. Deus é o Amor cuja radiação cósmica mantém e cria tudo e todos.

Como posso Eu ser o Filho de Deus, perguntas-te tu? É o grande mistério de Deus na Trindade e ao mesmo tempo este laço de paternidade encontra-se em todos os níveis da vida, no reino animal e no humano e mesmo num certo sentido no reino mineral e no vegetal. Isto no sentido em que tudo o que existe nasce de "qualquer coisa" que é pois o respectivo "Pai". Portanto deve-se poder compreender que verdadeiramente aos olhos de Deus esta ordem de paternidade é essencial. É porque Deus é Pai que Ele é Deus! Não se pode compreender Deus sem primeiro compreender que Ele é Pai, e Eu sou o Seu Filho bem-amado em quem Ele pôs todo o Seu Amor. É portanto depois por Mim que o Amor vos é comunicado. E é também por Mim que o vosso Amor pela Trindade volta ao Pai. A maternidade e a paternidade que conheceis na Terra em que viveis, na matéria, emanam desta Paternidade de Deus que é portanto, com efeito, Pai e Mãe.

É porque Deus é Amor que Ele é Pai e portanto que Eu sou. E por Mim, Deus Meu Pai afirma a sua existência no Eu Sou que Eu Sou, Eu Cristo. É por isso que Eu disse "ninguém vai ao Pai se não for por Mim", quer se trate de um cristão que Me conhece ou de um sincero crente do Amor que Me ignora. Com efeito quando alguém encontra Deus é a Mim que me encontra, mesmo que ele desconheça o Meu nome. Eu sou a "visibilidade" do Pai, Aquele que enquanto homem, tão realmente e plenamente homem e Deus, vos mostra o Pai, vos conduz a Ele. Eu sou a única ligação entre Deus pai e os homens, filhos de Deus, e ao mesmo tempo Meu Pai pode comunicar directamente com cada um pelo Nosso Espírito. A "única ligação" explica porque se diz de Mim "o Filho Único de Deus". Vós sois filhos de Deus por Mim que vos Mostro o Pai. Eu situo-me no cosmos entre Deus e o homem, sendo ao mesmo tempo plenitude de Deus e plenitude do homem, não uma espécie de híbrido meio-Deus meio-homem !!! Não, e é isso que vós afirmais no Credo: Verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Vós não compreendeis quase nada deste mistério porque geralmente só vedes o aspecto visível do universo, e ainda estais longe de compreender e de imaginar a sua totalidade! Sendo assim como compreender o olhar de Deus sobre a Vida tendo uma visão tão restrita da Sua Realidade? É como tomar uma decisão capital, estando apenas em posse de 1% do conhecimento que, pelas suas implicações, esta decisão pediria. Abre-se uma empresa sem fazer estudos de mercado? Saltos no desconhecido, sois certamente obrigados a fazê-los, e são actos de fé quando Me obedeceis. Mas então não tireis conclusões prematuras e definitivas sem terdes todos os dados! Na ordem do conhecimento de Deus, isso supõe ter a sabedoria para pensar que enquanto não estiverdes no "Céu" não podeis conhecer todos os dados sobre Deus e a vida celeste. E portanto pensar que, nesse caso, mesmo assim seria preciso escutar bem aquilo que nos diz esse Jesus de Nazaré!!!

Deixar uma porta aberta para Mim é verdadeiramente o mínimo vital, falo para os ateus que apesar de tudo não podem decidir-se a aceitar que não há "nada" depois desta vida terrestre! Sendo assim, no caso de, como vós dizeis, dai um pequeno passo para saberdes o que dizem de Mim os que Me conhecem e Me amam. Dai este passo com um coração aberto, sem a priori, como vos interessaríeis pela última novidade tecnológica ou pelo último raciocínio filosófico. Peço-vos uma espécie de investigação, história para cultivar a vossa honestidade intelectual.

Pelo menos podereis então escolher com conhecimento de causa, quando Eu puser a todos a pergunta que pus a Pedro: "Tu amas-Me?". Porque arriscaríeis responder, por ignorância, às cegas?

Se evitais o conhecimento daquilo que Eu sou, é porque ao conhecerdes-Me, saberíeis que vos amo e então começaríeis a amar-Me e a conhecer Deus e isso, satanás não pode suportar. Ele propõe-vos então uma tal vida, que não tendes mais tempo para vos debruçardes sobre a questão da eventualidade de considerardes o mundo sob um outro ângulo diferente do da vossa existência actual. Ele satura-vos de informações, aliás mais ou menos contraditórias, a fim de que não procureis informações sobre Mim, o Cristo Jesus. Como podeis aceitar negar a vossa sacro-santa liberdade em nome de uma uniformidade de vista imposta pelo Meu e vosso inimigo? Amo-vos tanto quanto satanás vos odeia. Se ele vos seduz, é unicamente para vos destruir. Portanto abri finalmente os olhos sobre a sua perversidade. Compreendei que o mundo actual está construído sobre a mentira e segundo um modelo destruidor planeado por satanás. Depois da Minha hora, a da purificação e aquela em que vos perguntarei "amas-Me" e em que será preciso responder com o coração "sim"ou "não"; depois dessa hora então, eu reconstruirei o mundo segundo a hierarquia do "Céu", com os Meus fieis partidários. É isso que se chama o "céu na Terra". A "Jerusalém celeste", a "nova Terra e os novos céus", todas estas expressões se aplicam à reconstrução das relações humanas na Terra segundo o plano divino e segundo o modelo da organização do mundo "invisível".

"O Céu que desce à Terra", é o Meu Reino que vem, quer dizer que Eu vou ajudar-vos a construir instituições santas e relações santas entre vós, uma verdadeira fraternidade em Cristo em que enfim tereis a Minha Paz à escala planetária. E quando as profecias falam dos "novos céus", é porque, tendo-Me finalmente o vosso mundo tomado para "Chefe", para "Rei", o vosso lugar no Céu mudará e a hierarquia celeste será remodelada para integrar a vossa chegada, para confirmar a vossa reintegração no cosmos, pois vós tereis afastado satanás que tinha provocado a ruptura do vosso mundo com as estruturas celestes.

E foi para combater a sua dominação quase total sobre o vosso mundo, sobre as vossas inteligências e sobre os vossos corações, que Eu tomei carne de uma dos vossos: Maria, e que Eu Me fiz homem continuando plenamente Deus.

Jesus Cristo

19 de Junho de 1999 - O Juízo. O Mundo Novo. Uma Política Nova

Escreve o que te dito e não te preocupes, sou eu mesmo, Jesus, Filho de Deus e de Maria; Deus feito homem como ontem te expliquei, que te quer dizer isto.

Dentro de seis meses, a Minha Justiça estará a pontos de passar sobre esta Terra que é a vossa. Não dou data precisa, mas uma ordem de tempo para que estejais prontos a servir-Me na hora que vos irei indicar. A hora, significa o momento, o período de tempo determinado por Meu e vosso Pai para a justiça divina. Não é ainda o Juízo final, mas será mesmo um julgamento deste mundo, visível e invisível. A Minha Justiça será um julgamento cheio de Misericórdia mas um julgamento mesmo assim, quer dizer que tereis de dar contas dos vossos actos perante Mim. Os pecados confessados estão perdoados, não teriam portanto que fazer parte desta conta. Sereis julgados segundo o amor que tiverdes, ou não, dado. Sendo assim pedi-me para vos ajudar a tomar consciência das vossas faltas ao amor e a confessar-vos delas. Tornai-vos puros para serdes capazes de suportar a Minha Luz!

Eu sou doce e misericordioso, mas aquilo que os Olhos de Deus vêem há tanto tempo é tão insuportável que, agora, a hora da Justiça não será mais retardada. A Trindade que Nós somos não tolera mais o estado de trevas do vosso mundo que, se continuasse iria mesmo infestar o "Céu". No vosso tempo, satanás tomou aspecto humano e Eu venho desmascará-lo! Eu expulsá-lo-ei, a ele e à sua corte de demónios infectos! E a Terra que vós habitais resplandecerá com a Luz Celeste reencontrada e com o esplendor da criação tal como na sua origem em Deus Pai.

Certamente, neste mundo novo, os corações serão totalmente transformados e purificados, mas continuareis a viver em casas (não nesses horríveis imóveis insalubres) e a deslocar-vos de automóvel, embora utilizando outras energias não poluentes e mais espirituais. Todos os aspectos materiais da vossa vida quotidiana serão purificados, visto que vividos na Minha Graça. Enfim renovareis com uma verdadeira gestão da Terra, uma "ecologia" santa e sã. Não se trata de querer voltar a um anterior estado de vida, mas de arranjar os meios para uma nova vida até nas pequenas "coisas".

Existe uma gestão dos povos: aquilo que Eu chamo o governo dos povos segundo o Meu Espírito; e existe uma gestão do ambiente, que lhe está intimamente ligada, e que obedece às leis eternas de Meu pai, estabelecidas para o universo e todo o cosmos, justo e santo, perfeito. Formo já, pouco a pouco, verdadeiros "ecologistas" (não essa paródia de ecologia de que se dotaram os vossos governos) que agem segundo os Meus Planos. Assim como pus em vós e em alguns outros dos meus amorosos fiéis uma preocupação "política" pelo mundo e pela fraternidade humana; do mesmo modo, outros foram criados virados para a natureza e para a sua gestão quotidiana e planetária.

Não se pode pretender governar honestamente um país, uma confederação e ainda menos a Terra inteira sem ter sempre no espírito e no cuidado a necessidade de integrar o homem no ambiente que lhe foi dado para partilhar nas origens do mundo. O Jardim do Éden, era a gestão ideal do ambiente com o homem no seu lugar de gestor amante da criação. Precisais de reencontrar este espírito de paraíso, a saber que sois responsáveis pela criação entregue por Deus ao Seu Povo, para aí viver e aprender a amar. É o Amor que deve tornar-se a vossa decisória linha de conduta ordinária e quotidiana. Fora do Amor, voltareis a cair nos vossos erros, apesar da Minha Presença entre vós. É nos vossos corações que Eu Me quero tornar tão presente que todos os vossos actos serão ditados pelo Amor, isto é por Mim!

"Que venha o Teu Reino" dizes-Me tu, é o que vós pedis muitas vezes a Meu Pai através dessa bela oração do Pai Nosso que ensinei aos Meus apóstolos. E, em verdade, o Meu Reino, que é também o de Meu Pai uma vez que Nós somos um na Trindade Santa, chega. Continuai a amar e a ter fé e sereis atendidos para lá das vossas aspirações! Vós não podeis conceptualizar um mundo de onde o mal será erradicado, uma vez que apenas conhecestes a sua acção infernal.

Um dia, a Terra inteira será como uma dessas novas comunidades inspiradas pelo Meu Espírito. Aubazine à escala planetária, eis o que Eu quero que Me ajudeis a realizar! (Digo Aubazine porque é a comunidade que mais conheceis). Isso significa viver as relações com Deus e com os outros, segundo o modelo de vida estabelecido nesses lugares privilegiados pelo Meu Espírito que são essas comunidades. Ajudar-Me-eis de um ponto de vista "político" que não poderá ser separado dos outros. A divisão, é com satanás; a Unidade, é Comigo.

Sendo assim o "político" deve ser unido aos outros aspectos da vida humana, do mesmo modo que ele não poderia ser excluído dela. Eu explico-Me: quando falo do aspecto "político" da vida, entendo político no sentido em que é muito preciso um enquadramento (aquilo que vós chamais instituições) das sociedades humanas para fazer progredir o mundo. São necessárias instâncias directivas e se elas forem santas, o planeta será santificado em pouco tempo (aos olhos de Deus que vive na eternidade!). É sempre pelo "alto" que se conduzem as evoluções positivas! Pertence a uns educar, elevar os outros; e não praticar o "nivelamento por baixo" como fazeis nas vossas sociedades franco-maçónicas.

Quando falo de uns e de outros, distingo, com efeito, aquele que segue o movimento daquele que o implementa, e não há motivo para se sentir melindrado por isso! Na Minha Corte Celeste, a hierarquia existe, ela é da ordem do Amor e cada um é feliz no seu lugar e na sua missão particular. Trata-se de uma hierarquia fundada no Amor e pelo Amor, cada um no seu lugar evoluindo no seu conhecimento de Deus. Aquele que está mais próximo de Deus tem o dever de ajudar aquele que está mais longe, porque mais cego pela sua ignorância e pelas suas falsas ideias. E se Eu pedir a uma alma, por Mim escolhida, para tomar a responsabilidade primeira deste novo mundo, é uma verdadeira responsabilidade o que Eu lhe confio. Os primeiros lugares, na Minha casa, são uma carga de responsabilidades a fim de Me reconduzirem as almas e de conduzir cada um do Meu povo a conhecer-Me e a entrar no Meu Sagrado Coração com o Amor que ele terá aprendido a dar. Sendo assim, se alguns sonham com lugares de honra pelo dinheiro e amor do poder, estão completamente enganados. Não, Eu preparei certas almas para assumirem o papel de retransmissores de Deus na Terra, Comunicando-Me a eles, dando-lhes a Minha visão do mundo e o Amor de Deus e o Amor de Me servir, por Amor dos seus irmãos. Alguns têm uma consciência que não ultrapassa a da sua própria pessoa, e outros têm acesso à visão de Deus sobre os mundos e o universo, o que os torna capazes, com e por Mim de ajudarem os seus irmãos e de conduzirem o seu mundo para Mim.

Fazer entrar a Terra no Meu Sagrado Coração, é essa a missão que vos dou, que é o desejo que Eu pus na vossa alma ao criar-vos. Tornei-vos servidores. E esse desejo de servir, fui Eu que o pus em vós, para Minha glorificação e vossa justificação.

A vossa justificação, significa que ao servirdes-Me encontrareis a razão da vossa vida, o porquê da vossa existência, e mesmo o porquê da criação da vossa alma. Não tenhais medo de descobrir a dimensão do que isso significa: sois filhos e filhas de Deus, servidores e servidoras, Comigo, por Mim, para Mim e em Mim. É Comigo, o Cristo, que a vossa missão se torna possível, é também por vós que aquilo que Eu quero se torna possível… Sou Eu que irei salvar o mundo e para isso formei Profetas (Françoise, Dom Gobbi, etc.) e sou Eu que vou construir o mundo novo à Minha Imagem e formei almas para Me ajudarem.

Pelo baptismo sois Profeta, Sacerdote e Rei, Não o esqueçais, é esta unção do baptismo que torna possível a acção da Minha Graça e a realização de missões que ultrapassam o ser humano em toda a altura de Deus, quer dizer infinitamente!!! Eu também formei, evidentemente, Sacerdotes, amorosos do Meu Sagrado Coração e prontos para a religião nova, ainda que eterna, de amanhã.

Não vos admireis com tudo isto, Deus quer reconduzir a Terra à Unidade da Criação, o Seu Coração, que ela deixou há tanto tempo deixando-se seduzir e separar por satanás, o rebelde, o orgulhoso. Foi satanás, que, como sedutor, vos conduziu a desejá-lo, em vez de ficardes no desejo de Deus, vosso verdadeiro lugar.

Deus espera-vos a todos, sempre, e mais que nunca hoje em que o Seu braço de Justiça se prepara para cair sobre a Terra para desmascarar o Usurpador e reconduzir-vos a Ele. E é por Mim, o Cristo que sou o Centro, que isso acontecerá. O Centro, é o que significa o termo da Cristologia: o Cristo-centrismo, Jesus Cristo no centro da história, centro do homem, origem e fim, com Deus na Trindade. Cristo, em direcção ao qual converge o sentido da história do homem e dos "anjos" (anjos, aqui, significa: mundo celeste).

Repousa um pouco no Meu Coração, sente a Minha Presença, e não duvides do que Eu te digo, não te assustes! Aprende a viver no interior da tua alma e do Meu Coração e não só no teu ambiente. Deixa-Me desligar-te suavemente da matéria e elevar-te para Mim pois a vida da vossa alma transcende totalmente a vida do vosso corpo.

Aí está, pequena alma, sorri-Me e acredita sempre em Mim e verás os prodígios que vou realizar dentro de pouco tempo agora. Podereis em breve falar de tudo isto a […] que será um fiel companheiro ao longo da vossa vida na Terra. Nunca deixo os Meus Filhos isolados, dou-lhes santos companheiros.

Agora, vai. Eu te abençoo.

Jesus Cristo

 

21 de Junho de 1999 - Festa da música, drogas, álcool, paraísos artificiais fazem sofrer Jesus

Eu te abençoo por arranjares tempo: agradeçamos juntos ao teu marido que Me ouviu sussurrar-lhe para ir tratar das vossas duas filhas!

Eu não estou desiludido, mas o Amor que tenho pelos homens faz-Me sofrer pelos seus pecados, é isso que tu sentes ao olhares para Mim na Imagem da Minha Santa Face.

Olha, esta festa da música que substitui a antiga festa pagã de Dionísio ou Astarte ou Diana e outras divindades ditas "solares", não passa de mais uma festa pagã com a mesma devassidão, a mesma libertinagem sexual. O nome mudou, mas o objectivo não!

Todo este barulho de abominações que sobe até aos Meus ouvidos… Todo este fardo de pecados sensuais perante os Meus olhos… Toda esta devassidão na droga, no álcool, nas "rave" e nos "paraísos artificiais" fazem-Me sofrer horrivelmente.

Em vez de agradecerdes a Meu Pai, com toda a simplicidade, pelo sol que vos faz viver; em vez de festejardes santamente pela liturgia o solstício do verão, muitos de vós vão entregar-se a actos que Eu reprovo e a um frenesim prejudicial ao vosso equilíbrio. Não que eu deteste a música. Se ouvísseis as melodias do Céu, a famosa música das esferas ou os cânticos angélicos, saberíeis finalmente o que significa a palavra música! Enfim, não preciso de te convencer, tu não gostas de música (terrestre)! Mas tantos e tantos vão "sacrificar" aos ídolos esta noite, o que Me põe cheio de tristeza.

Eu poderia intervir de uma forma ou de outra para impedir isto, mas a Minha hora ainda não chegou… E depois, nas vossas mentalidades de sentidos invertidos, uma acção concreta e maravilhosa da Minha parte seria ainda interpretada no sentido da idolatria e confundida com as acções do Meu inimigo, que, esta noite, se não pode esconder durante muito tempo. Em muitos lugares, esta festa dá o la para festas demoníacas e com disfarces sugestivos. (E não falei do famoso Halloween que há pouco tempo atravessou o Atlântico!)

Jesus Cristo

22 de Junho de 1999 - O Ano Jubilar 2000 e a Vitória de Jesus

A actualidade do Meu Reino é muito mais atraente (relativamente à do vosso mundo): o Amor, o amor e sempre o amor. Mas vós não sabeis o que isso é, portanto passais ao lado da felicidade de viver nesta Terra. Longe de ser uma punição ou um "vale de lágrimas", a vida que vos dou na Terra pode ser fonte de Alegria infinita, vivida Comigo e segundo o que Eu quero para vós: aprender a amar para viver no Meu Reino a felicidade do Céu desde cá em baixo.

A abertura das portas da igreja de São Pedro em Roma, no dia 25 de Dezembro de 1999, simbolizará a entrada no Ano Santo do Jubileu do ano 2000. A Igreja conta-o como o trigésimo nono Jubileu, ora isso é esquecer que o Ano do Meu Santo nascimento foi já um ano jubilar para a Terra. Trata-se portanto do quadragésimo jubileu terrestre. Ora, 40 na Bíblia é sempre a plenitude dos tempos, o tempo de Deus (40 dias para Mim no deserto em memória dos 40 anos dos Israelitas…). Chegamos ao quadragésimo dia de Deus na vida dos homens depois do Meu nascimento: uma plenitude, uma realização… Não vos admireis pelo Meu Regresso neste tempo… Que aquele que tem ouvidos ouça!!!

A abertura das portas de São Pedro coincidirá com a abertura do "Céu", os exércitos celestes combaterão o mal e Eu voltarei na Minha Glória. Confia em Mim e compreenderás tudo o que Eu te digo.

Jesus Cristo

25 de Junho de 1999 - Servir a Deus na Terra

Entra no silêncio e escuta O Meu Coração bater no teu…Aproxima-te sem medo do Meu Trono. Sim, Eu encontro-Me no Meu Trono de Glória rodeado dos vinte e quatro; alguns lugares ainda estão vazios, são para os da vossa época. Vós tereis os vossos no Meu Reino se executardes fielmente a vossa missão que é a de Me servir na Terra para a conduzirdes a acolher o Meu Reino. Não podeis ser mal sucedidos uma vez que Eu estou convosco e o que Eu vos pedir, sou Eu que o farei através de vós. Não vos assombreis perante a vastidão da tarefa a realizar pois Eu estarei sempre presente, para vos guiar e vos ensinar. A Minha Graça está convosco e os Meus dons são em vós abundantes, tomareis consciência disso à medida que fordes vivendo em Mim. Tudo o que pedirdes em Meu Santo Nome será realizado. Realizarei numerosos prodígios através de vós que Me servis. A Minha Graça será abundante para os vossos irmãos a fim de que eles me amem cada vez em Maior número. Eu sou o Cristo, quer dizer "Aquele que salva" e, em verdade, vos digo, salvarei a Terra e todos os que querem ser salvos.[…]

Jesus Cristo

26 de Junho de 1999 - A Morte. Servir a Deus e ao próximo

Eu te abençoo por Me confiares as tuas dúvidas. Se Eu tivesse tido tempo para te confiar o ensinamento que ontem te queria ditar sobre a passagem à verdadeira vida que vós chamais morte, terias evitado uma noite de dúvidas e o acto de fé que fizeste no que Eu te tinha dito, apesar do que a razão teria querido, o que teria sido prejudicial! Estás a ver, Eu utilizo as "coisas" acidentais, não para testar, para firmar a ancoragem da vossa vontade no Meu Coração apesar do que vos insinua a vossa razão. O que te anunciei no começo das Minhas mensagens a propósito dos doentes que tu visitarás, acontecerá. E o Meu ensinamento sobre a passagem à Minha vida faz parte da tua formação a fim de garantir o serviço que te darei dentro de pouco tempo e durante toda a tua vida.

Escuta e escreve isto: aquilo que vós chamais morte e que muitas vezes receais porque gerações e gerações de homens alimentaram o medo dela, é apenas a separação da vossa alma do corpo que a acolhia para a vida na Terra e a sua reintegração em Deus. A vossa alma retoma e prossegue depois, sem o peso da matéria, a sua vida de experiência que lhe permitirá entrar no Coração de Deus. As vossas almas são esperadas por toda a corte celeste na hora exacta da morte na Terra. A passagem necessita de um abandono que vos é mais fácil e feliz se adquiristes o hábito de viver no abandono à Minha Vontade e à Minha Providência. Quando sois alimentados pela fé em Mim, a morte não pode parecer-vos como funesta, mas pelo contrário, ela deve ser vivida na alegria dos reencontros da "esposa e do esposo".

A vida da vossa alma é a eternidade de Deus, sendo assim a passagem na Terra é uma curta experiência mas essencial no plano do amor e a morte é a viagem que vos conduz de novo à Casa do Pai. O Meu Coração pode fazer dessa passagem uma Alegria para a vossa alma. É um "enorme" acto de fé que pode resgatar muitas faltas.

Alguns de vós chegam a persuadir-se, através de uma poderosa barreira mental e psicológica, de que não vêm de nenhum lado e não vão para lado nenhum. Como fazem eles para viver com esta ideia absurda e sem perspectiva, perguntas-te tu. Eles apagaram conscienciosamente toda a lembrança do mundo celeste, toda a nostalgia da vida harmoniosa da sua alma em Deus antes do seu nascimento na Terra e contentam-se com esta vida puramente material ou procuram algures a razão do seu mal estar. Muito evidentemente estas pessoas, quando chegam ao limiar da morte, encontram-se numa grande angústia por não saberem o que lhes vai acontecer: o medo do desconhecido fá-las debaterem-se em intermináveis sofrimentos morais indizíveis. A sua alma esgota-se neste combate contra ela própria e é ferida que chega junto de Mim. Umas vezes, consigo curá-las se o seu coração se abrir à realidade que se apresenta aos olhos da sua alma; Outras vezes continuam a rejeitar-Me com o seu coração. E não posso fazer mais nada por elas.

Far-te-ei entrar pouco a pouco nas realidades do Meu Reino para que, por Meu Amor, possas ajudar as almas que estão no limiar da vida a confiarem em Mim e a colocarem de novo a sua alma na Alegria.

Como o farás? Estando tu própria persuadida daquilo que te digo e feliz com a ideia de vires até mim quando chegar a tua hora. Esperarás durante muito tempo antecipadamente essa hora pois Eu preciso de ti na Terra para Me servires, mas estarás sempre na Alegria porque sabes que depois estarás junto de Mim. É esta certeza que comunicarás às almas com que tiveres ocasião de conversar.

Isto é verdadeiramente muito importante porque realmente, essa passagem vivida na Alegria de vir para Deus com todo o Amor de que o coração tiver sido capaz, pode resgatar muitos pecados e portanto salvar almas. Ninguém deveria ter medo de Mim, nem duvidar da Minha Misericórdia na hora de "passar deste mundo para Meu Pai".

Faltam-Me servidores capazes de falar em Meu Nome e pelo Meu Espírito, sem rodeios, da morte que se aproxima, com as almas dos doentes e dos moribundos. Poucos têm a coragem de dizer as palavras que confortam, tão pesado é o tabu a respeito disto na vossa sociedade asséptica. No entanto a violência está nela exacerbada e a morte mais presente que nunca, (nos filmes, por exemplo) mas, paradoxalmente ela também mete mais medo que nunca. Isso porque o homem se deixou afastar enormemente de Mim pelo Meu inimigo. Outrora as pessoas estavam perto de Mim e a vida terrestre era verdadeiramente para elas um tempo definido no infinito da existência da sua alma. Tendo consciência disto, elas estavam serenas tanto no princípio como no fim da existência carnal. Hoje exorciza-se o medo através de um excesso de violência fictícia que desejaria relativizar a realidade e manter o medo e o afastamento das vossas almas de Mim, a fim de, na última hora, se não foi feito antes, vos perder. Não esqueçais que satanás jurou a vossa perda.

Vede a passagem da vida terrestre como uma espécie de prova iniciática da vossa vida eterna em Deus vivida ao nível da alma, para vos permitir escolher o Amor e aprender a amar. Uma tal experiência é inesquecível e incontornável.

Para "morrer" na Alegria, é preciso conduzir a vossa alma, na oração, a verdadeiros arrebatamentos em direcção a Mim e a Meu Pai ao longo de toda a vossa vida, deste modo, quando Eu finalmente vier procurar-vos, estareis perfeitamente na Alegria. O que Eu quero sublinhar é que quando a vossa alma suspira muitas vezes por Deus, conhece um êxtase na hora da morte quando Eu vier ao seu encontro.

Em relação a este ensinamento é tudo por hoje. Completá-lo-ei mais tarde. Eu te abençoo.

Jesus Cristo

Vem outra vez passar um bocadinho Comigo hoje.

O tempo que assim Me dás é precioso para ambos. Claro que sim, também Eu Me alegro por te reencontrar como por reencontrar cada um daqueles que vêm a Mim com o coração aberto ao Meu Amor. Tu esperas tudo de Mim e com uma total confiança, como poderia Eu afastar-Me ou faltar-te? Sabes que estou sempre presente e que te basta chamar-Me para que Eu responda. Sabes, é uma graça.

Eu distingo os homens entre os que Me amam e os que Me rejeitam, a partir desta distinção sois todos irmãos e todos queridos ao Meu Coração. Não se pode querer afirmar arbitrariamente que um povo é melhor que outro. O que conta aos olhos de Deus é a alma e não o corpo que ela habita, a sua cor ou o seu lugar de residência. Em compensação, deve ficar bem claro que no estado actual das coisas, a emigração praticada com o objectivo consciente de criar desequilíbrios no seio dos países a fim de fazer o jogo dos mundialistas é um erro. Ou melhor, a vontade de satanás de exacerbar o ódio por todos os meios. Se todos se sentissem irmãos, unidos em Mim, a emigração não seria um problema pois não existiria! É um problema rigidamente criado agravando situações conflituosas ou de pobreza em certos países e sonhos de Eldorado noutros. Trata-se sempre de separar e de contribuir para criar um estado de espírito de divisão, de inveja e de ódio.

Não é de admirar portanto que se semeiem problemas onde se quer fazer viver conjuntamente pessoas de culturas demasiado diferentes. A cultura deriva sempre do culto, quer dizer da religião. A cultura está sempre ligada, quer o creiam ou não, à crença. Numa comunidade de vida fraterna tais dificuldades não surgem pois cada um está lá em primeiro lugar com a vocação de Me servir, amando o seu irmão em Cristo com todo o seu coração, o que permite ultrapassar conflitos de personalidades, e acima de tudo, todos escolheram seguir a regra estabelecida pela comunidade. É a fé em Deus que pode criar unidade entre pessoas de diferentes origens, para isso é também preciso amar-Me verdadeiramente e escutar-Me.

Seja como for, não é natural querer fazer viver em conjunto pessoas que não têm nada em comum. Aquele que emigra deve pesar bem a sua escolha e saber fazer-se aceitar adoptando o modo de vida daqueles para onde ele vai, sobretudo se essa migração é realizada com um objectivo definitivo.

Ao nível geopolítico, é visível, e a História pô-lo muitas vezes em evidência, que é perigoso criar um desequilíbrio no seio de um país através do acolhimento de elementos díspares e pouco inclinados a adaptar-se mas mais a aproveitar-se da situação.

Ajudar o seu irmão, sim, isso é bom, e Eu dei o exemplo, mas o equilíbrio é desfeito a partir do momento em que as intenções daquele que dá e/ou daquele que recebe não são puras. Se existir a mais pequena segunda intenção de se aproveitar do outro, a harmonia é quebrada e os problemas surgem.

A única maneira de não se enganar é a de agir segundo o Meus mandamentos e na ordem das prioridades assim definidas:

― Amar a Deus

― Servir o irmγo por amor de Deus.

Sou Eu que vos envio ao serviço dos vossos irmãos para lhes levardes a ajuda de que eles necessitam. A partir do momento em que quereis agir por humanismo beato e gangrenado de boas intenções pouco claras quanto ao Amor do outro e ao orgulho, desviais-vos do caminho. E tudo o que se vê desde há quase dois séculos de desequilíbrios nos povos é trabalho da franco-maçonaria. Enquanto satanás não for vencido não haverá soluções satisfatórias para os problemas levantados pela co-habitação forçada de tantas personalidades demasiado diferentes, exacerbadas por um ambiente nocivo. Esforçai-vos por amar todos apesar de tudo mas não penseis resolver as dificuldades sem Mim. Sem a Minha Paz, tereis sempre guerra e violência. E infelizmente, tudo é feito por alguns que têm interesse em orquestrar uma verdadeira guerra civil já em estado de gestação. Falo dos demónios encarnados que agitam as forças do mal nos espíritos já enfraquecidos pela falta de amor, pela ignorância, pela violência mediática e pela concentração urbana, sem falar do desemprego! A pólvora está pronta, só falta incendiar o rastilho! Eles já escolheram o seu campo e esperar mais por Misericórdia seria arriscar perder ainda mais almas tíbias e hesitantes.

Vou desmascarar o mal através da Minha Luz, o que vai obrigar o ódio a manifestar-se claramente em vez de ficar no estado de conflito larvar.

Será um rude período para o mal e também para os justos embora Eu os vá proteger.

Jesus Cristo

27 de Junho de 1999 - O Aborto

Hoje quero falar-te do aborto.

Convencei-vos completamente de que não existe Maior crime que este perante a Minha Face! E não há argumento torcido que se possa manter perante o mandamento supremo do respeito devido à própria vida se fordes vós a ser responsáveis pela gestão deste dom.

Eu explico: alma que está na criança vem sempre de Deus e merece sempre ser amado mesmo se as circunstâncias da sua vinda vos competem.

No caso sempre invocado da violação, para justificar o aborto, é o homem que é perverso, que peca, não a vítima, e ainda menos a eventual criança que pode ter sido concebida nestas tristes circunstâncias. Compreendo que a vítima possa sentir-se ultrapassada pelo seu sentimento de ódio em relação ao seu agressor e que tenha medo de o transferir para a criança. É então mais sensato confiar esta criança, à nascença, a pais que poderão amá-la sem ideias preconcebidas pois não estarão afectivamente implicados na história dramática da sua concepção. Mas as mais terríveis circunstâncias não justificam a Meus olhos a interrupção da gravidez.

Repito-o, neste caso, o recurso à adopção é uma ideia sensata; mais sensato ainda, mas muito difícil é o perdão. Em qualquer dos casos a criança não é responsável pela história que o precede.

Um outro argumento dos pró-aborto, ou antes, dos sequazes de satanás, é a liberdade. A "sacro-santa" liberdade que desencaminhastes. Que liberdade é exercida no caso de um crime tão grande como o de matar, no ventre de sua mãe, um embrião de que Deus fará uma pessoa, corpo, alma e espírito? Que liberdade para destruir o que Deus dá? Que liberdade se exerce quando numa geração, a demografia corresponde aos resultados de uma guerra que teria suprimido toda uma classe etária? Uma vez em cada duas, o dom que Deus, Meu Pai, vos concede de poderdes participar na sua obra de criação, sendo co-criadores, é desprezado, ridicularizado.

Em última instância falam-vos do aborto terapêutico! O que é que isso quer dizer? Porque é que há tantos desequilíbrios cromossómicos actualmente? Não vedes que se trata das consequências directas do vosso desprezo pela vida e da recusa de verdes no aborto um crime? É tão grande o vosso pecado que mesmo a vossa capacidade para dar a vida é por ele ferida. Porquê tantos casos de esterilidade? Porquê tantas deformações congénitas? Seria ainda necessário dar o justo valor aos impactos do risco de deformação congénita. Não fui Eu que criei esses infelizes assim, fostes vós que pervertestes a utilização e o funcionamento do dom da vida que Nós vos concedemos. Ninguém se suja impunemente. Acreditais que a devassidão, a pílula contraceptiva e o aborto não são razões suficientes para compreender a imensidão do pecado que todos os dias apresentais aos olhos de Deus?!!!

Posto isto, Eu quero dizer: se a "natureza" comete um erro (é o vosso argumento, o meu acabo de o explicar) corrige-o quer dizer que a criança verdadeiramente atingida de excessiva deformação congénita não é viável naturalmente mas, estranhamente, fazeis então tudo para a manter com vida (e que vida!) o resultado das vossas ofensas a Deus, porque não compreendeis que no Meu Amor Eu acolho a alma que ela teve qualquer que tenha sido a duração da sua vida e as circunstâncias da sua morte. A obstinação em querer recusar a vida a montante, e a morte a jusante não para de Me espantar pelas vossas incoerências quando decidis justificar as vossas acções!

De nada serve querer definir um conceito de crime contra a humanidade se não sois capazes de ver que o primeiro caso de uma tal dimensão é o devido ao aborto!

Por mais que as almas de todas as crianças a quem foi recusada a vida gritem por vingança perante a Minha Face, vingança contra os responsáveis de uma tal ideologia anti-vida, nascida dos fumos de satanás, O Meu perdão está sempre pronto para aquele que se arrepende do seu acto.

O coração de um feto bate desde a sua terceira semana de vida. Não é insignificante o facto de se perceber que o primeiro órgão a funcionar é o coração. Isso significa também que a sensibilidade já está presente e que a recusa de o receber fere profundamente a alma. Almas que antes de terem aprendido a amar, devem aprender a perdoar.

É bastante fácil imaginar que o problema nem mesmo se poria numa sociedade que seguisse a Minha Lei e os Meus mandamentos, o que não seria mais que o Decálogo. Nenhum tempo viu uma tão grande dimensão no pecado colectivo e na devassidão generalizada; não vos espanteis com a vastidão de problemas a que tereis de fazer face.

Eu te abençoo por teres recebido as Minhas palavras com amor e fé. Agora vai.

Jesus Cristo

6 de Julho de 1999 - Descrédito da Eucaristia e da Ressurreição. Fé e Coração

Tu sabes que o meu tempo se aproxima, e Eu fico cada vez mais próximo dos Meus zelosos servidores. Não vos admireis por este sentimento de proximidade, de intimidade que sentis neste tempo, pois eu volto verdadeiramente, para morar convosco e habitar nos vossos corações: o Meu Sagrado Coração espera-vos a todos, vinde a Mim todos vós que tendes sede, vós sereis saciados!

A Minha Presença vai intensificar-se mais para aqueles que Me amam e Me servem a fim de que com as vossas imperfeições, apesar de tudo, sejais capazes de Me reflectirdes para os vossos irmãos, é a Minha graça que fará isso.

Escuta com o teu coração e escreve o que Eu quero dizer a todos os que Me amam e querem viver segundo a Minha Palavra. Sede vigilantes pois doravante, é chegado o tempo em que o Usurpador vai mostrar-se com o rosto descoberto, se assim posso dizer! Ele tomou rosto humano e vai desmascarar-se aos olhos daqueles que receberam a graça do discernimento dos espíritos. Os outros "ficarão deslumbrados"! Eis uma expressão que está verdadeiramente de acordo com o assunto! Muitos acreditarão nele pois ele lhes dirá o que eles querem ouvir, a justificação das suas condutas desequilibradas, mas isso acontecerá apenas para melhor os enganar. Sendo assim Eu previno os que amo e que Me amam sinceramente, segui sempre a Minha voz, a Minha santa palavra e as recomendações e a pedagogia do Meu bem-amado Papa. Nos tempos que se aproximam, apenas ele guardará a ortodoxia da Minha religião católica. Não vos deixeis desencaminhar pelo astuto que, dentro em breve, vai seduzir grandes multidões com palavras perniciosas. Acreditai no que vos ensino e tende apenas confiança nos Meus santos sacerdotes que podeis reconhecer pela sua bondade, pela sua vida de oração (os outros já não rezam) e pela sua humildade. Posso dizer desde já que se trata claramente de uma personagem religiosa da hierarquia da Minha Igreja. Que sofrimento o desta dor pela traição reforçada de duplicidade! Sim, Eu sofro mas vencerei à vista do mundo o Meu adversário. Podeis suspeitar de que ele é já um adversário obstinado de Minha Santa Mãe, aquela que lhe deve esmagar a cabeça! Entretanto não percais tempo a odiar este personagem mas passai-o a adorar-Me. Assim nós desmascará-lo-emos mais depressa. De qualquer forma a sua alegria e o seu júbilo por Me ter afastado serão tais que não lhe será fácil desempenhar o seu papel! Ele começará, a pretexto de recentes descobertas, por negar o Meu nascimento divino, portanto a virgindade de Maria, Minha Mãe, mas isso não é novo; ele atirar-se-á depois, e é o ponto mais importante, a rebaixar a Eucaristia ao nível de uma refeição fraterna; argumentando com o facto de que a Santa Ceia é uma tradição judaica que Eu não fiz mais que perpetuar. Mas, mais uma vez, isso já é dito por alguns cépticos! O ponto mais essencial que satanás quererá negar, é a Ressurreição, ponto de partida da vossa redenção. O Cristo é Salvador pela Ressurreição. Destruir esta fé, é introduzir a dúvida voluntária na alma humana. Não vos deixeis cegar por nenhum argumento. Eu sou efectivamente a Ressurreição e a Vida. E nenhuma seita duvidosa pode pôr isso em questão, salvo aos olhos dos ignorantes! E é na verdade o que são a Maior parte dos vossos contemporâneos, mesmo aqueles que se proclamam Meus fiéis, estando a sua inteligência totalmente obscurecida pelos fumos que satanás derrama em torrentes há anos no vosso mundo. Pobre Terra, mas que glória e que alegria quando tivermos vencido!

A descoberta de que te falo e que será pretexto para negar a Minha ressurreição, são pura e simplesmente ossadas que Me serão atribuídas. Sim, dirão ter encontrado o Meu Corpo que alguns discípulos ocultos teriam dissimulado depois da Minha morte. Isso faz-te lembrar alguma coisa? Sim, um livro escrito a partir de viagens astrais, que podem ser muito reais, o problema não está aí. Mas satanás tem o poder de agir também sobre o vosso psiquismo e pode enganar pessoas, por demais, sinceras. A Verdade, confirmada pelas visões extáticas de muitos santos, é que Eu ressuscitei e apareci várias vezes a Minha Mãe, aos apóstolos e aos discípulos, e depois que subi para o "Céu" a quando da Ascensão. Estas são verdades imutáveis.

Quererão fazer de Mim um grande mestre da época, estritamente humano e bastante genial para fazer coincidir a Minha vida e o seu desenrolar com as expectativas messiânicas de algumas seitas judaicas da época. Não vos espanteis, restabelecei a Verdade, logo que tiverdes ocasião para isso, pensai com amor em Mim que sofro tanto por causa dessas mentiras que perderão alguns e continuai a trabalhar para Mim e Comigo com Alegria. A Minha Paz estará convosco. Sofrereis (moralmente) mais pelas calúnias que se dirão contra Mim que as da vossa família e ambiente social contra vós. Isto porque Me amais. Apoiar-vos-ei com a Minha paciência e com a Minha Paz. Não temais!

Escreve: a resposta ao nosso pedido de documentação junto de M.[…] não poderá demorar muito mais, não vos impacienteis e acima de tudo não deixeis a dúvida instalar-se. Sou verdadeiramente Eu, o Cristo-Jesus que vos falo assim há quase dois meses e Eu não poderia trair as vossas expectativas e mentir-vos. Tudo o que Eu disse cumprir-se-á, a tempo e horas.

Aproveitemos o facto de termos tempo para avançar no meu ensinamento. Escreve isto:

A fé é a virtude teologal mais essencial para quem Me quiser seguir. É por isso que Eu peço muitas vezes actos de fé aos Meus fiéis. O acto de fé é a concretização da fé, é a acção que torna visível a fé. Pode-se dizer "Ó, eu creio" mas sem actos de fé isso pode não passar de palavras ao vento. Ora, Eu quero segurar-vos na realidade da fé. O primeiro acto de fé é a oração: acreditar que Eu estou atento quando Me falais e que respondo sempre, embora no Meu tempo, que não é o vosso. É por meio da oração que Eu Me dou a conhecer ao vosso coração e que vós podeis entrar no Meu Sagrado Coração. É deste diálogo íntimo e real que nasce a intimidade que Eu espero viver convosco, no coração da vossa realidade física assim como na vossa vida da alma. Não para separar mas para insistir no lado concreto da Minha presença.

O acto de fé adquire determinados gestos concretos mas é antes de tudo um empenhamento de toda a vossa pessoa em seguir-Me. A fé torna-vos discípulos do Meu amor na eternidade. Isso ultrapassa a vossa compreensão humana! Percebereis a vastidão do que vos digo quando Eu vos tiver acolhido junto de Mim. Quando tendes fé, tendes tudo e é uma graça que vos dou e que podeis pedir. A fé é a certeza do Meu Amor por vós, não poderíeis extraviar-vos durante muito tempo! A fé é também a confiança absoluta no vosso criador: Eu tomo conta de vós.

Compreendei que o "Céu" e a Terra estão verdadeiramente em constante comunicação e que a sua separação é apenas uma consequência do pecado. Tudo o que fizerdes na Terra deve ser feito em função do "Céu" É o que santa Teresa de Lisieux sublinhava ao dizer "que todas as nossas obras sejam para a vida eterna".

O "Céu" não está longe de vós.

O "Céu" que muitas vezes vós situais no exterior é de facto sobretudo qualquer coisa de interior que toca a alma. A vossa visão estritamente binária do Universo impede-vos de compreender a realidade do Cosmos e o lugar que vós ocupais nele. O Meu Reino transcende a divisão Terra-"céu", Eu disse "o Meu Reino não é deste mundo" e aos Meus discípulos "sede no mundo sem ser do mundo". Quer dizer que pela fé em Mim, podeis viver já na Terra o Meu Reino, a fé faz-vos ultrapassar as barreiras da matéria para fazer descer já o Meu Reino à Terra, pela vossa vida voltada para Mim ao acolherdes-Me no vosso coração (nele viveis no Meu Sagrado Coração[Reino]) na Terra como no "céu". E o que se chama religião não é mais que a expressão desta ligação e desta crença. É por isso que Eu posso afirmar que só a religião católica é fiel à Minha visão do mundo, à Minha vida e à Minha palavra. Falo, certamente, da verdadeira religião católica, a que não está pervertida pela seita franco-maçónica, a que vive do sopro do Meu Espírito. Eu espero de todos os que Me amam esta conversão do coração à Minha presença e portanto a uma vida baseada nos Sacramentos que Eu instituí e que, na sua integralidade e integridade, só se encontram na Igreja católica. O ecumenismo deve ser Unidade na Verdade da Fé, não uma espécie de papa insípida em que cada crença participa! Eu chamo-vos à unidade, atrás de Mim e de Minha Santa Mãe que sempre vos conduz a Mim. Ela é a Minha mais fiel embaixatriz!

O Coração de Jesus deve ser o centro da vossa Fé. Nele, encontrareis tudo o que precisais e toda a certeza de serdes amados por Deus como filhos do seu Coração. Deixai-vos tocar por este Amor que quer curar-vos e elevar-vos à vossa verdadeira posição de filhos de Deus. As Minhas palavras dirigem-se sempre ao coração de cada um, isto é à sua alma. É por isso que Eu digo muitas vezes "que aquele que tem ouvidos ouça"! A compreensão do que Eu sou ultrapassa a vossa capacidade intelectual e material, trata-se de inteligência espiritual, a do coração, a da alma, a do homem na sua dimensão de ser, saído do Coração do Pai. A vossa vida terrestre é essencial para a vida da vossa alma, não deixeis passar esta vida em fúteis suposições e vãs preocupações. Trabalhai antes pela eternidade na graça da fé em Mim que vo-la dou a partir do momento em que a desejeis e que a ela dediqueis a vossa vontade.

"Aquele que vive em Mim terá a vida eterna".

Amen.

Jesus Cristo

7 de Julho de 1999 - A Alegria

[…] Escreve agora isto: a alegria é a fonte do vosso desenvolvimento, a Minha alegria é a fonte de água viva que faz resplandecer os vossos corações e vos faz aproximar de Mim. A Minha Alegria que provém da Fé, é esta certeza no fundo de vós de serdes amados tal como sois. A vossa verdadeira alegria é a de vos desenvolverdes servindo-Me cada um no lugar que preparei para vós. As capacidades que exerceis na vossa vida são muitas vezes as que Eu vos dei a fim de Me servirdes.

Sempre gostaste de escrever, encheste páginas e páginas de cadernos já desde a tua juventude (diário íntimo) e percebes, não que Eu utilizo esse talento, mas sim que Eu to dei pensando no dia em que tu compreendesses que Eu esperava de ti que Me servisses assim.

A Alegria encontrá-la-eis na exaltação da acção cumprida por Mim, porque Eu vo-lo pedi. Já leste nas mensagens a "Françoise" que todas as acções, mesmo conduzidas em Meu Nome mas que Eu próprio não pedi, são vãs. Eu lembro-vos o primeiro mandamento: Ama o teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com toda a tua força. E quando vós Me amais, Eu posso glorificar-Me através de vós pedindo-vos para Me servirdes, na missão que vos destino e para a qual vos criei. Aí está a vossa alegria.

Jesus Cristo

8 de Julho de 1999 - Como Evangelizar. Acção diabólica. Mistérios de Deus

[…] Amo-vos tanto que ainda retardo o momento do Meu regresso em Glória pois Eu quero utilizar este lapso de tempo para converter mais e mais corações um pouco mais lentos a abrir-se à Minha graça. Que cada um realize, pela sua vida, a obra do Céu que é a de fazer chegar almas até Mim: tocai os vossos próximos pela vossa vida e, quando eles estiverem prontos, pelas Minhas palavras. Convencereis, não por meio de grandes discursos mas ao deixardes transparecer nas vossas palavras o vosso entusiasmo, que é amor de Deus e certeza profunda, inabalável do Seu Amor por vós e por cada um dos vossos irmãos. O que toca o vosso interlocutor, é descobrir as vigorosas paixões que vos fazem viver na vossa relação com Deus. A vossa alegria de viver que espanta, é o vosso amor por Mim, Jesus e por Meu Pai na Trindade que vo-la ocasiona. Dizei isso. Comunicai com um sorriso, simplesmente, o sopro do Meu Espírito que vos é dado pela vossa fé. Convidai os vossos amigos a vir convosco aos lugares que vós sabeis serem santificados pela Minha presença, fazei-os descobrir a missa celebrada com o coração, como ela o pode ser em todas as novas comunidades. É essa a forma de evangelização que Eu proponho a cada um daqueles que se dizem Meus, nada de complicado mas que graças Eu posso comunicar nesse momento!

O Meu Espírito impregna a Terra com a Sua presença cada vez mais forte e, ao mesmo tempo, mais leve: subtil, pois passa pela mais pequena brecha aberta, mesmo nos corações mais endurecidos. Toda a gente amou pelo menos uma vez na vida, senão não teria podido sobreviver. A energia que vos mantém, é o amor. E toda a procura de contactos amorosos febris da juventude e aliás também dos menos jovens, não são mais que a procura desesperada do Amor de Deus que todos eles sentiram na sua alma, pelo menos no momento da sua incarnação, se, para alguns, não foi muito antes. É um mistério do "Céu" de que te falarei mais tarde.

Tende compaixão de todos esses seres, pois longe de estarem verdadeiramente longe de Mim, eles estão à procura; por certo que se enganam, mas o seu coração é, muitas vezes, puro, mesmo se eles mancham o seu corpo pelo uso desenfreado e desviado do dom da sexualidade que vos concedi. A sua conversão pode ser mais fácil e fulgurante que no caso dos puritanos rígidos e egóticos de coração fechado. Mas sou Eu que julgo o amor, vós não conheceis o coração de cada um. Apenas Meu pai e Eu sondamos os corações; sendo assim dai a Minha palavra logo que vos for possível àqueles que prestarem atenção aos vossos propósitos. Nunca convencereis aquele que não quer ser convencido, é por isso que Eu digo: "não deiteis pérolas a porcos"!

[Não deixes o teu espírito divagar assim, antes escuta-Me! Obrigado]

Escuta e escreve o que o Espírito tem a dizer, não às Igrejas como o escrevia são João sob ditado, mas aos corações abertos: muitas vezes, no vosso difícil mundo, um coração aberto é um coração ferido, é a ferida que permite ao coração ser tocado e esperar a cura. E a cura deste género de ferida de amor, só Jesus que sou Eu pode dá-la com uma superabundância de graças pois "onde o pecado abunda, a graça é superabundante"! É assim o Coração de Deus, infinitamente Misericordioso e incrivelmente atento às vossas necessidades. Há pouco no jardim perguntavas a ti mesma porque é que o homem já não tem consciência de tudo isso, como é que ele pode aceitar viver, por vezes, separado da própria ideia de Deus. Foi satanás que introduziu esta divisão, pois no seu pavoroso orgulho, não suportou que os homens pudessem ser Maiores que ele, um anjo supremo. Ele conhece o destino do homem no Coração de Deus e faz tudo para impedir a sua realização. À força de turvar, de obscurecer a inteligência, de dividir, de negar, ele acabou por conseguir, pelo menos em parte, tornar os homens totalmente ignorantes do seu Deus e do seu destino glorioso no Reino. Aliás nunca pareceu tanto ele ter ganho como no vosso tempo e é por isso que ele vai tentar o seu último grande "golpe", de tão envolvido no seu orgulho e na sua cegueira egoica, ele não se dá conta de todos os lares de luz que iluminam o mundo na sua escuridão. A obscuridade nunca será total, e dos lares de luz espalhar-se-á a claridade de uma nova aurora, de um mundo novo de onde o mal será expulso.

É a esta cruzada que vos convido. Cruzada em nome do Amor de Deus, exército comandado por são Miguel e ajudado pelos Meus anjos; cruzada num espírito de conversão dos corações, (não é de inquisição que se trata!) e não de ódio pelo inimigo. Em cada adversário da Minha Luz esconde-se um demónio que, expulso, pode deixar o homem livre para escolher Deus, ou seguir o seu demónio; a Minha Luz desmascará-los-á, cegá-los-á, expulsá-los-á a todos esses sequazes de satanás. Nunca mais o mal reinará com tanta arrogância como hoje. A seita será esmagada para nunca mais ressurgir. Mas então os homens guardarão o seu livre-arbítrio, que é a marca do imenso amor de Meu Pai, vosso criador, e o mal poderá ainda ser escolhido por alguns. Mas a vastidão do desastre e o embargo de satanás sobre este século nunca mais acontecerão. Protegerei os Meus filhos, deixarei viver os outros, mas eles não Me seguirão no Meu Reino na hora da sua morte. Só os amorosos e os fiéis do Meu Sagrado Coração e do Coração imaculado de Minha Mãe poderão seguir-Me e habitar Comigo o Reino de Glória de Meu Pai, aquilo que vós chamais "Céu". Quando contemplais o céu estrelado, contemplais o cosmos, criação divina; quando Me contemplais em vós mesmos, contemplais o Reino de Deus, o "céu". E se usais a mesma palavra, é porque são duas noções complementares e unidas embora vós não possais compreender como. Mais um mistério do Amor de Deus Pai, criador do céu e do universo; mistério que nunca abraçareis totalmente salvo ao abraçardes o Coração do próprio Deus, que é o vosso destino final e magnifico, se é que se pode falar de finalidade perante o infinito da Eternidade! Alegrai-vos por este sublime destino e trabalhai para o tornar possível pela vossa vida terrestre vivida Comigo, por Mim, e pelos vossos irmãos. Fazer conhecer aos vossos irmãos o Dom de Deus, que tarefa mais nobre?! Preparai-vos para o Reino trabalhando na Terra conforme o que Eu peço a cada um, segundo a tonalidade da sua alma e da sua vontade.

Houve um tempo, na Terra que vos abriga, em que o homem vivia directamente do sopro de Deus e em que ele conhecia os segredos do cosmos e os do Reino. A sua respiração era o Amor por Deus e o seu regresso ao Pai, enriquecido pela sua experiência terrestre do amor à escala humana segundo o barómetro divino, parecia-lhe o mais delicioso dos futuros. E depois satanás falsificou perniciosamente todas estas verdades para fazer esquecer ao homem, até a sua origem divina. Ele não só ocultou o objectivo mas também a origem do homem, em Deus. E o homem afastou-se até se crer esquecido. Mas alguns guardavam nos seus corações a esperança da Minha vinda. E acreditaram logo que Me viram. Eu venci a morte, e venci satanás, libertei as almas dos infernos onde ele as tinha cativas pela sua ignorância da Minha Glória de Filho de Deus.

E depois, neste século que está a acabar, os demónios foram soltos em legiões inteiras na vossa Terra a fim de destruir o que a Minha vida e a Minha morte seguidas da Minha ressurreição tinham salvo. E de novo, quase todos se deixaram arrastar para o medo, para o nada, para o abismo do inferno de satanás. É por isso que vos digo que no Meu amor pela humanidade Eu venho novamente restabelecer a Verdade, restituir-vos Deus e o Reino celeste que, pela vossa cegueira e indolência, quase estivestes a perder.

No Seu grande Amor, Deus vem novamente salvar-vos: no seu amor, Ele criou-vos livres de o amardes ou de o recusardes, é por isso que Ele Me envia outra vez para vos salvar do mal, sem vos tirar essa liberdade, que, posta ao serviço de Deus, vos fará realizar o vosso destino glorioso do Regresso ao seio do Pai. E foi também em toda a liberdade, por vossa vontade que fizestes o mal manifestar-se tão concretamente, será pois da mesma forma que o expulsareis, aplicando todo o vosso amor e toda a vossa vontade em Mim, a amar-Nos Pai, filho e Espírito Santo na eternidade.

No entanto, não demoreis mais a escolher, pois a Nossa paciência é destruída pela quantidade dos vossos pecados, e o Nosso Coração sofre por vos ver perder por ignorância e por orgulho. Estamos cansados da vossa torpeza e dos vossos pecados perante o Nosso Trono de Glória e o braço do Pai vai cair para permitir a Justiça do Filho iluminada pelos dons do Espírito Santo. Sim, a Trindade que Nós somos está cansada e aborrecida por ver tantas almas perder-se definitivamente pela recusa do Amor, pelas manipulações de satanás.

A hora do Julgamento não está agora longe. Este julgamento é tão decisivo para vós e para o vosso mundo que enviei os Meus mensageiros advertir e alertar, converter e reconduzir, isto antes da Minha vinda e do Meu Reino na Glória; no qual todos aqueles que não estão Comigo estão contra Mim e em que eu os destruirei com a Minha Luz pois ela será sofrimento para as suas almas e queimadura para os seus corações que Me odeiam. Os Meus fiéis cairão em êxtase perante a Minha Face, perante esta mesma Luz.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

10 de Julho de 1999 - Guerra em França. Via Política. Degradação Social

[…] Eu queria simplesmente acrescentar: que Me trateis por tu ou por você pouco Me importa desde que guardeis respeito e confiança para poderdes dizer-Me tudo. O mais importante é a crescente intimidade que sentis Comigo. Aí está para as vossas pequenas perguntas!

Agora, escutai o que vos quero dizer: não vos espanteis por achardes fúteis a Maior parte das distracções oferecidas pela vossa sociedade pois, Eu disse-vo-lo, separo-vos cada vez mais deste mundo, para vos formar no Meu Reino. Mas, como faço isso com doçura, só lentamente vos dais conta disso. É Minha pedagogia o conduzir-vos àquilo que Eu quero por vossa própria vontade (isso torna-se possível pelo dom da vossa própria vontade ao Meu Coração) não a fim de vos enganar mas para que adirais de todo o vosso coração.

"Como um vaso de argila, o Teu amor nos dá forma" esta frase de um cântico que tu conheces bem, ilustra o que acabo de dizer-te, modelo-vos a fim de vos tornar cada vez mais semelhantes a Mim. E quanto mais pequenos e "nulos" vos sentirdes, mais próximos, efectivamente, estareis de Mim. Sozinhos, de pouco sois capazes, Comigo sois capazes de derrubar o Meu adversário. O combate já começou nos vossos corações pela conversão a que chamo cada um; ele continuará contra os Meus inimigos pela via que Eu escolhi que é uma via "política". Eu coloco-Me assim no mesmo terreno que o Meu adversário elevando consideravelmente o debate!

Embora absolutamente ninguém o queira acreditar, haverá efectivamente uma guerra em França… Eu sei, tu não gostas nada deste assunto mas devo falar nele outra vez para vos preparar. Eu proteger-vos-ei, não tereis nada a temer. Será uma guerra sangrenta mas muito curta que deixará surpreendidos os sobreviventes. Séculos mais tarde, perguntar-se-á ainda como é que ela pode ter começado e sobretudo porquê! Um vento de loucura, loucura de satanás vai soprar para atiçar todos os conflitos actualmente em estado de latência. E vós sabeis que há muitos. Notai bem que tudo é feito para multiplicar os pontos de discórdia, nomeadamente ao nível da política social. Como se uma vontade procurasse sistematicamente agravar a situação e baralhar cada vez mais as cartas, a fim de jogar de for a. Falo de satanás e dos seus sequazes. Como se fosse de outra maneira, ele sabe bem que perderá perante Mim, enquanto espera ele procura fazer perder o Maior número possível de almas, que foi o seu principal objectivo desde a sua orgulhosa rebelião.

Não é apenas satanás que se agita, também o Meu Espírito sopra, o que faz com que os vossos contemporâneos se encontrem de alguma forma apanhados entre dois fogos(!): a pureza e a mácula, a exigência e o desregramento, face ao absoluto e ao nada que, tanto um como o outro, lhes parecem inquietantes. Está na altura de lhes lembrar o Meu Amor, a Minha Misericórdia e a Minha Bondade. Está na altura de eles abrirem os olhos e verem as acções do adversário das suas vidas, os seus estratagemas de divisão sistemática; e no entanto conheceis o adágio: "dividir para melhor reinar" que é o seu apanágio. O Meu próprio discurso diz: "Unir para fazer com que chegue o Meu Reino de Glória e de Paz ". Verificai a diferença… e escolhei o vosso "campo".

A guerra precede a Justiça pois o sopro que prepara a Minha vinda exacerba as oposições, da mesma maneira que a Minha Luz desmascara o mal desalojando-o. Digamos que a Minha Luz irrita as trevas que tentam fazer crescer a sua influência. Daí uma espécie de escalada inevitável que precipitará os conflitos, mas também as decisões e as escolhas. É por isso que Eu te tenho dito muitas vezes que as escolhas se vão radicalizar e que vai ser preciso ser por ou contra Mim, unido ou separado. Entendamo-nos bem, é a enlouquecedora imensidão do pecado que está na origem desta escalada e não a Minha Luz! É quando a luz ilumina o mal que ele se enraivece e multiplica, salvo ao pedir perdão, o que é sempre possível porque Eu vos acolho. E é sempre satanás que está interessado nesta guerra que poderia fazer duvidar muitos cristãos, acerca da Minha presença e das Minhas promessas, é por isso que Eu desde já explico a infernal parte escondida do que será um pesadelo, de curta duração, Eu vo-lo digo de novo. Os Meus fiéis serão protegidos por Mim e pelos Meus anjos, ter-vos-ei posto em segurança antes que isso comece, e esta crise não vos tocará pois o vosso coração está no Meu. Não será ainda a cruzada contra o mal para a qual vos convido, com outros, efectivamente com todos aqueles que Me amam e Me são fiéis no seu coração. Em compensação esta crise dará o respectivo sinal de partida. Muitos serão intensamente abalados e, na expectativa de uma resposta à sua questão existencial, escutar-vos-ão, converter-se-ão e juntar-se-ão a vós: eles serão salvos. E quando tudo isso estiver feito, quando, de uma maneira ou de outra, cada um tiver podido ser tocado pela Minha Mensagem, será a hora da Minha Justiça e do Meu Regresso à Terra. Em seguida, poderá começar o estabelecimento da Minha Lei e da Minha Paz. Tudo isto será feito em pouco tempo em comparação com a história, que vê desfilar os séculos como um dia. Pouco tempo, é uma vida humana bem preenchida: tu não pensavas trabalhar três meses?! Em compensação o começo das degradações sociais será realmente (quero Eu dizer, em tempo terrestre humano) para o início do próximo ano; com efeito isso coincidirá com a abertura do ano jubilar, mesmo que os efeitos não se façam sentir no imediato. Mas não vos preocupeis demasiado com tudo isso, pois Eu vos guiarei.

Jesus Cristo

11 de Julho de 1999 - O Sagrado Coração e os nossos corações

[…] Tenho outros mensageiros por todo o mundo, e cada um recebeu uma missão específica com a mesma graça do dom da escrita: Eu falo todas as línguas! E como todo o carisma, este deve um dia ser posto ao serviço da comunidade, pois a Minha Luz não deve ser escondida sob o alqueire, mas brilhar para todos.

Ontem tu pediste-Me para te explicar o que é o Meu Sagrado Coração, e o que é que isso representava. Quando falo do Meu Coração, deveis compreender que se trata da fonte do Amor que impregna o universo. É deste centro que partem os raios que representam as ondas de Amor puro, e é ao colocardes-vos no diapasão das vibrações destas ondas que subis até à fonte, até ao Meu Coração. Não se trata apenas do Meu Coração "físico" mas de uma realidade mística que não podeis compreender totalmente. O mesmo se passa em relação ao Coração Imaculado de Maria. Os Nossos dois Corações unidos reflectem a grandeza do Amor do Pai. Maria é a dispensadora dos dons, sem ser a sua fonte que é o Espírito Santo; e Eu sou a fonte do Amor que vos permite a abertura de coração, no contacto e em resposta ao Amor, a fim de os receber. Todas estas realidades se desenvolvem geralmente for a do alcance da vossa consciência demasiado "Terra à Terra"! Mas, o vosso coração no Meu, quer dizer, ligado à fonte do Amor, pode compreender tudo isto sem dificuldade. Estas realidades percebem-se essencialmente na "experiência mística", o encontro da vossa alma Comigo, sob a acção do Meu Espírito. Eu venho a vós: Eu "desço" e vós aproximais-vos de Mim: a vossa alma ou coração junta-se assim a Mim. Tu não compreendes bem a diferença entre a alma e o coração, é natural, ela não existe! O Meu coração é também a Minha alma, a Minha personalidade de ser saído do Pai, mas Eu prefiro falar do "coração" pois vós ouvis imediatamente o Amor. Para a Alma que vive em Mim, o Amor é a sua única realidade, é também por isso que Eu prefiro dizer que Me dirijo ao coração, que é também ele a fonte do amor de que vós sois capazes: experiência que sozinha impregna a vossa alma e da qual vos serão pedidas contas. Compreendes que neste caso, o coração não tem nada a ver, ou pouco, pois há certamente uma ligação com o coração orgânico. Na verdade eles não estão muito afastados um do outro, em todo o caso não o deveriam estar. Mas nunca nada é separado da alma e do corpo, sabe-lo bem, tu que gostas dos jogos de palavras lacanianos! A psicologia aproximou-se assim de uma realidade sem ir até ao fim do raciocínio, isto é: Eu!! Imaginai um pouco (é verdadeiramente esquemático!) o Meu Coração como um satélite que retransmitisse as Emissões do Amor do Pai para os receptores que são os vossos corações! Todavia é preciso ligar os vossos corações ao satélite para que as comunicações sejam estabelecidas! Além disso, os vossos corações são também emissores que podem enviar emissões ao Pai via satélite (o Meu Coração). Tudo isto funcionava maravilhosamente antes da rebelião de satanás que vos arrastou por duplicidade com ele, e esta relação será restabelecida para sua derrota e vossa libertação da sua dominação.

Numa só página de jornal pudeste constatar que aquilo que ontem te expliquei sobre a exacerbação dos conflitos era bem real: Teerão, Congo, sem documentos, todos começam a perturbar a ordem, o que, conforme o caso, pode ser positivo ou negativo, sendo muitas vezes a ordem estabelecida conforme às leis do Meu adversário e não às minhas; sem falar de Cachemira, do Kosovo, do Sudão, do Afeganistão, do Zaire, das Repúblicas das bananas, etc.!!! Com efeito, a paz não existe em lado nenhum da Terra pois ela só pode vir de Mim, a paz do vosso coração, que apaziguaria as tensões sociais e políticas ao fazer-vos renascer como irmãos do mesmo Pai […]

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

12 de Julho de 1999 - A Vontade em Deus

[…] Quero agora falar-te de uma noção que muitas vezes esqueceis e que é bom que Eu lembre outra vez. Vós dispondes do livre-arbítrio, dom do Pai, segundo a vossa vontade. Ao confiardes-Me a vossa vontade, ficais certos de fazer boas escolhas, em toda a liberdade, e seguindo os Meus planos (a Minha vontade). Assim, a verdadeira liberdade de filhos de Deus, é a de corresponderdes àquilo porque fostes criados, não se trata de modo nenhum de determinismo mas de destino. O destino deixa a liberdade conformar-se para sua felicidade e salvação ou de a recusar… Exercei pois o dom da liberdade inteligentemente compreendendo que o autor das vossas vidas (Deus) vos conhece infinitamente melhor que vós próprios e que se Ele vos propõe um caminho é sempre o melhor para vós próprios e para Ele. Mas deveríeis parar de pensar que podeis ter a mais pequena existência for a de Deus: se Ele retirar o seu sopro, vós deixareis de ser. Portanto só poderíeis estar no Seu caminho ou no do adversário, não há meia medida, precisamente a vossa liberdade. Ora o Seu caminho, é o Meu Coração pois Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. É também por isso que vos exorto à conversão do coração.

"A Verdade torna-vos livres", livres de escolher entre o bem e o mal, com a condição de abrirdes os olhos para as realidades do vosso mundo coberto de trevas no mais alto grau.

Jesus Cristo

19 de Julho de 1999 - Profecia. Fé - Razão - Oração - Silêncio

[…] Quando chegar o momento dir-te-ei a quem te dirigires para um discernimento e sobretudo para que este carisma esteja ao serviço da Igreja. Sabes bem que se Eu te alimento através deste dom que te concedo vindo falar contigo em espírito para que tu escrevas, quero também alimentar com as Minhas Palavras o Meu povo faminto. Tudo isto será feito a seu tempo.

Assim como respondi aos fariseus citando-lhes os textos, também vós podeis compreender lendo a Bíblia — que é a história do povo de Deus — que o que vos parece novo, o dom da escrita, está na verdade presente desde o Antigo Testamento, e ainda com são João Evangelista e mais perto de vós alguns santos e santas, conhecidos ou desconhecidos. Deus sempre se dirigiu ao seu povo através dos Seus mensageiros e Deus educa as almas pela Sua presença, ainda hoje, e talvez mais que nunca a julgar pelo estado catastrófico do vosso mundo. Uma lei infame acaba de ser votada outra vez para atrasar a idade legal do direito ao crime. Falo-te do aborto. E esta nova infracção faz sangrar o Meu Coração que tanto sofre já por vós e para vós.

"Quanto tempo ainda vos suportarei Eu, raça de víboras?" o que Eu dizia à 2000 anos é ainda hoje verdadeiro, a raça de satanás enroscou-se por toda a parte, até debaixo do trono do Meu Papa. A serpente espera a sua hora para levantar a cabeça: terá ela esquecido o calcanhar de Minha Santa Mãe que deve esmagar-lha? Não, mas espera ainda fazer a sua obra, a sua colheita de almas perdidas e errantes, a destruição da humanidade. Não se esconderá durante muito mais tempo agora. Mostrar-vo-lo-ei e não vos desencaminhareis por causa da sua sedução. Seduzirá as multidões, ávidas de encontrar Deus, mas querendo ouvir o que as conforte nos seus erros e no seu desregramento. O Amor que tenho por vós é mais exigente! Quero elevar-vos até Mim e não pretender baixar-Me à vossa simples humanidade negando a Minha Divindade, para contentar o vosso ego e aliviar os vossos medos mantendo a vossa indolência e os vossos pecados.

"Vinde a Mim, todos os que tendes sede", "Eu sou a Fonte de Água Viva", "o que beber da água que Eu lhe dou nunca mais terá sede", todas estas palavras que Eu disse são mais que nunca actuais, não vos espanteis pois pelos numerosos carismas que Eu dou para vos ajudar.

Deveríeis ler a encíclica do Meu Papa, Fides et Ratio, ela esclarecer-vos-ia sobre muitos pontos. Se a razão estivesse ao serviço do homem e não o inverso, veríeis que fé e razão não são opostas, mas que elas devem esclarecer-se mutuamente.

Não te deixes afastar de Mim por mil pensamentos selvagens no teu espírito, fica em silêncio para Me escutares e me compreenderes melhor. Eu sei, faz-te falta uma vida mais regular de oração e de missa mantida por outros; é demasiado difícil estar sozinho no vosso mundo, então retomai o hábito de rezardes ambos, como já vo-lo pedi, esperando condições mais fáceis. A oração mantém o vosso desejo de Deus e a vossa fé. A oração permite-vos sentir a Minha presença e reconhecer-Me cada vez mais no fundo do vosso coração. A profundidade da oração atinge o silêncio em que Eu venho habitar em vós, como quando tu escreves.

Deixa-Me ensinar-te sem procurares saber o que vos espera em todos os detalhes; viver na providência, é abandonar-se à Minha Vontade, não prever. Eu disse-vos que vos guiarei no Meu caminho, isso significa que vos colocarei onde será bom que estejais no momento que Eu escolher. Mas antes disso, temos muito que fazer aqui, ainda, neste ano escolar que começa. Falei-te de um ano de formação para este ano. Sede pacientes. Tende confiança. Eu não deixo os Meus filhos em confusão. Deveis aproximar-vos mais de Mim, mais perto para estardes prontos Deveis abrir-Me o vosso coração ainda mais e deixar a Minha graça envolver-vos e guiar-vos. É bom para vós receber-Me na Eucaristia o Maior número possível de vezes pois Ela é o vosso alimento para as vossas almas. Eu sou o Pão da Vida, o verdadeiro Cordeiro. Quem come o Meu Corpo e bebe o Meu Sangue tem a vida eterna.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

20 de Julho de 1999 - A Presença constante de Jesus

Eu te abençoo, pequena alma, não fiques triste se tiveres a impressão de não conseguires vir até Mim. Eu venho até ti através deste dom que te concedi. Terás cada vez mais a graça de encontros espirituais Comigo, como em Murat ou em Aubazine. Regra geral, estais mais disponíveis para estes coração-a-coração nos lugares privilegiados, levados pela oração dos irmãos. E é natural.

Eu te abençoo pela transparência que procuras com sinceridade, perante Mim, não te furtes aos Meus olhares por temor, em vez disso procura-Me. Eu estou sempre perto de ti, mesmo que não tenhas consciência disso. É assim para cada um de vós.

Voltai os vossos olhos para a Minha Luz e as trevas não terão poder sobre a vossa alma. No mais sombrio do mundo vós estareis na alegria.

Procuro uma profunda intimidade de vida convosco, não Me rejeiteis, por medo de não serdes perfeitos. Sei que não sois perfeitos, mas é o vosso desejo e o vosso amor que Eu observo em vós. Os vossos defeitos, os vossos erros, os vossos pecados, dai-Mos e Eu queimà-los-ei no fogo do Meu Amor e sereis purificados, renovados, tereis "revestido o Cristo". É essa a vossa única armadura para o combate contra o mal que se aproxima.

Aí está, então não fujas mais pensando que estás na aridez se não Me sentes sempre. Eu estou presente, apesar de tudo, é a Minha constante presença que vos dou neste tempo. Faz o que fizeste, reafirma a tua pertença ao Cristo, contempla a Minha Santa Face e deixa-te olhar por Mim… e tu perceberás de novo a Minha presença. Tens o dom das lágrimas para te assegurares disso!

Eu te abençoo a ti que Me amas acima de tudo.

Jesus Cristo

21 de Julho de 1999 - Dá-Me o teu coração. Françoise: confraria de "Oração e Penitência"

Eu te abençoo. Vem, aproxima o teu coração do Meu a fim de Me contemplares. Sorri-Me para que eu fique feliz por ti. O sorriso que Me dais é a Minha alegria, alegria para Mim vosso Deus, e alegria da vossa alma perante a serenidade que vos causa a Minha Paz. Abandonai-vos sempre mais à Minha presença em vós, dai-Me os vossos corações a cada momento do vosso dia, a cada volta do vosso pensamento, a cada reflexo do vosso espírito no Meu. É isso a consagração ao Meu Coração que Eu vos peço a fim de serdes marcados pelo Meu Selo.

Ontem, fiz-vos ler uma passagem do Primeiro Livro dos Macabeus: Matatias e o seu partido, a guerra santa, etc. Quero sublinhar o paralelo entre a congregação dos Hassidim da época e esta arquiconfraria de "Oração e Penitência" que Eu desenvolvo pelo mundo graças a "Françoise", fiel mensageira do Meu Sagrado Coração. Sim, tereis ocasião de a encontrar um dia.

Os Hassidim, são os piedosos, os fiéis à Lei. Vós sereis os partidários, fiéis à Minha Lei de Amor que se apoia sobre a Lei mas está baseada no Coração a coração Comigo, Jesus Cristo. É por isso que Eu falo de cruzada contra o mal, já não está na altura de se deixar destruir pelas forças de satanás, mas sim de o combater com as Minhas próprias armas: o mal quando encontra a Minha Luz é reflectido sobre aquele que o envia e ele destrói-se a si próprio, é preciso ainda um exército para reflectir a Minha Luz. Trata-se de um combate em que, como para Matatias e os seus companheiros, o número é menos importante que a fé na vitória que vem do Céu.

Jesus Cristo

22 de Julho de 1999 - A pena de morte e os tribunais

Que quereis vós que Eu pense da pena de morte quando Eu próprio fui morto como um malfeitor, quando fui injustamente julgado e iniquamente condenado! Quando a justiça da vossa Terra for a Minha Justiça vós tereis também o direito de julgar se se pode matar um homem pelos seus crimes; mas então o mundo terá sido renovado e todas as abominações que vos servem para justificar este resto de barbárie e da lei de Talião, não existirão mais, portanto o caso não mais se tornará a reproduzir.

Compreendo perfeitamente que a emoção perante o horror, sobretudo quando são injuriadas e feridas a inocência e a infância, vos dê desejos de vingança, mas deixai-Me ser juiz desses homens, juiz do seu coração e dos seus actos. Se o sistema judiciário do vosso mundo fosse justo e sábio, fundado na Minha Lei de Amor, nunca vos teríeis outorgado o direito de dar a morte a quem quer que fosse. E se, com um estremecimento interior, Eu reprovo o aborto, compreendei que Eu não vos posso deixar livres de matar quem vós quiserdes, seja ele o mais abominável dos criminosos: não tendes o direito nem a sabedoria para isso. Que os guardem na prisão, nem no luxo, nem na miséria material e moral. De outra forma como quereis vós que Eu tenha a possibilidade de um dia tocar o seu coração? E que eles não saiam, a fim de proteger os vossos irmãos dos seus ataques. E deixai-Me ser juiz da verdadeira justiça, a do alto e a da Minha misericórdia, se um criminoso Me pedir perdão. Os outros, à noitinha da morte, escolherão o seu campo. Mas compreendei também que muitos criminosos são produto da vossa sociedade deicida e ignorante da ternura de Deus.

A Maior parte dos julgamentos conduzidos pelos vossos tribunais são mais iníquos uns que outros; também aqui satanás teceu a sua teia e perverteu o que deveria ser a expressão da sabedoria divina nos assuntos dos homens. E a quase totalidade do vosso sistema prisional é uma verdadeira escola do crime, em vez de servir para o culpado tomar consciência dos seus actos e de lhe permitir alcançar o perdão. Eu sei, Eu coloco alta a fasquia do ideal! Mas é assim no Céu, e Eu quero que esta Terra um dia seja um reflexo celeste e ilumine os mundos com a Minha Luz no cosmos inteiro.

Mas os homens sempre quiseram tirar poder e proveito da justiça, que se pense no simulacro do Meu julgamento perante Pilatos ou então nos tribunais revolucionários! Uma vez mais o digo, a Paz e a Justiça só podem vir de Mim.

Eu vos abençoo por terdes colocado a vossa vontade na Minha e de, antecipadamente, vos quererdes submeter aos Meus conselhos que serão futuras directivas para a organização dos governos dos povos que precisareis de formar Comigo no tempo da Minha Lei no vosso mundo e da Minha Luz nos corações dos Meus filhos. Amen.

Vinde sempre tantas vezes quanto possível receber-Me na Eucaristia, Eu sou o alimento da vossa alma, o Pão da Vida, o alimento dos vossos corações, a essência do vosso ser, a quinta-essência da humanidade, a divindade trina a quem deveis adoração e glória.

Benditos sejais na Minha Alegria.

Jesus Cristo e a Trindade Santa.

27 de Julho de 1999 - Tempo em que nada parece acontecer é tempo de interiorização e de fortalecer a Fé. Armadilha

[…] Não esqueçais que só Deus é Amor, o amor que na Terra vós podeis permutar provém do Meu Amor. Só Deus pode preencher o vosso desejo de serdes amados, o que depois torna a alma livre para reencontrar o amor humano de maneira equilibrada sendo capaz de dar amor em vez de estar na expectativa de o receber. Quando na relação cada um tem o desejo de dar amor ao outro porque o ama, então só assim estareis na alegria e na paz e Eu vos dou todo o Amor de que precisais para amar o outro. Pedi-Me o amor que precisardes para amardes o vosso cônjuge e estareis na harmonia ideal do casal espiritualmente fecundo para os seus irmãos e para a Igreja. Tal é a vocação no casamento.

Jeremias 7, 23-28

"A única coisa que lhes ordenei foi isto: Obedecei-Me e serei o vosso Deus, e vós sereis o Meu povo. Andai sempre no caminho que Eu vos indicar, para que sejais felizes. Eles, porém, não obedeceram nem deram ouvidos, e continuaram a proceder conforme a obstinação do seu coração perverso, E, em vez de se virarem para Mim, voltaram-Me as costas. Desde o dia em que os vossos antepassados saíram da Terra do Egipto até hoje, todos os dias enviei-vos sem cessar os Meus servos, os profetas. Mas eles não lhes obedeceram, nem Me deram ouvidos; pelo contrário, endureceram ainda mais a cerviz e tornaram-se piores que os seus antepassados. Transmitir-lhes-ás estas coisas, mas eles não te obedecerão; chamá-los-ás, mas eles não responderão. Então dir-lhes-ás: Esta é uma nação que nunca obedeceu a Iavé seu Deus nem aceita correcção. A sua fidelidade morreu: foi expulsa da sua boca."

Aí está, não vos apegueis ao passado; atirar-se para a frente, é também ouvir a Minha voz e Eu vos abençoo a vós que Me ledes e escutais e seguis as Minhas instruções com fé. Não temais, a vossa felicidade está nas Minhas mãos, junto do Meu Coração e não algures.

Este período de hesitação em que, como vós dizeis, nada parece "mexer-se", e que vos deixa esquisitos, sou Eu que o permito para melhor vos preparar para o período seguinte: Eu desligo a vossa alma de tudo o que não sou Eu, por isso o restante aborrece-vos. Isso faz parte da formação necessária para a vossa missão.

É necessário que estejais desprendidos do mundo pois quando começardes a "trabalhar" para Mim e Comigo não haverá mais tempo para olhar para trás e sentir pena.

Eu estou sempre convosco mesmo que não o sintais plenamente, não quero o vosso desânimo mas a vossa fé no que anunciei: não falo irreflectidamente, o que Eu digo, faço-o. Preciso da vossa fé em Mim.

Sentis este período como uma prova desencorajadora, mas não se trata disso, trata-se de temperar o vosso amor no fogo da Minha vontade, isto é de confirmar a vossa escolha em Me seguirdes. Nada tenho a fazer com os tíbios, Eu procuro servidores fieis e sólidos que não se desmoronem à mais pequena contrariedade ou ao mais pequeno atraso. Quem é mestre do tempo? Quem é o Rei da Glória, o Senhor do Céu e da Terra? Sou Eu, o Doce, o Justo, o Cordeiro Misericordioso, tende confiança no Meu Amor por vós, não duvideis.[…]

Eu sei que vós gostaríeis de estar já em acção, Comigo, sei da vossa vontade em Me obedecerdes no cuidado dos vossos irmãos e da vossa Terra, sei da vossa alma impaciente por estar junto de Mim, de trabalhar para Mim… e por isso Eu vos abençoo. Peço-vos ainda um pouco de paciência: o povo de Deus ficou quarenta anos, no deserto, vós suportareis bem alguns dias ainda a espera da hora que Meu Pai decidiu na Sua Divina Sabedoria. Tranquilizai-vos, os Meus Anjos estão tão impacientes como vós, e nem por isso louvam com menos ardor e fé. Não cedais ao abatimento que é a armadilha estendida pelo Meu adversário, voltai os vossos corações para Mim e a Paz estará por cima de vós e dentro de vós, com a alegria de agirdes segundo os desígnios de Deus vosso Pai e segundo o vosso temperamento.

São "férias" (não a simples ausência, como tendes a impressão disso) que, se Me procurardes, Me permitem mostrar-Me a vós ainda mais pois Eu estimulo assim a vossa sede da fonte de Água Viva. Nestes dias, procurai-Me mais no fundo de vós: são dias de interiorização para ir ao Meu encontro. […]

Jesus Cristo

30 de Julho de 1999 - A Alma vive antes de incarnar

Eu te abençoo pequena alma fiel ao Meu Coração, não vás para longe de Mim quando te sentires só, Eu estou presente. Tu sabes que Eu te amo loucamente como a cada alma que Eu criei para servir Deus e os seus irmãos.

Vós fostes todos criados para habitar a corte celeste do Rei da Glória, o seu Jardim divino, a Sua casa das Núpcias da Aliança. A Casa das Núpcias é o lugar onde a vossa alma Me encontra, a Maior parte das vezes na contemplação e na oração. É também o Meu Sagrado Coração oferecido por vós em Sacrifício Santo. Um dia levar-te-ei a visitar a Casa das Núpcias e compreenderás o que é "o banquete das núpcias do Cordeiro", quando desposo uma alma que acaba de deixar a Terra e que Me espera com um desejo ardente. É bastante difícil para vós conceptualizar esta vida da alma: imaginai-vos a vós próprios mas sem o corpo que vos prende à Terra. E a viagem que vós chamais morte não é tão desconhecida quanto isso para a vossa alma, ela lembra-se do caminho inverso e do mundo da alma antes de nascer. Sim, Eu estou a dizer que a alma, antes de incarnar na Terra, vive no mundo da alma e já faz experiências de amor, mas só a passagem na vossa Terra vos dá a ocasião de uma aprendizagem tão rica do amor e das relações alma a alma. As dificuldades ligadas ao corpo levam a alma a cada vez mais amor, a mais força de alma. É isso, na Terra vós podeis "forjar" a vossa alma e elevá-la ao nível do espírito em comunhão com o centro-fonte do Amor que é o Meu Sagrado Coração. Eu ajudo-vos e espero-vos enriquecidos pela vivência do amor dado, gratuito e sobretudo enriquecidos pela fé inabalável no Reino de Deus.

Sorri-Me, tu és a Minha Alegria, pequena alma, a Terra é triste e Eu amo a Alegria. Eu amo-te. Eu te abençoo por Me desejares tanto.

Jesus Cristo

3 de Agosto de 1999 - Os Anjos. Vinda Gloriosa de Jesus está iminente. O usurpador vai-se estabelecer por pouco tempo

Vem para ao pé de Mim, deixa o teu coração receber as Minhas palavras sem o receio de realizares mal ou de deformares os Meus propósitos. Deixa a tua alma abrir-se à Minha Presença e escreve o que hoje te quero dizer:

Viste como em pouco tempo comecei a tocar com as minhas mensagens várias pessoas do teu meio. E vou continuar assim durante algum tempo. A Minha Luz propagar-se-á pouco a pouco até ao extremo da Terra.

A tua irmã disse-te que […] ficou muito interessado nas mensagens, nomeadamente a de 18 de Junho que fotocopiaste para ela. […] estará perto da Minha Obra que este ano realizaremos, será um elo dela pois também é um ser feito para servir. Ele serviu fielmente a sua nação no exército segundo as suas convicções. As suas qualidades de organização serão preciosas e terá a Alegria de Me servir assim, na companhia de pessoas competentes e com o material adequado! Também Eu gosto da eficácia sob o impulso do Espírito Santo. A eficácia, a organização não prejudicam em nada a oração, a doçura evangélica, a vida em união Comigo. É um modo de gerir a matéria de uma maneira positiva. "Os pés na Terra e a cabeça no Céu" diria J.! E numa boa organização, prevê-se sempre um lugar para os imponderáveis… ou para a providência.

Aproxima-se a altura em que vou voltar na Glória a esta Terra e estou já a reunir o Meu rebanho que Me ajudará a conduzir o Meu povo sob o cajado do Pastor. Eu sou o Senhor da Terra. Sou Eu o Bom Pastor e ninguém pode arrogar-se desta prerrogativa. Se um outro se apresentar dizendo: eu sou o Cristo, não o escuteis. Reconhecer-Me-eis ao manifestar-Me na Minha Luz e o Espírito vos fará gritar "meu Senhor e meu Deus" e prostrar-vos-eis por Terra. Eu levantar-vos-ei e vos farei entrar Comigo na Glória.

O Meu Regresso é iminente e Eu preparo o Meu povo, chamo os Meus servidores pois a colheita será levada brevemente. Isso significa que está próxima a hora do Meu Regresso e da Minha Justiça, da Minha Luz e da Minha Glória. Conservai abertos os vossos corações, purificai-vos, voltai a Mim, dai-Me em abundância a vida que Eu dou: isto é, louvai-Me, permanecei na Alegria.

Eu vou renovar a face da Terra com o sopro do Meu Espírito.

Com este sopro, vou aniquilar aos olhos de todos o Usurpador que se prepara para subir ao trono de Pedro. Entretanto não tenhais medo, se a sua vitória parecer estabelecida por um tempo, Eu derrubá-lo-ei e todos verão o Meu poder e o Amor de Meu Pai pela Sua criação. Já começou o combate contra o mal em acção na vossa sociedade. Lutai, cada um no seu lugar, no vosso trabalho, na vossa família, com o Meu Amor, para restabelecer a Verdade. O Meu Espírito vos dirá então o que é preciso dizer. Eu ajudo-vos, são Miguel segura alta a bandeira branca de Minha Santa Mãe enquanto que os exércitos celestes se juntam à sua volta. Todos estão revestidos do Meu Amor e resplandecem. O "Céu" toma um fausto inigualável e a Alegria exulta em cantos de glória e de adoração a meu Pai.

O sangue do cordeiro pascal protegeu os Hebreus do furor de Deus contra os Egípcios, o sangue do Cordeiro imolado protegerá o meu povo outra vez.

"O sangue do cordeiro" é o Meu Espírito como um "selo na vossa fronte", quer dizer a consagração total do vosso Coração ao Meu Sagrado Coração e ao Imaculado Coração de Maria.

No que diz respeito às vossas interrogações, fazei o que tendes a fazer e Eu trato do resto, tudo tomará o seu lugar por si próprio. Sabei reconhecer os sinais sem esperar sempre que Eu fale claramente. Eu utilizo diferentes maneiras de Me comunicar a vós. Os vossos anjos guiam-vos no que diz respeito aos detalhes práticos, do género: que ler? Quem chamar? Que realizar de concreto? Ouvi-os.

Eu te abençoo a ti e às almas que se põem ao Meu serviço graças às mensagens que Eu te dou.

Jesus Cristo

5 de Agosto de 1999 - Manduria. Teia de aranha / seita impura

[…] Muita gente espera um sinal claro da Minha parte pois poucos acreditam que Eu preciso de todos, verdadeiramente. Mas, na verdade, cada um é chamado, no sítio em que está, a ser testemunha de Cristo, testemunha de Deus. E a alguns Eu peço mais, dou missões mais globais que a outros.

Cada um, no seu lugar, deve saber que é amado pelo seu Deus pois verdadeiramente nenhuma criatura é demasiado pequena aos olhos de Deus, ele criou cada um dando-se a ele, dando-lhe uma parte da sua divindade, essa parte que faz com que todos vós sejais filhos de Deus e participantes desde aqui em baixo, no Reino.

Ponde a vossa esperança no vosso Deus, só Ele é a vossa força, o vosso socorro, a vossa salvação.

Só Eu, o Cristo, tenho o poder de expulsar os demónios e aqueles a quem dei este carisma. Só Eu, Jesus, tenho o poder de curar, brevemente vou dar um forte sinal para a vossa família, pois a vossa fé pode deslocar montanhas. Ousa escrever o que Eu te digo: sim, vou curar a tua prima e ela será testemunha do Meu Amor por toda a Terra. Sim, farei isso com todo o poder da Minha misericórdia pois vós acreditastes.

A transfiguração, é verdadeiramente o Céu que vem habitar a Terra, é a Luz celeste que irradia do Meu Corpo. É a glória pressentida, recebida antecipadamente, para anunciar a todos a boa nova da Ressurreição.

Aquele que recebe a Minha Luz é transfigurado: é a conversão dos corações, a cura do corpo e da alma esperando conhecer a Luz do Reino que vai descer à Terra. Eu regresso na Glória e todos os povos verão a Minha Face.

Eis as primícias que chegam.

Mantende-vos prontos pois aproxima-se a hora do Meu Regresso.[…]

Verás assim a Minha Luz espalhar-se no mundo. Quero converter, cada vez mais, todos os corações abertos, multiplico os mensageiros e os testemunhos, reúno o Meu povo pois dentro em breve terá lugar o grande ataque contra a Minha Igreja. Dentro em breve, a apostasia vai revelar-se, dominar, contaminar. Mas, com Maria, Minha santa Mãe, Eu vencerei. Com todos vós combateremos o dragão e esmagá-lo-emos. O mal será vencido, a luz triunfará.

Reúno neste mesmo momento o rebanho dos Meus fiéis, formo-o, abro-lhe os olhos, guio-o para a resistência e a cruzada.

Eu te abençoo, o Meu Espírito esteja contigo.

Jesus Cristo

6 de Agosto de 1999 - O desposar imerecido da alma por Jesus

Eu te abençoo. Meu Pai ouviu a tua oração, sabendo da Sua infinita Misericórdia, tu ousaste elevar os olhos para Ele para Lhe suplicares. Tem fé em Mim, Eu quero dar sinais de conversão, marcas visíveis da acção do Meu Espírito Santo. [...]

Prepara-te para vires com amor a esta reunião (adoração, terço e missa) para a qual Maria Minha santa Mãe te convida a fim de Me encontrares ainda mais profundamente na Eucaristia, e de renovares o teu acto de consagração de todo o teu coração a fim de que Eu possa desposar a tua alma em verdade.

Eu sou o Esposo celeste das vossas almas, deixai-vos amar por Mim, deixai-vos UNIR ao Meu Sagrado Coração e tereis a alegria, o amor e a fé inquebrantável, para a eternidade. Deveis usar a vossa vontade e a vossa liberdade para virar o vosso coração totalmente para Mim a fim de que Eu vos receba na Minha Glória desde aqui em baixo. Eis o que é a união mística. O Meu Espírito desce para repousar em vós e elevar a vossa alma até ao Meu trono onde recebereis do vosso Deus a coroa de esposo.

Queres ser Minha esposa? "Ó sim Meu Senhor e Meu Deus" respondes-Me tu. Eu te abençoo e te digo: estarás "hoje mesmo junto de Mim no Reino". Sim são as palavras dita ao bom ladrão pois existe um lugar entre a Cruz e a Eucaristia: a passagem para a verdadeira vida em Deus. Trabalharemos pelos teus irmãos, para a reconciliação do mundo com Meu Pai. Quero de novo apresentar-vos como oferenda pura à Face de Deus, Criador do Céu e da Terra. A Terra será transfigurada para entrar na glória de Deus, do mesmo modo que as vossas almas são transfiguradas no momento da união mística.

Certamente que és muito fraca e muito imperfeita para que Eu te despose. Mas eis que na Minha Misericórdia Eu cumularei a tua fraqueza e tu serás perfeita e forte perante Mim. Depois Eu sustentar-te-ei sempre e habitarei no teu coração visto que ele será Meu e Eu farei tudo em vez de ti.

Eis como Eu cuido das pequenas almas fiéis e amorosas. O teu grande amor por Mim, a tua compaixão pelo Meu sofrimento e a tua audácia diante de Deus tornam-te pronta para estas divinas núpcias. Não te assustes, vem com amor, ternura e confiança. Sê serena pois tu acreditaste, não disse Eu ao pecador: "Vai, a tua fé te salvou"?

Efectivamente tu não és digna, mas Eu torno-te digna e elevar-te-ei a Mim por causa da tua fraqueza e da tua humildade. Sendo assim, ornamenta-te para as núpcias. Os ornamentos de que Eu falo não têm a ver com a aparência exterior, trata-se do teu amor por Deus e da tua vontade de Me servires. Eu já te disse que quanto mais vos sentirdes pequenos, mais vos aproximais de Mim e mais Eu posso cumular-vos com a Minha Grandeza e com o Meu Amor. O teu nome no Coração de Deus é "Elevado à Alegria de Deus". Prepara-te, pelo jejum e pela oração, para o nosso encontro. Que o teu próprio trabalho seja oração.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

7 de Agosto de 1999 - Anúncio do Triunfo do Coração Imaculado de Maria

Eu te abençoo pequena alma do Meu coração, aqui está: a Minha Santíssima mãe quer entregar-te uma mensagem para te agradecer pela tua presença amante e orante no Cenáculo do seu Movimento Sacerdotal Mariano para o qual ela te tinha convidado.

Maria:

Pequena filha abençoada pelo teu Deus, quero confirmar-te o título de Glória que dei a conhecer ao mundo inteiro através de Débora em Manduria na Itália e que tu descobriste ontem. Eu sou a Virgem da Eucaristia porque trouxe e trago sempre Jesus, a Hóstia Viva no Meu Seio Imaculado e apresento ao mundo de uma maneira muito especial a devoção ao Santo Corpo de Meu Filho, a Oliveira Bendita de Israel. É por isso que Me apresento ainda sob o vocábulo de Mãe da Oliveira Bendita. Quanto à devoção do Óleo Santo da Unção Perene, Eu gostaria que viesses a este lugar santo das Pouilles italianas que Eu consagrei com a Minha presença, a fim de vires viver alguns dias junto de Mim e conhecer este elevado lugar da Revelação que Eu dou ao mundo nestes tempos tão difíceis mas Ó quão maravilhosos do Triunfo do Meu Imaculado Coração unido ao Coração de Jesus, Meu Divino Filho. Não te preocupes isso tornar-se-á possível. Estou feliz por Meu Filho ter escolhido um Cenáculo do Meu Movimento para te fazer compreender a união mística da alma mortal com a alma imortal, o Coração de Jesus na Eucaristia. Meu Filho e Eu trabalhamos Coração a Coração, É por isso que toda a Revelação se encontra, em estreita correlação, em todos os lugares, em todas as obras santas.

É muito importante compreender que a Vossa Mãe Celeste vos conduz sempre a um grau mais elevado de adoração ao Santo Coração de Seu filho.

De hoje em diante vive cada Eucaristia em ligação com a Minha Presença, para o mundo, de Virgem da Eucaristia, em reparação dos pecados, e cada Eucaristia será para ti união mística com o Sagrado Coração de Jesus e com o Meu Imaculado Coração.

As verdades da vida da alma são muito simples, como ontem o compreendeste, aparentemente nada de extraordinário, mas que profundidade de oração nesta união mística na Eucaristia. Que fonte de Água Viva para a alma que ama!

Na verdade, aqui em baixo poucas almas atingem a compreensão da união mística, a consciência da Presença Real de Jesus em si através da Hóstia consagrada, Pão Vivo, Alimento Celeste, Novo Maná para o povo de Deus no deserto.

Sim, também Eu to confirmo, o ano jubilar não terminará sem que o mundo veja o triunfo do Meu Coração, e vós tendes a vossa parte para desempenhar, a obra de Meu Filho a realizar com Ele, com a Minha afectuosa protecção e a Minha especial e Maternal Bênção de Terna Mãe da Humanidade sofredora. Recebe a Minha Bênção e o Beijo da tua Mamã do Céu.

Maria, Virgem da Eucaristia

Jesus:

O ramo da Oliveira Bendita de Israel tornou-se numa magnífica árvore enquanto que a Figueira Estéril continua a secar. Eu sou a Oliveira Bendita, e o Óleo Santo da Unção Perene representa o sangue e a água que correram das Minhas Santas Chagas na Cruz, é o Meu Espírito que assim dou ao mundo para a conversão dos corações e a salvação dos pecadores. Este Óleo santo e purificador, não enquanto óleo, mas enquanto símbolo do Meu espírito, comemorando o Meu Santo Sacrifício. É aliás por isso que a Minha bem amada filha Débora sofre na sua carne a paixão para a remissão dos pecados e a consolação da rejeição feita ao Cristo que Eu sou, Amor não-amado.

Sim, tu amas-Me, mas poucos têm por Mim este amor que os transcende totalmente. Estou triste por ver o estado do vosso mundo e no entanto estou na Alegria ao contemplar, nos corações, os frutos das Revelações de Minha Santa Mãe e bendigo-A a todo o momento por Ela Me reconduzir tantos filhos dispersos. Eu sou o Amor-não-amado, a pedra angular rejeitada pelos construtores, é por isso que Minha Mãe pede a Eucaristia em Reparação da Minha Dolorosa Paixão. Estes construtores, são os franco-mações que destroem a Minha Igreja para ferir o Meu Coração, é por isso que Eu quero brevemente conduzir o combate, contra o mal que eles difundem, com a única arma do vosso amor por Mim e com o apoio da Corte de Minha Santa Mãe, a Virgem, Maria, sempre Pura. Todos os diferentes movimentos suscitados no mundo pelo Meu Espírito desde há várias décadas devem federar-se para que a Minha luz se difunda no mundo. É a obra que vamos realizar agora dentro de pouco tempo. E a Minha Luz comunicar-se-á de um extremo ao outro da Terra, todas as devoções, todas as Revelações serão conhecidas e formarão a Minha própria teia de aranha, que contrariará a da seita impura e má (internet, seitas diversas). Então uma nova aurora se elevará na Terra da qual Eu sou o Senhor e o Rei. O Padre Flieg tinha razão quando ontem te dizia que a vossa geração tinha um papel muito importante a desempenhar. Vós ides, Comigo e Maria Minha Mãe, construir o mundo de amanhã, purificado, unido, amando o seu Deus e reconhecendo-o em verdade como Pai.

A seita má será esmagada para sempre e os demónios lançados na geena de fogo por toda a eternidade. Será verdadeiramente a idade de ouro desta Terra, quer dizer, a idade da pureza e da devoção, da adoração, da união dos corações no Meu Sagrado Coração unido ao Imaculado Coração de Maria, a Mulher, Mãe e Esposa do Seu Deus.

O eclipse mete medo pois no inconsciente colectivo é uma figuração da vitória das trevas sobre a luz, mas isso será de curta duração. Ao mesmo tempo, compreendei como esta fascinação por um fenómeno astrológico reflecte o grau de entenebrecimento do vosso mundo ocidental degenerado. Conservai a vossa lucidez, quer dizer literalmente, a Minha Luz, e não vos deixeis cegar enquanto vos distraem com isto, como no último ano por ocasião do campeonato do mundo, fizeram passar leis más e não falaram da extensão dos conflitos através do mundo. Mas atenção, o despertar será brutal para muitos. Pensai na parábola das virgens loucas e das virgens sensatas e vigiai, na expectativa da Minha Vinda aos corações pois, a não ser o Pai, ninguém conhece a Hora.

Jesus Cristo

9 de Agosto de 1999 - Novo Governo dos Povos e Novas Instituições

Eu te abençoo, pequena filha do Meu Sagrado Coração, a vossa vida vai em breve dar uma nova volta, vós ides servir-Me ainda mais. Preciso de comunicar a Minha Luz a todas as almas de boa vontade e para isso preciso daqueles que vão ser por Mim conduzidos a tomar conhecimento destas mensagens que Eu te dou. Como na parábola dos talentos entregues aos servos pelo mestre da casa que parte para uma viagem durante um tempo bastante longo, espero de vós que no Meu Regresso tenhais feito frutificar o que recebestes em herança enquanto filhos de Deus. Em vós repousa a Minha Obra de conversão dos corações e estabelecimento de um governo dos povos que esteja em completa conformidade com todos os preceitos evangélicos que Eu vos dei nos evangelhos dos Meus discípulos, e que Minha Mãe recomendou várias vezes nas suas aparições e sobretudo no Seu Movimento Sacerdotal Mariano. Devemos santificar as instituições para levar os povos a descobrir e a viver a sua vocação de filhos de Deus à santidade e à adoração de seu Pai, Deus de toda a carne.

[...] A Vossa Mãe do Céu precisa de vós também para triunfar sobre o Meu adversário e fazer advir o Reino da Minha Luz por toda a Terra.

A Minha Obra e a de Minha Mãe estão unidas como o estão os nossos dois Corações com vista ao Estabelecimento do Reino de Deus.

Jesus Cristo

11 de Agosto de 1999

[...] Agora, convido-vos a ler o Evangelho segundo são Mateus: 20, 25-28:

"Tendo-os chamado para junto dele, Jesus disse: "Sabeis que os governadores das nações têm poder sobre elas e os grandes exercem sobre elas a sua autoridade. Entre vós não deverá ser assim: quem de vós quiser ser grande deve tornar-se o vosso servidor; e quem de vós quiser ser o primeiro deverá tornar-se vosso servo. Pois o Filho do Homem não veio para ser servido. Ele veio para servir e para dar a sua vida como resgate em favor de muitos".

O maior dos servidores é aquele que trabalha por amor até ao esquecimento de si, até ao sacrifício da sua vida. Eu também expliquei que "aquele que quer salvar a sua vida perdê-la-á e que aquele que dá a sua vida, ganha a vida eterna".

Jesus Cristo

12 de Agosto de 1999 - Os 2 níveis de Acção Divina: o Movimento e a Oração. Os servidores zelosos. A Ajuda dos Anjos. As Instituições Santas

Eu te abençoo. Abre o teu coração à Minha Palavra e escreve para os teus irmãos o que Eu lhes quero comunicar. É importante para Mim poder continuar, através de ti e de outros a quem Eu dei este dom, a falar ao Meu povo de maneira actual, embora sempre dentro da Tradição da Igreja.

Tinhas razão, pelo menos em parte, naquilo que explicavas ontem a respeito das diferentes fases da luta contra o mal e do estabelecimento do reino de Deus na Terra. Estes dois pontos estão intrinsecamente ligados; é por isso que a Minha acção se situa, a dois níveis ao mesmo tempo: um Movimento "político" de Deus para contrariar os partidos dominantes (no entanto já em vias de fragmentação) da seita franco-maçónica, e uma acção centrada sobre a oração de uma comunidade de discípulos fiéis, atentos às Minhas mensagens, organizando as reuniões, acolhendo os que o desejam. Esta comunidade, revezada por todas as que existem, sustentará a acção do Movimento a todos os níveis; os simpatizantes aderirão à comunidade de todo o seu coração, pelo menos de forma interior.

Discípulos e simpatizantes caminharão de mãos dadas. Estarão ambos em simultâneo mas com uma especificidade dominante. Eu sou o artífice da unidade, já não é altura de separar o temporal do espiritual. Todo o homem é filho de Deus, quer dizer ao mesmo tempo corpo habitante da Terra e ser espiritual.

Eu quero, de facto, construir na Terra o reino do coração a coração entre a criatura e o Criador: o reino de Deus.

Para instaurar este reino divino e esta paz universal que só Jesus, que sou Eu, pode fazer acontecer, é preciso combater o Meu adversário no seu terreno, como Eu já o disse, mas já com as Minhas armas que são o Amor e a Minha constante Presença que Eu vos dou. Toda esta primeira fase de acção visa a conversão dos corações. Quando a Minha Justiça tiver passado e Eu tiver derrubado o Usurpador, o adversário, o anticristo Satanás, o mundo será renovado e a face da Terra realmente mudada. O mal não existirá mais e todos os raciocínios que habitualmente fazeis em termos de dualistas, deverão pouco a pouco ser formados à unidade.

Suscitarei em cada povo, para cada país, um zeloso servidor do seu Deus e apaixonado pelo serviço dos seus irmãos na justa lei divina, através de instituições santificadas. Os Meus anjos ajudar-vos-ão nesta fase de implementação. Estará finalmente acabado, nesse momento, o espírito do mundo que Satanás criou pelo orgulho, a luta pelo poder, o ciúme, o ódio e o rancor. Todos esses sentimentos serão banidos para sempre pois o povo de Deus será purificado pelo facto do seu encontro Comigo no seu coração. A Minha Luz terá queimado todas as escórias do mundo profanado pelo inimigo que tereis conhecido até ao dia do Meu triunfo, que vos anuncio para breve. Em verdade o Meu reino vem.

Quando tudo isto estiver cumprido, cada um terá percorrido a distância que ainda o separa da santidade, pela fé, pela confiança e pelo amor. E é por isso que Eu falo de instituições santas, que não apenas gerem a vida dos povos mas sobretudo os elevam à sua posição de filhos de Deus, revelando-lhes assim o seu destino no coração de Deus. Portanto, quando isso estiver realizado, tereis o reino de deus na Terra, a "cidade santa" será construída, as comunicações com o "Céu" serão facilitadas e terá início o destino glorioso da Terra no coração de Deus.

Jesus Cristo

13 de Agosto de 1999 - A Confissão. A Luz de Deus. A Criação. Manduria

[...] A consciência da vossa pequenez perante Deus Criador torna-vos aptos a receber as graças com que Ele deseja alimentar as vossas almas a fim de vos fazer "revestir o Cristo" realizando assim o vosso destino de regresso ao Coração de Deus de onde saístes. O Amor do Pai derrama-se na criação das vossas almas e na do universo. Deus dá-vos a liberdade de, em retribuição, o amardes, ou de O abandonardes para vos deixardes adormecer e seduzir pelo autor do mal: satanás. Na hora da vossa morte o Pai acolhe-vos de novo nEle segundo o vosso amor e a vossa vontade, fortalecidos pelas escolhas propostas à vossa alma através da experiência da vida terrestre. Para alguns que duvidariam disso, Eu preciso: uma só vida terrestre é proposta à vossa alma.

Vamos, já não é altura de perder tempo, O Meu Amor e a Minha Misericórdia esperam-vos a todos através do perdão pedido e recebido. Fortificai as vossas almas limpando-as na Fonte da Graça: o sacramento da reconciliação. Se nesse momento tiverdes alguma dificuldade com o vosso orgulho, pedi-Me para vos ajudar: simplificarei para vós esse passo essencial para a paz do vosso coração: este sacramento de confiança é a vossa couraça contra os ataques do adversário. Desfazei-vos da vossa carapaça para enfiardes a Minha couraça para as vossas almas que é a Minha graça que repele o inimigo. É como uma esfera translúcida que vos abriga: é o abrigo do Meu Sagrado Coração e do Imaculado Coração de Maria, Minha Santa Mãe e vossa. A oração mantém esta bolha de paz à vossa volta. Sim, isso tem qualquer coisa a ver com o que vós chamais a aura. É o reflexo, na Minha Luz, da vossa alma com todas as suas tonalidades reluzentes que devem fundir-se no branco resplandecente da Minha irradiação de Glória. A brancura é símbolo de pureza. Todo o vosso ser deve aspirar a esta purificação. Os Meus sacramentos oferecem-vos esta possibilidade. Uma só palavrinha para um grande efeito: "perdão", libertai a vossa alma e ligai-a à fonte para uma efusão de amor e de paz. O Meu espírito vem a vós a quando da bênção que o sacerdote vos dá: recebeis a Minha Paz e a Alegria de agir segundo os Desígnios de vosso Pai.

Esta renovada pureza do coração torna-vos abertos à graça da união mística na Eucaristia. O vosso coração toma consciência da Minha Real Presença nele próprio pela Santa Comunhão. Vós tendes consciência de ser um com o vosso Deus, e na verdade, estais próximos do "Céu" e do Reino nesta experiência mística. Não há pecados pequenos ou grandes, todos são ofensas à Minha Presença mas alguns atravancam a vossa alma ao ponto de tornar difíceis as efusões da graça que vos quero dar; enquanto que outros são escórias rapidamente queimadas no fogo do Meu Amor no acto de contrição sincera. Fala-se comummente do "peso do pecado" pois verdadeiramente a sua totalidade entrava a vossa alma e condu-la à materialidade bruta sobre a qual se apoia o mal, em vez de ser leve e alegre; uma certa linguagem diria: etérea, quer dizer, fluidificada, arejada, luminosa.

Eu sou o Pão da Vida, dou-Me a vós na Eucaristia, permaneço em vós, quer dizer fico, habito em vós: dou-vos a Minha Presença Real e Constante. É o mistério dos mistérios: aquele que transcende toda a aventura humana em aventura divina e gloriosa. O vosso coração de pedra, quer dizer orgânico, saído da matéria, é transformado em coração de carne, quer dizer resplandecente da Minha Luz, um coração capaz de amor para lá da necessidade dos batimentos ligados à sobrevivência do corpo. O órgão da vida torna-se fonte de amor e "vós tendes a Vida em abundância". É portanto o Sopro da Vida, o Verbo da Vida que anima os vossos corpos e dá vida aos vossos corações. É por isso que o Génesis conta a criação de Adão a partir do torrão de Terra, da matéria orgânica; e do Sopro que Deus lhe transmite para lhe dar vida. Dito de outra forma o coração físico torna-se um coração espiritual no coração-a-coração que é o dom eucarístico: dou-vos a comer o Meu sangue e a Minha Carne. É esta gloriosa Carne, a Hóstia, que vos eleva à vossa verdadeira natureza de filhos de Deus: Eu sou o Caminho parta o Pai, Eu sou a Verdade e a Vida.

Fortalecei-vos com este Alimento Celeste pois a hora da Minha Justiça e do Meu Regresso em Glória ao coração de todos não demorará mais nada agora. Quanto mais puros forem os vossos corações, mais a Minha Luz poderá reflectir-se em vós sem encontrar obstáculos, ficareis então em êxtase. Em contraste, será doloroso o encontro da Minha divina Luz com o obstáculo (os pecados não confessados) que terei de queimar em vós. Não ofereçais, por ignorância, a vossa alma à tortura do fogo purificador, desfrutai à larga do sacramento da reconciliação. As almas viradas para satanás receberão a sua recompensa: o seu mundo infernal e ninguém as voltará a ver na Terra. A Minha Misericórdia está em acção em toda a parte a fim de que o "pequeno resto", daqueles que Me tiverem respondido "sim, eu amo-Te Senhor", seja o mais importante possível. É por isso que o Meu Espírito sopra e dá carismas em abundância como nunca houve desde o Pentecostes.

As Minhas obras e as de Maria têm apenas um objectivo: a conversão dos corações. É por isso que é muito importante dar a conhecer a obra de Minha Mãe em Manduria, a Sua Revelação como Virgem da Eucaristia, é por isso que pretendo enviar-vos em breve lá abaixo a fim de que tomeis consciência da amplitude do dom concedido ao mundo pela Sua Presença Santificante neste Getsêmani Santo, junto de Mim, para ser Minha Consolação na Agonia que precede a minha prisão, a Minha Crucifixão e a Minha Ressurreição.

Maria, Virgem da Eucaristia, oferece às vossas almas, na agonia, a consolação da Sua presença e Seu Filho ressuscitado, Presente na Eucaristia. A consolação da sua presença materializa-se através das Lágrimas e do Óleo Santo que escorre das estátuas, como se materializou para Mim no cálice oferecido pelo anjo. É sempre o Seu Coração de Mãe que Maria assim dá. Maria que continua a dar o Seu Divino Filho ao mundo: ontem, hoje e para sempre. O Imaculado Coração de Maria, O Seu Seio, dá o Coração de Jesus: a Hóstia. Maria é a Custódia que acolhe e oferece a Minha Presença na Hóstia. O Imaculado Coração de Maria dá a Eucaristia, é por isso que Ela aparece em Manduria a Débora com a Hóstia no lugar onde algures aparecia o Seu Imaculado Coração. A Revelação continua a ser, assim, dada ao mundo através das diversas revelações, revelando pouco a pouco a Verdade da Fé. Cada aparição conta-vos a História do Amor de Deus pelo Seu povo, ao qual pouco a pouco Ele dá a compreensão da vida divina. Em Manduria está publicado um livro dos Meus diálogos com Débora que se intitula "A Revelada Sabedoria de Deus". A compreensão da Verdade da Fé dá esta sabedoria que, mais que nunca, é "loucura aos olhos dos homens"! Esta compreensão dá-se, tal como a Presença, na pureza do coração à qual Minha Mãe sempre vos convida.

Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

14 de Agosto de 1999 - A morte. O grande ataque. Sobre a falsa descoberta das ossadas de Jesus

[…] Amanhã é a Assumpção, a festa de Minha Mãe elevada ao Céu com o seu corpo já glorificado, a tal ponto Ela estava próxima do Reino mesmo na Terra. Nisto vos mostra Maria o caminho do vosso glorioso destino, o Seu corpo tornado incorruptível pela permanência da Minha Presença e a pureza que presidiu à criação da sua alma: A Sua Imaculada Conceição.

Ouve-Me falar-te com o Meu Coração e escreve as Minhas Palavras para os teus irmãos: amo-vos tanto que um de vós sozinho pode fazer fazer-Me loucuras para o reconduzir a Mim: é por isso que por vezes Eu intervenho miraculosamente no caminho de alguns que ficam impressionados e imediatamente convertidos, e que se tornam testemunhas do Meu Amor pelos seus irmãos. O Meu Amor por vós não conhece fronteiras, da sua fonte jorra permanentemente uma Água Viva destinada a vivificar-vos: o Meu Espírito Santo. Sabei acolher as Suas efusões que vos fazem crescer na fé. Não coloqueis limites aos vossos corações, assim o Infinito pode habitar em vós. A vossa alma contém nela mesma todas as riquezas do Reino, precisais de ma deixar cultivar a fim de que dê muitos frutos. As vossas almas são as mais belas plantas do Meu Jardim Celeste. Gosto de trabalhar no Jardim e de vos rodear do Meu Amor. Estou muitas vezes no meio deste Jardim, rodeado de rosas, acolhe-Me um pequeno banco de pedra, e aí, estou sempre à espera daquele que Me quer encontrar no Meu Jardim Celeste, aproximai-vos sem medo deste roseiral que Eu estimo particularmente, e falai-Me, Eu ouço e respondo. Encontra-se neste Jardim a Casa das Núpcias e Eu estou na câmara alta. Recebo-vos no meio das Minhas fiéis esposas, as almas puras que vivem no Reino próximas de Mim. Na vossa humildade, quase vos escondeis por detrás delas, mas Eu faço-vos avançar para a Minha frente, cobertos com o Véu Nupcial e coloco a coroa de flores sobre as vossas cabeças: são as Núpcias da Aliança, a União do vosso coração com o Meu Coração. Então dou-vos o mundo para trabalhardes na recondução de todas as almas a este Jardim e a esta Casa. Recebestes como presente de Núpcias a Minha Presença Constante, e então, estais "no mundo sem ser do mundo", "postos à parte".

Quero fazer-vos saborear a felicidade do alto para vos ajudar a trabalhar nesta Terra, para vos fazer compreender a importância e a urgência da vossa missão. Se Me amais, vós que fostes recebidos na Casa das Núpcias da Aliança, não podereis suportar a perda de um só dos vossos irmãos e o vosso ardor em Me fazer conhecer aumentará dia após dia. Doravante a vossa alma aspirará a dar-se ao serviço da Minha Palavra, a ajudar e a guiar os vossos irmãos a fim de que também eles provem a felicidade que vós tendes. Eu desposo todas as almas, mas a linguagem simbólica mística não é a mesma para um homem e para uma mulher, vós não compreenderíeis. Esta noção de Núpcias é fácil de compreender para uma mulher, pois é muito natural para ela ver-Me como seu Esposo Celeste, para um homem fala-se preferencialmente de Aliança e a cerimónia da Casa das Núpcias da Aliança reveste-se preferencialmente de um carácter de fidelidade do filho perante o seu Deus, um pacto de aliança. Mas a verdade mística é a mesma: a união da alma À do seu Criador no Filho Eterno do Deus Vivo.

Sou Eu o Pão da Vida do Banquete das Núpcias da Aliança.

Explico-te isto para que leves a Esperança do Meu Amor ao mundo e principalmente às pessoas próximas da morte.

Nesse momento a alma é muitas vezes presa do medo por ignorância destas realidades. Se Me amásseis, se vos arrependêsseis sinceramente, se Me desejásseis, Eu viria procurar-vos e seríeis acolhidos no banquete das Núpcias do Cordeiro, entraríeis no Reino junto de Mim. Acostumar-vos-íeis à vossa nova morada, muito mais bela que este mundo profanado em que se tornou a vossa Terra. Mas dentro de pouco tempo nós iremos restaurá-la. A sua sujidade será lavada e as suas veste branca, manchada pelo pecado, reencontrará o seu brilho.

No limiar da morte, Minha Mãe vem muitas vezes Ela própria procurar-vos para vos conduzir perante Mim, e se for preciso, Ela sabe fazer-se vossa Advogada. Recomendai-vos a Ela e rezai humildemente o Terço e o Rosário como Ela não pára de vos ensinar.

A morte devia ser para as vossas almas como a promessa de um encontro de Amor e ser vivida com Alegria. E se na verdade Eu estiver convosco nesse momento, porquanto desde sempre convosco no dom aceite da Minha Presença constante, não percebereis a passagem da vida para a verdadeira Vida, a tal ponto a vossa alma estará totalmente na Alegria de Me amar.

A morte só é sofrimento e dor angustiante para aquele que Me ignora ou Me odeia.

A agonia dolorosa descrita aquando da morte de algumas almas santas, pensa em Teresa de Lisieux, são agonias oferecidas para consolação da Minha agonia no Getsêmani, um último sacrifício consentido com Alegria na Esperança da Ressurreição, quer dizer na Alegria do Reino e por amor por Mim. Estas almas receberam e recebem graças especiais para suportarem esta agonia na Paz. Mas nem todas as almas, longe disso, têm vocação para se oferecerem em Reparação desta maneira. Muitas delas são, como tu, directamente elevadas à Alegria de Deus, em vida.

[…]

Hoje tendes uma melhor visão daquilo que Eu quero fazer e daquilo que vou fazer. Mas isso não é suficiente. Devo aprofundar mais o Meu ensinamento para vós.

Escreve: conforme te tinha dito a Minha "sepultura" vai em breve ser descoberta; prepara-se o grande ataque. Os seus instigadores apenas esperam o melhor momento para a sua "revelação": a falsa Igreja constrói-se sobre a mentira e a iniquidade! Atenção aos falsos profetas nestes tempos do fim de um tempo. Restabelecei a Verdade assim que ouvirdes a mentira, a grande Apostasia circula em todos os media. Levantai-vos então para gritar a verdade que Eu vos dou. O Meu Corpo glorioso está Comigo nos Céus e não poderiam estar na Terra nenhumas ossadas que Me pertençam. Eu não deixei outras marcas que não sejam a Minha Igreja e a Minha Cruz, o Sudário e o Véu de Verónica e o cálice da Santa Ceia que confundirá o Usurpador. Compreende isso no sentido em que te falei de Maria-Custódia da Hóstia, é Ela que "esmagará a cabeça do dragão com o seu calcanhar". O triunfo do seu Coração anunciará o fim do reino do mal, e com o Meu sopro aniquilarei o Usurpador aos olhos de todos: quer dizer que todos terão o discernimento dos espíritos e abrirão os olhos para a verdade. A mentira não existirá mais e o pai da mentira, satanás, será aniquilado, lançado no Inferno com todos os seus. Para povoar a Terra, cuja face terá sido assim renovada, ficará o pequeno resto fiel da Minha Santa Igreja conduzida pelo Meu Espírito Santo nestes tempos de tribulações. O "pequeno resto" pois na verdade, muitos já se desviaram de Mim com firmeza, endurecendo o seu coração contra o Meu Amor. Tu não consegues conceber que exista um tal ódio ao Amor… e no entanto!

Foi por isso que escolhi apresentar-Me em Manduria como o Amor-não-amado. Vinde consolar-Me pelo vosso amor e pela vossa alegria de Me servir. E ajudai-Me na difusão da Minha Palavra pelas Minhas mensagens a fim de conduzir o maior número de almas à conversão do coração. Muitos trabalham já nesse sentido por toda a parte no mundo. Eles serão vossos irmãos e vossos retransmissores. O Meu Espírito difunde as Minhas palavras muito melhor que os múltiplos media utilizados pela seita para espalhar a sua infestação de abominações! A Verdade "corre" mais depressa que a mentira, mesmo a mais "bem vestida"! Pois o Meu Espírito mostra-vos, precisamente, as "artimanhas" grossas como cordas! Vós não poderíeis cair no erro.

A Minha Paixão resgatou-vos de uma vez por todas, Eu regresso em Glória, aos corações, para vos salvar, para vos dar a salvação, para recolher a resposta à pergunta a que vos ensinei a responder desde a Minha passagem na Terra: "Amas-Me?". A história inteira para uma resposta essencial! O tempo e a história apenas servem para a formação das vossas almas no amor oblativo! Aproxima-se o fim de uma história. Uma nova história vai começar depois do Meu Regresso: a do povo de Deus, curado, purificado, unido, em adoração a seu Pai, em louvor perante a Sua bondade. Eu vou, também graças à vossa vontade e ao vosso amor, apagar o mal e satanás da superfície da Terra. A Terra será renovada como depois do dilúvio do tempo de Noé. Cumpre-vos permanecer fiéis à Minha Palavra e depois à Minha vontade, para não mais escolher o mal. Com efeito a vossa liberdade ficará inteira, certamente melhor exercida, pois que com conhecimento de causa e sobretudo favorecida por uma organização da sociedade santificada e "ideal" porque proposta por Mim e aplicada Comigo.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

18 de Agosto de 1999 - Imitar na Terra a organização do Céu

Eu te abençoo.

Não coloqueis a vós mesmos muitas questões sobre a maneira exacta como se vai processar a emergência do Movimento, da comunidade, dos discípulos... dir-vos-ei a tempo e horas o que deveis saber e fazer.

A obra de congregação que vamos empreender através deste "movimento político" participará directamente no triunfo do Imaculado Coração de Maria e portanto no Meu regresso. O objectivo último é efectivamente a salvação e a conversão dos corações e o estabelecimento da Minha lei de amor no mundo, a santificação das instituições. Não é uma ideologia, nem uma filosofia, também não é uma utopia a mais que Eu quero implementar, mas na verdade a "Jerusalém celeste", quer dizer imitar na Terra o modelo de organização do Céu. Evidentemente, isso só é possível através da elevação da alma humana, uma conversão dos corações que transforme as perspectivas imediatas em resultados certos e esperados. A fraternidade, o espírito de comunidade será evidente para todos e nós, construiremos um mundo ainda mais perfeito, pois todos terão sido renovados e as futuras gerações serão purificadas do pecado e prometidas a um destino gloriosos sem comparação. O mundo terrestre terá feito um grande passo em direcção à perfeita santidade que, na hora fixada por Meu Pai, lhe abrirá as portas do Céu. Assim o Meu povo será administrado, por toda a parte, segundo a Justiça e a Vontade divinas, visando a santificação das almas e do mundo. De ora em diante em vez de "forjar a sua alma", tratar-se-á de a elevar por amor de Deus e do próximo. Para essa obra tereis, entre vós, a Minha santa Presença, os Meus anjos, o Meu Espírito Santo e Maria Minha Mãe. Todos juntos daremos louvor e glória ao Pai pela Sua bondade e a Sua intervenção na história humana, ao permitir o Meu regresso para a libertação do mundo do domínio do mal e de Satanás. Uma nova era se anuncia: nós vamos construir as suas primícias.

Escuta o Meu Coração que te fala a fim de trazer o Meu reino à Terra: a comunidade de que Eu falo e que ponho sempre em paralelo com o Movimento, tem certamente, tu tinha-lo compreendido, um estreito laço com os Movimentos de Amor dos servos adoradores de Jesus. Eis onde tu serás "servidora do Precioso Sangue do Cordeiro"!

[...]

Jesus Cristo

19 de Agosto de 1999 - A caminhada da alma

Eu te abençoo, Maria dita-te:

Meus filhos, sede pacientes como Eu o sou convosco, sede como Eu compassivos perante as dificuldades dos seres que vos rodeiam em compreenderem o Amor que o Céu tem por todos vós. Não cedais à tentação do enervamento e da crítica, da divisão pois é mesmo essa a obra e o objectivo do Meu adversário! Perante cada dificuldade, tende em conta as coisas e vede como Meu Filho vos conduz sempre de forma a ultrapassardes os vossos limites humanos para amardes como Ele vos ama: tal como sois, com as vossas feridas e as vossas fraquezas. Na medida em que o vosso próximo vos não prejudicar, acomodai-vos ao que ele é e amai-o como Eu o amo: infinitamente. Amai o seu ser e a sua alma, enquanto filho de Deus, mesmo se os seus limites de carácter vos irritarem.

Que a Minha maternal doçura vos conduza sempre a mais paciência e mais amor. Sereis muitas vezes confrontados com esses seres indiferentes à Palavra de Meu Filho, dai o que puderdes, e se não fordes escutados, não insistais. Que as vossas irritações passageiras se tornem indulgência e bondade para todos. Dai a Verdade tal como Meu Filho vo-la transmite, e não vos importeis mais com o seguimento, não vos preocupeis mais com isso pois Eu própria, enquanto Mãe, o farei. Entretanto ficai a saber que algumas almas, a menos que sofram um grande golpe, não aceitam mudar ou converter-se com medo de perderem o pouco equilíbrio que adquiriram ao "sobreviverem" a um conjunto de situações delicadas e desequilibrantes.

O facto de ser confrontada com a incoerência parental é muitas vezes desestabilizante para uma criança, e depois, ela constrói a sua personalidade de forma enviesada e mudar seria pressagiar a ruína desse castelo de cartas tão frágil… Nunca vos exaspereis com uma alma. Quando a própria alma quer progredir, mesmo no receio de baixar as suas defesas, então Eu acolho-a, preparo-a e aconselho-a a empenhar-se num esforço de cura das feridas numa comunidade inspirada pelo Espírito Santo da Trindade.

O único acto verdadeiramente consolador e construtor, que estrutura de novo a personalidade segundo o que ela deveria ter sido sem as feridas experimentadas e acumuladas, é o sacramento da reconciliação. Eu convido cada um, verdadeiramente e de maneira muito pessoal.

[…] Meu filho poderá dar-se, ainda mais sensivelmente, à vossa alma quando ela se tiver purificado com toda a confiança e por amor.

Recebei a Minha bênção especial e materna, continuai a adorar em verdade Meu Filho Jesus e fazei tudo o que ele vos disser.

Maria, Virgem da Eucaristia,

Mãe de ternura e de Misericórdia

Jesus:

A irritação é uma consequência do mal, Eu sou bom e compassivo, lento para a cólera e cheio de Amor… Abri os vossos corações à graça da doçura.

Compreendei que algumas almas, longe de fazerem troça de vós, fazem troça de tudo porque a sua defesa diante do seu próprio coração é a fuga, ausentam-se da sua vida sob uma falsa desenvoltura, não vos deixeis enganar por isso: é uma alma em sofrimento de amor, com falta de sinais de referência, com medo de errar e na procura inconsciente de situações de risco para tentar justificar a sua conduta fora de tempo pela reacção de cólera dos outros. É uma alma ferida, sede pacientes.

[…] Olhai para Mim, Eu ofereço-vos consolação e amor na tribulação. As dificuldades ultrapassadas fazem crescer a vossa alma. Eu estou convosco ao longo da vossa vida, cuido de vós, amo-vos. Continuai a voltar os vossos olhos para Mim e vede o objectivo que vos proponho: o renovamento de vós mesmos, do ser humano e da Terra. Agora já não tereis de esperar muito tempo para verdes a Minha Glória. A visão do objectivo maravilhoso do vosso destino deve dar-vos coragem na prova. Encontrai o vosso socorro no Amor que Eu Sou, na Eucaristia, na oração e na adoração: o Meu Espírito pode então soprar nas vossas almas para as sustentar.

Sim, é verdadeiramente um tempo de provação o que atravessais. Um tempo de espera e de esperança. Ganhai confiança, fé e coragem e vereis as Minhas maravilhas. A vitória da fé na provação é necessária para que Eu possa habitar total e constantemente na vossa alma, para que assim possais dar-Me aos vossos irmãos. Não tenhais medo, saíreis vitoriosos desta provação pois Eu também vos sustento pela Minha graça e sei que o Meu adversário não vos vencerá. É-lhe permitido atacar-vos dentro de certos limites para lhe provar que Me escolhestes verdadeiramente e que nada — como Job — poderá desviar-vos de Mim. Ele ataca os vossos pontos fracos: a impaciência e o medo de se ser vigarizado. Fortalecei mais e mais a vossa fé e brevemente este tempo passará. Então vivereis inteiramente Comigo sem vos preocupardes com o que os outros possam pensar.

Um tempo de deserto, de formação é sempre doloroso e, ao mesmo tempo, feito de grandes alegrias na percepção das Minhas graças, nomeadamente a Minha Presença na Eucaristia. A formação das vossa almas na Minha escola passa pela renúncia a certas atitudes mentais negativas em proveito da fé pura das crianças. É a mesma coisa que em cirurgia: a dor é o sinal de que o doente está a acordar! As vossas almas acordam para a vida em Deus e a dor vem da dificuldade em abandonar certos hábitos, atitudes, feridas e fraquezas sobre as quais vos formastes em ligação com a vossa história familiar e as vossas vivências.

É verdade, Eu chamo a alma humana a ultrapassar-se para atingir, abraçar a sua divindade de filho de Deus, para discernir a Minha presença nela e a sua vida de ser espiritual amado pelo seu Pai.

A prova termina e uma nova etapa começará antes que tudo esteja a postos para preparar o Meu Regresso em Glória.

Aproxima-te do Meu Coração, deixa-te tocar pelo Meu Amor, deixa-Me habitar em ti, dar-te a Minha Luz e a Vida do Meu Espírito.

Eu sei o que faço e a Minha pedagogia é perfeita para o objectivo previsto, dou-vos pouco a pouco indicações sobre os meus projectos a fim de que assimileis e estejais prontos a perceber a sequência, e os detalhes integram-se então num plano de conjunto.

Confiança, amor e fé, é esse o espírito de criança de que os Meus planos necessitam para o seu cumprimento.

Eu vos amo. Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

 

22 de Agosto de 1999 - Manduria. Fé, Confiança e Amor

Eu te abençoo filhinha do Meu Coração. Escuta as Minhas Palavras, escreve-as para as transmitires a teus irmãos.

Eu sou o Verbo que tomou carne, isto é que se fez homem para vos salvar. O Rei do Universo. Eu sou o Cordeiro imolado e o Amor-não-amado.

Notaste que antes mesmo de formulares a questão de saber como poderias encontrar as mensagens de Manduria, tu tiveste a resposta. Eu te abençoo por teres encomendado esse livro para saberes mais acerca do que se passa em Manduria. É importante para a Minha Obra convosco.

Se nessas mensagens peço ao Meu bispo para divulgar a Revelação de Manduria junto do clero francês, é porque isso pode verdadeiramente salvar a França que, mesmo que ela Me esqueça, não deixa de ser por isso a Filha-mais-velha da Igreja. Apresentei-Me a ela em Paray-le-Monial no esplendor do Meu Sagrado Coração, quero apresentar-Me aqui na Minha humildade de esquecido: o Amor-não-amado. Mais uma vez, quero salvar este país, tocar o seu coração, enternecê-lo para que regresse a Mim que fui e continuo a ser com Minha Mãe o seu melhor defensor. Até o clero de França Me traiu. Eu quero restaurar a sua fidelidade: quero que o Meu bispo bem amado Me dê o esplendor da Igreja de França, que Me apresente uma Igreja purificada, santa. Isso tornar-se-á possível pela graça da Revelação dada por Maria nessa aldeia das Pouilles italianas várias vezes abençoadas. É por isso que é de uma capital importância que ele venha a Manduria para divulgar esta Revelação que constituirá a renovação da Igreja de França.

Os traidores desmascarar-se-ão brutalmente, não suportarão esta intrusão de Minha Mãe e da sua Compaixão, nem o aviso da sua traição. Os seus corações hesitantes regressarão a Mim, compreendendo quanto eles rejeitaram o Amor também eles por erro de julgamento e pelos fumos que satanás sabiamente introduziu na Minha Igreja. Eles, os fracos, converter-se-ão perante a Minha fraqueza. Os doces, os humildes, serão confortados na sua luta contra o mal. Santificarei a Igreja de França pela "Sabedoria Revelada de Deus", pelos Movimentos de Amor dos servos adoradores de Jesus; os traidores desmascarados pela sua hostilidade fugirão, no seu furor, da Minha presença.

A seita franco-maçónica tremerá, depois ruirá para não mais se levantar. Eu triunfarei do mal.

O Amor será amado de novo.

[…] Eu farei florir de novo a Minha Igreja.

Sede todos, nesta obra, felizes por Me servirdes como Eu sou feliz porque vós Me servis. A Vossa eterna Alegria será a vossa recompensa. A Redenção do mundo e o Meu Regresso em Glória a esta Terra serão motivos de louvor para a Terra inteira e para a vossa alma.

A Minha bênção acompanha todas as almas fiéis a servir-Me no que Eu peço nestas mensagens dadas a esta alminha do Meu Coração que Eu escolhi para Mim.

Jesus Cristo

Eu te abençoo, escreve Comigo ainda:

Neste momento reúno o rebanho das Minhas ovelhas fiéis antes do ataque dos lobos de todos os pelos. Quero-vos fortalecidos pelo meu amor no meio da tempestade que vai rebentar. Quero-vos sólidos e corajosos para ajudardes os vossos irmãos a amar a Verdade e o Amor que Eu sou, para Glória de Meu Pai. Despojai-vos de tudo o que não é o Amor. Isso significa: purificai os vossos corações para os abrirdes à graça. Pedi perdão dos vossos erros antes que Eu venha colocar-vos a questão do vosso amor por Mim e por Meu Pai. O Esposo regressa, sereis como virgens loucas? Mantende-vos prontos, purificai-vos, sede na transparência do vosso desejo de perfeição perante Mim. Encherá a Minha Luz os vossos corações sem os queimar? Deverá o Amor torturar o mal em vós ou entregar-mo-eis a fim de que Eu lave os vossos corações e de que a Minha Presença em vós seja apenas Paz e Ternura? Regressai depressa ao caminho da Verdade e da Vida. Regressai a Mim que vos amo.

Porque Me rejeitais?

Quanto tempo ainda serei Eu o Amor-não-amado, a pedra rejeitada, a criança-não-acolhida, o rei desapossado? Quanto tempo antes de Meu Pai deixar cair o braço da justiça? Muito pouco, na verdade; "Se o dono da casa soubesse a hora em que viria o ladrão, teria deixado saltar o muro de sua casa?"

A casa: é o vosso coração, os muros são as rigidificações devidas ao pecado. Quanto ao ladrão, é o Meu Amor que atravessará os vossos corações com a afiada espada da Justiça, se não tiverdes regressado a Mim que vos espero com toda a Minha Misericórdia.

Ousai a confiança e a fé!

Ousai o amor!

Sede já na Alegria dos filhos de Deus para conhecerdes o êxtase da Minha Presença, da Minha Luz nos vossos corações, que resplandecerão com a Minha Glória aos olhos de Meu Pai.

"Ninguém vai ao Pai se não for por Mim"

A Grandeza de Deus só é palpável na humildade de seu Filho, verdadeiro homem e verdadeiro Deus.

Deus é Amor, compreendereis finalmente que ao Me rejeitardes, é o amor de Meu Pai que rejeitais. O Amor-não-amado, é a Sabedoria de Deus recusada. É o orgulho do rebelde que o infame sectário satanás espalhou pelo mundo! Os seus fumos são nocivos, viciado o ar que vos faz respirar! Não vedes que morreis pouco a pouco!?

"Dir-se-ia um salmo" dizes Tu! É verdade, o salmista bebia na fonte do Meu Coração as suas magníficas obras.

Os poetas místicos foram sempre inspirados pelo Meu Espírito. […]

Sim Eu utilizo as artes nobres da vossa sociedade como obras de conversão: a música, a poesia.[…]

Jesus Cristo

 

23 de Agosto de 1999 - Manduria. Fé e Amor

Eu te abençoo.[…] Eu sou o Cordeiro imolado e aquele que Me serve fielmente segundo o que Eu lhe peço serve o Meu Precioso Sangue derramado por vós em reparação dos vossos pecados; Precioso Sangue que o Meu Espírito dá: Sangue do sacrifício tornado Sangue da Redenção, eterna bebida do Céu que vos faz participar no Meu Amor quando o bebeis na Eucaristia dada sob as duas espécies.

Eu dei o Meu Corpo e o Meu Sangue, Eu instituí a Eucaristia Corpo e Sangue de Cristo, se se quiser que o Meu povo seja saciado na fonte da Água-Viva é preciso dar-lhe a beber o Meu Sangue mais vezes. Porque privam o Meu povo do Meu Espírito? Vós, Meus sacerdotes, dai-Me na integridade do dom que vos concedi. Saciai o Meu povo do mesmo modo que o alimentais com o Meu Corpo. Porque manter a divisão onde se deveria encontrar a unidade? Eu sou Um, Corpo e Sangue de Cristo, Presença Real e Espírito Santo na unidade da Trindade.

Porque economizar-Me, uma vez que Eu quero dar-Me a todos em toda a omnipotência do Meu Amor a fim de fazer conhecer a Minha Misericórdia e a Minha Bondade relativamente a vós?

A Minha Igreja deve apoiar-se no Meu Corpo e no Meu Sangue, ver-Me sempre como Seu alimento e Sua bebida, ninguém pode viver sem água e Eu sou a fonte de Água Viva que transmito pelo Meu sangue. Do Meu Coração ferido jorrou a vossa Redenção, do Meu Corpo martirizado brotou para vós a Vida eterna: adorai o vosso Deus no Santo Sacramento, exponde-Me mais que nunca à adoração dos Meus fiéis, vivei assim do Meu Espírito; sim, vós, sacerdotes dai-Me assim a Meu povo. O Meu povo precisa da Minha Presença e do Meu Amor por ele, o Meu povo precisa de Me saber próximo, por isso dai-Me. A restauração da Minha Igreja passa pela renovação da adoração do Santo Sacramento que dá a perceber a Minha Presença Real e pela comunhão do Corpo e do Sangue de Cristo.

É por isso que encarrego o Meu bispo, na sua missão de restauração da Igreja, de divulgar a mensagem de Manduria onde Maria se apresenta como Virgem da Eucaristia. Isto para combater o inimigo que tomou para alvo o essencial do mistério divino: a virgindade de Maria, a sua Imaculada Concepção e a Presença Real. Estas verdades devem ser afirmadas "alto e bom som"para lutar contra o veneno da mentira e da falsa racionalidade destilada por satanás nas vossas sociedades moribundas e portanto mortíferas. Mas a Vida chama a Vida e a Ressurreição abriu-vos o Céu, vinde pois procurar aí a vossa Alegria e a Paz para o mundo.

Chamo verdadeiramente toda a Igreja a dar-Me ao Meu povo, a dar-Me a conhecer na verdade da Minha Presença e da Minha Palavra. Tal como o Meu Papa, chamo a Minha Igreja a esta nova evangelização, a esta luta contra a mentira.

Que as Minhas Ovelhas difundam a Minha Palavra de verdade.

Que presentemente se levante o rebanho fiel e apaixonado que Me quer servir na Alegria dos filhos de Deus!

Todos são chamados. Dai também a conhecer as mensagens que Eu dou pelo mundo a todas as pequenas almas como as que trabalham para Mim nestas mensagens. Cada uma tem a sua própria missão, mas todas estão encarregadas de Me dar ao mundo através das obras que Eu lhes peço.

O Amor dá-se asas.

O Meu povo tem sede,

Saciai-o.

O Meu povo tem fome,

Alimentai-o.

O Meu povo sufoca,

Dai-lhe o Meu Espírito.

O Meu povo morre,

Dai-lhe a sua Mãe.

Eu sou a Vida, Eu sou o Amor,

O Amor dá-se asas.

Voa o Meu Espírito sobre a Terra,

Pousa sobre as almas apaixonadas

Que Me dão aos seus irmãos.

O Amor dá-se asas,

Pomba sobre a Terra

Maria Mãe da Igreja

Virgem da Eucaristia

Dá ao mundo o seu Filho Jesus.

O Amor dá-se

Amen

Jesus Cristo

24 de Agosto de 1999 - A falsa descoberta das ossadas de Jesus para contrariarem a Ressurreição

Eu te abençoo Minha Filhinha, sê sempre assim na Alegria para reconfortares o Meu povo. A alegria, a verdadeira Alegria de Deus, o entusiasmo, quase desapareceram do vosso mundo. Porquê? Porque este mundo não Me ama. Porque este mundo rejeita a sua origem, rejeita o seu Pai. Os filósofos têm razão ao falarem da morte do pai… Mas heis-vos órfãos e não livres como o houvestes acreditado! Deixar-Me dar-vos de novo o vosso Pai. O Pai que é Amor, deixai-Me dar-vos o Amor e, por superabundância de graças, tereis a Alegria. Eu sou o Filho Único em quem o Pai pôs todo o seu Amor, voltai-vos para Mim e juntos daremos glória a Meu Pai que é o vosso.

Maria, Minha Mãe, conduz-vos a Mim e Eu conduzo-vos ao Pai. Ir ao Pai é regressar à fonte do Amor de onde emana a vossa alma e todo o universo. Ir ao Pai é reencontrar a doçura da verdadeira vida em Deus na Alegria do Céu. Abandonai-vos a esta felicidade, vinde, depois do deserto, a este país onde corre o leite e o mel. A saída do Egipto, o tempo de deserto e a instalação na Terra prometida prefiguram a saída de vós mesmos, que passa por tempos de deserto necessários para atingir a margem da vossa Terra prometida que é o Reino.

Neste tempo, como no tempo de Moisés, os vossos únicos mantimentos para a viagem são a Fé, o Amor e a Confiança em Deus. Não vos deixeis tropeçar nas armadilhas que o Meu adversário vos estende e que são outros tantos veados de ouro para a vossa época. Guardai a fidelidade ao vosso Deus e vinde Reencontrar-Me na Montanha Santa para depois falardes ao Meu povo. […]

Quando Eu digo que em breve regressarei, é verdadeiramente dentro de pouco tempo, embora só Meu pai conheça a hora exacta. A Sua misericórdia pode prolongar este tempo para responder às orações dos Seus filhos como já várias vezes o fez sob as instâncias da vossa Advogada, Maria. Regozijai-vos para que este prolongamento permita a conversão dos corações de muitas almas.

Quando viveis Comigo, já no Meu reino pela vossa fé, mesmo que ainda na Terra, "em breve" é sempre em cada momento e mesmo que "em breve" leve anos para se realizar, para vós é "já". Que isso não vos desencoraje, pelo contrário.[…]

Em cada dia vos preparo mais para serdes capazes de Me dar aos vossos irmãos segundo o que vos peço. Aprendei de Mim a paciência e a confiança.[…]

Começará então a preparação da preparação do Meu Regresso (antes do fim deste ano) estamos em Moisés, não ainda em João Batista!: "Eu sou aquele que grita no deserto: preparai os caminhos do Senhor".

Vede o paradoxo que ouvistes ontem à noite: alguns incrédulos pensam que Eu não existi visto que não encontraram o Meu corpo! Vedes como e porque o Meu adversário vai dar um grande golpe, ao anunciar a descoberta de ossadas num túmulo que seria o de Jesus de Nazaré? De repente os cépticos dirão: enganá-mo-nos! Mesmo que então estejam duplamente no erro. Vede como a falsa Igreja se irá construir sobre a mentira e a mais completa ignorância, negando a Ressurreição e a Ascensão. Por último eles reduzir-Me-ão a não ser mais que um homem! Eles regozijar-se-ão, e serão muitos os ingénuos a deixar-se enganar.

Então "vós gritareis no deserto" para preparar os corações para o Meu Regresso, mais e mais, sem nunca vos cansardes, até que Eu volte. Eu voltarei primeiro aos corações abertos, e depois, e isso será fulgurante, aos corações de todos. Todos Me reconhecerão, cada um responderá com o seu amor por Mim e consequentemente cada um seguirá o seu destino.

A difusão da Revelação de Manduria na Igreja contribuirá directamente para o triunfo de Maria que Ela anunciou para o ano jubilar que vai entrar. O reconhecimento oficial dos seus títulos de Virgem da Eucaristia, Mãe da Oliveira Bendita e fonte do Óleo Santo da Unção Perene marcará este triunfo, significá-lo-á aos olhos de todos. A reconstrução da Minha Igreja continuará. Não haverá mais duas Igrejas, a Minha e a falsa do Meu adversário. Elas coexistem já, mas satanás não foi ainda até ao fim do seu projecto, ao qual Minha Mãe responde e responderá por um aumento da Sua presença e das graças que Ela dispensa.

Jesus Cristo

(Mesmo dia)

[…] Agora, Eu gostaria de desenvolver de novo o tema do Santo Sacramento. Perante Mim exposto no Santo Sacramento, vós vindes adorar o vosso Deus na Sua Presença Real dada à Terra para fortalecer as vossas almas e reforçar a vossa fé. Assim perante Mim, estabelece-se um diálogo íntimo da vossa alma com a Minhas Presença. Na adoração silenciosa Eu falo, dou-vos o Meu Espírito, elevo as vossas almas ao sabor do Reino. Este recolhimento interior é propício a perceber o Meu Espírito e as palavras que ele põe no vossos corações. Este silêncio desenvolve sobretudo a expectativa, o desejo que tendes da Minha Presença e torna-vos mais sensíveis ainda à minha Presença em vós por ocasião da Eucaristia.

É também o momento de vos confiardes a Mim por tudo o que vos preocupa reafirmando a vossa confiança e a vossa fé em Mim.

É ainda o momento de declarardes o vosso amor por Mim. Adorar é amar sublimemente. Deixai os vossos corações saciar-se assim na fonte.

Seria bom que Eu fosse exposto nas paróquias todos os dias e que aqueles que o quisessem viessem ver-Me e adorar-Me pelo menos um momentinho, como se vê na Minha Igreja, nas comunidades e nos mosteiros. Eu quero dar-Me ao Meu povo a fim de que, em verdade, ele regresse a Mim e viva de Mim.

As paróquias deviam parecer-se com as primeiras comunidades cristãs tais como as descreve são Paulo nas suas cartas e nos Actos dos Apóstolos; em vez de serem os desertos que Eu vejo.[…]

Jesus Cristo

26 de Agosto de 1999 - O homem e o amor

Eu te abençoo pequena alma do Meu Coração, serás no Meu Jardim uma flor muito bonita e perfumada que dará alegria ao Coração do seu Deus, isso significa que estarás sempre junto de Mim entre as almas fiéis, as que chamo Minhas flores porque elas simbolizam a beleza da criação.

Sei que, num mundo como o teu, a Minha linguagem de Amor surpreende. Eu amo e preciso de exprimir os Meus sentimentos, o que não é pieguice, mas Amor verdadeiro, puro e eterno. Criei a vossa alma à Minha imagem e semelhança, compreendei que Eu quero ensinar-vos a exprimir os vossos sentimentos de amor por Mim e pelos vossos irmãos, em verdade, sem afectação. Pelo contrário, a linguagem do Amor divino é cheia de beleza, de sensibilidade, ela é ao mesmo tempo leve e viva, dinâmica e eterna. Nenhuma linguagem é comparável a esta. A Linguagem do Céu, que será a das almas, é única, mas pela graça do Meu Amor por vós, podeis começar já a aprendê-la para amardes os vossos irmãos.

A ti pequena flor, quero ensinar-te esta linguagem a fim de que reconfortes em Meu Nome aqueles a quem te vou enviar e não te sintas ridícula por leres a todos as minhas mensagens de Amor por ti! Elas são verdadeiras, elas são alimento para a tua alma. O Amor é e será sempre a única justificação do universo e das vossas almas pelo Coração de Deus que é Amor.

Se Meu Pai pôs em Mim Todo o Seu Amor, pôs nas vossas almas, na tua alma, a capacidade de amar que vos torna únicos na Criação.

Foi por isso que no outro dia (em 18/6/99) Eu te dizia que a pergunta "porquê o homem?"deveria escrever-se "como Deus?"), quer dizer que a pergunta "quem é o homem?" só encontra a sua resposta compreendendo "quem é Deus". O conhecimento de Deus dá-vos a resposta: o Amor de Deus que se quer dar pois é essa a sua perfeição. Eu digo que a justificação da Criação é o Amor. Deus é Amor, portanto Deus cria e dá a capacidade de amar à sua mais perfeita criação, feita à Sua Imagem e Semelhança.

Sendo assim: "quem é o homem?": o homem é o Amor de Deus dado. O Amor de Deus precisa de se dar pois ele é infinito. A fonte deste Amor nunca se esgota; assim o Amor que Deus pôs nas vossas almas no dia da sua criação, precisa também de se dar visto que ele é da mesma natureza que o do Pai. O que também explica que, por sua vez, o homem seja criador ou antes co-criador, pois tudo o que fazeis Eu faço-o convosco em retribuição do amor de Meu Pai.

E o Amor que Deus vos dá por ocasião da criação das vossas almas, não pára de o dar. O Amor não é posto em vós de uma vez por todas, ele continua a ser-vos dado a todo o momento da vossa existência, é por isso que Eu digo que Deus sustenta a Sua Criação. Isso faz-se pelo Espírito Santo. Reencontramos aqui o mistério da Trindade em que Deus e o Seu único Filho são fonte de Amor e em que, juntos, pelo Nosso Espírito, vos comunicamos este Amor. O cristo-centrismo que Eu vos peço justifica-se, pois Meu Pai disse de Mim: " Este é o Meu Filho bem-amado em quem Eu pus todo o Meu amor".

Eu sou o Centro, mas não a exclusividade, Eu sou o Centro da Trindade: Pai, Filho e Espírito.

E no Seu imenso Amor, o Pai enviou-Me para vos salvar, pois satanás tinha-vos seduzido e conduzia-vos ao mal. A Minha morte e a Minha Ressurreição pararam a implacável descida aos infernos que o abandono da vossa liberdade tinha começado.

Hoje, volto outra vez para vos libertar totalmente do seu domínio. O Amor de Deus criou-vos livres e sereis livres na hora da escolha, mas Eu quero que essa escolha resulte de uma verdadeira liberdade. Ora a vossa liberdade está totalmente alienada pela inversão dos valores, excepto com certeza no coração daqueles que acreditaram e se converteram. Mas hoje muito poucos Me amam de verdade; purificados no seu amor pela confiança no Amor de Meu Pai através do sacramento da reconciliação. Eu peço mais e mais a conversão do coração, a confiança e a fé total que permitam o Meu Regresso aos corações, na Glória.

Este Coração a coração que nunca deveria ter cessado, quero restaurá-lo com cada um destes pequenos que são os Meus. Ser pequeno é ter compreendido o Amor do Pai por todos. É pequeno, portanto próximo do Reino, aquele que acredita no Amor do Pai por ele, da mesma forma que a criancinha acredita no amor do seu pai. "Portanto sede como criancinhas". Mas se o amor da criancinha pelos seus pais for decepcionado, isso pode prejudicar a sua capacidade de acreditar no Amor de Deus por ela, então o sacramento da reconciliação restaura a certeza da fidelidade de Deus em relação à sua criação, no coração daquele que se abandona com confiança, coragem e fé ao Coração de Deus. É um acto da vontade, para lá das feridas, que permite restaurar a fé, assim como a capacidade de amar.

A ti que Me amas, Eu te abençoo.

Eu te abençoo, amor da Minha Ternura, filhinha elevada à alegria do Pai para Me servir de mensageira. O Amor dá-se asas, significa que Deus se mune de mensageiros. Mas Eu prefiro a linguagem, mais poética, do céu. É por isso que, pela poesia, vos dou um relance do céu através desta linguagem tão ricamente simbólica contendo, no entanto, a verdade. Não te esqueças de dar a Minha mensagem a X., as colecções de poemas, linguagem do céu, serão fonte de conversão para as almas sensíveis à beleza das palavras e à efémera evocação da perfeição celeste, objectivo último do vosso destino.

Queres agora escrever a X.? Obrigado.

Jesus Cristo

27 de Agosto de 1999 - Missa. Igreja. Amor do Pai

Eu te abençoo, vem para ao pé de Mim, aproxima-te do Meu Coração que se quer dar a ti. Deixa-Me habitar o teu coração, que ele viva de Mim, que os seus batimentos sejam os Meus e o seu sangue o Meu Sangue, assim o Meu Espírito estará no teu. Fecha os olhos, faz silêncio e sente o Meu beijo que é Presença santificante. Tu tens a Minha Paz, tens a Minha Alegria, escreve agora para os teus irmãos:

A Minha Paz descerá sobre a Terra e todas as coisas serão renovadas. Acolhei desde já a Minha Paz nos vossos corações, acolhei-Me, assim Eu habito nos vossos corações. É a hora do Meu Regresso em Glória aos vossos corações. Cada coração que Me glorifica faz aproximar o Meu Regresso, cada conversão faz avançar a Minha Paz, portanto rezai e trabalhai Comigo na conversão dos corações. A nova evangelização que é a difusão do Meu Amor precisa de todos. É essencial dar a conhecer a dimensão de amor da vossa religião. Eu quero transformar a tristeza em alegria profunda do coração: porque é que habitualmente se diz que os Meus fiéis da missa dominical quando saem estão tristes, quando até os não crentes sabem que eles deveriam respirar a alegria de viver e de serem amados! Compreendeis o mal que Me fazeis ao deformardes completamente a imagem da Minha Igreja? Para levar os corações à conversão, a Minha Igreja deve ser viva e alegre, habitada da fé profunda no Amor do Pai. Mas a maior parte daqueles que se dizem meus vêm até Mim, à santa missa, com o coração vazio e seco pois na verdade eles não compreenderam, eles secaram. É verdade que também eles tiveram uma educação cristã árida em vez de terem descoberto a riqueza e a alegria da vida em Deus.

A moral é muitas vezes rígida e fria, se não for precedida e provida da aprendizagem do amor. Ensinai os vossos filhos a amar o Deus pelo qual eles são amados; ensinai-os a amar o seu próximo: então a sua educação moral será rica, porque ela terá verdadeiramente saído do coração. A partir do momento em que o coração estiver aberto, cada qual sabe onde está o mal e onde está o bem, que não são dados relativos como, neste tempo, gostariam de o fazer acreditar. As noções de bem e de mal estão directamente ligadas ao conhecimento do Amor de Deus por si.

Cada qual é chamado assim a exercer o discernimento do coração. Em cada situação existe uma solução conforme ao Amor, esforçai-vos sempre por a privilegiar, mesmo que ela peça a ultrapassagem dos vossos limites, é preciso ir além de si mesmo para encontrar Deus. Deus, que vos faz crescer na fé e na caridade, quer dizer no Meu Amor, está verdadeiramente para além de si. […]

Eu te abençoo com toda a Minha misericordiosa Ternura.

Jesus Cristo

30 de Agosto de 1999 - A Morte e o Reino. A Família

[…] Algumas famílias são particularmente abençoadas e santos anónimos na Terra mas muito próximos do Meu Coração no Céu intercedem por vós, como a tua avó (N) que tu não conheceste. Outros ainda, rezam por vós e tornam-vos abertos ao Meu Amor, permitindo assim a Minha Mãe dispensar-vos as graças que o Meu Coração previu desde toda a eternidade.

Actualmente a família é a tal ponto atacada, destruída, pervertida, que assim, ao reunir os membros de uma mesma família nos laços da fraternidade de Cristo, Eu quero renovar a própria noção de família. Vós não conseguis imaginar, mas muitas almas não têm o conhecimento de uma verdadeira estrutura familiar: pai-mãe-filhos.

Que santos lares Me honrem e a família renascerá. A verdadeira educação que é a do coração só se adquire no seio da célula familiar vivendo em Deus.

Sou mesmo Eu que te falo! Que poderia ser isso? Eu sou o Cristo, o Deus vivo, o Filho único do Pai. Avançai com confiança no caminho que Eu marco para vós. A Minha obra deve espalhar-se para um dia poder começar! Dai as Minhas mensagens sem medo de fazer mal àqueles que estão verdadeiramente abertos ao Meu Amor. Eu não vos deixo errar, tende pois confiança no Meu projecto. (Eu sei que tu estás totalmente confiante).

O Meu bispo vai brevemente ouvir falar de ti e das mensagens que Eu te dou, pois essa é a Minha vontade. Não sejas tão curiosa! Tu também saberás como em breve! Eu disse-te que tratava de tudo, por isso segue em paz no Meu caminho para ti. Aceita a Minha vontade e avança. Eu sou o teu guia, o pastor da tua alma. "Eu conheço as Minhas ovelhas e as Minhas ovelhas conhecem-Me."

Fica Comigo, o teu cansaço passará. Olha para Mim e sorri ao Meu Amor por ti. Vamos, Eu gosto que Me sorrias. Aproxima-te mais do Meu Coração.

Escreve isto para os teus irmãos a quem Eu quero dar a vida. Porque vos atormentais sempre com a morte que não é mais que a etapa, a viagem que vos conduz ao Reino? Porque temer aquilo que faz a delícia de tantas almas? Porque seguis tantas vezes a vossa razão no temor, quando o vosso coração se inclinaria para a doçura da fé?

O Reino que vos espera é mil vezes mais radioso que aquele que deixais. Nele as cores da vida são de uma beleza infinita, mais vivas, mais palpáveis também, com milhares de matizes em mudança impossíveis de reproduzir na Terra. O mais belo quadro do mais talentoso pintor não poderia reproduzir este esplendor eterno. Nele o ar está cheio de perfumes suaves cada um mais delicado que os outros. Nele tudo possui uma intensidade de vida que torna magnífica a mais pequena criação. Nele também reina a ordem. Nada inútil, nada desequilibrado, tudo é harmonia e beleza pura, propícia à elevação do coração. Tudo contribui para o conhecimento progressivo do Coração de Deus que é Amor. Nada opaco ou sombrio, tudo é transparente, fluido, suave. No Reino a alma sente-se maravilhosamente bem, verdadeiramente, banhada pela luz do Amor do Pai, habitada pelo Cristo que Eu sou, rodeada de amigos acolhedores e simpáticos. Para lá da viagem que é a morte, encontra-se a verdadeira vida, e o caminho continua no aprofundamento do conhecimento de Deus, da oração e do louvor. Eu estou ao vosso lado, o Meu Amor acompanha-vos. Não tenhais medo da morte que é o verdadeiro nascimento para a vida. Aspirai antes serenamente a este reencontro Comigo. A hora da vossa morte pertence-Me.

Vai em paz Minha filhinha […].

Eu te abençoo pelo teu acolhimento e pelo teu amor por Mim. Faz o mesmo com cada um dos teus irmãos como se se tratasse de Mim.

Jesus Cristo

3 de Setembro de 1999 - Manduria. Eucaristia. Vinda Gloriosa

(Depois da leitura do livro que relata os factos e as mensagens dadas a Débora em Manduria, o Senhor concedeu-Me a graça de me elevar ao diálogo com Ele, pois eu acreditei nesta última Revelação para o mundo. Foi o que Ele me disse…)

Minha filha bem-amada, Eu te abençoo. Recebe a Minha Paz na tua alma, recebe a Minha Graça no teu coração, renova o teu acto de consagração aos Corações unidos de Jesus, que sou Eu, e de Maria, Minha Santa Mãe, a Eleita de Deus, a Guardiã da Terra, o seio perfeito que Me concebe e vos concebe a todo o momento desde que vos confieis a Ela.

Minha filha, vai sem medo, com o teu amor por Mim e a tua vontade de me servires. A tua missão toma, hoje mesmo, um novo ímpeto. Dei-te a conhecer a Revelação de Manduria, a última deste tempo que é o da purificação, e de hoje em diante quero-te completamente Minha. Tu quere-lo?

Sim Senhor, eu quero-o, que se faça em mim segundo a tua vontade. Amo-te, meu Senhor e meu Deus. Que venha o Teu Reino sobre a Terra, que venha o Teu Reino, que venha o Teu Reino.

– Sim, Minha alminha, sou também Eu que ponho essas doces palavras de vida e de fé no teu coração para que Me as digas! Tu sabes que dependes da Minha graça e não dos teus méritos.

Que são nulos Senhor! Tu cumulas-Me com o Teu Amor e eu não sei como te amar. Dá-Me uma fé maior e a caridade do Teu Amor para os meus irmãos.

– Isso acontecerá, deseja sempre o que Eu quero para ti, assim tu estarás Comigo no Reino. Tu vives já no Reino, porque te amo. A Minha graça conduz-te até Mim, pois és pequenina e sozinha não nada podes.

Obrigada meu Deus por te debruçares sobre a tua pequena serva tão imperfeita, tão fraca, tão tentada a pecar por falta de amor pelos seus irmãos.

– Dar-te-ei a Minha Força, serei o teu coração perante os teus irmãos, e em ti os amarei. Não estás feliz por hoje te elevar a este diálogo íntimo Comigo?

Estou, Senhor, amo-Te e adoro-Te.

– Não procures esconder o que o Meu Amor põe no teu coração como suaves palavras a teu Deus! É bom que assim seja, a fim de que muitos, que estavam dispersos pelo medo e pelo mau temor a Deus que é a ignorância da Minha Infinita Misericórdia pela Minha criação, voltem a Mim.

Quero dar às mensagens que dou ao mundo através de ti, Minha pequenina alma, um ímpeto novo, graças à tua fé na Revelação de Manduria. Tu acreditaste e o teu coração abre-se mais à Minha graça que Eu quero derramar em ti para alimentar esta pobre França árida e esvaziada da sua alegria de Primeira Filha da Igreja. Mas Eu farei florir de novo os seus canteiros, e ela resplandecerá a Meus olhos com o amor por seu Deus reencontrado graças à difusão da Revelação que Eu dei a tua irmã Débora, mártir deste tempo. Ela é verdadeiramente tua irmã pois as vossas almas estão unidas à Minha.

Obrigado Senhor por Me dares esta irmãzinha para amar. Pela idade ela é quase gémea da minha irmã de sangue. Também chamas minha irmã a servir-te?

Sim, chamo, Eu te abençoo por lhe teres dado a conhecer a Minha última mensagem para ela a fim de a libertar do medo de não ter vocação para o casamento, para que ela avance no Meu caminho.

É importante para a Minha obra ter podido dar-te estas novas graças de diálogos íntimos Comigo pois a partir de agora tu consegues formular perguntas!

Não faças troça de mim, Senhor, eu sou muito fraca.

– Não temas, Minha amada, Meu tão frágil cordeiro, Eu levo-te, Eu guio-te, Eu dei-te a tua Mãe e a Minha para que caminhes com toda a segurança nas vias deste mundo pervertido. Nunca satanás poderá prejudicar-te pois Eu dei-te a capacidade de veres, como já te tinha dito, as "cordas" que ele agita em todos os sentidos para vos enganar. Suporta e oferece-Me as tuas dores por te veres atacada por interpostas pessoas. Eu fui rejeitado, Eu sou rejeitado, Eu sou o Amor não amado e tu és a Minha amada, por isso carrega Comigo a Minha dor moral.

Oh! meu Deus, dás-me realmente a graça de participar nas Tuas Santas Dores Morais?

– Sim, Minha filha, elevo-te a esta graça também. Sei que não podes trazer as dores físicas que peço a Débora para partilhar Comigo, mas a dor moral da rejeição que Eu experimentei, concedo-te partilhá-la Comigo.

Obrigado, Senhor, mas eu acho tão difícil acreditar que os ataques venham de tão perto, eu que esperava o auxílio desta pessoa.

– Eu sou o teu único auxílio, Minha filhinha, volta-te unicamente para o Meu Sagrado Coração unido ao Imaculado Coração de Maria. A pessoa cujo abandono te afecta voltará, transformada ao Meu Amor, prometo-te.

Obrigada, meu Deus, meu Amor, minha razão de viver, minha única verdadeira ligação aqui em baixo.

– É bom que exprimas assim o teu amor por Mim, Minha filha, estes diálogos serão fonte de conversão. Mas tu serás rejeitada por alguns. Compreendes porque te dei esse carácter forte que não varia com a tempestade?

– Compreendo Meu Deus que tu tinhas pensado em tudo pois Tu és o Todo Poderoso, o Eterno!

– Minha filha, escuta o Meu Coração ferido que derrama estas graças sobre esta pobre humanidade como outras tantas gotas do seu Precioso sangue. Sê pois como um cálice para as recolher e que, através de ti, Eu sacie o Meu povo.

É portanto a missão que esperas de Mim, Senhor? É imensa a tarefa que Me confias.

– Não esqueças que sou Eu quem age através de ti, tu tens simplesmente de te abrir sempre mais à Minha graça. Através destes diálogos, Eu alimento a tua alma e isso constitui uma oração, que não te impede de meditar o Santo Rosário como Maria pede em Manduria. O tempo passado nesta oração do coração não é perdido para as Minhas mensagens, pelo contrário, ele ajuda-te a aprofundar a Minha palavra e o teu amor pela Santa Trindade e a Santa Virgem Maria, Minha Mãe: Filha, Esposa e Mãe do seu Deus.

Só a oração salvará o mundo, só a oblação das vossas almas na oração do coração trará o Meu Reino, só o dom total de vós mesmos ao Meu Coração acelerará o Meu Regresso na Glória aos corações.

Senhor, eu não compreendo muito bem os Teus desígnios: voltarás em carne e osso…?

– Todos Me verão na Minha Glória de Filho glorificado pelo Pai. Todos Me conhecerão, mas Eu não conhecerei os que Me tiverem traído e rejeitado apesar do Meu apelo durante o tempo da purificação que actualmente viveis. A Hóstia Santa do Meu sacrifício perfeito de oblação à vontade do Pai é a Minha Carne que vos dou a comer. Que o que tem ouvidos ouça! E que aquele que procura se prepare. Eu levantarei o Véu Eucarístico que Me esconde e todos me verão na Glória. Amas-Me muito Minha filha, Minha amada?

Sim, Meu Deus! Tu sabe-lo…

– Então acredita, acredita e espera no Meu Amor.

Eu acredito e espero Senhor na Tua Misericórdia.

– Eu estou contigo, guio a tua mão que escreve as palavras que murmuro à tua alma e aquelas que, por sua vez, a tua alma ousa murmurar-Me nesta troca íntima que me enche de alegria. Eu só tive de esperar um pouco para te conduzir até aqui, abençoo o teu zelo e o teu amor.

Senhor, és Tu que fazes tudo isso em mim, sem Ti não sou nada.

– E se gosto de Me abençoar ao abençoar-te por aquilo que Eu te dou? Eu abençoo o teu coração aberto que Me permite dar-te as graças que para ti estão preparadas desde a criação da tua alma. Rego a Minha jovem planta desde o seu nascimento para que ela enalteça o seu doce perfume de rosa fiel na hora do encontro Comigo.

Quando Te encontrarei eu, Meu Deus?

– Não me tens todos os dias contigo? Encontraste-Me no teu coração quando abandonaste a tua vontade à Minha; quando te confiaste ao Meu Perdão na alegria e não mais no temor e na vergonha! Levei a tua alma a fazer-Me dom dela própria para que em troca Eu possa conceder-te o dom do carisma que te dou, que mais que um carisma de escrita é um carisma de diálogo de amor Comigo, teu Deus. Vês como a Minha graça te foi hoje dada em extremo pela graça do dom das lágrimas derramadas sobre a Minha dor de Deus rejeitado. Aceitei as tuas lágrimas como sacrifício de reparação das Minhas dores e a Minha graça fundiu sobre ti. Sentes o novo ímpeto e a nova alegria da tua alma?

Eu exulto, ó meu Deus, em cântico de louvor pela tua divina Misericórdia e teu infinito Amor pela Tua criação. Ó meu Deus, eu amo-Te e adoro-Te permite-me permanecer humildemente ao pé da Cruz como o cálice que reclamas. Derrama na minha alma, Senhor, as gotas do Teu Precioso Sangue, a minha alma tem sede de Ti, Deus de todas as Alegrias! Quero servir-te pela eternidade que preparaste… Faz com que eu Te ame sempre mais e te sirva segundo a tua Palavra.

– Amen, na verdade far-se-á segundo o que Eu quero para ti, e que faz suspirar a tua alma por Mim, o único auxílio na tribulação.

Meu Deus eu não sabia que ser a serva do Teu Precioso Sangue, como já Me tinhas dito, consistia em tornar-se o cálice que recolhe as gotas do Teu Sangue. Como é isso possível?

– Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros. As gotas do Meu Sangue são as palavras que Eu te dou, e tu és receptáculo delas, compreendes?

Compreendo, mas a linguagem mística não é familiar às nossas almas enganadas pelo racionalismo deste século.

– Vede o que aconteceu por Me terdes afastado de vós durante tanto tempo, a Minha palavra parece-vos estrangeira, mas na Minha infinita Bondade, Eu explico as Minhas palavras a fim de que Me compreendais.

Tenho consciência de que se Tu me retirares a Tua graça, eu não passarei de um fraco pequeno nada agitado pela tempestade do mundo.

– Mantém-te unida ao Meu Sagrado Coração e os ventos não te sacudirão, na provação permanecerás firme na fé e Eu não te retirarei a Minha graça.

Confiança, Minha menina, Meu cordeiro, os Meus desígnios para a vossa Terra são maravilhosos e tu verás a Minha Glória. Deixa a tua alma voar para Mim, não te deixes atrair para a Terra pela brutalidade dos não crentes ou pelos ataques verbais que o Meu adversário não deixa de te dirigir por interpostas pessoas. Sê na Alegria de seres o pequeno instrumento confiante do teu Jesus, Corpo Santo e Sangue Precioso do Místico Cordeiro Imolado.

O Teu Amor, Senhor, dá-me asas.

– Vai, Eu te abençoo, ama, reza e espera.

Jesus Cristo

4 de Setembro de 1999 - O Movimento de Amor é o Movimento do Cristo e é um Partido Político - MRC Movimento para um Renovamento Cristão. Batalha. Terço é a arma

Eu te abençoo alminha do Meu Coração por ouvires sempre o Meu apelo e vires depressa mergulhar-te no Olhar de Amor ardente do teu Jesus que Eu sou. Olha para Mim com ternura e deixa-Me invadir o teu coração pelas Minhas graças para ti reservadas nesta hora que é a Minha.

Não compreendo muito bem esta frase, Senhor. Que hora é esta?

– A hora do Meu Regresso à Terra. Eu dispus de muitas graças no Meu Coração para esta hora em que preciso de todos. Desde toda a eternidade reservei os Meus tesouros para preparar a Minha Vinda: é o Segundo Pentecostes, é o Meu Espírito que se difunde pela Terra como um poderoso sopro. É ainda a hora da purificação. Purificai os vossos corações a fim de que seja atenuado o castigo de que, na Sua compaixão, Minha Santa Mãe vos advertiu em Fátima e que Ela revela de novo em Manduria. Quantos mais corações convertidos houver, menos consequências catastróficas provocará a Justiça na Terra. Lembro a todos que a hora da escolha já soou. Precisais de vos decidir por Mim, senão sois contra Mim. Realizai o pequeno esforço de humildade que vos permitirá começar a pedir perdão pelas vossas faltas ao amor, pelas vossas rejeições do que Eu sou, o Cristo de Deus, vindo para vos salvar. Tornai-vos transparentes perante a Minha Face que então vos iluminará. Contemplai-Me na Minha Irradiação eucarística que é a Minha Presença Real na Hóstia. Deixai-vos invadir pela Minha Paz e então decidai-vos por Mim, Eu espero-vos.

Que esperas de mim, Meu Deus?

– A ti, quero-te completamente dada ao Meu Coração.

Eu sou completamente tua Senhor, não guardo nada do que sou para esta Terra. Jesus, quero apenas passar o meu Céu a contemplar-Te durante todo o dia de um canto do Teu Jardim.

– Tu estarás junto de Mim, porquê quereres esconder-te num canto, quando podes tocar as Minhas roupas e dialogar Comigo? O dom que te concedi nesta Terra não te será retirado no Céu.

Obrigado Meu Deus pela Tua magnanimidade! Tu és tão grande e eu tão pequena…

– No Meu Amor eu baixo-Me até ti, para te elevar a Mim que sou a alegria do teu coração. Agora, escuta.

A Minha obra deve lançar-se ao assalto do mal espalhado por satanás e pelos seus agentes maus. Está na hora de preparar a ordem de batalha. A espada do Arcanjo Miguel está levantada, pronta a abater-se sobre as legiões demoníacas que encarnaram nesta Terra. A vossa espada, é o terço rezado com todo o vosso coração, conscientes de que é verdadeiramente a arma que vos é dada para combater. O exército dos Meus anjos está convosco, vós sois o ganho de um combate que vos ultrapassa. Eu quero, graças a vós, livrar-vos das garras da antiga serpente, o Usurpador da vossa liberdade e do vosso amor oblativo.

Senhor, não me falaste Tu de uma acção mais concreta em ligação com a oração?

– Sim, Eu quero fundar convosco um Lar do Movimento de Amor, de que tu leste os estatutos no livro Manduria, e um partido "político". Este partido é o Movimento de Cristo, um Movimento de conversão dos corações que tenha responsabilidade na cena política nacional e depois internacional a fim de combater a franco-maçonaria que investiu todos os partidos actuais supostos representantes dos "cidadãos". Abri pois os olhos, vede como eles vos manipulam! Nenhum se preocupa com a vossa salvação eterna que é o único objectivo real da vossa existência e que requer aprender a amar. Educam-vos, estes monstros de egoísmo e de estupidez? Amam-vos estes agentes do mal? Então, decidi-vos por Mim, que vos amo, que sou a Salvação, o Caminho, a Verdade e a Vida. Cada convertido, cada consagrado ao Meu Coração e ao Coração de Maria que estão unidos, compreenderá no seu coração que se quiser que o Meu Reino venha, é chamado a alistar-se no Meu partido, doravante falarei do Meu Movimento. A França compreenderá de repente que uma corrente que ela acreditava plenamente ter conseguido eliminar brota mais possante que nunca: o Movimento dos soldados de Cristo, o Movimento dos servos adoradores de Cristo. É por isso que Eu digo que este Lar do Movimento de Amor e o partido são uma e a mesma obra. Construirei convosco a unidade do Mundo, o que está longe da mundialização baseada sobre o poder que o dinheiro dá num mundo conduzido por satanás. O Meu reino será o do Amor, da fraternidade e do serviço mútuo na consciência do vosso destino. Quando o Movimento de amor começar a espalhar-se em França, no clero e no Meu povo, o Movimento "político" estará de facto implantado, não haverá mais do que estruturar as ligações e apresentar eleitos por toda a parte. Toda a preparação se fará ao abrigo do Manto de Maria, Protectora dos povos, Mãe da humanidade, Rainha da Terra e Jerusalém resplandecente do Amor de Deus. Ela protegerá assim a Minha Obra do olhar do iníquo, e quando Ela abrir o Seu manto, a França sectária e o mundo mau descobrirão estupefactos que perderam. A Jerusalém Celeste descerá do Paraíso e esmagará, com o seu calcanhar, a cabeça da serpente. Então Eu voltarei; entretanto, será rude, nos corações, a batalha pelo Meu triunfo. E, a batalha nos corações acabará por se manifestar com as armas na mão. Só Eu, o Cristo, posso dar-vos a paz na Terra, pois Eu sou a paz dos vossos corações.

Dá-nos a Tua Paz, Senhor.

– Ela virá, preciso de todos para que ela se manifeste. A conversão do coração abre-vos à paz do coração, que leva a paz ao mundo, quer dizer, Eu e o Meu Reino.

Que venha o Teu reino! Amor e paz para o mundo, Senhor! Piedade para ele, piedade para nós, criaturas tão fracas e ingratas da tua magnificência!

– Paz, paz, paz, Minha filha. Paz ao teu coração que repousa sobre o Meu. Amo-te, alminha do Meu Coração, com um amor de ternura que te transtorna de cada vez que o sentes. Queres um dos Meus beijos?

Ó sim, Meu Deus, amo-Te muito, preciso muito de Ti para viver.

– Eu te abraço, vai em paz.

Jesus Cristo

6 de Setembro de 1999 - O deserto e a reedificação. A Carta dos Governos

[…] Não te deixarei imaginar e escrever palavras que venham de ti, já to tinha dito! Sorri-Me agora, Minha alminha! Se queres conhecer-Me até Me veres, deves acreditar em Mim, no Meu Amor por ti, na Minha especial Bênção da tua alma.

Sinto-Me muito fraca, Meu Senhor, perante a tua Face.

– Assim está bem, posso dar-Me a conhecer ao teu coração pois ele está vazio de ego e de orgulho, de ambição e de vontade por ti mesma.

Sou realmente assim?

– Eu te o digo! Deixa-Me guiar-te para que possas ser o pastor do Meu rebanho.

Não compreendo, para mim, um pastor é um sacerdote.

– Vês como os Meus pastores cuidam do Meu rebanho? Eles traem-Me, deixam-Me, odeiam-Me, desfiguram-Me, para acabar por Me enterrar! No sentido próprio e no sentido figurado! Então, no Meu Amor e na Minha Misericórdia, decidi consagrar pela Minha bênção e pela Minha predilecção, almas humildes e amorosas para suprir às traições e aos abandonos do Meu ministério sacerdotal. São graças que Eu dou ao mundo para o salvar. Se não for Eu, quem acordará o Meu povo a fim de que vigie como virgem sensata, por intermédio dos instrumentos que escolhi para Mim? Instrumentos que estão sempre na Minha Igreja, fiéis ao Meu Papa e aos Meus Evangelhos, na grande Tradição dos santos das épocas volvidas. Eu quero guiar todos para a santidade. Para isso, devo fazer-Me conhecer, a fim de que não mais possam dar ao Meu povo um falso ídolo para adorar numa falsa Igreja!

Guia-nos, Senhor no caminho do teu Coração, que é Verdade e Vida! Toca-nos para que te conheçamos.

– Eu toquei o teu coração, tocarei muitos mais corações a fim de que venha o Meu Reino. A purificação em que vos convido a trabalhar, necessita do apelo à conversão, quer dizer à orientação do coração, como de um radar, em direcção ao Meu Coração. Precisais de fazer o caminho inverso daquele que foi percorrido pela humanidade depois do pecado original. Para isso dou as Minhas graças, os Meus carismas, os Meus fieis instrumentos, os Meus zelosos servidores pelo dom do Meu Espírito Santo sobre a vossa Terra, no vosso tempo: o segundo Pentecostes já começou. Os vossos corações são o refúgio da Mulher que foge para o deserto. Hoje a Minha Igreja, aquela que tu chamas a "verdadeira", encontra refúgio e vida nos corações dos consagrados aos Corações unidos de Jesus e Maria: é esse o "pequeno resto". Que os vossos corações sejam um deserto. Deserto como refúgio protector para a Minha Igreja e para Minha Mãe, deserto (ausência) de todas as tentações, falsidades, mentiras, deserto em que Eu vos alimento com o novo maná: a Eucaristia e "com toda a palavra que sai da boca do Senhor".

Eu sou o Rei da Revelação. Hoje, chamo-vos a seguir-Me até ao deserto, durante o tempo da purificação, antes da Reedificação, aquilo que, ao nível "político", tu chamas: reconstruir o mundo dotando-o de instituições santas, reconhecendo Maria como Rainha e Jesus como Rei.

O símbolo encontra maneira de se materializar na Terra. A reedificação, o Reino de Deus faz-se nos corações pela conversão, depois fixa-se na realidade material pela organização das relações na comunicação das instituições. E para isso Eu darei, confirmo-o de novo, a carta dos Governos dos povos segundo Jesus Cristo, que Eu sou. Eu serei o vosso Rei e vós sereis o Meu povo. Juntos, adoraremos o Pai, assim estará presente o Reino de Deus na Terra.

Sei que tens dificuldade em conceber tudo o que te anuncio, nós iremos aprofundando o Meu ensinamento. Retém o essencial de hoje que é difundir a mensagem de Manduria pela criação de Lares do Movimento de Amor e pela acção interna (na Igreja hierárquica) do Meu bispo X. para este mesmo reconhecimento dos vocábulos sob os quais Minha Mãe lá se apresenta. O resto seguir-se-á logicamente.

O Lar, Maria Virgem da Eucaristia em ligação com a comunidade X servirá de centro de difusão: peregrinação a Manduria, grupo de oração, representatividade "política" do Movimento de Amor no coração de França, da Europa e depois do mundo. Eu quero arrancar o Meu povo das garras de satanás, Eu quero dar-lhe a sua inocência espoliada, a sua alvura manchada e o seu amor pervertido.

Qual dos Meus amigos pode ficar surdo aos Meus apelos? […]

Jesus Cristo

13 de Setembro de 1999 - O Amor Divino / humano. As locuções interiores servem-se da personalidade: imperfeição

– Jesus

– Estou aqui, no silêncio do teu coração aberto à Minha Presença, Eu falo contigo. Não tenhas medo, sou Eu, Jesus, Filho de Deus e de Maria. Tranquiliza o teu espírito, ao agires como o fazes, obedeces-me, acredita sempre que sou Eu que te falo e caminha em segurança. Não deixarei enganar-te. Dei-te a capacidade de "ver" e de "sentir" as manobras do Meu adversário. Se subsistem algumas imperfeições nestas mensagens que dependem da revelação privada, como tu leste no prefácio do livro azul do M.S.M., porque dadas por locuções interiores, elas apenas provêm de pequenas deformações na escrita daquilo que Eu digo, o fundo não é por isso menos verdadeiro. Para te falar Eu apoio-Me nos teus conhecimentos, quando Eu posso sirvo-Me sempre do existente. Por exemplo, tu trocaste virtude teologal com virtude cardinal! São pequenas imperfeições devidas à tua ignorância em matéria teológica, mas que não prejudicam o conteúdo daquilo que Eu digo. A transcrição da locução interior que recebes do Meu Coração faz-se através da tua personalidade. Se algumas vezes exprimes o Meu pensamento um pouco confusamente, dar-te-ei precisões quer numa mensagem posterior, quer através de uma leitura apropriada que te dará a noção teológica exacta tal como admitida na Igreja. Eu não procuro dar por estas mensagens um novo tratado de teologia, mas sim inspirar a Obra, o Movimento de que te falei para suster a vossa acção e a fim de ser o "Chefe" dela, o Artífice, o Pastor.

Obrigado, Senhor, por assim me esclareceres acerca de um ponto que levantava questões de autenticidade da Tua mensagem e às quais eu não sabia responder.

– Eu disse "pedi e recebereis".

– Senhor, que posso eu fazer por X.?

– Rezar, a fim de que ela encontre a paz do coração e de que não tema mais pôr-Me em primeiro lugar no seu coração e na sua vida. Ela luta contra ela própria, contra o medo de deixar fugir, de confiar em Mim. Reza para que ela cresça na fé. Não sejas tão dura com ela pois satanás utiliza as suas fraquezas psicológicas para a impedir de se dar inteiramente a Mim. Eu espero-a. Eu não posso quebrar essa ligação que ela mantém por temor de perder outra vez o amor deixando-o escapar-se, tu sabes que ela ainda age em função da sua problemática de criança. O seu " síndroma de abandono" prejudica o seu abandono ao Meu coração! Só a fé e a confiança, o acto de vontade, que é o acto de fé a libertará. Que na sua vontade consagrada à Minha, ela diga "Senhor, eu amo-Te acima de tudo e acredito que Tu cumularás a minha necessidade de amar."

O amor sentido por uma criatura não deve "roubar-Me" o amor que Me pertence! Isso depende muito do sacramento da reconciliação, a excessiva ligação a um sentimento de amor humano é uma falta de amor a Deus. O vosso amor humano deve divinizar-se dando-se através do Meu Sagrado Coração, aí, ele adquire a sua pureza e a sua verdadeira dimensão de caridade no sentido paulino, senão esse amor depende do sentimentalismo. A quantidade de amor é-vos acessível mas a qualidade desse amor encontra-se no filtro do Meu Coração. Eu vo-lo disse, sou Eu que ama em vós, e para isso deveis amar-Me primeiro e unicamente. A fonte do amor, sou Eu.

Senhor, devo transmitir esta mensagem?

– Sim, quando vires X., dar-lhe-ás a ler esta passagem. Não é mau que ela sinta assim o sofrimento de amor, a falta do outro, a fim de compreender o que Eu vivo quando uma alma Me recusa e Me rejeita; ela só terá mais compaixão por Mim, o que aumentará a sua fé.

Eu te abençoo, pequena alma, vai em paz no Meu Caminho para ti.

Jesus Cristo

16 de Setembro de 1999 - Cruz e Co-redenção. O Rosário

Vem, florinha do Meu Coração que Eu te abençoo.

Acredita verdadeiramente que a oração do coração, o terço e o Santo Rosário são os elos da corrente que, pouco a pouco, prende o Dragão Vermelho. O Meu Espírito sopra no mundo para dissipar as brumas de satanás e purificar o mundo. Que os vossos olhos pressintam o nevoeiro demoníaco no qual satanás quer encerrar as vossas almas, a fim de que eles se abram à Verdade que Eu sou, Eu, o Cristo Salvador e Rei da Terra. Tende confiança, sede como criancinhas nos braços do Pai, deixai-vos guiar. Eu quero conformar-vos a Mim.

Vós que recebestes o dom da fé, cultivai a virtude da esperança que vos faz olhar para o Céu e inclinai-vos para a caridade pelo mundo e pelos pobres. Os pobres são antes de mais todos os vossos irmãos doentes da falta de Deus, doentes da ausência do Meu Amor na sua vida. Vós que Me conheceis, dai-Me! Dai-Me a conhecer pela vossa vida, pelos vossos actos, pelas vossas palavras, pelas vossas orações, pelo exercício dos dons carismáticos que a Trindade dispôs para vós no seu desígnio de Salvação.

"Prendi-vos" ao pé da Cruz para vos elevar ao Meu Sagrado Coração e vos conformar a Mim até à Cruz: a vossa imolação no altar do amor pela oração e pela penitência como obra de Redenção participativa da Minha Ressurreição. O que vos "prende" no mesmo sítio, é a revelação do mistério da Cruz, todo o vosso ser está na comoção do Espírito perante esta Revelação do Amor de Deus por vós. E esta "comoção" da alma abre-vos à verdade do Meu Sagrado Coração, à vida eterna na Trindade Santa: Pai, Filho e Espírito. Ao pé da Cruz, Eu dou-vos Maria para levardes para vossa casa, quer dizer no vosso coração, como novos João. Os vossos corações tornam-se então refúgio para a Mulher no deserto e vós revestis a vossa missão sacerdotal de Filhos de Deus, recebida no baptismo. Foi por isso que Eu disse, ao falar de João: " se Eu quiser que ele permaneça até que Eu volte", e não "ele Não morreu". João, é cada um de vós que permaneceis ao lado de Maria, cobertos com o Seu manto, ao pé da Cruz até que Eu venha. É a vossa esperança, a promessa que Eu vos fiz. Eu volto de novo na Glória, ao coração de todos. Dai a Minha Santa Mãe a possibilidade, pela vossa adesão ao seu Desígnio, de vos conduzir a todos ao pé da Minha Cruz, onde vos poderei elevar ao Coração a coração Comigo, que é o Meu regresso na Glória. Associei Maria à Minha obra de Redenção pela sua presença participativa e sofredora: a espada que fere o Seu Coração Imaculado. A Ela, confiei a tarefa de reunir o Meu rebanho ao pé da Cruz. A Cruz que é para muitos a escada de Jacob. É ela que faz descer o Céu à Terra. A Cruz que para muitos é sinal de contradição é para vós motivo de alegria, a cruz objecto de escândalo para o mundo é para vós fonte de Ressurreição. A conversão do vosso coração, quer dizer a orientação do vosso coração na direcção do Caminho que Eu sou para vós, faz-se ao pé da Cruz. A Cruz é semelhante à alavanca de agulhagem dos carris do caminho de ferro! A conversão, é a mudança de carris! Vós estáveis no caminho da perdição preparado para vós pelo Meu e vosso adversário e Eu ponho-vos de novo no Meu caminho de vida que conduz ao Paraíso de meu Pai. Vós "crucificais" assim as vossas paixões, a vossa vontade, as vossas ambições, o vosso querer de homens minados pelo pecado original para vos conformar à vossa divindade de filhos de Deus resgatados pela Minha Paixão e exaltados na Ressurreição. A conversão, é portanto a compreensão da dimensão redentora de levar a sua cruz, numa perfeita adesão de todo o vosso ser à vontade divina. Não que eu seja um Deus que gosta de vos ver sofrer, mas sim porque Eu posso utilizar esse sofrimento oferecido, feito de todos os pequenos nadas da vossa vida terrestre, para salvar a humanidade resgatada pelo Meu Sacrifício. De cada vez que sofreis uma beliscadura no coração perante a contradição, a humilhação, a dúvida, a incompreensão, a insatisfação, a frustração do vosso próprio desejo, se Me oferecerdes essas dores da vossa alma, Eu recebo-as como outras tantas flores na Minha coroa real e o seu perfume volta a descer sobre esta pobre humanidade para a ajudar a abrir os seus sentidos e o seu coração à Minha Presença de Amor, à Minha Misericórdia Infinita. É este o odor de santidade! É este o suave perfume que oferece Maria, a toda pura, a sempre virgem no Seu corpo, na Sua alma e no Seu espírito! O Seu perfume agradável ao Pai é composto de todas as fragrâncias que são os esforços das vossas almas oferecidos na oração e na penitência, quer dizer no transporte da vossa cruz levada na alegria de assim vos identificardes à Minha Imagem.

Eu encarnei e sou o vosso Deus.

Eu sofri tudo o que se pode sofrer nesta Terra, levei todos os vossos pecados, do primeiro ao último, pois Eu estou for a do tempo, Ofereci voluntária e cientemente todos os sofrimentos e pecados que são outras tantas feridas ao Meu Coração Doloroso porque Amoroso das vossas almas, levei-vos assim a todos à face de Deus, na Trindade, mesmo antes de terdes nascido para a vida divina que assim Eu vos ofereço. Abri os olhos para este mistério e compreendei que ser conformado à Minha Imagem e à Minha Semelhança, é também participar nesta obra de Redenção na oferta agradável das vossas dores e das vossas feridas. Para isso dou-vos a ajuda que também Eu recebi, a dos Meus Anjos que velam por vós, protegem-vos dos ataques funestos do adversário das vossas vidas e acalmam as vossas dores devidas ao pecado.

Compreender a necessidade da conversão, é também abrir-se à realidade da comunhão dos Santos, à entreajuda do Céu e da Terra. O mais pequeno gesto do mais pequeno tem as suas repercussões por toda a Terra e no Céu, quanto mais poder não terá a oração do coração sobre os males da Terra e sobre o Coração de Deus. O mais pequeno suspiro por Mim torna-se uma oferta pura ao Céu! Compreendei portanto o poder do Santo Rosário como arma de combate!

Sede todos pequenas cruzes nos caminhos do mundo.

Sede cruzamentos de orientação divina a fim de reconduzirdes os vossos irmãos ao Meu Caminho. São estes os meios de evangelização que Eu peço para atingir toda a Terra com o Meu Amor. Implantai-vos na berma dos caminhos e orientai em direcção a Mim a vida de todos os vossos irmãos. Para serdes estas pequenas cruzes do Meu Amor, permanecei ao pé da Minha Cruz com Maria e João.

Sede o Meu Olhar neste mundo, quer dizer acolhei a Minha Visão, sem vos deixardes cegar pelas falsas imagens que o adversário apresenta quotidianamente à vossa vista. Acolhei o dom da clarividência, da verdadeira visão das "coisas", da realidade tal como Deus a contempla.

Sede a Minha Escuta.

Sede a Minha Voz que dá a Minha Palavra ao mundo. Sede as Minhas Mãos que, num gesto de oferta, acalmam todos os sofrimentos.

Elevai para o Senhor os vossos perfumes de holocausto!

Que resplandeça sobre a Terra a Jerusalém Celeste descida do Céu!

Que o sinal do carregamento da vossa cruz não seja o abatimento dos ombros mas a exultação da vossa fronte: o selo de Deus está nela! A cruz carregada com o desânimo da incompreensão faz-vos vergar a espinha e acreditai plenamente que todos os demónios se põem também às vossas costas para vos sobrecarregar; ao contrário, os Meus Anjos emprestam-vos as suas asas que são o vosso zelo! Assim o Amor dá-se asas!

Quando orais, abrem-se perante vós as portas do Céu. Maria é a Porta do Céu. O Imaculado Coração de Maria é a porta de ouro do Meu Sagrado Coração. Oferecei muitas vezes o Santo Rosário na constância da vossa fidelidade a Deus e as portas do Céu abrir-se-ão totalmente para deixar descer sobre a Terra a esplendorosa Jerusalém. Aí está o triunfo do Coração de Maria, aí está o Meu triunfo e a vinda do Reino de Deus à Terra.

A espada que trespassa o Santo Coração de Minha Mãe torna-se a espada que são Miguel brande na batalha. O sofrimento redentor de Maria aceite e oferecido torna-se a arma contra satanás. Maria concebida sem pecado foi elevada ao Céu e coroada rainha do Céu e da Terra. A Sua espada de dores torna-se a espada triunfante e o terço que Ela dá a cada um de vós o seu ceptro de Rainha. Utilizai este símbolo do Seu poder rezando o Rosário como Ela não cessa de a isso vos exortar em cada uma das suas manifestações na Terra. Que a Terra inteira se torne um vasto lar do Movimento de Amor que Ela vos pede para fazer triunfar o Reino de Deus.

Vós, que ledes estas mensagens, compreendei que é pela vossa oração, no maior abandono e na mais humilde oferta de vós mesmos, que conseguireis a realização daquilo que Eu quero. Que a vossa acção seja precedida da oração que lhe dará toda a sua eficácia. O Movimento de Amor é um movimento do coração, uma adesão da alma ao Meu divino Projecto. Confiança na tribulação, Jesus que sou Eu, o Cristo de Deus está convosco. O Meu Espírito sopra nas vossas almas para as animar com o santo zelo dos filhos de Deus. Sede servos adoradores de Jesus, pequenas cruzes oferecidas por Amor, a Vossos irmãos. Sede esses novos missionários que o estado do mundo hoje necessita e esses Santos do terceiro milénio que João Paulo II, Meu Papa bem amado, Me reclama, por intercessão de Minha Santa Mãe, Maria, Virgem da Eucaristia e Filha de Sião, Estrela de David, Maria, Custódia de seu Filho Jesus, Filho de David, Oliveira Bendita de Israel.

"Eu não vim para abolir, mas para cumprir as Escrituras", "Eu sou o Alfa e o Ómega". Todas as profecias anunciam o regresso de Israel ao seio do Pai, Meu Sagrado Coração.

Na carta aos Romanos:

A oliveira bravia e a oliveira boa: 11,16-24

A conversão de Israel: 11,25-32

Eu voltarei a enxertar os ramos cortados de Israel.

Acreditai no triunfo do Meu Coração unido ao Coração de Maria!

Que a Terra inteira exulte de Alegria! "Aleluia, o Emanuel é vencedor, ele habita entre nós e ilumina o nosso caminho! Aleluia, louvai-o todos os povos da Terra!"

A Cruz triunfará em Israel.

Jesus Cristo

23 de Setembro de 1999 - O Amor de Cristo vs raiva e mentira

Vem, Minha alma, vem experimentar toda a doçura do Meu Coração que, pelo seu orgulho e pela sua ignorância, os homens recusam. Eu sou o vosso Deus, Eu sou o Filho da ternura do Pai, Eu sou o leite e o mel de Israel. Porque Me recusais, homens de pouca fé?

Perdão, Meu Deus, pela nossa fraqueza. Tu sabes quanto é difícil viver neste mundo de mentiras e de falsos valores, piedade por nós na tribulação Senhor! Piedade pelas nossas almas que erram ao procurar-Te em vez de se deixarem encontrar.

– Tu encontraste-Me, alminha.

E não Te deixarei mais, Senhor. Dá a cada um, na noite escura, a graça da fé, Senhor, então eles, os corações endurecidos e tristes por Te terem perdido no vazio e no absurdo da sua existência, voltarão.

– Eu sou a Vida. Quem pretende viver sem Mim?

Eu sou o Amor do Pai dado para vos salvar, Eu sou o Emanuel para o vosso resgate. Eu sou o Cordeiro Imolado, o Sacrifício Santo agradável a Meu Pai, acreditai que já estais salvos, só vos falta abrir os corações às Minhas graças reservadas para vós nesta hora. Porquê tantos combates face ao Amor, porquê esta recusa da ternura, esta ignorância da Paixão? As vossas mães aleitaram-vos com amargura! Os vossos pais carregaram-vos com cólera! Vede para onde corre este mundo: para a sua perda. Convertei-vos! O Meu Coração, aberto de par em par, quer obter-vos a Misericórdia e a cura a fim de santificar os vossos olhares perante o Pai. "Sede perfeitos como Meu Pai é perfeito": sede santos, isso não é impossível nem complicado! Abandono, confiança, oração, oferenda, oblação dos vossos corações, das vossas almas, do vosso ser! Oblação ao vosso Pai do Céu, sim, constrangimento a um pai encolerizado, não! Compreendeis a imensidão da ternura de amor do Pai do Céu que vos deu o dia? Porque caminhais, então, na noite?

Meu Deus, nós somos tão fracos…

– Fortificai-vos no Meu Amor, deixei-vos o Meu Corpo e o Meu Sangue para que pouco a pouco vós fosseis conformes à Minha Imagem e à Minha semelhança. Mas vós preferis o alimento apodrecido e amargo do pai da mentira, na verdade vosso pai, se dizeis que Me amais com a ponta dos lábios fazendo a obra do vosso pai e não a Minha.

Meu Deus, estás decepcionado e zangado com a tua raça?

– Não, Eu amo-vos e exorto-vos ao Amor, conjuro-vos para Me seguirdes, suplico-vos que Me escuteis e isso todos os dias da vossa vida… e tenho tão poucas respostas, o impulso do coração que venha tocar o Meu Coração como quando a pobre mulher, na multidão, tocou a Minha roupa e Eu senti uma força partir de Mim para ela. É esta a resposta à confiança: o Meu Coração que vem habitar em vós. Que outra coisa posso fazer senão exortar-vos a escutar-Me, sem ir contra a liberdade que presidiu à vossa criação? Se não aceitais elevar a vossa visão da realidade à Minha Visão que pretendeis vós conhecer? Eu sou o Caminho, a Luz do Caminho e ainda o guia do Caminho, faço tudo isso para vos conduzir a Meu Pai do Céu e para vossa alegria. Em cada momento o Meu Coração oferece-se outra vez como vítima de expiação pelos vossos pecados perante o trono de Meu Pai que então é o Meu Altar. Se Eu, continuo a acreditar na vossa conversão e no vosso amor, porque é que vós mesmos não acreditais nele?!

Senhor, nós somos tão pobres perante as dificuldades…

– De que pobreza Me falas tu, Minha filha? Pobreza de coração ou aridez? Beatitude ou insipidez? Abandono confiante ou revolta murmurante?

Tu conheces os nossos corações…

– Dizes bem, alminha, na verdade Eu sondo o coração e os rins e efectivamente penso que vejo mais carvões frios que chamas flamejantes ao olhar para os vossos corações com os olhos de Meu Pai!

Perdão, Meu Deus, nós não sabemos rezar, nós não sabemos acreditar, nós não sabemos ser filhos do nosso Pai. Ensina-nos, Senhor!

– Por um que Me suplica há 100 000 que Me recusam!

Que eu seja o coração que te suplica, Senhor!

– Combaterias por Nínive?

Sim, se só houver isso Senhor, mas eu ainda acredito que o mundo se pode enternecer perante o Teu sofrimento por nós oferecido. Pela Tua Cruz, salvarás o mundo e o Teu Coração reinará em nós…

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

29 de Setembro de 1999 - Hóstias escondidas no mundo

[…] Na oração Eu renovo o vosso coração para o conformar ao Meu fazendo-o Meu. Habito então em vós, e com são Paulo podeis dizer:

"já não sou eu que vivo mas Cristo que vive em mim."

O Triunfo e a Glória manifestar-se-ão então, no brilho de diamante da vossa humildade oferecida; conformados a Mim na oferenda de todo o vosso ser em hóstia viva e santa, sacrifício agradável ao Pai do Céu da Trindade Santa.

Quando Eu vos receber no Reino, na hora da vossa morte (nascimento no Céu) levantarei o véu eucarístico que fazia de vós pequenas hóstias escondidas no mundo, e grande será a vossa recompensa. A vossa conformação à Hóstia que Eu sou far-se-á na humildade, pela Minha graça que pode assim dar-se ao mundo. Bastam algumas hóstias escondidas no mundo para atrair a Minha Luz e espalhar a Minha Graça. Meditai frequentemente no mistério eucarístico da Minha Carne e do Meu Sangue realmente presentes na Hóstia e no Cálice, entrareis assim no Meu Amor. Dai ao mundo a alegria da Minha Presença. Adorai em espírito e em verdade e Eu virei.

Guarda-nos pequeninos perante a Tua Face…

– É assim que sereis grandes no Reino pelo vosso amor por Mim, vosso Deus.

Adorai o Senhor Terra inteira

Povos dobrai o joelho

O Nosso Deus é grande

E misericordioso.

Amen

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

30 de Setembro de 1999 - Vinda iminente e a Eucaristia. A maçonaria

Minha alma escolhida, vem ao Meu Coração que eu revelo-te os seus secretos enlevos de Amor. A Minha alma tem sede de se dar aos vossos corações. Abri os vossos corações à Minha Presença entre vós, o Meu Regresso é iminente.

Senhor, Maria já dizia isso em 1985! Avançou o Reino em catorze anos?

– Sim, o Reino espalha-se, todos os dias se convertem corações e se Eu ainda não voltei, é um efeito da Minha Misericórdia e das vossas orações apresentadas por Maria a Meu Pai do Céu. O tempo da Misericórdia prolonga-se, mas por muito mais tempo, virá a justiça e com ela o Meu Regresso em glória. Todos Me verão na Minha Glória, mas para isso precisais de compreender a necessidade da Paixão e da Cruz.

A Igreja vive de novo as dolorosas horas do Gólgota, não vos espanteis com as perseguições perpetradas, um pouco por todo o lado, sobre aqueles que Me amam. Pelo seu sacrifício, a sua oblação, a sua oferta deles mesmos como hóstias vivas e santas (pelo menos com um desejo de santidade) todos os dias eles fazem chegar o Reino um pouco mais. Sim, o martírio e a glórias são o destino da Igreja para que chegue enfim o Reino de Deus tão esperado desde os primeiros profetas até hoje: é a esperança da Igreja, é a fé do Meu povo, é a promessa que Eu vos fiz, está nela a gloriosa ressurreição do mundo e de toda a criação.

Senhor, verei eu o Teu Reino durante a minha vida?

– Minha filha, não sejas impaciente, tu verás as primícias da glória, trabalharás para a sua vinda através da Obra que Eu quero realizar com todos vós que ledes estas mensagens. Confiei-vos o Meu Reino Eucarístico, está aí a Minha Glória. É um querer divino confiado às mãos e aos corações humanos conformados à Minha Santa Pessoa. É por vós, corações ardentes de amor por Mim na adoração eucarística da Minha Pessoa Divina, que o Reino poderá estabelecer-se na vossa Terra, no vosso tempo.

Eu, sou o vosso guia nesta aventura humana. Eu tornei-te Cálice para o Meu Sangue, quer dizer receptáculo da Minha Palavra a fim de agir mais próximo de vós, pelas Minhas instruções claras e simples. Eu preciso de Me exprimir desta maneira a fim de ter a certeza de que aquilo que Eu digo e aquilo que Eu penso será feito sem interferências. Confiai no que Eu digo aqui através desta alminha simples que quis muito abrir-Me o seu coração e consagrar-Me o seu tempo.

Mas, Senhor, é por Ti, que te recusaria eu?

– Nada, com efeito, foi por isso que te escolhi! Sei que tens total confiança e que se Eu digo alguma coisa, tu o farás. Preciso de instrumentos fiéis e seguros, humildes para se apagarem perante Mim e Minha Santa Mãe por Amor do Pai e eficazes para propagar a Minha Palavra. Para isso dou-vos o Meu Espírito Santo.

Eu quero combater a franco-maçonaria que na verdade, como o indica o título do livro de Maurice Caillet, é um pecado contra o Espírito, pois a franco-maçonaria utiliza todas as suas capacidades e as de seu pai satanás, para Me prejudicar e para prejudicar todos esses pequenos que são Meus.

Eu sou doce e bom, deixei-vos as Beatitudes, mas não ocultei a presença do mal neste mundo e expulsei muitos demónios e mostrei os casos em que a alma se vota à infelicidade. Depois de "bem-aventurados os que são pobres, aflitos, com fome e sede de justiça, misericordiosos, puros, pacificadores e perseguidos pela justiça", Eu ensinei também: "ai dos escribas e fariseus hipócritas" e em Mt 23,33: "serpentes, raça de víboras! Como podereis escapar à condenação da geena?" Mostrei a boa direcção e adverti nitidamente contra a má. Ora aquele que peca contra o Espírito escolheu deliberadamente a má direcção. Eu condenei claramente esta atitude e os que, pela sua hipocrisia, querem fazer perder o Meu povo.

A maldição que mais particularmente diz respeito à franco-maçonaria é esta: "ai de vós escribas e fariseus hipócritas, que percorreis mares e continentes para conseguir um adepto, e, quando o conseguis, tornai-lo digno da geena duas vezes mais que vós!".

É este o trabalho da seita infame: conseguir, sob a capa hipócrita de justiça, de bem, de liberdade, almas para as perder sem que elas tenham consciência disso. Alguns perdem-se "em total boa fé" pois crêem como verdadeiro o que se lhes apresenta.

Alto aos falsos profetas que pregam falsos ídolos e uma falsa Igreja! Alto ao mentiroso que faz perder o Meu povo!

Abri os olhos para verdes a mentira.

Abri a boca para a denunciardes, como Eu vo-lo indico. Não deixeis o Meu povo perder-se. Aquele que o faz perder é criminoso, é também criminoso aquele que não o salva apesar de Eu o ter investido desse poder! Vós, Meus sacerdotes, voltai a dar a verdade que torna livre em Cristo. Perguntar-vos-ei a todos na hora da Justiça:

Que fizeste do teu irmão?

Eu te abençoo

Jesus Cristo

11 de Outubro de 1999 - A Comunhão dos Santos. Ano Jubilar

[...] A vossa fraqueza agrada-Me pois então Eu posso vir habitar em vós e dar-vos o Meu Espírito de força. Então, tornais-vos fortes no Senhor, não fortes para fazerdes grandes coisas, mas unicamente para fazerdes a Minha vontade em vós e para perseverardes no caminho que escolhestes Comigo. Eu torno-vos fortes contra o Meu adversário: Eu torno seguros os vossos passos.

A Minha força é o Meu Espírito que vos levanta, que vos endireita e que vos faz seguir no Meu Caminho e nos caminhos do mundo, cheios de segurança e de Amor.

Pedi-Me o Meu Espírito de força nestes tempos de tanta provação para as vossas almas.

Quando seguis o Meu Caminho, tudo "aquilo que é do mundo" vos agride; então levantai sempre durante mais tempo o vosso olhar para Mim e permanecereis nos caminhos do Reino.

Os vossos pés pisam uma Terra pervertida ao mais alto grau mas, por Mim e Comigo, o vosso espírito vive já em verdade nas esferas celestes e assim está muito perto do bando de anjos e santos que definitivamente nele vos precederam.

A vossa alma e o vosso coração abrem-se para as duas realidades e crescem através destas duplas experiências, por meio destas idas e voltas incessantes entre a Terra e o Céu, que fazem com que pertençais aos dois mundos. Na realidade, não existe separação para nós que vivemos no Céu, entre aqui em cima e aí em baixo. Os nossos olhos vêem tanto a realidade invisível como a realidade visível ou terrestre.

Vós contentais-vos, demasiadas vezes, apenas com a visão material e esqueceis a visão celestial. Aprendei Comigo a contemplar o mundo "do alto", para dele apreenderdes a subtileza, a coerência, o porquê e o como. Isto a fim de compreenderdes o vosso Deus.

As minhas mensagens ao mundo devem chegar aos seus destinatários, Eu abençoo, portanto, o vosso empreendimento ao arranjardes algumas delas que são destinadas a todos. Entretanto, deixa-Me gerir a Mim mesmo o modo e o momento em que vai ser preciso que sejas conhecida, pelas autoridades eclesiásticas, como o seu "autor". Por agora quero apenas tocar os que são pequenos e fracos e que precisam deste maná que são as Minhas Palavras de Vida. Não vos esqueçais de que toda esta obra se faz ao abrigo do manto de Minha Mãe, que assim protege a Minha Igreja que é o Meu corpo místico. Portanto não fiqueis surpreendidos com os carismas de partilha das Minhas dores e da Minha Cruz que agora surgem cada vez mais, a partir do momento em que uma alma os aceita trazer consigo. Cada um de vós é uma parte do Meu corpo místico ensanguentado pelas torturas, um pedaço da Minha pele rasgada pelo chicote, ultrajada pelos escarros, esfolada pela madeira da Cruz, batida pela vara e por fim trespassada pelos pregos e pela lança.

Minha Igreja, tu vives a hora da Minha paixão.

Eu trago-te no Meu Coração

Sê forte com a Minha força, que Te dá,

Hoje mais que nunca, o Meu Espírito.

É a hora da grande águia do apocalipse,

As suas asas são a fé e a esperança.

É a hora da esperança.

Acredita e espera Minha Igreja e verás finalmente o Triunfo da Mãe, o triunfo do teu Deus e o Reino do Pai sobre a Terra.

Foi por isso que Eu te convidei, Igreja, nestes anos que precedem o grande jubileu do ano 2000, a voltar os teus olhos para o Espírito, para o Filho depois para o Pai e finalmente para a Trindade Santa. Vê como te conduzo sempre com mais ternura. Vê como, dos quatro cantos do mundo, te envio mensageiros a quem Eu confio a Minha Palavra de Vida.

Vê como a Minha Luz se espalha sobre a Terra.

Ó, é verdade que, por vezes, não ficam mais que faúlhas, enquanto que algures resplandecem grandes fogos, mas todos aqueles que acreditam e esperam na Minha Misericórdia serão salvos.

Minha Igreja, se assim Eu te exorto, pela boca dos teus filhos, é por causa do Meu grande Amor por ti. O Meu corpo está em Glória Comigo, Eu quero que o Meu Corpo Místico, que tu és, esteja também totalmente Comigo, no Reino. O salmista escreveu "toda a carne elanguesce por Ti", é porque vós sois a Minha carne, quando vos conformais ao vosso desígnio de serdes hóstias vivas e santas, que mesmo a vossa carne, e não apenas o vosso espírito, elanguesce por Mim. Prometi-vos a ressurreição da carne, quer dizer a glorificação da vossa carne, como aconteceu com a Minha e a de Minha Mãe e de alguns outros de que não sabeis nada. Isso virá a seu tempo que não é hoje.

Hoje, peço-vos que acrediteis e que espereis, contra ventos e marés, graças ao Espírito de força que nestes tempos se comunica intensamente; que elanguesçais pelo Reino de Deus, que suspireis com alegria e certeza pelo Meu Regresso na Glória ao meio de vós. E que trabalheis, pela comunhão dos santos, aproveitando plenamente a abertura das portas do Céu que começará no dia de Natal do ano jubilar, para, pela vossa fé e em conformidade com o que para isso o Meu Papa estabeleceu na Igreja, ganhardes indulgências para as almas do purgatório. Não vos deixeis deter pelo facto da prestação de indulgências ter sido objecto de escândalo monetário na caótica história do Meu povo.

São a oração e a fé que salvam. E, este ano, vós podeis salvar muitos dos vossos irmãos da sua purificação.

As portas do Céu serão abertas e a comunhão dos santos actualizada depois de tantos séculos de separação! Está já aí o Triunfo de Maria, Rainha do Céu e da Terra, Rainha dos Anjos e soberana do mundo!

Sendo assim não hesites em difundir entre os Meus companheiros os textos que eu te pus nas mãos por meio da brochura do Movimento Sacerdotal Mariano.

Levai verdadeiramente a peito, este ano, que vai começar, a salvação dos vossos irmãos "que adormeceram na esperança da Ressurreição".

Sois vós, pelas vossas oferendas e pelas vossas orações, que podeis acelerar a sua ressurreição, quer dizer a sua passagem para o Reino celeste de felicidade e de Paz. Por seu lado, eles rezam por vós durante a sua purificação, através das suas oferendas e orações, pela vossa ressurreição, redenção, a fim de que obtenhais o Meu Regresso em Glória. Serão restabelecidas as comunicações entre a Igreja que sofre e a Igreja peregrina, para que se obtenha a Igreja Triunfante! Por isso, corações ao alto!

Abençoo-vos a todos de maneira muito especial; recebei hoje o Meu Espírito de força e fazei o que Eu vos digo. Que a Minha Paz esteja na vossa alma.

Jesus Cristo

13 de Outubro de 1999 - A importância das Missas

Vem filhinha, deixa-te invadir pelo Meu Espírito que te prende desde que te tornes disponível para Me voltares a encontrar a fim de que Eu te confie a Minha Palavra. Tu nem imaginas quanto é precioso para o mundo o dom que te concedi. Isso são graças de humildade e consciência da distância existente entre Deus e a sua criação. No entanto, distância cheia de Amor, não distância de separação. Distância que permite a existência do Caminho de Um para o outro, caminho que Eu sou para vós, Eu o Cristo, Filho único de Deus. Distância de adoração que permite a união. Mistério inefável da graça divina!

Eu te abençoo pelo teu desejo da Minha Presença Eucarística em ti pela santa comunhão, esta manhã. Vem assim à missa tantas vezes quantas puderes; pois então Eu te fortifico e te dou a Minha Alegria que deves irradiar para o mundo; que o mundo apresente um rosto alegre a Meu Pai, um rosto de esperança que tanto falta a muitos dos teus irmãos.

Vai em paz filhinha que Eu te quero particularmente bem.

Jesus Cristo

23 de Outubro de 1999 - Sofrimento e Co-redenção

Eu abençoo esta hora da manhã em que, com o sol ainda por nascer, tudo está calmo e silencioso. Vem, alminha, aproveitemos este inefável tempo. Tu sabes que te amo. Não te perturbes perante Mim, o teu coração é puro e tu irradias a minha Alegria para os teus irmãos... precisamente porque "nada fazes", Eu posso agir em ti e através de ti, simplesmente pela tua alegria nascida da esperança e acima de tudo pela Minha alegria posta no teu coração, que é o sinal da Minha presença em ti.

Eu abençoo o vosso riso quando é louvor. A histeria nervosa não é uma expressão de alegria. Mas o riso puro Eu abençoo-o e amo-o. Fico feliz quando o vosso coração ri perante Mim. Fico feliz também quando o vosso coração sangra perante a Minha Paixão e o Meu sofrimento, pois vós aproximais-vos de um mistério divino com o coração feliz na compaixão. A visão do sofrimento e do Meu sofrimento não vos retira a Alegria da esperança no vosso Deus, mesmo através do amargor das lágrimas. As lágrimas são sempre amargas, mesmo se são lágrimas de alegria, nascidas da emoção da "comoção" devida à Minha presença. Se a Minha presença vos suscita lágrimas nascidas da dilatação do vosso coração, é porque ainda há tensões em vós, feridas, é porque Eu não habito totalmente em vós. A Minha Presença total é só Alegria e Luz. A beatitude das lágrimas é bela pois ela é sinal de que estais no caminho que Eu quero para vós, mas não sou ainda unicamente Eu em vós. Isso é ainda do domínio da emoção. A Minha presença está além da emoção sensível que nasce do Seu reencontro com o vosso eu. O reencontro da Minha presença num coração puro é alegria perfeita, além da emoção, compreendei, as lágrimas são sinais, elas ajudam-vos a perceber a minha presença, mas quando pela fé vós sabeis que Eu estou sempre presente, elas não são mais necessárias. Elas constituem uma preciosa ajuda espiritual mas compreendei bem que, para encontrar Deus, precisais de as ultrapassar. Eu já to expliquei: Deus está além de tudo. O vosso pequeno eu deve revestir-se de Cristo para se tornar um com Deus, quer dizer Comigo (com o Cristo que Eu sou) assim vós Me reproduzireis, Me reflectireis em vez de reflectirdes de maneira muitas vezes estéril! Procurai reflectir em Mim sempre em vez de andardes à roda com os vossos próprios pensamentos.

Ligai o vosso coração à Fonte do amor.

Acolhei a Minha presença em vós.

Eu estou aí.

Por si mesmo o sofrimento não é desejável, pensais que Eu gostei de sofrer? Isso seria masoquismo. Não, Eu amei simplesmente e acolhi, desejei mesmo ardentemente o Meu Sacrifício porque, do outro lado da tortura, Eu via o Amor do Pai que Me enviou para vos salvar. Era preciso que fosse assim para vos salvar Era preciso que o Filho do homem morresse para que o homem pudesse nascer de novo.

Quando acolheis o sofrimento que vos proponho, vós fazei-lo pela fé e assim tornais-vos co-redentores e consoladores.

Quando o Redentor que Eu sou tiver voltado na Sua Glória para restabelecer o Reino de Deus, não haverá mais sofrimento, não haverá mais lugar para a dor, pois o Homem finalmente será o que Meu Pai previu para ele. A Rebelião de Lúcifer e a orgulhosa fraude de satanás afastaram-vos de Deus porque vós os escutastes e porque fizestes as suas más obras. Mas está a chegar o fim deste reino miserável, pelo Meu sacrifício, a Oferenda de Mim mesmo, a aceitação da dor de todos os pecados devidos à influência nefasta da queda da vossa condição humana, Eu resgatei-vos e agora regresso em Glória e finalmente o homem viverá o Reino de Deus que ele nunca deveria Ter deixado. Para isso Eu preciso da vossa vontade de fazer a Minha vontade, da mesma maneira que Eu faço a vontade de Meu Pai. E a Sua vontade, é de estar no meio de vós, de vos dar Vida a cada instante: cada batimento do vosso coração faz parte da pulsação de Amor do Pai que cria e sustenta o universo inteiro. Assim, vós sois co-criadores, é também por isso que o Pai vos quer, em Mim, co-redentores. Maria é o vosso modelo, ela que já está na Trindade. Rezai assim:

Maria, modelo de co-redenção.

Maria, filha, esposa e mãe da Trindade

Vem socorrer o teu povo

Dá-nos o teu Filho eucarístico

Que nós adoramos em verdade.

Mostra-nos o caminho do Reino de Deus

Jesus-Hóstia

Alimento celeste para o nosso coração

Em quem nós queremos ser co-redentores

Para Glória de Deus e salvação do mundo

Amen

Senhor, a minha vontade é fazer a Tua vontade como Tu fazes a de Teu Pai.

– O Meu Espírito cobre-te com a Sua sombra que é a Minha Luz. Vem, continuemos a trabalhar durante todos estes dias que precedem o Dia da Justiça ou Dia do Senhor.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

 

28 de Outubro de 1999 - Planetas habitados. O Sofrimento

Eu te abençoo alminha, põe o teu coração no Meu, olha para dentro de ti mesma, aí onde Eu permaneço já no Meu Trono de Glória. Vê os raios que atingem a Terra e por todo o lado ascendem fogos de Amor. Eu sou o lavrador, revolvo e arranco, arejo a Terra e adubo-a, assim o rebento ganha raiz antes que chegue a ceifa.

Onde quer que cheguem os raios do Meu Coração, abre-se uma brecha na Terra, pela qual se escoa a graça. Assim, pela purificação vem a redenção.

O sofrimento tornou-se necessário pelo pecado; no entanto o sofrimento recusado, visto, de algum modo, em negativo e em negação, esmaga, enquanto que o sofrimento acolhido, eleva e faz descer a redenção.

Mais ainda, o sofrimento é uma consequência do pecado que vos colocou fora do Amor do Pai, mas que o Pai, na Sua misericordiosa sabedoria de bondade, "revira", no sentido de conversão, pela elevação das vossas almas.

A alguns é dado aceitar o sofrimento participativo co-redentor do Salvador que Eu sou, graça que atrai a graça para a Terra a fim de que seja salvo o maior número possível.

Quanto mais próxima do Meu Coração estiver uma alma, maior é a sua dor, por estar na Terra ainda não purificada, e o sofrimento que ela Me oferece dia após dia na alegre esperança da verdadeira vida no Paraíso.

Depois do Meu Regresso em Glória e da instauração do Meu Reino de Paz, a experiência da matéria, que para vós constitui a passagem pela vida terrestre, não mais será sofrimento mas Alegria imensa por saberdes que assim participais no movimento e na criação divina; participação activa e consciente no plano de amor divino relativo às almas, criadas filhas de Deus desde toda a eternidade.

O sentimento de separação não subsistirá, ficará a alegria e a honra de ter sido escolhido pelo Pai para administrar o que de mais maravilhoso Ele fez, depois do Homem: a criação dos mundos, com as suas naturezas, as suas águas e os seus mares, as suas paisagens e a infinita diversidade de plantas e animais que os povoam. É esta a verdadeira atitude de adoração dos filhos de Deus perante o Pai que para eles criou o ambiente ideal para a aprendizagem da gestão da criação e do Amor.

Vós tereis reencontrado a consciência do vosso lugar na criação, vós, em que se encontram misturados a matéria e o espírito, o visível e o invisível.

Eu sou o Centro do cosmos e o Pai previu, para vós, desde toda a eternidade, que vos revestísseis de Cristo, que vos tornásseis também centro, no Meu Sagrado Coração.

A criação terrestre está submetida ao homem, da mesma forma que o Universo está submetido a Cristo. (Submetido, quer dizer: querido para e gerido por)

Mesmo que a génese dos mundos tivesse acontecido antes da criação de Adão o terroso (cf. Chouraqui), saído da Terra e insuflado pelo Espírito: no pensamento do Pai todas as maravilhas foram pensadas e formuladas para o homem, isso significa que o homem foi pensado antes e formulado depois; visto que ele tanto participa da matéria, luz pesada e lenta, como da luz branca e espiritual. Nele, está o germe do espírito divino, o Homem.

Pegai numa semente, vede o germe que para obedecer à ordem divina e crescer levanta a superfície da semente e depois fere-a, assim brota a vida: "se a semente não morre..." o mundo antigo deve morrer, eu gostaria que vós o compreendêsseis "do alto". O mundo antigo deve elevar-se à verdadeira vida em Deus; eis o que é para vós a morte: consequência do pecado original. Eu, o Cristo morri e ressuscitei na Minha vontade de assumir a vossa humanidade para dela ser o Germe santo, primícias da Colheita de Amor do Pai. Maria, Minha Mãe, concebida sem pecado original, pura, adormeceu e "subiu ao céu" em corpo e alma. O fim da vida terrestre de Minha Mãe não poderia ser qualificada de morte mas antes de elevação à vida divina, regresso ao seio do Pai, justificada pois Nela o Pai foi glorificado. Por isso Ela recebeu a coroa de Rainha do Céu e da Terra, pois ela está doravante encarregada de vos conduzir ao estado de pureza que presidiu ao seu nascimento; Ela é responsável pela Colheita que será o triunfo do seu Imaculado Coração e assegurará o Meu regresso em Glória portador do mundo novo: O Meu Reino de Paz na Terra. Entretanto hoje, a Terra treme e estala sob os passos Daquele que vem, sob o impulso do germe divino. Da mesma forma que para habitar nos vossos corações Eu devo fazer explodir os rígidos muros que levantastes à vossa volta, também para habitar entre vós, o Emanuel na Terra, Eu devo fazer desmoronar as obras más. Mas estão já em germe as primícias do mundo novo, aquilo que Eu chamo os fogos de Amor ou os lares ardentes nascidos dos Meus raios.

Assim, Eu farei novas todas as coisas

Nova Terra e novos céus.

Novo Nome

Emanuel

Amen

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

8 de Novembro de 1999 - A Compaixão. Fé. Os Dons

Eu te abençoo alminha, vem ao Meu Coração.

Sim, nestes tempos é permitida uma prova contra ti, tem fé e saberás que apesar de tudo Eu estou sempre presente, mesmo que te sintas em "secura " de coração. A fé está além da emoção, Eu quero fortificá-la, tornar as certezas inabaláveis, assim onde quer que estejas, o que quer que faças, saberás que estás sempre Comigo e Eu em ti respeitando estes mandamentos:

– Deus Pai, servido primeiro,

– Por Jesus, servir e amar os irmãos como Eu te amo e como Eu os amo, a todos sem distinção de raças ou de sexos.

Eu não quero que tu te contentes em acreditar apenas quando tens um indício agradável, mas também na "noite". "Noite" para os sentidos, não para o coração. O coração deve aprender a amar além dos sentidos. Mesmo surdo, cego e tendo perdido o gosto, o olfacto e a sensação do tocar, um homem pode ainda amar. O coração domina, é o sentido espiritual por excelência, do outro lado da sensibilidade, da emoção, há a fé pura. Diz-se aliás "uma fé cega"! É uma fé cega, surda, privada dos outros sentidos também, que Eu espero de vós. Se à mais pequena contrariedade Me rejeitardes, não tendes fé. A fé é uma certeza interior, é nisso que ela é um dom do Espírito. Do dom da fé resultam todos os outros. Se não tiverdes fé, não podeis acreditar Ter recebido outras graças ou carismas. Como os exercereis se, por falta de fé, não acreditardes que os recebestes? É por isso que Eu permito "noites" para provar a fé. Procurar-Me sabendo que Eu estou presente, do outro lado da aparente ausência sensível, tal é a fé.

Assim fortificado na fé, o exercício dos outros dons não põe qualquer problema. De que serviria, por exemplo, ter recebido o dom da cura sem a fé? Se não se acredita, também não se exercerá o dom que estará perdido para a multidão em infortúnio.

 

Tu recebeste o dom da compaixão e Eu devo fortificar mais a tua fé para que tu ouses exercê-lo, além disso tu dizes-Me que não sabes o que é a compaixão. Eis portanto o Meu ensinamento a respeito disso:

"Um homem tinha dois filhos", sim, tu reconheceste-a, é a parábola do filho pródigo, eis um pai que teve compaixão pelo seu filho para além das aparências enganadoras da vida que esse rapaz tinha levado. Mesmo antes de ele se ter lançado aos pés de seu pai e lhe ter perdido perdão, ele já estava perdoado, pois o pai amava-o e o seu amor não tinha mudado segundo as circunstâncias.

A compaixão é um amor invariável do acolho do outro como filho de Deus, qualquer que seja a sua aparência, o seu cheiro(!), a sua sujidade, a sua vida, os seus propósitos. Para além do invólucro carnal, a compaixão, é o olhar do Pai, que já perdoou, sobre a alma daquele que é filho de Deus para sempre.

A compaixão, é o olhar misericordioso de Deus sobre aquele que chega. É a caridade que acolhe o filho pródigo.

Vês quão grande é a distância entre a piedade e a compaixão. A piedade considera-se como superior àquele a quem ela se dirige, enquanto que a compaixão é cheia de humildade, de caridade, ela vê com os olhos de Deus e acolhe com o coração de Deus.

Portanto Eu estou completamente na compaixão, no acolhimento das vossa pobreza, física, moral ou espiritual. Na piedade conserva-se o germe do orgulho que diz "oh, como eu sou bom, eu mesmo estou emocionado com isso."(!).

A compaixão ama em Cristo, mesmo antes de acolher, ela age por Cristo e com Cristo, e com Cristo levanta os olhos para o Pai de onde obtém a caridade e a bondade que a animam. A compaixão está ao serviço dos irmãos, ela quer amar como o Pai vos ama.

Compreendes porque é que o dom que Eu te concedi é tão precioso que é necessário fortificar a fé mais um pouco, antes de o exercer?

O dom da compaixão permite também uma empatia imediata e portanto o dom de pronunciar as palavras que salvam, reanimam, fortalecem, encorajam, orientam para a oração e o perdão.

A compaixão não tem a prioris, não julga, não rejeita, não desconfia, não se protege, não se acautela contra o seu irmão, não, ela acolhe, ama, cuida, acalma, protege, exorta.

A compaixão é também ilustrada pela parábola do Bom Samaritano. Ela deixa falar o seu coração, ela deixa falar no seu coração o Coração de Jesus, o Amor de Deus, a caridade do Espírito, deste modo ela é um dom da Trindade. Ao exercerdes a compaixão em relação a todos abris o caminho à Misericórdia do Pai que Eu sou. Compreenderás pouco a pouco o dom que te concedi, imenso e acima de tudo em resposta à miséria deste mundo. A caridade de Madre Teresa, que aliás tinha Agnès como nome de baptismo, começou nos bairros de lata, pela necessidade do seu tempo e do país onde ela vivia e estendeu-se a todas as misérias do mundo, até ao coração das grandes cidades da América ou outras. Ela ficará para este século como o grande exemplo do exercício da caridade pelo dom da compaixão. Ela preocupou-se com todas as misérias e procurou na simplicidade, mantida pela eucaristia e pela adoração, praticar actos para ir em ajuda daqueles que dela precisavam.

E a compaixão traz a alegria de volta àquele em relação ao qual ela é exercida, e para aquele que a exerce, ela é alegria de servir.

 

A compaixão é virtude espiritual que se incarna no acto caritativo, quer dizer no amor dado ao serviço dos irmãos.

Jesus Cristo

9 de Novembro de 1999 - Desejar a Minha Vontade para vós. Confiança

Eu te abençoo, alminha, vês a Minha Bondade por ti? A "noite" foi curta, voltaste a encontrar o Meu caminho muito depressa, basta-te rezar, procurar a Luz que domina as trevas. Fizeste bem em te dirigires "directamente" (de facto, todo o pedido passa pelo Meu Coração) a Meu e teu Pai, assim colocaste o teu coração por cima de todas as nuvens.

[...] Desejai para vós apenas a Minha Vontade. Não vos preocupeis com o futuro, é inútil fatigardes-vos a procurar que fazer num futuro próximo, Eu vo-lo direi muito depressa. Peço-vos para terdes confiança na Minha Vontade para vós. Sim, eu quero-vos no meio dos vossos irmãos para os ajudardes. Mas se não fordes firmes na vossa fé, como poderei Eu dar-Me através de vós? Conheço os vossos corações, as vossas feridas que vos limitam, os vossos medos. Dai-Me tudo isso. Não façais os vossos projectos, fazei antes projectos Comigo. Rezai a fim de que Eu vos ilumine e vos diga onde vos espero, onde preciso de vós, o que quero que vós façais. Que os projectos sejam imaginados segundo o que Eu quero e não pela preocupação do dinheiro pois não se podem servir dois mestres ao mesmo tempo. Disse-vos que Eu trato de tudo, não cedais à tentação da perda de confiança, afirmai a vossa fé em Mim. Habituai o vosso coração a não variar. A vossa vontade está consagrada à Minha, aguentai firmes, mesmo se humanamente falando o fim do prazo pareça aproximar-se sem que não se faça nada do que Eu disse. Isso far-se-á pela graça do Espírito Santo, não duvideis. Eu sou a Verdade. [...]

Jesus Cristo

10 de Novembro de 1999 - Fé cega. Confissão. Oração. Vinda Gloriosa

Eu te abençoo minha filhinha, Eu amo-te, o Meu Coração fica em festa quando um dos Meus pequenos que pensava Ter-me perdido Me volta a encontrar. Se tomais consciência da queda, é porque Eu já vos voltei a pôr no Meu caminho. Tudo está bem. Sê em paz agora e fica na Minha alegria, na alegria de Me possuíres, de saberes que o teu Deus que te criou te ama, a ti, pequeno nada tão precioso. Recebe o Meu beijo que é paz para o teu coração. Eu só vejo o teu desejo de Me servires e de Me amares, no resto não Me detenho, não sejas portanto "mais realista que o Rei", como vós dizeis! Agora avança no Meu caminho para ti.

Eu quero prosseguir o Meu ensinamento a fim de que não vos equivoqueis acerca daquilo que vos digo.

Se a fé deve estar para além do sensível, o amor sente-se intensamente, e é bom procurar discernir-Me com os olhos da vossa alma pela fé cega. Eu sou a Ternura. E quero encher-vos, cumular-vos desta ternura. Deveis portanto afinar os vossos sentidos para Me verdes, sentirdes, ouvirdes, tocardes, saboreardes mesmo. Eu sou o delicado sabor do Amor. Eu digo-to de novo, não escuteis os que querem fazer-vos acreditar que perante o Amor não é preciso procurar arder cada vez mais. Esses recusam o Meu Espírito, eles não são Minha Igreja. Só a fé está para além da sensibilidade. Para além não significa negação mas ultrapassagem para saborear de maneira mais subtil, mais profunda também as delícias do Amor de Deus. Notai bem que eu falo de sensibilidade e não de pieguice ou de emoção histérica. A sensibilidade, é a afinação dos sentimentos do coração perante o Amor. O Amor não deve deixar-vos indiferentes, pelo contrário, procurai deixar-vos tocar, trespassar o coração para encontrardes o Meu Coração.

A fé é certeza interior inabalável, ela é dom "do alto", ela transcende tudo. O Amor vem "do alto", ele também é dom e está presente para vos fazer sentir, experimentar com todo o vosso ser a ternura do Pai, do Filho e do Espírito na Trindade. É aliás esta capacidade receptiva "física" do Amor de Deus que abre o vosso coração a cada vez mais fé. satanás pode obscurecer os vossos sentidos ao ponto de vós já não perceberdes o Meu Amor de ternura, mas resta-vos a fé, que vos faz reencontrar-Me elevando-vos por cima das trevas pela vossa vontade de encontrardes esta doçura que é a vossa vida. Isso é por vezes permitido a fim de vos fazer experimentar a Minha Presença "em profundidade". Se Eu aprofundo a vossa sede de Deus, é apenas para Me fazer sentir ainda mais intensamente, para que sejais cumulados para além dos vossos desejos de Me encontrardes. Eu não quero que vos contenteis com o que tendes, Eu quero estimular a vossa fé a fim de que Me procureis cada vez mais, assim Eu posso dar-Me mais e preparar os vossos corações para o Meu Regresso em Glória. Quanto mais alto gritardes por Mim, mais depressa eu virei.

Pedi o Meu Amor, ele arde por se vos dar para vos dar a Vida e a Vida em abundância. Quanto mais deixardes arder em vós a chama do Amor, mais o Fogo vos inflama e mais se purificam os vossos corações; assim, Eu posso instruir-vos cada vez mais profundamente no mistério do Amor divino da Trindade Santa. Que o vosso coração arda! Que o Amor vos consuma! Que a sede vos seque a língua! Que a fome vos torça as entranhas!

Então Eu venho

Eu consolo

Eu apaziguo a vossa fome, Eu sou o Pão Eucarístico

Eu cumulo

Eu sacio a vossa sede, Eu sou a Água Viva

Pão de Vida

Água-Viva

Deus é o Vivo, para Ele a Vida eternamente.

E Comigo, para vós a Vida Eterna!

Louvai-Me para que Me deixeis aprofundar este desejo de Mim em vós, assim Eu venho, encho tudo, cumulo abundantemente, curo todas as feridas. Desejai amar-Me sempre mais, Eu não posso resistir aos vossos apelos e venho cumular-vos com o Meu Amor, e juntos glorificaremos o Pai de toda a vida.

Vai em paz, alminha, Eu te abençoo.

(No mesmo dia, à tarde):

Minha filha, consagra-nos o teu tempo; depois terás a eternidade connosco. Vem no Nosso Amor receber a Nossa Paz. A Trindade que nós somos deseja deixar a palavra a Maria, porta-voz santa para o vosso tempo:

Maria:

Minha filhinha tão preciosa pelo teu amor por Nós. Hoje, nesta Terra tão poucos rezam e amam o seu Criador e Redentor. Quando será que vos deixareis tocar, corações endurecidos?

Recebei as Minhas Mensagens na honestidade do vosso intelecto. Se o vosso coração for duro, então pouco a pouco fundirá perante a intensidade do Amor que tenho por vós, Eu Mãe de todos vós.

Meus filhos, ó Meus pequenos, baixai o vosso orgulho, desarmai-vos das vossas defesas, abri os vossos corações ao Amor de Deus por vós. Dizei: "Obrigado, Senhor, pela maravilha que eu sou", pois aos olhos do vosso criador, que vos fez a todos à Sua Imagem e Semelhança, vós sois verdadeiramente uma maravilha do Seu Amor, vós sois poderia Eu dizer, uma "materialização", no entanto muito subtil, do seu Amor. E, sobre vós, quer agitar-se o sopro, sim, o Espírito empurra as vossas defesas, mas é para depois vos cumular de Amor. Todas as obras de Meu Filho Jesus, que Eu suplico a cada momento para vossa salvação, na qual Eu afirmo ser co-redentora, não desagrada a alguns, justifica-se pelo Amor.

O Pai ama-vos, sim, a vós, pequenas criaturas tão belas, quando os fumos de satanás não vos escurecem, o Pai ama-vos e deu o Seu Filho Único para remissão dos vossos pecados, sim, mesmo os que ainda não cometestes (!), e o Filho, Meu Jesus, Meu Deus, que Eu segurei nos Meus braços maternais desde o Seu primeiro até ao Seu último instante, tal como vos seguro também a todos vós amorosamente nos Meus braços, o Meu Filho dá-vos a Sua Mãe.

Abandonai-vos, todos, como um bebé confiante e amado no berço do Meu Coração Imaculado. Acolho-vos, cheia de compaixão pelas vossas múltiplas quedas desde que tomeis consciência delas e as choreis amargamente. Pedi perdão e obtereis misericórdia. Vinde sempre ajoelhar-vos aos pés dos Meus santos padres receber o perdão de Deus no sacramento da reconciliação.

Hoje mesmo, o vosso pai quer que vos reconcilieis com Ele, não lhe fujais por ignorância da Sua Bondade, da Sua ternura a vosso respeito. Hoje o Pai espera-vos, mas convertei-vos hoje, pois amanhã... O amanhã é cheio de esperança para os que acreditam, para os que rezam, para os que amam e se sabem amados; mas o amanhã é cheio de tristeza e de desalento, de incompreensão e de sofrimento para os que recusam obstinadamente pôr-se de joelhos, pelo menos uma vez, um instante, perante o Meu Filho na Cruz que é a sua redenção.

Jesus, Meu Filho Divino, regressa a esta Terra na Sua Glória dos Céus, assim O contemplam os Seus anjos, assim O contemplo Eu em adoração perpétua, assim já O contemplais vós na Sua Presença Eucarística de maneira velada, assim O contemplareis na comoção da vossa alma a quem toda a Sua Glória será revelada! Santo é o Seu Nome! Povos, adorai O Altíssimo, Hossana, Hossana, eis a Glória de Deus que brilha sobre a Terra!

O Emanuel desce do Céu.

Os vossos corações não o chamaram em vão.

Ei-Lo Aquele que vem sobre as nuvens, o Ungido do Pai, o carinho de Sua Mãe, a Esperança dos homens!

O Meu Coração de Mãe louvá-lo-á pelos séculos dos séculos, Eu serei a vossa professora de canto, Comigo e com toda a Corte Celeste, louvá-Lo-eis sem fim.

Eis a Nova Terra e os Novos Céus.

Hoje, na oração do coração, mesmo que só saibais dizer uma palavra que ela seja Jesus e então, no silêncio ele virá e a Paz estará com Ele no vosso coração, Eu vo-lo prometo pois Ele Mo prometeu como uma graça especial para estes tempos. Confiança, filhos, é seguro o Caminho que conduz ao Pai. Não percais mais o vosso tempo em futilidades e inutilidades, santificai o vosso tempo (o temporal e a vossa época) pela oração.

"Parai! Stop! Fim às fugas! Regresso!"

É o Meu grito materno aos homens deste tempo, é o grito da minha ternura de predilecção, não deixeis passar este momento em que a graça está perante vós. O Meu Imaculado Coração chama-vos, a Minha voz é firme mas muito doce, escutai-Me com todo o vosso coração e então Eu poderei levar-vos no Meu Seio Virginal e apresentar-vos a Meu Filho na Cruz da vossa salvação, só Ele salva, só Ele vos conduz a Seu Pai, só Ele, o Santo, o Vivo é Esperança. Ele é o Coração de Deus, o Cofre dos Seus tesouros que só pede para se revelar ao vosso coração maravilhado. Ele é a concavidade do rochedo que abriga da tempestade. Na concavidade do Seu Coração, na oração, a tempestade passará por vós, sem tocar um só dos vossos cabelos, a tempestade não fará ruir a vossa esperança.

Vós que amais o Meu Filho com um amor sincero e ardente, como Ele vo-lo pede, não deixeis que a tempestade vos assuste, sede mais fortes que os apóstolos no lago de Tiberíades, pois, hoje na Sua Glória, a Presença de Meu Filho é ainda mais forte para vós, novos apóstolos do Amor, do que no tempo da Sua Presença na Terra, sendo assim se a tempestade se desencadear, permanecei como um mar tranquilo, não produzais nenhuma espuma de medo, não, guardai a transparência serena da água límpida e pura que nada turva.

Sede na alegria pois Ele vem.

O tempo está próximo, não vos desencorajeis tão próximos do fim, vós viveis o tempo do Seu Regresso em Glória, que já começou nos vossos corações se vós Lhos destes a partir do momento em que vos envio o Beijo materno da paz e da Graça da conversão.

Se vós o quiserdes Eu vos guardei no Meu Coração.

Maria, vossa Mãe Celeste

Mãe da Esperança

Deus Pai:

– Filhinha, Eu te agradeço por Me dares o teu coração e o teu tempo e a tua mão, por amor de Meu Filho. Sim, Eu sou o Pai a quem tu imploraste nas trevas e que te deu a Luz que é o Cristo. Tu estarás junto de Mim, tu que queres acima de tudo contemplar a Minha Face. Se Eu Me revelasse já tu estarias demasiado depressa (!) junto de Mim, no momento em que Eu te abençoo por seres a mensageira de Meu Filho nesta Terra da Minha predilecção. O teu coração é puro e exemplo de orgulho, assim tu podes trabalhar por Minha graça mesmo que tenhas tido a impressão de te teres afastado, de facto, tu apenas estás um pouco mais profundamente escondida no Meu Coração de Pai. Tu vês como Eu sou terno e paciente. Sê como Eu, concedi-te esse dom, o da compaixão, quer dizer o de amares os teus irmãos com o Meu Coração.

– Pai, o que Tu me dizes é tão grande, e eu sou tão pequena.

– Está bem assim, Minha filha. Sim, Jesus é o Meu rosto como, numa fracção de segundo, acabaste de perceber ao pores o teu olhar na imagem da Sua Santa face. Ele é a Minha Presença no mundo, o Meu Amor. Eu sou doce, muito doce, muito maravilhado, muito enternecido pela Minha Criação, como pudestes Ter acreditado que Eu era severo, e temer-Me? Como Eu sofri pelo vosso temor, Eu que vos criei por Amor com o Meu sopro de Amor, como espero ainda que Me ameis! Como Meu Filho Eu sou um Mendigo de Amor, ainda que sejamos o Amor, porque somos o Amor.

Minha filha, queres fazer a Minha Vontade e a de Meu Filho?

– Sim, Senhor-Deus. Abba? Foste tu que Me encontraste há vários anos no deserto e que me trouxeste contigo no Teu Seio?

– É verdade filhinha, revelei-Me a ti, como Me tinha revelado a Meu povo no tempo de Moisés, de Abraão e de Jacob.

– Abba, ouso então implorar a Tua Misericórdia para os meus irmãos, para os Teus filhos que não Te reconheceram, e também para mim, meu Senhor e meu Deus, prolonga o tempo da Tua Paciência e envia os que Te amam como pioneiros, como testemunhas, dá-nos o Teu Espírito para que dêmos testemunho da Tua doçura, da Tua ternura.

– É já o Espírito que te faz falar. Filhinha, compreende a Minha tão grande dor, Eu não posso mais reter a Justiça, não porque a Minha Paciência esteja esgotada, mas por causa do pecado que é apresentado a Meus olhos em obras santas! O pecado é justificado, glorificado por aqueles mesmos que deveriam abrir os olhos do rebanho que lhes está confiado! A Minha Ternura não pode tolerar ver perder-se o Meu rebanho por causa de ovelhas desgarradas. Não a Minha própria Ternura exige Justiça. O Meu Amor de predilecção pela Minha criação obriga-Me a determinar o tempo da Justiça. Depois, virá a hora da Glória, a Nova Era, o Regresso em Glória de Meu filho que vos guiará a todos ao Meu Seio paterno.

Eu quero glorificar-Me em todos vós, Meus filhos.

Meus filhos, e tu também Minha bendita filha, vós sois filhos de Deus, filhos da Minha ternura de Pai e Eu guardo-vos para a Vida Eterna que está em Mim.

Deus, vosso Pai

14 de Novembro de 1999 - As Trevas mais espessas. Medo. Fé. Talentos

Eu te abençoo filhinha do Meu Coração, sabes, as pessoas vão começar a Ter medo da Minha Justiça, que é purificação para o Meu Regresso; que o teu coração permaneça na esperança pois tu sabes tudo o que te disse a respeito disto. É preciso que a Terra seja purificada para que Eu regresse nas Minha Glória como Pastor do Meu povo, quer dizer Pastor de cada alma que Me tiver escolhido e acolhido com todo o amor de que ela for capaz, e que Eu pus nela.

Compreendeste perfeitamente bem que os textos desta manhã, dos quais a parábola dos talentos, se relaciona com a Minha doutrina da graça. Com efeito os talentos confiados são as graças que Eu ponho em vós segundo as vossas capacidades. Ora as graças chamam outras graças pois vós agis como servidores bons e fiéis. Aquele que, segundo o seu coração, não era capaz de receber nenhuma graça, esse recusou-a, não Me acolheu. Por conseguinte Eu não o acolherei. Ele sufocou a graça nele mesmo pelo pecado do medo, que nasce de uma má apreciação da vossa situação de homens em relação a Deus, ele não acreditou que era filho de Deus, e satanás entrou nele pelo medo, e a graça, não cultivada, que teria trazido os frutos do Amor que Eu dela esperava, foi "enterrada", sendo assim ele escolheu para si mesmo a sua situação por falta de fé que é o afastamento de Deus. Assim agiu demasiadas vezes a humanidade toda, é por isso que ela deve, também toda, ser lavada do seu pecado.

Assim a Purificação é ainda um efeito da Misericórdia com a qual Eu exerço a Minha Justiça. Nenhuma alma escapará a esta purificação dos corações, que as prepara para Me receberem na Minha Glória para que juntos glorifiquemos o Pai. Mas atenção, Eu vo-lo repito, o tempo da graça purificadora está a chegar ao fim, não demoreis a abrir-Me os vossos corações por vossa inteira vontade, tanto quanto puderdes, pois o tempo que imediatamente preceder o Meu Regresso fulgurante e esplêndido, como aconteceu entre a Minha Ascensão em que Eu deixei a Terra e o dom do Meu Espírito, no Pentecostes, será um tempo de espessas trevas onde apenas a fé que Me tiverdes deixado despertar em vós, permitindo pelas vossas evidentes provações, vos manterá na esperança de que depois das trevas virá a Luz que Eu sou. Se tivésseis deixado unir-se a vós o amor que Eu sou acolhendo com humildade e alegria a purificação necessária à Minha Vinda, a vossa fé seria suficientemente firme para guardar a esperança no meio da tempestade que vem sacudir as vossas costas. Nenhum medo estará em vós se, desde já, Me derdes a guardar o vosso coração.

Virá um tempo, ele está próximo, em que Eu deverei deixar-vos, para voltar depois em toda a Minha Graça, acompanhado de toda a Corte Celeste. Esse tempo é necessário, como foi necessário o tempo entre a Minha Ascensão e o dom do espírito, desta vez no entanto prometo-vos ainda mais que o Meu Espírito: a Minha Presença de Glória! Vós não podeis imaginar a magnificência desta Presença divina.

Ficai a saber que a Minha Luz destruirá todas as trevas e apagará dos vossos corações, das vossas almas e mesmo da vossa Terra todas as marcas de trevas. Apagarei das vossas almas o pecado original, e sereis purificados. Mas Deus que Nós somos, que Eu sou, na Trindade, de todo o mal tira um bem pois o vosso estado será ainda maior do que o de Adão antes da queda pois "vós estáveis perdidos e agora estais reencontrados" e "há mais alegria (e portanto mais glória) nos céus por um pecador reencontrado que por noventa e nove justos" e isso é mesmo assim, não vejais nisso uma qualquer injustiça!

Eu te abençoo e a todos aqueles que no momento em que lerem estas mensagens do Meu Coração Glorioso, acreditarem e gritarem por Mim: Eu vos acolho e vos amo, pequenos filhos.

Jesus Cristo

15 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse. Eucaristia. Novo Éden. O Fim das Mensagens. 1260 dias

Filhinhos, abençoados sede pela alegria que dais ao vosso Deus que vos esperava nas vossas divagações e combates interiores, e que finalmente vos recebe no Seu Seio e pode derramar em vós todo o Seu Amor de Pai. A Trindade inteira regozija-se pelo vosso regresso ao Amor e Meu Pai promete-vos o Seu Sustentáculo de Graça, quer dizer o Cristo, que Eu sou, para vos ajudar nas vossas iniciativas de fé: oração, confissão, comunhão, adoração; assim preparais, em verdade, os vossos corações para Me acolherdes no Dia do Senhor de Justiça. Toda a vossa vida passada vos fez sentir a dor do caminho que é o vosso quando voluntariamente recusais o Caminho de Deus para vós: o vosso destino, que Eu sou, Eu o Cristo em breve manifestado na vossa Terra em toda a Minha Glória. Eu vo-lo disse: Todos Me verão, isso significa também pequenos filhos que vós Me vereis, porque pôr-vos no exterior, Eu não excluo ninguém, sois vós que escolheis a vossa situação de trevas. Trevas pois longe da Luz, longe do Ungido do Pai. Eu sou a Luz, entrai pois com alegria no seu halo que é o Meu Coração. Imaginai-vos, vede-vos em espírito entrar no Meu Coração pela porta que o golpe da lança abriu. Caminhai sobre os raios, sangue e água, que de lá saem, subi à fonte, ao Santo dos Santos do Meu Coração, aí estou Eu de braços abertos para vos acolher filhinhos Meus, lançai-vos então bem depressa nos Meus braços e Eu próprio vos mergulharei no Meu Sangue por vós derramado, assim sereis purificados, as vossas roupas ficarão brancas, então Eu vos devolverei ao mundo lavados dos vossos pecados e cheios do Meu Espírito. A graça que tomareis a peito cultivar por uma vida sacramental fiel e regular aumentará em vós dia após dia, sereis renovados e no dia do nosso reencontro compreendereis quanto assim vos preparei para Me reencontrardes na alegria e no êxtase em vez da dor e da angústia.

Recebei com fé o Meu Beijo de Paz. Não tenhais medo de Mim qualquer que seja o vosso estado de pecado, Eu amo-vos e quero ajudar-vos. Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

O Salvador de todas as vidas

– Senhor, podes explicar-me a necessidade que tens de nos deixar para voltares depois na Glória? Porquê esse tempo deixado às trevas quando sabes que muitas almas se arriscam a perder-se nesse lapso de tempo?

– Minha filha, filhinha, paz, porque pensas que tenho tantos mensageiros como tu nestes anos de preparação do Meu Regresso e de purificação?

Eu já não estarei presente, mas tereis todas estas mensagens escritas que vos dei e tereis o Meu espírito como os Meus apóstolos tinham Maria com eles. E sereis vós, vós que Eu missionei para isso, a Minha compaixão e a Minha presença, por participação na Minha graça que hoje vos dou para amanhã. Se cumprirdes a vossa missão de Me reflectir na vossa Terra para nela serdes a Minha Luz que nela quero deixar durante o tempo da Minha ausência, nenhuma alma se perderá. Esse tempo está em suspenso.

– Sim, mas porquê deixar-nos? Quer dizer também que nesse tempo não me comunicarás mais a Tua palavra?

– Meu cordeiro abençoado, Eu já te expliquei que todos os vossos porquês deveriam dizer-se "como Deus?", "como em Deus": isso está escondido no segredo do Amor do Pai e na intimidade da Trindade que Nós somos com Meu Pai e o Nosso Espírito Santo. Eu devo fazer algumas "coisas" no Céu a fim de Me poder manifestar na vossa Terra na Minha Glória do Céu e a vossa própria Terra deve estar preparada para essa manifestação.

Quanto à tua outra pergunta, a resposta é sim. É assim para todos os Meus filhos que recebem a Minha Palavra para os seus irmãos. A Minha Palavra fica e ela é Verdade e Alimento. E sobretudo, sobretudo, se Eu já não posso comunicar a Minha Palavra aos vossos corações, independentemente do Meu Espírito, (vem a era do Espírito, tu sabes disso), tendes a Minha Presença Eucarística, onde estiver a Hóstia estou Eu. Adorai, comei e esperai a hora do Meu Regresso em Glória. Comei, sim, comei o Meu Corpo que é a Minha Presença e será a Minha única Presença nesta Terra até que Eu venha. A consagração do Pão e do Vinho pelos Meus sacerdotes continuará a comunicar-lhes a Minha Carne e o Meu Sangue. A transubstanciação terá lugar até que todas as hóstias consagradas realizem a Minha Unidade Corporal física no Dia do Meu Regresso. Então Eu estarei convosco para a Eternidade dos séculos e dos séculos, então começará a Nova Era do Espírito, a Nova Terra e os Novos Céus, ainda mais gloriosos que o jardim do Éden, pelo sacrifício da Minha Paixão na Cruz e do Meu Regresso em Glória.

– Senhor, é efectivamente pelo Teu Espírito que Te podes comunicar aos nossos corações, porém eu não compreendo como podes deixar-nos o Teu Espírito e entretanto não comunicar a Tua Palavra?

– O Meu Espírito está na Minha Palavra, ora vós tendes a Minha Palavra, que ficará para vós, nos Evangelhos e nas mensagens que Eu dou, compreendes como Eu posso dizer então que vos deixo Meu Espírito? Isso significa que o que vos foi dado vos será deixado. A única maneira que a Minha Presença terá de vir à Terra será a consagração das espécies e no último dia todas as hóstias consagradas que são realmente a Minha Carne e o Meu Sangue formarão de novo o Meu Corpo de maneira que Eu possa habitar na Terra entre vós: o Emanuel.

Aí está, o Meu Espírito fez-te perceber a Verdade, tu procuravas a ligação entre a Ascensão e o Pentecostes, tempo durante o qual Eu tinha deixado Maria com os Meus apóstolos e o da Minha Presença Eucarística que Eu vos prometo: é a revelação de Manduria! Maria, Mãe da Eucaristia, Custódia para a Hóstia, que Eu sou; hoje como ontem é Maria, Minha Mãe, que Me traz no seu Coração no tempo da ausência. Eu explico-te também porquê(!) (visto que vos agarrais tanto aos vossos porquês). Ela disse em Medjugorje, em Manduria e algures que haveria um tempo em que Ela já não poderia vir nem comunicar as Suas mensagens. Tu compreendeste, é porque isso se faz pelo Espírito. Em compensação, acreditai, isso será a vossa força na tormenta, onde estiver a Hóstia está a Custódia, Aquela que Me apresenta ao mundo sobre o Seu Coração, a Mãe da Igreja. Hoje como ontem tereis as Palavras que ditei e Maria que me traz nEla, foi por isso que há alguns dias a chamei Porta-Voz Santa. Ela traz o Verbo que Eu sou. Ela é também a Porta da Palavra, por Ela Eu vim, por Ela Eu voltarei. Na verdade Eu disse hoje e não amanhã, pois para Mim, o tempo já chegou. Confiança pequeno rebanho, o teu pastor guarda-te dando-te, para este tempo, ovelhas fiéis e fortes, sacerdotais ou "laicas" pois pelo baptismo todos vós sois sacerdotes, profetas e rei.

A Minha bênção está sobre vós, com a Minha paz.

Jesus Cristo

(no mesmo dia)

Apocalipse 12,6

"A mulher fugiu para o deserto, onde Elohim, Lhe tinha preparado um lugar para ali ser alimentada durante mil duzentos e sessenta dias". Eis o tempo que Eu vos anuncio. Meus filhos, compreendei aqui, a mulher, é a Igreja, sois vós que Me amais, o pequeno rebanho, o lugar que nós vos preparamos são os Nossos Corações unidos: a Trindade Santa. Quanto aos 1260 dias em que vós sereis alimentados no deserto:

1 + 2 = 3 Deus

6 + 0 = 6 a Besta

Apocalipse 12,7

" E é a guerra no céu.

Miguel e os seus mensageiros guerreiam contra o dragão".

1260 dias, é a marca do combate entre são Miguel e o Dragão, não é o número de dias de deserto! No refúgio da fé cega, sereis alimentados pela Minha Palavra que vos dei (Evangelho + Revelações + Mensagens)

Apocalipse 12,7-9

" O Dragão e os seus mensageiros guerreiam

mas eles não são os mais fortes;

o seu lugar já não é no Céu.

Ele é expulso o Dragão, o grande,

A serpente, a antiga, chamado Diabo ou satanás,

O enganador do universo inteiro.

Ele é expulso para a Terra e os seus mensageiros são expulsos com ele.

Eis o tempo das trevas entre a Minha ausência ou o vosso deserto e o Meu Regresso em Glória: o combate começado no Céu, expulsará depois para a Terra todos os demónios, isso não será muito pior que agora pois eles já aí estão quase todos.! Então será o vosso combate:

Apocalipse 12,11

"Eles venceram-no pelo sangue do Cordeiro, pela palavra do seu testemunho;

eles não amaram o seu ser até à morte"

Isto está relacionado com o martírio da Igreja do qual Eu já te falei: "Quem perde a sua vida por Mim, ganhá-la-à. Aqui, a morte significa as trevas por contraste com a vida eterna que recebe aquele que Me dá a sua vida, quer dizer: aquele que ama Deus terá a vida eterna e é esse o testemunho (martírio = testemunho) que alguns darão e dão já, pois já começou esse tempo de que vos falo.

Apocalipse 12,14, retoma 12,6, as duas asas são a fé e a esperança, objecto das Minhas mensagens precedentes.

Apocalipse 12, 15-18: o rio que satanás vomita são todas as suas obras más que a Terra engole (cf. tremores de Terra, "crash" económico, inundações, etc.) para socorrer a Igreja, o povo fiel, e com as quais ele atacava até o pequeno resto daqueles "que têm o testemunho de Ieshoua", quer dizer vós, e ele está em todo o lado, "tão numeroso como a areia do mar".

Aqui está para a passagem sobre a mulher e o Dragão, depois em Apocalipse 14 é o tempo final da Minha vitória: O Meu Regresso: o Cordeiro de pé sobre o Monte Sião; depois em 15 o tempo da Justiça; em 16 a cólera; em 17 o Julgamento; etc.

Eu comentar-te-ei tudo isto nos próximos dias. Isso é importante, pois estas passagens dizem respeito a este tempo para o qual vos preparo. É um pouco complicado pois na sua transcrição da visão, João volta atrás em algumas passagens e estabelece uma cronologia, ora todas estas "coisas" devem ser apreendidas de maneira instantânea.

Por exemplo em Apocalipse 15,8 lê-se:

"Ninguém pode entrar no santuário

enquanto não estiverem consumadas as pragas dos sete mensageiros"

seguido em 16 das sete taças da cólera, elas são simultâneas, não é preciso esperar que aconteçam uma depois da outra, pelo contrário, elas são consequência dos sete vícios que se opõem às sete virtudes. É contra isso que devereis e deveis já combater, vós, os fiéis.

Há neste texto ainda enigmático e que só será verdadeiramente revelado no dia do Meu Regresso, várias vezes descrita a mesma coisa de maneira diferente, mas trata-se sempre do combate de Deus contra o mal, até que Eu apague o mal. Que a Minha Igreja seja testemunha do seu Deus, que Eu sou, e saíreis vitoriosos das trevas. Fé e esperança e Maria, Virgem da Eucaristia, vos guarda para a vida eterna. "Aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á", aquele que fizer a Minha vontade e não a sua, será salvo. Amen.

Jesus Cristo

16 de Novembro de 1999 - Conversão. Purificação. Ser Pilar

[...] Bem, é bom que Eu possa falar ao Meu Povo de maneira tão simples. Fico feliz por isso. Agora, se tu quiseres (sim, Eu sei que tu queres) vamos continuar o Meu ensinamento acerca do texto mais mal compreendido da Bíblia: o Apocalipse de são João.

Houve 7 dias por ocasião da criação, diz o Génesis.

Há 7 igrejas ou comunidades às quais se dirige o Apocalipse, trata-se de uma comunidade de homens e de tempos: uma era.

Ora 7 x 7 = 49 e eis o Grande Jubileu do Meu Nascimento, ano 1, eis o quinquagésimo dia do tempo divino, uma plenitude mas também o tempo cumprido, desta vez em dias terrestres, entre a Minha Ascensão e o Pentecostes.

O sétimo de todo este texto é relativo ao vosso tempo, sétima comunidade: Laodiceia.

O sétimo selo e os seus sete mensageiros com sete trombetas.

E a partir do texto visto ontem: "a mulher e o dragão", uma descrição do vosso tempo, daquele que vem e daquele que será para Mim: o Meu Reino de Glória de Paz e de Justiça.

Estudemos o que é dito ao mensageiro (anjo) da vossa comunidade:

Ap 3,15: "Eu conheço as tuas obras, não és frio nem quente,

é preciso que sejas frio ou quente".

É a hora da escolha decisiva, não podeis mais servir ao mesmo tempo a Deus e a Mamom, é preciso escolher o próprio "campo". "Quem não é por Mim é contra Mim". Eu disse-vos que o tempo que está para vir obriga a "radicalizar" a fé e as escolhas, aos tíbios Eu vomito-os, quer dizer que como eles não estão ligados a Mim, eles são contra Mim, Eles escolhem o afastamento através desta meia-medida que não é aceitável.

Todos vós, homens deste tempo, entrastes no jogo do materialismo mas Eu digo-vos que "para enriquecerdes compreis o Meu ouro purificado no fogo" quer dizer, uma fé purificada que vos abre o Reino, vossa única verdadeira riqueza. Convertei-vos durante a purificação pois "Eu já estou à porta e bato". "Ao vencedor Eu darei o direito de se sentar Comigo no Trono": isso significa, aquele que se tiver deixado purificar, que tiver portanto vencido a morte (consequência do pecado original, Eu vo-lo recordo) como Eu a venci, será acolhido no Reino, participará no Meu Reino de Glória Comigo.

A frase "e que não se exiba mais a vergonha da tua nudez refere-se a dois ultrajes, destes tempos, à Minha Glória: a luxúria para a qual satanás vos puxa e a nudez da vossa alma que não se enriqueceu com os tesouros do Reino. A roupa branca é a dos santos e Eu quero-vos todos santos, por conseguinte filhos de Deus.

O "colírio para limpardes os vossos olhos, a fim de verdes", é o discernimento que o Espírito vos dá nestes tempos completamente escurecidos pelos fumos demoníacos.

Eu termino com esta passagem para vos dar uma explicação deste aviso sempre mal compreendido:

"Quanto a Mim, repreendo e corrijo aqueles que amo

portanto sê fervoroso, muda de vida!"

Aqueles que Eu amo, são a humanidade inteira, e acarinho particularmente aqueles que vejo a caminho de se perderem, é por isso que Eu digo que os repreendo: para abrir o seu coração. Eu corrijo-os para os elevar ao Meu Coração. Sim, o Cordeiro é exigente porque só o Amor que Eu sou conhece a importância e a eminência de tudo isto. Então mudai de vida, a Minha Misericórdia espera-vos e sereis vencedores do medo e da morte, participantes do Reino, filhos da Luz que Eu sou. São as trevas de satanás que Eu fustigo em vós, não a vós, que ficais até ao fim da escolha a maravilha como fostes criados. Eu puno a sombra que aceitastes alojar, para vos dar a Minha Luz de Verdade. Portanto deixai-vos purificar!

Apocalipse 8: sétimo selo

O livro selado com o sétimo selo é a história que devia escrever-se entre o Meu sacrifício na Cruz e o Meu Regresso em Glória. Eis que o sétimo se abre sobre vós, (os outros passaram e o Meu propósito não é o de vos explicar todo o Apocalipse mas o que se relaciona com este tempo que viveis e do qual vos falo desde o princípio).

Ap 8,1:

"Quando Ele abre o Selo, o sétimo, há no Céu um silêncio,

de aproximadamente meia hora."

Acima de tudo não tomeis isto à letra! O silêncio do Céu é o tempo de que ontem vos falei, o tempo da ausência, ou o deserto que a Terra deve atravessar, a Minha Igreja. A meia hora sublinha o facto de que esta hora será abreviada pela Misericórdia de Deus graças às numerosas orações apresentadas por Maria à Trindade à qual Eu pertenço: "as orações dos consagrados".

Ap 8,4:

"Pela mão do mensageiro sobe até Deus o fumo do incenso [...]"

O fumo do incenso sobe contra os fumos de satanás, Eu só tenho um fumo para oferecer a Meu Pai porque Eu sou a unidade, satanás é divisão, a diversidade.

Ap 8,5:

"O mensageiro pega no turíbulo.

Enche-o com o fogo do altar, e lança-o sobre a Terra.

Há trovões e clamores, relâmpagos e sismos"

Eu sou o Mensageiro dos mensageiros, é o Meu Espírito que Eu espalho sobre a Terra, e ao chocar com as más obras do pai da mentira que vós abrigais, surgem cataclismos nas vossas almas e na vossa Terra. Mas Eu já vos falei disso.

Os sete mensageiros de Ap 8,6 são as sete formas do Espírito, as sete virtudes a que se opõem os sete vícios. O facto de as sete trombetas estarem divididas em quatro + três devia fazer-vos pensar na quatro virtudes cardeais e nas três teologais. Cada uma vai tocar, na verdade todas juntas, como o Espírito sete e um. O sete é a perfeição do um, a sua manifestação:

Prudência, Justiça, Força, Sabedoria, Inteligência,

Temperança, Fé, Esperança, Conselho, Força, Ciência, Piedade,

Caridade. Temor de Deus.

Vejamos como intervêm os dons do Espírito sobre a agitação dos vossos pecados.

Ap 8,7:

"O primeiro toca;

e são lançados sobre a Terra o granizo e o fogo, misturados com sangue: arde a terça

parte da Terra, arde a terça parte das árvores e arde toda a erva verde."

Abandonastes toda a prudência na gestão da Terra que vos traz e ela revolta-se, houve o dilúvio, o granizo e haverá o fogo para a purificar.

Todos os que não têm frutos serão queimados por este fogo purificador. Sendo a terça parte o que não é Meu (a terça parte são também os tíbios do princípio). Sou Eu, vós minha criação e a Terça parte, que é o que foi ganho pelo adversário, o outro, o mau: todas as obras más na Terra e em vós serão queimadas por este Fogo do Meu Espírito. Percebereis o efeito deste fogo de maneira "física" somente quando o virdes, de momento não podeis conceber do que se trata.

No que diz respeito a estas sete trombetas, a leitura faz-se a dois níveis de cada vez, "físico" e simbólico, pois um é sintomático do outro, da mesma forma que o vosso espírito doente contamina o vosso corpo.

Vai em paz para o que tens que fazer. Nós prosseguiremos mais tarde. Eu te abençoo.

Jesus Cristo

17 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse Os Selos. Os Mensageiros

Eu te abençoo Meu cordeiro; Eu sou o Cordeiro Imolado, assim, todos vós sois chamados a ser Meus cordeiros. Vem ao Meu Coração, partilhemos este momento de tranquilidade da noite, antes do deitar. Quero dizer-te, alminha, que esta preocupação com os teus irmãos que ontem sentiste no grupo de oração, a angústia perante a purificação que eles não compreendem e que traz sofrimento e dor, é um fruto do dom da Minha compaixão que Eu te concedi. Tu compartilhas a Minha angústia amorosa pelo sofrimento da Minha Criação, que ela própria chamou a si pelo seu pecado. Aos inocentes acolho-os a todos directamente no Meu Coração. Sim, Meus filhos, Eu sofro por ver o vosso sofrimento, por ser o remédio e por vos ver obstinar-vos em vos revoltardes contra Mim, acusando-Me de ser a origem dos vossos males, mas Eu vo-lo digo de novo: vós atraístes sobre vós a Justiça do Pai pela vossa adesão à orgulhosa rebelião do adversário das vossas vidas. E Eu espero-vos, chamo-vos, quero tirar-vos do fundo do abismo das vossas angústias para vos elevar à Esperança, à Fé e à Caridade. Porque será que vós só descobris e pondes em prática a caridade em situações de extrema aflição? Porque sois vós indiferentes em relação aos vossos irmãos, até que as catástrofes, consequência dessa indiferença, dessa falta de amor, vos obriguem a sair de vós mesmos e a ver a necessidade do vosso próximo? Chamais isso solidariedade, está bem, quanto mais bela não é a oração e a oferta de vós mesmos em cada momento!

Aprendei de Mim: Voltei-Me para Meu Pai apenas na hora da agonia e da morte? Revoltei-Me contra a Sua Vontade, Eu que sou Seu Filho? Não, em cada momento, em todas as circunstâncias, sempre voltei o Meu olhar para Meu pai no desejo de fazer a Sua Vontade. Eu aceitei à partida, por vosso amor, todo o Seu plano de salvação." Não há maior acto do que dar a vida por aqueles que amamos". Eu dei a Minha vida por vós, Eu escolhi revestir a vossa humanidade até à morte, Eu que, não tendo nenhum pecado em Mim e sendo Deus, deveria Ter sido exemplo dela. Eu fui pequeno e humilde nesta Terra, até Meu Pai me enviar a fazer as Suas obras para Sua Glória. Eu, que sou Luz, vivi escondido até à hora escolhida pelo Pai para a Sua obra. Compreendei que conformando-vos a Mim, Eu conformo-vos à Minha vida. Eu faço-te compartilhar a Minha compaixão pelos sofrimentos que vós suportais por causa do pecado, assim a tua oração eleva-se pura e verdadeira porque inspirada pelo Meu Espírito, assim Eu posso abreviar a provação. O Espírito impele-te a compreender que deves testemunhar, exortar, reconduzir à fé. Ele cria em ti o desejo de servir porque compreendeste que quantas mais almas se convertessem, tanto mais atenuada seria a purificação. Sentiste no teu coração o desejo de salvares os teus irmãos, todos os teus irmãos, o teu desejo abraçou a humanidade inteira numa angústia, que é o efeito de um amor ardente, na esperança e na fé, que te faz rezar intensamente segundo o Meu Espírito e que te dá o desejo de poderes falar da Minha Ternura, e do Meu Amor à Terra inteira. Estes impulsos do teu coração vêm do Meu Coração. Quanto mais visível for a purificação mais o teu coração quererá lançar-se nos caminhos das mortais angústias humanas por amor angustiado da Minha compaixão de caridade. Tu quererás, não salvá-los por ti mesma, mas dar-lhes o Salvador que Eu sou como bóia de esperança nos ilhéus do desespero, rodeados pela espuma do medo. Pantanoso é o medo, luminosa a esperança que Eu sou para todos!

Vês como assim Eu te formo?

Eu ando depressa para tua formação e a daqueles que, nestes tempos, aceitam servir-Me, pois está próximo o tempo em que precisareis de ser pilar e rochedo para os vossos irmãos. Eu purifico-vos conforme as vossas capacidades de abandono e a vossa vontade de Me servirdes. Eu sirvo-Me do vosso desejo para vos elevar à graça da Minha Presença em vós a fim de que, apesar de vós, Me irradieis, na hora das trevas e do medo.

Estou contente pois começas a poder escrever o que te dito mesmo que não Me compreendas! Vês que cresces no abandono e que isso não te pede nenhum esforço. Eu faço tudo, disse-te isso. Tu própria estás espantada com a tua transformação interior acontecida em tão pouco tempo; e tu ainda não te vês como Eu te vejo: fizeste mais progressos do que tu imaginas. O teu Amor por Mim, por Maria e pela Trindade, e o teu respeito sem medo paralisante também te fazem participar na graça que Eu sou. Aproxima-se a Minha festa do Cristo Rei, em breve serei o Rei que Eu quero ser para cada um de vós e o Meu Reino será o da Paz, da Justiça e do Amor pelo Pai e pelos irmãos. Da mesma forma que Eu disse: "Não vos façais chamar mestres, pois só há um Mestre" (Eu o Cristo), Eu digo: "não vos façais chamar rei pois só há um Rei e um Reino", salvo aquele que Eu mesmo vou ungir pois ele será então rei da Minha Realeza.

Vem receber o Meu beijo de Paz e vai com a Minha Paz.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

18 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse

Alminha vem depressa encontrar-te Comigo sempre que as tuas actividades de cada dia to permitam. Eu sou a vida e alimento a tua alma nestes momentos em que estamos juntos. Eu sei que muitas vezes não conseguis fazer coincidir a Imagem que Eu tenho de vós: a da vossa semelhança com o Pai, a da vossa vida interior com a imagem que tendes de vós próprios. Em verdade, vos digo, o vosso verdadeiro Rei sou Eu, cultivai pois a vossa vida interior porque está aí o vosso tesouro; os vossos tesouros materiais não passam de ilusões que se desmoronam como castelos de cartas quando Eu "sacudo" a Terra um pouco!

Prossigamos pois o Meu comentário, do apocalipse de João, para o vosso tempo. Estávamos em Apocalipse 8,8 e 9, o segundo mensageiro toca e

"É como uma grande montanha; fervente de fogo."

Trata-se do mesmo fogo divino que precedentemente. Lembrai-vos de Moisés ao ir ao encontro de Deus na montanha santa, a montanha é o lugar de Deus e o Seu fogo "é lançado no mar", como "um pavimento no pântano" (!) das vossas acções contra a virtude da justiça e o dom da piedade, contra a ternura de Deus e a fraternidade que dela deriva. Então

"A Terça parte do mar torna-se sangue. Morre a Terça parte das criaturas que estavam no mar, e a Terça parte dos navios é destruída."

Tudo o que não está de acordo com a justiça, cria a violência e faz correr o sangue dos inocentes como consequência da guerra. Esse sangue é também o Meu Espírito que vem como um bálsamo. Todos os que não estão Comigo morrem: literalmente, sofrem a morte, enquanto que vós que sois Meus tendes a vida eterna. E é depois disso que a Minha grande dor se torna ainda mais forte porque a Minha Igreja é também em parte contaminada e a "terça parte dos navios" é destruída. Aqui o navio representa a Igreja, em referência à nau e a toda a Igreja que não é Minha, a falsa Igreja do Anticristo será destruída pelo fogo purificador do Meu Amor que revela todo o mal.

Ap 8,10-11:

O terceiro mensageiro toca. "Cai do céu a estrela, a grande, ela arde como uma lâmpada. Cai sobre a Terça parte dos rios e sobre as fontes, o nome da estrela é "absinto". A Terça parte das águas torna-se absinto, e muitos homens morrem por causa destas águas tornadas amargas."

Esta passagem relaciona-se com a virtude da força e da coragem, à qual se opõe a preguiça; e à beatitude dos que têm fome e sede de justiça e de verdade que são saciados pela água viva. Eu explico, vimos no Apocalipse 12,7-9 que o grande, é satanás e que o seu "bem já não se encontra no céu" e é ele o adversário, o anjo caído, a estrela caída do céu. E ele pretende iluminar as inteligências através da mentira, explicar as Escrituras, possuir a verdade, ainda que perverta tudo e inverta os valores. Ele é o pai da mentira e no entanto ele pretende arder "como a lâmpada". Eu sou a fonte da Água Viva que é Palavra de Verdade e o nome do adversário diz-se "absinto" e "a terça parte das águas tornam-se absinto" quer dizer que toda a palavra que não é Minha torna-se "águas amargas", palavras falsas e enganadoras que levam muitos homens a perder-se. Ora é mais fácil ceder ao vício da preguiça e acreditar em mentiras, do que procurar a verdade e o dom do conselho do Espírito. Por conseguinte...

Ap 8,12: o quarto mensageiro toca...

"... Foi atingida a terça parte do sol, a terça parte da lua, a terça parte das estrelas, para que se ofusquem a terça parte deles; não aparece a terça parte do dia nem a da noite."

Esta passagem vem na continuidade do anterior mas desta vez o sol, a lua e as estrelas designam a hierarquia da Minha Igreja que se deixou ofuscar e que infelizmente "ofusca a sua terça parte", quer dizer arrasta consigo os cordeiros que estão confiados à sua guarda e em vez de lhes possibilitarem o discernimento entre a obra de Deus e a obra de satanás, deixa os seus espíritos perdidos não sabendo onde está o dia ou a noite. Eu sou o dia, ele é a noite. Voltamos aos tíbios que Eu vomito, que não são quente nem frio mas aqui é posta em evidência a falta do clero que já não é Meu, mas do falso Cristo. Sim, estou a falar da franco-maçonaria eclesiástica. Muitos caíram abandonando-se à gula e à luxúria que, opondo-se à virtude da temperança, os empurrou para o materialismo e o hedonismo. Assim satanás fez cair todos os que não permaneceram na graça, mas Eu vo-lo digo "infeliz daquele que escandaliza um só dos Meus pequenos"! É por isso que Eu envio ao encontro destes pecados da Minha Igreja mensageiros para proclamarem e exortarem à conversão dos corações.

Ap 8,13:

"Vejo e ouço uma águia.

Ela voa no meio do céu e diz com voz forte:

"Oie! Oie! Oie! Habitantes da Terra,

por causa das vozes que faltam,

as do shofar dos três Mensageiros que vão tocar."

"Oie!" é o termo hebreu usado para "desgraça!". O shofar é a trombeta de forma alongada utilizada para, por exemplo, avisar os habitantes de Jerusalém de um decreto do Rei ou de um perigo, foram também estas trombetas que fizeram cair os muros de Jericó.

A águia representa são João evangelista, aqui ela representa todos os "João" que Eu envio à Minha Igreja para a avisar. "Ela voa no meio do céu" realça o facto que ela não fala por sua própria autoridade, mas pelo Meu Espírito, aquele que Eu envio à Minha frente. A águia cujas asas, algures no texto, são a fé e a esperança, representa no vosso tempo todos os que Eu preparo pelo Meu Espírito e pelos Meus carismas para o Meu regresso em Glória. Eis que introduz a continuação:

Ap 9: o quinto mensageiro toca.

Toda esta passagem diz respeito à acção de satanás e das suas cortes no tempo das trevas que vai chegar em que todos os demónios serão "lançados sobre a Terra" porque

"lhe foi dada a chave do poço do abismo".

Ele abre" e "uma fumarada sobe do poço".

É o fumo de satanás que, para se opor à virtude da fé, ofusca todas as coisas. Aliás é dito que eles (os demónios) só ataquem "os homens que não têm o selo de Deus na sua fronte", quer dizer àqueles que abandonaram a usa inteligência sem a pôr sob a protecção da Verdade e da Graça. Não lhes é dado poder contra os que Me amam e que guardam os Meus mandamentos. Em compensação todos os tíbios, "a terça parte dos homens" serão atormentados pelos "gafanhotos" cujo "rei, o mensageiro do abismo", tem o nome de Abadon, "perdição" em hebreu; em grego, tem por nome Apolion que significa destrutor"; ora, que fazem os gafanhotos? Não matam mas atormentam "durante cinco meses". Isso significa excitar o vício através dos cinco sentidos, os cinco eus [mois (meses ou eus),em francês – nota do T.] que não sou Eu: tudo o que não estiver purificado será atacado e atormentado ao ponto de "nesses dias os homens procurarem a morte e não a encontrarem. Eles querem morrer, mas a morte foge para longe deles.". Eles pensarão que, matando-se, poderão por fim aos seus tormentos e às suas angústias, mas a morte não quererá saber deles, quer dizer que "estando aberto o poço do abismo" eles não encontrarão nenhum repouso na morte. Eles não compreenderam que, os que não estiverem Comigo, já escolheram a morte e que não se pode morrer duas vezes. Os que escolhem as trevas já estão mortos, que alívio para os seus tormentos têm eles? Compreenderão finalmente que Eu sou a Vida?

"O som das suas asas é semelhante

ao som de carros e de muitos cavalos que correm para a guerra".

Se as asas da águia são a fé e a esperança, as dos demónios são orgulho e luxúria, e as suas exigências, que se opõem às virtudes, são cada vez mais desencadeadas. "O som das suas asas" são os media que eles utilizam, que fazem um barulho pavoroso, uma cacofonia inaudível, que se opõe ao silêncio no qual "voa a águia no meio do céu". O barulho do inferno, o tranquilo silêncio do céu.

"Nas suas caudas está o poder de atormentar os homens...". Eles espicaçam, irritam, criam agitações e reivindicações, exacerbam os vícios, incitam à violência, debaixo da picadela dos seus dardos, os homens transtornados não sabem onde encontrar refúgio.

Nestes tempos, vós sabeis que o refúgio é o Imaculado Coração de Maria unido ao Meu sagrado Coração. Neles vos guardamos das paixões destrutivas que agitam o mundo. "As suas caudas" simbolizam as paixões, quer dizer o oposto da inteligência, a cabeça. Ora vem a segunda desgraça, maior ainda que a primeira.

Ap 9,13-19: o sexto mensageiro toca.

"E ouço uma voz fora [...] do altar";

É portanto a de satanás. Ele pede permissão para que sejam "libertados" os quatro mensageiros prontos para a hora, o dia, o ano. Os rebeldes orgulhosos que tinham estado presos no Eufrates, o rio do paraíso, por ocasião da queda, são libertados. E o poder do mal aumenta, ele não só atormenta pelas paixões mas agora mata "a terça parte dos homens", pois "as suas caudas [...] têm cabeças" e das suas bocas "sai o fogo, o fumo, o enxofre."

Os homens são então totalmente dominados pelas suas paixões e perdem-se para a vida eterna todos os que não estão Comigo, mas contra Mim, porque dominados pelo Meu adversário, pelo pecado justificado: eles já não conhecem a Verdade, apenas a mentira: fogo, fumo e enxofre são as perversões da inteligência que se justificam nos discursos "fumarentos", enganosos e demoníacos!

Vai em paz, continuaremos mais tarde.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

19 de Novembro de 1999 - Explicação do Apocalipse. As 2 Testemunhas. Novos Céus e Nova Terra

Eu te abençoo, comecemos então sem demora a continuação do Meu comentário.

Ap 9,20-21:

(Para este comentário Eu prefiro a tradução de Chouraqui mais próxima do hebreu de origem ou do grego de origem).

20: "O resto dos homens que não foram mortos por estas pragas

não renunciam às obras das suas mãos.

Eles prostram-se, perante os demónios,

os ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra, de madeira,

que não podem ver, ouvir ou caminhar.

21: Não se convertem dos seus homicídios,

das suas magias, devassidões ou dos seus roubos."

Assim é a humanidade que então Eu vejo, quando tocaram os seis, número do mal, de satanás, então vai chegar o sete, número perfeito de Deus.

"O resto dos homens, etc.": os que não estão totalmente perdidos, que não estão mortos pelos seus pecados (o contrário da vida eterna, como no princípio), nem mesmo assim se convertem, continuam tíbios e sacrificam aos ídolos mesmo que ainda acreditem em Mim, pelo menos na Minha provável existência. Eles querem continuar a fazer a sua própria vontade: "as obras das suas mãos" e assim só fazem más obras, as do seu pai, o destruidor.

No meio deste tempo da sexta trombeta, da segunda "Desgraça!" um mensageiro dá o "volume aberto" a são João: a verdade está no seu escrito, já não selado visto que os selos estão todos abertos. Isso significa que no tempo em que estais se mostra para o vosso tempo a revelação(=apocalipse). Que diz este mensageiro:

"Já não há mais tempo!

Mas nos dias do sétimo mensageiro, da sua voz, quando ele tocar, será realizado, o mistério,

Conforme Ele anunciou aos seus servos, os inspirados de Elohim".

A Verdade será conhecida nos dias do sétimo mensageiro que anuncia o Meu Reino. Quer dizer as primícias que são a purificação e o julgamento a fim "de destruir os que destroem a Terra".

Apocalipse 11 descreve a Segunda desgraça que é o combate da besta = a franco-maçonaria, contra as "duas oliveiras e as duas lâmpadas" que são o antigo e o novo Israel: o povo de Deus que possui a Verdade (lâmpada) ou a Bíblia e os Evangelhos que dão testemunho da Verdade. Eles parecerão vencidos e os povos regozijar-se-ão pois "aqueles que os impediam de se divertirem" terão sido, pensam eles, finalmente eliminados. Mas depois do tempo de deserto (descrito em 12,6) "um sopro de vida vindo de Elohim entra neles". Acreditando Ter definitivamente ganho, a besta nem mesmo se dará ao cuidado de "sepultar" "os seus cadáveres". Ela vai ocupar o seu lugar no santuário sem apagar as suas marcas. E o Espírito vai reanimá-los, a Nova Terra e os Novos Céus surgirão da Igreja renovada, do povo de Deus vencedor pelo Espírito. O combate está descrito em Ap 13,6. Mas haverá sempre o pequeno resto, aqueles cujo nome está escrito no livro da vida do "cordeiro imolado" que Eu sou. A outra besta, tu já o sabes, designa a franco-maçonaria eclesiástica, "semelhante a um cordeiro".

O terceiro "Oie!" do sétimo mensageiro, o de Deus, vem de Deus, da Justiça que exige a Sua Misericórdia. Depois dos seis primeiros atentados às seis primeiras virtudes, a Caridade levanta a cabeça e pede o que lhe é devido e seguem-se os anúncios dos três mensageiros, estes de Deus, que "voam no meio do céu".

Ap 14,7:

"chegou a hora do Seu julgamento."

8: "caiu, caiu, Babilónia, a grande",

11: "se alguém se prostrar perante a besta ou a sua imagem, [...]

beberá o vinho do furor de Elohim,

será atormentado pelo fogo [...]"

E eis em Ap 14,14-20 o anúncio de que a Seara está madura, de que a Vinha está madura.

Ap 15: "as sete pragas" e 16: "as sete taças do furor de Elohim" retoma o que acabámos de ver em 8 e 9. A purificação do sétimo cai sobre os vícios dos seis.

Os mesmos temas são retomados de 17 a 21:

Ap 21: "novo Céu, nova Terra" e

Ap 22: "Não haverá mais noite" descrevem o triunfo do Meu Reino de Amor: a virtude da caridade dominou o conjunto dos vícios exacerbados por satanás, pela franco-maçonaria e pelo seu transmissor eclesiástico. O Meu povo, que Eu próprio formei pelo Meu Espírito e por Maria, esposa do Espírito, venceu a morte.

Ap 21,8: "Quanto aos medrosos (contrário: a esperança), aos infiéis (contrário: a fé), aos abomináveis, aos assassinos, aos imorais, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, o seu lugar é o lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte".

Eu quis mostrar-vos como estas passagens do Apocalipse dizem respeito ao vosso tempo, o do sétimo selo que se aproxima. Eu vo-lo disse, o tempo está próximo. Todos vós, que Me amais, sois esse pequeno resto, esses "cadáveres": o povo de Deus que o inimigo pensará ter abatido e a quem o Espírito vai, pelo seu poder, dar a vitória. Com as vossas próprias forças, a Besta venceu; pelo Sopro vós sereis tornados vencedores. Mas durante este tempo de trevas, de desolação, de abominação da desolação, "vós não sereis sepultados": através do Meu espírito dado hoje (as Minhas palavras, as Minhas Mensagens) estareis vivos amanhã quando o mal parecer ter ganho, vós sereis a Minha Luz que permanecerá na Terra. Eu vencerei, mais uma vez, a morte, e vós tereis a vida.

Ap 14,12:

"Aqui está a perseverança dos consagrados, daqueles que guardam os mandamentos de deus e a fé em Jesus".

O Meu Reino de Paz que virá é vossa esperança, depois da mentira, do combate feroz contra o Meu povo e da vossa aparente morte, virá a Jerusalém celeste, a cidade de Deus. Depois de terdes construído "obras das vossas mãos" com o pai da mentira cujo objectivo é o reino infernal sobre a Terra, construireis Comigo e por Mim o Reino de Deus na Terra: o novo Céu, a nova Terra.

E é tudo relativamente a este propósito que não era o de detalhar todo este complicado texto, o essencial agora já o sabeis. Há maneiras mais Terra a Terra de ler estes textos mas Eu queria esclarecer-vos sobre a Verdade que eles contêm, relativamente a tudo o que, até aqui, vos ensinei através desta mensageira do Meu Sagrado Coração. Era importante que Eu o fizesse para vos esclarecer e vos convidar à meditação desta narrativa essencial para o vosso tempo em que "o Espírito e a esposa dizem "vem" ": na Minha Igreja, o Espírito suscita este movimento em direcção a Mim para rezar pela Vinda do Meu Reino de Glória. Eis aquilo para que vos preparo. Muito poucos esperam o Meu Regresso em Glória e no entanto ele virá.

Ide em paz Meus filhos, Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

22 de Novembro de 1999 - A Oração e a Cura e o Perdão

Meus filhos, Eu ouço as vossas orações, sobretudo quando elas são feitas no respeito dos dois principais mandamentos: amai a Deus e amai-vos uns aos outros. Então sim, confiai-vos assim uns aos outros à Minha Misericórdia. Compreendei apenas que a oração que vem do coração tem poder sobre o Meu Coração qualquer que seja a pessoa que a tenha formulado se ela estiver na graça. Esta alma a quem vos dirigis tem um carisma particular porque Eu quero confiar-lhe a Minha Palavra de vida e, com efeito, Eu quero que ela exerça o dom da compaixão em relação a cada um daqueles que precisam de Mim, mas para isso a sua oração não é mais poderosa que a vossa. Eu conheço-vos, totalmente, a todos e nenhuma oração se perde.

Lembrai-vos de que Eu sempre disse ao conceder uma cura: "Vai, a tua fé te salvou". Então a este rapaz que Me apresentais para que Eu o cure, digo-lhe que o amo visto que ele é filho de Deus, que a sua vida é preciosa a Meus olhos, que uma vida nunca é falhada ou perdida e que por vezes é preciso tudo isso para abrir uma brecha no coração, a fim de que o pecador suspire pelo Meu Amor. Se ele Me procurar com um coração sincero, Eu revelar-Me-ei. Se ele quiser ser curado, que peça perdão, que se aproxime dos sacramentos da Minha Igreja.

Não vos esqueçais de que é por estardes longe de Mim que estais sempre doentes e depressivos, mesmo que vos pareça haver mil outras razões. É sempre o Amor que vos falta, e quando, em toda uma vida, as feridas do amor se acumulam, é muito difícil de aguentar! Eu sou o remédio para os vossos males, o Meu Amor é o único bálsamo nas vossas feridas. Voltai a Mim, no amor.

Vai, continuaremos mais tarde.

Jesus Cristo

26 de Novembro de 1999 - O Amor de Deus

Eu te abençoo alminha, não fiques tanto tempo sem vires encontrar-te Comigo pelo menos cinco minutos! Eu sei que tens muito que fazer neste momento, mas quanto mais vieres revigorar-te junto de Mim, mais eficaz serás no teu trabalho. Estás feliz alminha por Me teres contigo assim, tão próxima que Eu te posso invadir com a Minha presença nesse mesmo instante? Tu estás na Minha Paz e fazes o teu trabalho sem agitação nem inquietude: Eu estou contigo a todo o momento. Eu alimento-te com este dom da escrita, este dom da Minha constante presença, este Dom de permuta íntima entre o teu coração e o Meu Coração; tu tens sede e Eu dou-te a água viva, profunda, ou antes: deixa-Me aprofundar mais esse desejo, essa sede de Mim que Eu pus em ti desde a criação da tua alma. Para se encontrar uma nascente, cava-se um poço. Eu quero fazer o mesmo nos vossos corações, a fim de que encontreis o Amor que tanto vos falta.

O Meu caminho para vós aproxima, não fiqueis surpreendidos pois ele ultrapassa o que vós podeis considerar. Eu faço isso para Glória de Meu Pai e porque fostes fiéis: mesmo se às vezes a vossa razão quer duvidar, Eu vejo os vossos corações que acreditam e que Me amam, assim, Eu tenho o prazer de vos cumular além das vossas esperanças. Sim, o que Eu previ ultrapassa absolutamente tudo o que podeis sonhar.

Eu te abençoo, vai em paz.

Jesus Cristo

27 de Novembro de 1999 - A rapidez dos acontecimentos quando tudo começar

Eu te abençoo, já acabaste de sonhar? Eu disse-te que o que vos espera está para além dos vossos sonhos! Não, tu não podes imaginar! Confiança e paciência, isso aproxima, Eu disse-to. Tudo está a caminho de se arranjar e sereis surpreendidos com a rapidez do desfecho. Assim vós acreditar-Me-eis quando Eu vos disser alguma coisa!

Entramos na época do Natal que prepara o Meu regresso: no tempo da espera, do Advento. Preparai-vos para Me acolherdes pois, na verdade Eu venho outra vez. Vós continuais a pensar que esse tempo está longe (mesmo tu no momento em que escreves) e no entanto está próximo.

Eu já não suporto o espectáculo das vossas infâmias e das vossas mentiras! Não, a Trindade não pode admitir que se espalhe mais o reino do mal quando tudo está pronto para o Reino de Deus que é o reino da Sua Justiça e da Sua Paz. Eu sou o Rei dos reis e penso reinar sem demora. A partir de agora, chamai por Mim até que Eu venha retemperar-vos no Meu Sangue, as vossas roupas estejam brancas e os vossos corações transparentes e luminosos. A era do Espírito está à vossa porta, deixai-vos tocar pelo Seu sopro divino que vos torna capazes de vos adequardes ao que Eu espero de vós: parecerdes-vos Comigo a fim de serdes de novo à Imagem e Semelhança de Deus Pai.

Coragem, Meus filhos, sabereis finalmente o que significa a palavra felicidade pois Eu sou a Alegria, Eu sou a Alegria que vos quero dar. O Pai não podia dar-vos maior presente, sinal do Seu Amor por vós, do que o de Me dar a vós. A Sua Ternura vai transbordar sobre toda a superfície da Terra a fim de a curar dos seus males. Esta Ternura do Pai vem transtornar. Ela transtorna os vossos corações se a acolherdes, Ela transtorna a Terra se a rejeitardes. Isto não é um jogo de palavras mas a expressão da realidade! O Amor de Deus que, com profusão e sem cessar, emana dEle mesmo, é movimento: um movimento que encontra um outro movimento cria uma harmonia mais rica; se esse mesmo movimento choca com um muro (a inércia dos vossos corações escurecidos), o muro desmorona-se mas o movimento continua. Cabe-vos a vós harmonizar-vos com o ideal de Amor do Pai. Estás a pensar no Movimento de Amor dos Fiéis Adoradores de Cristo? Tens razão! Este movimento de amor construo-o Eu, convosco, na Terra, no vosso tempo. Como vós dizeis, Eu vou acelerar o movimento! Sim, vós fostes feitos para viver num outro nível diferente daquele com que geralmente vos contentais e que não poderia trazer-vos a felicidade com que sonhais.

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

30 de Novembro de 1999 - Eucaristia. Súplica da Agnès Marie para Jesus intervir

Eu te abençoo filhinha, não sejas tão frágil! Vem colher recursos em Mim mais frequentemente, recebe-Me na Eucaristia que é o verdadeiro alimento dos filhos de Deus que esperam e aguardam o Seu reino de glória. Eu já te disse que trato de tudo, porquê contar mais com meios humanos?

– Senhor, não posso mais com este mundo abjecto, o que é que esperas para nos vires tirar daqui?! Senhor, Tu não podes suportar ainda pior, um mundo em que a pessoa humana não é respeitada, um mundo odioso. Eu não posso suportar mais isso; é preciso que Tu intervenhas. Jesus, Tu não podes não nos ouvir.

– Eu ouço-vos, estou ciente das vossas dificuldades, das vossas revoltas, da vossa infelicidade, estou ciente e conheço de perto tudo isso. Eu sempre tive compaixão das misérias humanas. Eu venho renovar a face da Terra. Eu to prometo, isto agora é para breve pois Eu também não posso mais suportar a abominação que Eu vejo.

Tende confiança em Mim que vos amo. Permanecei fortes na provação: Eu lavo toda a dor, todos os males. Eu vou restabelecer o mundo segundo o Meu Coração.

– Senhor, é imediatamente que é necessário! Porquê esperar mais?

– Minha filhinha, Eu sei que o teu coração sofre por causa do mal que reina e das vossas dificuldades pessoais. Confia-Me tudo, Eu trato disso. Nós estamos no tempo do Advento, Eu disse-to. Acredita.

Jesus Cristo

4 de Dezembro de 1999 - Fé e Razão. A Sabedoria e o Tempo de Deus. O Triunfo para o ano jubilar

– Bom dia pequena flor! Estás pronta para crescer?

– ?

– Eu te abençoo, nem sempre é fácil para vós perceber as Minhas palavras na sua verdade. Só o Espírito vos dá a revelação da verdade. Como as santas mulheres e João vinde ao túmulo e também vós conhecereis a Verdade. Falo-te deles para responder à tua pergunta (que no teu coração à pouco Me fizeste) relativa à impressão de, neste momento, ser bizarro.

Vós estais no tempo entre a Minha Morte e a Minha Ressurreição e como os apóstolos e as mulheres que Me seguiam oscilais entre a certeza da fé e a dúvida da razão. Só o cumprimento do que Eu havia dito: a saber que ao terceiro Dia Eu ressuscitaria fixou a sua fé na esperança total, aderiram à Verdade. Na fé acreditavam, mas punham-se a eles mesmos perguntas como vós neste tempo. Quando na Minha Glória Me revelei a eles, exultaram de alegria e entraram na sua missão de apóstolos, com o coração trasbordante de regozijo e a "razão racionalista" refreada pelo amor oblativo que o Espírito de Pentecostes, para Minha Glória, tornou activo.

Da mesma maneira Eu vos quero formar. Deixai-Me conduzir-vos segundo a Minha grande Sabedoria, é por isso que Eu te falo de crescer. Trata-se de se deixar guiar na fé para receber uma fé ainda mais forte. Se não aderirdes nas coisas pequenas como ireis aderir nas grandes? E haverá maior "coisa" que o Meu regresso de glória?!

A história do homem inscreve-se no tempo de Deus, não tenteis ir mais depressa ou menos depressa. Eu sou a medida do tempo do Pai, eis porque o universo inteiro está subordinado à Minha pessoa de glória. Noutra noite, o Meu Espírito fez-te compreender de novo que Eu esperava de ti que Me servisses nos doentes; ora, se Eu espero este serviço, deves compreender que vou tornar possível para ti fazê-lo. Eu não Me divirto a colocar-vos em situações impossíveis, no Meu tempo Eu torno as coisas possíveis.

Não esqueçais que entrámos num tempo de espera e que no dia de Natal se abrirão as portas do Céu e que Maria é a Porta do Céu e anunciou o Seu Triunfo para este ano jubilar. Esperai, também vós, na esperança da ressurreição, este tempo de glória que nós vos anunciamos em todas as ocasiões em cada uma das Nossas manifestações na vossa Terra.

O Amor do Pai quer renascer nesta Terra para novamente a cobrir de flores.

Eu te abençoo, vai em paz.

Jesus Cristo

5 de Dezembro de 1999 - A França e o Reino de Glória

Eu te abençoo filhinha por escolheres consagrar-Me este tempo livre. Acabaste de ler de novo "por acaso" no que Eu digo à tua pequena irmã Débora que há dois meios pelos quais Eu estou convosco: o Meu Corpo e as Minhas Revelações, não foi isso que Eu te disse há algum tempo?

Ora, hoje, muito poucos acreditam realmente na Minha presença eucarística e ainda menos nas Minhas revelações que quase sistematicamente são objecto da cólera de satanás. Assim ainda esta manhã soubeste como um dos bispos que se dizem Meus quis contrariar através de uma oposição pública a tarefa que Eu confio a Débora de falar da Minha Revelação de Manduria. O que felizmente não impediu o Meu Povo de acreditar, pois nesta matéria mais vale obedecer ao Rei da Revelação que a um destes traidores!

Doravante, a apostasia está consumada e vem a abominação da desolação.

Eu fiz-vos reler ou antes ler o livro do Marquês da Franquerie intitulado A missão divina da França a fim de que compreendais o que diz respeito ao tenente de Cristo. Tu agora sabes que este título designa o rei de França e também sabeis que este rei de França, deve estabelecer o Reino de Deus na Terra. Tal é a missão divina da França conduzida pelo Meu tenente. E a França, por mais baixo que ela tenha caído, levantar-se-á sob a acção deste rei, que a seu tempo Eu estabelecerei pela Minha unção particular, e arrebatará com ela o mundo inteiro e todos os povos da Terra. Todos reconhecerão, através de sinais que Eu darei, este rei que se levantará, como Meu tenente, que oferecerá o seu braço e a sua boca para que finalmente a Terra Me acolha e Eu possa estabelecer o Meu Reino de paz e de justiça entre o Meu povo. Nem David nem Salomão duvidavam desta unção real e sacerdotal que lhes ia ser feita até ao momento em que ela o foi. Eu próprio estabeleço os reis e virei "como um ladrão", ninguém sabe o tempo e ainda menos quem é o eleito. Isso é possível porque no momento da unção a alma é, por graça particular, inteiramente revestida de Cristo, e desde esse momento, pouco tem a ver com o que ela era antes; finalmente, ela reveste a sua verdadeira dimensão que é a sua missão particular.

Na história, tal como vo-la transmitem desde há dezenas de anos, já não aparece a dimensão espiritual que lhe daria a sua total dimensão e a sua justificação. Deus habita entre o Seu povo como sempre o fez; no entanto, na vossa época, Ele é rejeitado como nunca o tinha sido, e isso pede reparação. Tal como a Igreja pede perdão pelos erros da sua história, Eu peço, aqui, solenemente, que a França faça o mesmo, a fim de curar as suas feridas e de poder de novo viver sob a bênção particular que Meu Pai concedeu a este povo que desde a origem dos tempos tem a Sua predilecção.

A França chamará, já dentro de pouco tempo, o rei que a reconduzirá ao seu verdadeiro lugar no coração de Deus a fim de que ela cumpra a sua missão divina de Me dar ao mundo. Preparam-se graves acontecimentos que farão baixar o seu orgulho, mostrando-lhe a falta e fazendo-a chamar por Mim como seu único salvador. Então Eu enviarei aquele que reservei para esta hora, o seu punho de ferro sobre o inferno fá-la-á ranger os dentes, a sua palavra inspirada pelo Meu Espírito fará com que os corações se voltem para o Céu e para a salvação do alto. Ele pedir-Me-à perdão pelas faltas do seu país, assim a paz e a justiça prevalecerão de novo nesta Terra. Falo dele dizendo que ele será o último da sua raça pois tem por missão cumprir a missão da sua linhagem que foi sempre o estabelecimento do Meu Reino de Glória. Por ele e por Mim isso será.

Assim Eu serei, Eu, o Cristo, o Rei do Universo que já sou nas esferas celestes e a Terra finalmente ter-se-á unido ao Céu pela sua adesão à Minha Pessoa Real de Filho de Deus. A Terra, tendo concluído o caminho de Salvação, estará pronta para iniciar o seu caminho de Glória [...]

David ou Salomão viviam segundo a palavra de Deus e logo à partida, como todos os dessa época, estavam perfeitamente abandonados à vontade de Deus para eles, assim Eu não tive de os preparar para a sua missão.

Para cada situação a sua solução, Eu quero agir convosco, assim Eu adapto a Minha pedagogia a cada um, segundo o que Eu pus nele. Quer o queira ou quer não, este rei levantar-se-á, pois Eu sou o Rei dos Reis, quem resistirá ao Meu apelo?

Demasiada calma anuncia tempestade: atenção Terra de França pois Eu envio o Meu Espírito contra ti! Contra o teu coração para o apertar contra o Meu, se Me acolheres; contra o teu orgulho, se Me recusares mais uma vez. Ninguém poderá permanecer indeciso, será preciso escolher e escolher depressa, sendo assim decidi-vos desde já!

Vai em paz, sou Eu que ordeno.

Jesus Cristo

6 de Dezembro de 1999 - A Vinda de Jesus e o Rei de França

Eu te abençoo, vem, como costumas, ao Meu Coração a fim de ouvires o que Eu quero ensinar hoje. Não temas, Eu sou o Bom Pastor e guiarei o Meu rebanho para Me seguir na Glória.

Eu vou entrar novamente na história dos homens e todos Me reconhecerão como Filho de Deus e Rei do Universo. Eu venho dar-Me a conhecer na Minha Glória, sempre para vos dar o Pai..

A abundância da fé, logo do Amor, compensará o rigor da lei que também é Amor. Mas quem for fraco na fé achará dura a lei; Quem for forte, achará a lei de Deus doce como o mel!

Uma vez que queres apreender bem o Meu pensamento, Eu te preciso novamente que suscitarei esse chefe do combate contra o mal, o chefe da cruzada de Amor, depois de graves acontecimentos em França; Eu lhe darei a vitória e todos verão que Eu estou com ele. Então Eu o consagrarei rei, para que finalmente, ele estabeleça o Meu Reino de Paz e de Justiça: só então Eu mesmo poderei reinar pois cada um terá feito o caminho interior necessário para possibilitar a Minha Vinda. Então, como já compreendeste, Eu reunirei na Minha cabeça a coroa real e a tiara papal.

– Senhor, isso significa portanto que o Dia da Justiça e da escolha é um acontecimento à parte e que precede o teu Regresso em Glória?

– O Meu Regresso em Glória nos corações terá lugar no Dia da Justiça, em compensação a Minha Vinda, para reinar por manifestação directa na matéria na vossa Terra não acontecerá antes que o próprio rei, que Eu vou suscitar na tua nação, Me reponha a coroa do reino que ele Me terá preparado com a ajuda do Meu Espírito Santo. Compreendes melhor?

– Obrigado por responderes às minhas perguntas.

– Eu dei-te toda a liberdade para Mas colocares, porque não usarias esse dom?

– Então pode-se explicar que o Teu Regresso se opera em duas etapas:

O Regresso de Glória nos corações em que todos te verão com os seus próprios olhos do espírito.

E a Tua Vinda na Glória, no Teu corpo reconstituído por todas as hóstias consagradas da Terra, em que todos te verão com os seus olhos de carne e em que Tu reunirás, no Teu Reino Eterno, a coroa e a tiara.

– É um bom resumo! Compreende também que a carne, durante esse tempo, vai espiritualizar-se devido ao facto de, no Dia da Justiça, ser liberta do pecado original e pela ajuda dos vossos companheiros angélicos que Eu vos darei. Então aqueles que tiverem trabalhado para Mim e Comigo, pelo Meu Espírito Santo, para o estabelecimento do Meu Reino, estarão eternamente próximos de Mim!

– Compreendo melhor porque dizias que isso duraria o tempo de uma vida bem cheia!

– Gosto da tua vivacidade alminha, alegro-Me em ti. Dou-te o Meu Espírito, assim o teu espírito é à Minha medida, Eu posso conversar agradavelmente contigo.

– Senhor, a maior parte do tempo, Tu deves achar-nos, a nós os homens, completamente idiotas.

Jesus Cristo

 

9 de Dezembro de 1999 - o Tempo da Promessa

Eu te abençoo, Eu sou a Esperança de Israel, esperou o Meu povo para sempre em vão? Mas por vezes ele teve de mostrar a sua fidelidade no tempo durante longos séculos antes de ter vindo o tempo da Promessa.

Vós, vós estais no tempo da Minha promessa, da Minha Vinda na Glória, sendo assim mantende a vossa esperança, não por longos séculos, mas ainda um pouco. Eu não quero vir para o julgamento antes de todos estarem prontos para Me acolher. Eu dou ainda um pouco de tempo para a conversão dos corações que é a conversão do mundo. Eu chamo, uma e outra vez, em todo o lado ao mesmo tempo, como um mendigo Eu peço que Me ameis, Eu o vosso Deus, não podeis responder-Me com todo o consentimento do vosso coração?

Eu te direi, como a Roberto de quem leste as revelações privadas que ele recebe de Mim, de Minha Mãe e do Pai do Céu, que se hoje tu te sentes cansada e vazia é porque, pela aceitação das alegrias e provações da vida quotidiana, estás finalmente a abandonares-te totalmente, e a esse vazio, Eu vou imediatamente enchê-lo com a Minha Paz e a Minha Alegria!

– Tudo o que não és Tu não tem nenhum sabor! Obrigado por Me dares o Teu Espírito de força tão necessário nestes tempos.

– Filhinha, vai em paz para as tuas tarefas quotidianas, Eu trago-te no Meu Coração.

Jesus Cristo

10 de Dezembro de 1999 - Conversão de coração. Humildade e de joelhos aos pés da Cruz

Filhinha, Eu te abençoo e pergunto-te porque te admiras por aquilo que lês nas mensagens que Eu dei a outras almas escolhidas corroborar o que Eu te digo. Eu preparo-vos a todos, em todos os países do mundo, para o Meu Regresso a fim de que Me sirvais neste tempo que vem pela graça do Espírito.

Dentro em breve Eu abrirei a Era do Espírito. Pensais que estais prontos para vos encontrardes face ao vosso Deus, como Adão e Eva, na nudez, na nudez da vossa verdade? Nenhuma pintura, nenhum artifício tornará o vosso coração mais belo, só o Amor pode transfigurar-vos. Só a conversão dos vossos corações, o vosso regresso ao seio do Pai pode preparar-vos para esse encontro. Mais ainda, vós deveis desejar esse encontro de Fogo Comigo. Eu serei o Fogo purificador e, uma vez passados pelo Meu Fogo que é o da forja do Pai, vós sereis como lâminas de aço imputrescíveis e indestrutíveis: Tereis triunfado do mal que a cada momento vos espreita para vos fazer cair. Quanto mais tiverdes, a cada momento do dia, a humildade de vos pordes de joelhos perante a Minha Cruz, menos possibilidade satanás terá de vos arrastar na sua queda: vós estarei já, por vossa iniciativa e para Me adorardes, de joelhos na Terra, prostrados para que Eu vos eleve Comigo na Minha Glória. "Eu elevo os humildes, Eu rebaixo os orgulhosos".

Meditai bem nestas Palavras do Meu Evangelho.

Vai em paz, Deus te guarde.

Jesus Cristo

11 de Dezembro de 1999 - O Espírito de Força. O Triunfo do Imaculado Coração de Maria para o Jubileu de 2000

Eu te abençoo, filha da Minha predilecção, sim, tu fazes parte dos profetas de Maria, mesmo que recebas o essencial das tuas mensagens de Mim. É por intercessão de Maria que são dados profetas para o vosso tempo.

Atenção, as trevas adensam-se cada vez mais. Só Eu sou a Luz. Confiai-vos sempre mais aos Corações unidos de Maria e de Jesus a fim de receberdes as luzes do Espírito, o discernimento deste tempo, e as graças necessárias para resistir ao desalento. O Meu Espírito de força estará sobre aquele que o pedir: "pedi e recebereis". O Espírito de força permite-vos enfrentar e aceitar as provações, não eliminá-las como por encanto! O Espírito não é uma varinha mágica! O pensamento mágico das criancinhas não é o que vos ensino! Eu disse sede como crianças quer dizer confiantes no Amor do vosso Pai, não se trata de maneira nenhuma de imaturidade psicológica mas de uma disposição do coração, de uma escolha do espírito.

A provação está próxima do fim, uma nova vida vai jorrar do Coração do Pai para os seus fiéis e amorosos filhos. Não te disse Eu que a vossa provação pessoal e a provação da Terra estavam ligadas, que o desfecho de uma viria do desfecho da outra, e não te anunciei Eu isso para o fim deste ano, não compreendeste portanto que o Meu Regresso nos corações está verdadeiramente para breve?

– Senhor! Meu Deus! Vem, mesmo que tenhamos de passar pela vara do Teu Fogo purificador, mesmo que eu saiba que não estamos completamente prontos, apesar disso não demores pois nós temos confiança em Ti..

– O Espírito e a esposa dizem: "vem", então Eu venho. Não anunciou Minha Mãe o Seu Triunfo para o Jubileu do ano 2000? Não sabeis que vós sois o Seu calcanhar? Não compreendeis que é a vossa adesão (fé) a Mim que esmagará o adversário das vossas vidas? O triunfo virá do vosso "sim" à Minha pergunta no Dia do Senhor que virá. Eu sou aquele que é (Pai), que foi (Filho) e que será (Espírito). A Era do Espírito na Terra não terá comparação com a história do Meu povo desde a origem dos tempos. Não, nada de comparável! Nenhuma marca, excepto o Pai.

Não esqueçais isso nas trevas que avançam antes do Meu regresso de Glória nos vossos corações, porque os tereis abertos, porque Me chamareis para que Eu vos liberte.

As trevas descem ou antes sobem do inferno para vos sufocarem; fixai os vossos olhos e os vossos espíritos na vossa Salvação: o Céu e a corte celeste e o Meu Espírito guardar-vos-ão do mal.

Nenhuma marca, excepto o Pai,

De joelhos, nada de quedas.

Então o Fogo será Luz,

Então Eu venho.

Amen

Jesus Cristo 

14 de Dezembro de 1999 - A Alegria de Deus

Sim, alminha, Eu amo-te infinitamente, Eu te abençoo, vem para junto de Mim pois finalmente tomaste consciência que eu volto de maneira iminente e está na Alegria. A tua missão é a de dares esta Alegria de Deus aos teus irmãos. O teu coração transborda de Alegria e aliada à compaixão que Eu te dei, tu deves irradiar para os teus irmãos, deves amá-los como Eu os amo.

Alegria de Deus, podes intitular as Minhas mensagens desta maneira: é também o teu nome no Céu.

Sede todos na Alegria pois o vosso Senhor regressa na Sua Glória a fim de estabelecer o Seu Reino eterno. E a vossa alegria, que é fé pregada à alma na esperança, deslocará as montanhas do ódio e os glaciares da indiferença que cobrem a Terra.

Os soldados de Cristo são combatentes da Alegria. Há já muito pouco tempo para as pessoas se converterem antes de se encontrarem perante Mim, perante a Minha Justiça que é também e sempre a Minha Misericórdia. Num clarão, num impulso do vosso coração, sereis todos purificados e habitados pela Presença constante do Meu Espírito.

Tu bem sentes como Eu avanço para vós, a Minha Presença é mais forte e o teu coração mais sereno, seguro do Meu Regresso. Tu desejas já o Meu olhar sobre a tua alma para te purificar dos teus pecados desde o dia do teu nascimento. Tu desejas o Meu Fogo purificador assim a tua alma será elevada à Alegria, ao êxtase profundo da alma que se sabe unida ao seu Criador. O Teu Pai ama-te, filhinha.

Jesus Cristo

17 de Dezembro de 1999 - O ataque dos Meios de comunicação

Eu te abençoo filhinha, vem ao Meu Coração que Eu apaziguarei a tua dolorosa revolta face aos ataques conjugados dos diferentes media contra a Minha Divindade e contra a fé católica. O teu coração não pode calar-se mais, ele transborda de compaixão perante as Meus inimigos a fim de que eles se deixem tocar.

– Podes dizer-me Senhor, se a minha carta tocará pelo menos um coração? [Escrevi para a TF1 para protestar contra o telefilme Jesus].

19 de Dezembro de 1999 - O Tempo de Graça e a Alegria

 Eu te abençoo filhinha, abandona-te totalmente ao Meu Amor, o mundo nada te pode oferecer, tu foste feita para o Reino. É por isso que Eu te digo para não ficares muito tempo sem mergulhares no oceano do Meu Amor, no Meu Coração. Eu sou o teu alimento e todo o alimento terrestre ou livresco nunca te bastará pois Eu criei-te para Me derramar na tua alma a fim de que Me dês à tua volta. Para isso deves vencer as tuas últimas dúvidas e acreditar, com uma fé insubmergível pelo espírito do mundo, que Eu te amo, que Eu te escolhi para Me ajudares a conduzir a humanidade para mais perto do Coração do Pai de todas as vidas, que Eu preciso de ti, que é imenso e de predilecção o dom que te concedi de escreveres Comigo e acima de tudo que é verdadeiro tudo o que Eu te digo!

Deus não decepciona, Minha filha, não Deus não é redutível às vossa incapacidade de O compreenderdes, é por isso que, sem cessar, precisais de ultrapassar a vossa natureza humana, na elevação da vossa alma, para compreenderdes o Amor de Deus.

Decidiste confiar em Mim, e isso é um dom do Espírito, então fá-lo! Deixa correr, abandona-te, pára de resistir por medo do desconhecido. Aceita com amor a Minha Presença em ti e deixa-Me sempre agir em ti. Deixa-te modelar pela Minha graça, a fim, não de mudares, mas de efectivamente te tornares finalmente no que és, na tua verdadeira personalidade, no teu ser. O que Eu quero é combatentes confiantes, íntegros e felizes. Se as Minhas mensagens têm como título "Alegria de Deus", é na verdade porque com a Era do Espírito, se abre a era da Alegria, Alegria profunda, irradiante do Amor de Deus para o Seu

Compreendei bem que esta Alegria de Deus vem da paz de um coração puro, transparente perante o seu Criador. A obra de purificação da Terra prossegue, não espereis pelo último dia para aceitardes ser olhados e amados, transfigurados pelo nosso Amor. Aproveitai antes este tempo de graça que se abre ainda perante vós. "Bem-aventurados os puros de coração porque verão a Deus"! Esta promessa será mantida, Deus não fala em vão!

Vem agora rezar com todo o teu coração a Minha Santa Mãe que preside a este tempo de graça que é o do Seu Triunfo.

Jesus Cristo

22 de Dezembro de 1999 - Manduria.

Eu te abençoo alminha, assim o teu coração abre-se à Minha Palavra. Hoje Eu venho visitar-te com Minha Santa Mãe, Maria, Virgem da Eucaristia. Maria fala-te.

Maria:

Filhinha, Eu sou a tua Mãe de quem vem o teu conforto na noite, na noite passada, sentiste que Eu acariciava o teu rosto como uma mãe amorosa o faz ao seu pequenino porque o ama e a criança tem necessidade de "tocar" o amor de sua mãe, concretamente ou antes de ser tocado por ela. E pela Minha carícia de ternura, o Espírito pousa em ti, assim o Meu selo está em ti pois tu escolheste, tu respondeste ao Meu Apelo para fazeres parte da Minha corte de pequeninos que "esmagará a cabeça do dragão".

Sim, tu fazes parte dos profetas destes últimos tempos que preparam a via do Senhor que vem. A tua missão, como a de tantos outros que responderam com todo o seu coração ao Meu pedido, é a de fazeres chegar o Reino de Deus anunciando oportuna ou inoportunamente o Seu Regresso de Glória.

Sim, Jesus Eucaristia precisa que sejam conhecidas, por toda a França, no que te diz respeito, e pelo mundo inteiro, no que diz respeito àqueles que foram escolhidos para isso e dos quais to fazes parte também, a Nossa Revelação e as Nossas Aparições de Manduria. O Lar do Movimento de Amor far-se-á a seu tempo, quer dizer o de Deus Pai que quer tudo isso na Sua Sabedoria Infinita. O Meu Filho traz a Libertação a este mundo atolado nos seus erros, nas suas escolhas contrárias às de Deus. Não vos espanteis com esses rios de lama que descem das vossas montanhas de pecados: são os que querem parar o Rio da Vida que é o Espírito, Meu Esposo, que quer derramar-se sobre a Terra. Mas toda a lama da Terra, toda a aridez e todos os fogos do maligno não impedirão o Senhor dos senhores de fazer resplandecer os vossos corações fechados na sua ganga! As vossas gangas de lama em que vos achais em segurança, protegidos do olhar de Deus, já estão gangrenadas! E ninguém resistirá à Justiça do Senhor que Vem, o Meu Divino Filho que vos deve conduzir ao Pai. Jesus, Meu Filho Eucarístico que Eu continuo a trazer no Meu Seio Puro e Casto de Mãe, vem para visitar a Terra e renovar a humanidade, a vós, Seus Irmãos de Luz que satanás quase totalmente pôs sob o alqueire do ateísmo, do egoísmo, da tibieza, da dúvida, dos vómitos, pois toda a palavra que sai da sua boca fétida está viciada. Toda a Palavra de Deus é Luz para as vossas almas. O Nosso Pai quer a reedificação do mundo e isso passa necessariamente por Meu Filho Jesus, Tesouro e Segredo do Universo. Tesouro porque Ele é a mais pura Jóia da Minha Coroa, e Segredo porque Ele se encontra totalmente compreendido na Trindade Santa e no Coração de Deus.

Jesus:

Eu chamo os actores da Reedificação: Quanto a ti, propagarás a Minha Alegria, a do Reino de Deus, no serviço aos doentes que Eu te pedirei, em ligação com o Óleo Santo de Manduria, tu já o sabes, na irradiação do Lar de Amor, na difusão das mensagens que Eu te dou, pelo suporte da Minha obra política. Grande tarefa, da qual nem uma milésima começou. Tudo se fará por Mim, Segue-Me, é tudo o que tens a fazer.

Tu conheces este Mundo Novo que se aproxima, este Dia Novo sem noite, esta Nova Aurora. Tu conheces este Gérmen que cresce, em breve ele perfurará a superfície da Terra e apontará os seus jovens rebentos para o Sol que Eu sou. Amen.[...]

Eu te abençoo.

Jesus Cristo

30 de Dezembro de 1999 - Desolação e a abominação da desolação

Eu te abençoo, assim tu ouves a Minha Palavra no teu coração: tu atravessaste a região, e que viste? A desolação e a impotência humana, assim como a eficácia da protecção celeste devida à oração. Isto é "apenas" a desolação, ainda vai chegar a abominação da desolação.

Escreve: ficai em vossa casa amanhã, sabereis mais tarde porque vos peço isto.

– Senhor, no entanto sabes que contávamos ir à vigília de oração e de adoração ao Verbo da Vida.

– Ouve o que Eu te peço, tem confiança... rezai e adorai-Me em vossa casa!

Agora, ouve com atenção, Eu respondo a uma outra das tuas perguntas: sim, os nossos escritos serão publicados, sabes bem que um editor os espera já! Sabes também que escreves para os teus irmãos e para a irradiação dos lares do Movimento de Amor. Tudo isso vai brevemente começar pois tudo está preparado agora.

– Isso parece tão irreal!

– E no entanto a vida que vos espera é mais real que aquela que hoje viveis. Real, no sentido em que ela está mais próxima da Minha Verdade, mais próxima do Plano divino para esta Terra que vos acolhe.

Vem ao Meu Coração, alminha, não te deixes distrair, é importante que venhas buscar recursos, restabelecer as tuas forças em Mim. Acolhe-Me no teu coração, Eu vou ajudar-te em todas as tuas tarefas. Obrigado por Me teres consagrado esta meia hora do repouso que hoje vais ter. Eu levo-te Comigo, recebe o Meu Beijo de Paz e o Meu Espírito de Força. Amen.

Jesus Cristo

31 de Dezembro de 1999 - A besta. O calcanhar. A batalha

Eu te abençoo, vem ao Meu Coração.

Eis que Eu chego e tão poucos Me esperam e ainda menos Me chamam. Meu Pai, por especial graça, permitiu-Me voltar outra vez para vos despertar do vosso torpor, Eu supliquei-Lhe por vós, Maria suplicou-Lhe por vós e o Pai deixou o Seu Coração derramar-se numa efusão inteiramente particular do Seu Amor por Seu Filho que Eu sou, Por causa dos Seus filhos que sois vós. Abri portanto os vossos corações aos Corações de Maria e de Jesus. Só Eles são o refúgio na tempestade. Falo tanto no sentido próprio como no figurado! Leste que os meteorologistas viram formar-se no seu monitor, em três dimensões, um animal de 10 a 12 km de altura que se alimentava de todas as perturbações à superfície da Terra criando assim um fenómeno sem precedentes. Este animal é efectivamente uma criação humana, se se podem ainda chamar humanos os que deram as suas almas aos infernos! Está aberta a caça ao homem! Os infernos precipitaram-se sobre a Terra! O grande combate entre são Miguel e o dragão está determinado, a batalha é terrível mas a vitória da Luz assegurada aos soldados de Cristo que se batem para que o Seu Reino chegue. Sendo assim continuai a dizer esta oração sem cessar:

"Vem Senhor Jesus!"

Então eu venho, na Minha Glória, para iluminar este mundo tão perdido. A vossa Terra está cultural e espiritualmente órfã dos seus pais divinos, mas tão somente porque por sua própria vontade, os esqueceu, trata-se de uma denegação de ascendência! Mas o Pai, o Filho, o Espírito e a Esposa continuam a velar por vós, a exortar-vos, a consagrar-se a um salvamento planetário indispensável e urgente pois o plano de destruição do demónio está lançado e bem determinado. Doravante só Eu posso inverter o curso dos acontecimentos, por isso exclamai:

"Vem Senhor Jesus!"

Eu quero formar, quer dizer reunir, "o exército" que vai combater a besta que assim se manifestou na Terra. Será não uma outra besta mas a Santa Lança do Senhor formada por homens: a corte de Maria que esmagará a besta com o seu calcanhar. Na mitologia, Aquiles foi vencido pelo único defeito da sua "couraça" simbólica: o seu calcanhar. Nós, vamos vencer todas as forças desencadeadas do mal através deste calcanhar, desta fraqueza. O calcanhar de Maria, são todos os Seus pequeninos prontos a consagrar-se a este combate por Amor à Mãe de Deus e à Trindade.

O primeiro servo de Maria, o Meu tenente está pronto, o exército vai reunir-se sob a Minha Bandeira, e o combate vai começar.

Ao mesmo tempo, o Movimento de Amor deve desdobrar-se para manter pela oração a acção dos Soldados de Cristo, dos defensores da cristandade e da fé. Sim, é a Grande cruzada e o combate espiritual!

O sopro do Espírito vai acordar os seus exércitos, os que forem chamados vão reconhecer-se e reunir-se atrás e à volta daquele que Eu lhes irei designar como seu Chefe; Aquele que vai à frente, o servidor da humanidade, Meu rei e Meu amigo, Meu filho de predilecção. Tal como o Pai pôs em Mim a Sua confiança, Eu ponho a Minha confiança nele. Amen.

Recebei a Minha Bênção e a Meu beijo fraterno.

Deus vos guarde.

Jesus Cristo

3 de Janeiro de 2000 - O sofrimento na Comunhão dos Santos

Jesus:

– Vem filhinha, Eu espero-te, porque demoras a vir ao Meu encontro?

–Senhor, eu penso que tenho medo porque aparentemente parece que, de qualquer forma, o que afirmaste não se realizou: não temos oferta para a loja e as mensagens não são conhecidas pelo bispo mas directamente entregues ao pastor geral por [...] Meu Deus Eu preciso que Me expliques pois, apesar de tudo, eu quero acreditar em Ti e amar-Te mas como não fazer-se perguntas? Senhor, Tu conheces os nossos tormentos!

– Sim, Eu conheço os vossos tormentos, mas acontece que Eu mudo os Meus Planos para Me conformar à vontade de Meu Pai, e Meu Pai pede-vos mais alguns dias de paciência e de fé ao levardes a vossa cruz para a salvação do mundo.

– Pai, Eu te ofereço as minhas dúvidas, o meu cansaço e a minha fraqueza, mas vê a nossa confusão.

Deus Pai:

Filhas e filhos do Meu Coração de Pai, vós sabeis que a França acaba de sofrer uma primeira parte da Minha Justiça e Eu preciso do dom das vossas dificuldades, da vossa aceitação da partilha da Santa Cruz de Meu Filho Jesus para Me reconduzir alguns filhos dispersos. A Minha Misericórdia desce sobre a Terra por vós, Meus filhos, pela vossa cruz levada e amada na caridade pela salvação do mundo.

A Graça desce pela Cruz.

A vossa época está a chegar ao fim pois aproxima-se a Minha Hora. A hora que Eu, o Pai Todo Poderoso, escolhi para Me manifestar na Glória de Meu Filho Jesus de cujo amor que lhe tendes Eu estou agradecido. Amai-O e mantende-O na alegria e segundo o que Eu sei ser o melhor para Me permitir agir. Muitas vezes vós esqueceis que a comunhão dos santos é uma realidade. Muitas vezes as vossas provações não são obstáculos para vos desencorajar mas sim trampolins para vos ajudar a lançardes-vos de todo o vosso coração para Mim. E por aquilo que muitos são incapazes de hoje Me oferecerem, a saber o seu amor pelo seu Criador e Pai, Eu peço reparação às Minhas almas escolhidas. Admite, bendita filhinha, que se tratam apenas de sofrimentos morais, de atrasos, de incertezas. Suportai isso Comigo para firmar a fé dos vossos irmãos indecisos. Compreende como a alegre aceitação no abandono dos vossos corações à Minha vontade, da vossa vida e do seu decorrer pode contrabalançar a recusa e a falta de fé de muitos dos vossos irmãos. Eu sei que isso é difícil, se Eu vo-lo peço, é porque também vos dou as graças necessárias à provação. Preciso do vosso coração! Do vosso coração amoroso para salvar outros corações que Me amam muito pouco. Podes fazer isso, podes ajudar-Me a salvar os teus irmãos aceitando o prolongamento por alguns dias da incerteza em que vos encontrais relativamente à vontade de Meu Filho a vosso respeito? Crês que te amamos por assim nos permitires salvar almas?

– Sim Pai, Eu o creio, só que nós compreendemos mal a realidade da comunhão dos santos. Eu acredito que tudo é feito como, na Tua Infinita Sabedoria, Tu decidiste.

Maria:

Eu ajudo-vos a fazer a vontade de vosso Pai. Com efeito, a Sua Sabedoria guia o mundo, e perante a inquietação dos vossos irmãos aceitai ver mais alto que as vossas passageiras dificuldades morais porque se examinares bem as "coisas" na sua realidade, é forçoso constatar que tudo se resolve sempre! O combate dos soldados de Cristo desenrola-se desta maneira completamente espiritual na graça da participação na vida do Pai.

Vós viveis, pelo Meu Coração, no Coração de Deus Pai, quando ofereceis a vossa vida e as vossas dificuldades pelos atrasos enervantes mas não determinantes. Por isso, Meu Filho Jesus ajuda-vos também e pede-vos para aprofundardes a vossa fé. Que o vosso abandono à Sua Santa vontade seja perfeito, assim a vossa alegria será perfeita. Deixai-vos guiar, assim vós estareis sempre na hora certa. A hora do Pai. Muitas vezes vós quereis ir mais devagar ou, pelo contrário, mais depressa: em Jesus, em Deus, pelo Espírito, todas as coisas estão sempre perfeitamente no seu lugar.

Por amor, deixai-vos guiar no Amor de Deus pelo Seu Filho.

Amen.

Jesus:

Compreende agora que também Eu faço a vontade de Meu e vosso Pai. Eu sou vosso irmão, e Eu ajudo-vos pela Minha vida toda feita de abandono, a viver segundo a vontade divina. Quando tiverdes uma dúvida, olhai para Mim. Alguma vez agi sem ser por amor de Meu Pai e de Meus irmãos? Fiz Eu a Minha vontade ou a Sua para vossa salvação? Para participar na Glória do Pai, Eu aceitei a Cruz, nela está o Caminho, que Eu sou, para o Pai.

Eu sou a Ressurreição, o Caminho e a Vida. Para isso percorri todos os vossos caminhos, aceitei e venci a morte, o sofrimento, a infâmia e a rejeição. Quantas feridas no Meu Coração de Filho Divino para fazer cair a graça divina sobre os Meus Irmãos humanos! Agora, Meu Pai traz-Me amigos para Me ajudarem a levar este mundo para a Sua Glória ao aceitarem ser cruzes vivas, hóstias vivas. Vivas, quer dizer cheias da Luz de Deus, quer dizer radiantes.

Eu vo-lo digo de novo: brevemente estareis no Meu Caminho e "forçosamente" isso só poderá ser feito depois da venda do vosso comércio pois é preciso tempo para trabalhar na Obra de Deus; o combate espiritual, já é possível, obrigado por aceitardes ajudar-Me pela vossa adesão aos Planos de Nosso Pai.

Eu quero salvar a Minha Terra, lavá-la, purificá-la, e preciso de vós.

Eu vos abençoo.

Jesus Cristo

4 de Janeiro de 2000 - O medo como arma de satanás. Oferta

Paz no teu coração alminha, tu respondes ao Meu apelo, Eu estou constantemente disponível para os nossos encontros a fim de difundir a Minha Palavra que é Vida através do Meus instrumentos. Eu sou o Verbo da Vida. Actualmente, só espero uma coisa de todos: o abandono à Minha Santa Vontade que é A do Pai. O abandono necessário à verdadeira vida em Deus diz-vos para não cederdes ao medo. Medo que vem sempre do inimigo que semeia a dúvida e a confusão nos vossos espíritos se lhe deixardes a mais pequena falha para se introduzir. O medo envia-vos para tão longe da Minha graça! Paz, paz, paz, Eu sou a Paz, nenhum medo para aquele que vive em Mim. A fé e a confiança em Deus são o antídoto deste veneno que o maligno sabe destilar com uma arte consumada!

Eu vo-lo peço, não cedais à tentação do medo. Nenhum mal pode acontecer àquele que se colocar sob a protecção divina, é por isso que, em cada uma das Suas visitas em diferentes lugares da Terra, minha Mãe vos convida a vos consagrardes ao Seu Coração e ao Meu Coração.

A consagração e o rosário são a vossa armadura e a vossa arma.

Eu estou no meio de vós para vos ajudar a realizar a vontade do Pai que, na Sua Sabedoria, estabeleceu que para entrar na Sua Glória Eterna basta ao homem uma só passagem sobre a Terra. Passagem que se apresenta como um caminho de Cruz que é também um caminho de escolha: o único Caminho que Eu sou.

A Minha Terra está submetida a uma dupla atracção, e as tensões são tais que presentemente precisais de escolher definitivamente que pólo seguis: Jesus ou satanás?

Comigo a Vida e a vida em abundância na Glória Eterna do Pai, com o Meu inimigo a morte para sempre. Na vossa escolha, vede a finalidade, o fim prometido e não a vossa situação imediata. Alguns prazeres fáceis e que depressa se tornam enjoativos hoje, para o abismo amanhã ou alguns espinhos hoje, para a Glória de Deus para sempre?

Vós, tendes o privilégio de viver na hora em que se tornam efectivas todas as profecias, sabeis que a vossa espera pela Minha Vinda será cumulada durante a vossa vida na Minha Terra. Com efeito, esta geração não passará sem que tudo isto aconteça. Vós sois essa geração! Não duvideis disso. Vereis a Minha Glória e juntos iremos para o Pai a fim de também vós serdes glorificados como Eu o sou: ressuscitados na Luz para sempre! Vivei já como coração no Reino sem vos preocupardes muito com o que os vossos pés fazem: elevai a vossa alma acima das contingências materiais, não se trata de não fazer mais nada, mas muito ao contrário de fixar no Céu a razão das vossas acções. Tudo se pode tornar vida divina através da oferenda. Oferecer cada uma das vossas acções é já viver com os Anjos, mesmo se não os vedes.

Eu te abençoo. Amen.

Jesus Cristo

7 de Janeiro de 2000 - A vacuidade das relações actuais

Eu te abençoo, vem, aproxima-te sem temor, Eu ontem à noite permiti-vos que tivésseis ido a essa festa para que pudésseis avaliar a vacuidade das vossas permutas com os vossos amigos. Os vossos reais amigos são os vossos amigos em Deus, são os Meus Amigos. Verdadeiros amigos, de uma amizade fecunda em graça, são os seres com quem podeis rezar. Contai! Tendes muitos? Não, mas são preciosos pois as pérolas que trocais com eles são Verdade e Vida visto que dizem respeito à vida em Deus. Falais de Mim, escutais a Minha palavra, rezais, esperais, ensinais-vos uns aos outros e Eu Sou está no meio de vós: o Emanuel. Quando dois ou três estão reunidos em Meu Nome, ascende-se uma luz na Terra no lugar onde estais e atrai a Luz do Céu que Eu sou, assim Eu estou no meio de vós e a graça, que Comigo desce do Céu, enriquece-vos, alimenta-vos, torna-vos felizes, com uma euforia que o melhor champanhe alguma vez proporcionará! E sem efeitos secundários, excepto um desenvolvimento da irradiação celeste e da alegria nos Anjos de Deus que vos servem pois que respondestes ao apelo divino.

Comparai a sensação sentida depois deste serão com a que tivestes depois do serão a três com uma verdadeira amiga em Deus no dia 31 de Dezembro. Em que momento estivestes felizes? Não vos espanteis portanto com este sentimento de tédio pois, literalmente, onde o coração não estiver não há alegria. Quando vos dói o coração é porque falta a dimensão espiritual na vossa vida, "rodais" em vazio, sem coração, dolorosamente. Então Eu permaneço à porta do vosso coração! Eu só espero um apelo dirigido a Mim para Me fundir nesse coração doloroso e nele habitar com a Minha Alegria! Então vós sentis-vos cheios de alegria pois que habitados pela Alegria que Eu sou, Eu o Cristo. Só Eu posso preencher o vazio sentido nos vossos corações nos dias de desolação e de náusea. Disse "Eu vomito os tíbios" e os tíbios vomitam-se a eles mesmos a tal ponto é desconfortável este estado de vazio, a falta de Amor. Essa falta que muitas vezes vos leva a vos "encherdes" do que quer que seja para reencontrar um sentimento de satisfação: alimento, álcool, droga e todos os consumos que enjoam!

Este estado é frequentemente acompanhado de dor de cabeça, ora Eu sou a cabeça da Igreja de que vós sois membros. A dor de cabeça informa-vos acerca da vossa "falta de cabeça" quando Me esqueceis. Todos os vossos males são palavras que vos ajudam a saber o que não está bem na vossa maneira de viver. Se Eu falto numa vida, há dor, há mal, há falta, mesmo que a pessoa não o saiba de maneira consciente. Só Deus salva, só Deus cura, pois só Deus ama com um amor inesgotável, incondicional. Deus está sempre presente à espera de que vos apercebais disso, Ele não pode forçar a porta dos vossos corações, é preciso que chameis para que Ele possa responder e derramar graças e o Seu Amor nos vossos corações, nas vossas vidas, no coração das vossas vidas, Ele é a Vida. Sem Deus acolhido em vós, não podeis viver a "todo o vapor", "rodais no mínimo" na tibieza e no doloroso torpor.

A dor é um sinal, como um apelo de Deus para olhardes para a vossa vida para Lhe dardes lugar, então já não haverá mais vazio, insatisfação, procura dos diversos "enchimentos" do vosso ser, há um ser e o seu Deus, um ser cheio de Deus. Então esse cheio pode derramar-se, deve derramar-se, senão, novamente, o coração se queixa através do corpo! Os males e as palavras!

A Luz de Deus que habita um coração é feita para cintilar para o exterior: é o Espírito Santo de Deus que se apodera do espírito do ser e o Amor que enche o seu coração cintila para amar os seus irmãos. Não podeis pretender amar os vossos irmãos com os vossos próprios meios, é por isso que toda a amizade tem por essência o Amor de Deus. Amen.

Jesus Cristo

10 de Janeiro de 2000 - A Minha Presença em vós

Aproxima-se o tempo, vem que Eu te abençoo e escreve por Mim o que ontem te fiz compreender pois esta explicação será rica de graças para muitos que Me compreendem mal. O que é interessante compreender na Beatitude "Bem-aventurados sois vós se vos perseguirem por causa do Meu Nome" não é a perseguição mas "por causa do Meu Nome". Quando o Meu Nome está inscrito na vossa fronte, isso vê-se pois então, como tão bem o diz são Paulo, "já não sou Eu que vivo mas Cristo que vive em Mim". Eu vivo em vós, o Meu Nome está portanto sobre vós ou antes em vós. Sendo assim se vos perseguirem ou vos rejeitarem, se vos levantarem falsos testemunhos, é porque os Meus inimigos Me vêem em vós, sou sempre Eu que sou perseguido. Nesse caso, bem-aventurados sois vós, não por serdes perseguidos, mais uma vez isso seria masoquismo, mas na verdade porque em "vós se vê Deus vivo" e porque a Minha presença em vós, o Meu olhar nos vossos olhares, o Meu Espírito nos vossos julgamentos, a Minha Sabedoria nas vossas palavras Me revelam e portanto revelam o mal a ele mesmo e a luz a ela mesmo. É por isso que os Meus amigos têm muitos inimigos obstinados e muitos amigos fiéis. A Minha Luz atrai aqueles que Me amam tanto quanto irrita aqueles que não Me amam. Ninguém é indiferente pois Eu o digo de novo: "quem não é por Mim é contra Mim"! Então sim, quando assim for para vós nas vossas vidas, quando ninguém ficar indiferente à vossa presença é porque Eu estou em vós, é porque a Minha Presença é sentida e porque a vossa missão de testemunhas começou. Que cada um daqueles que Me lêem observem e reflictam, segundo este ângulo e este ensinamento, acerca do impacto da sua presença nos outros e perceba.

Sim, aproxima-se o tempo e os operários da Messe estão quase todos acordados. Eu venho despertar, chamar à Vida os últimos operários que Me faltam para esta mensageira, é por isso que Eu agora desejo que sejam publicadas e conhecidas estas mensagens que são Pão de Vida e Alegria de Deus. Amen.

Jesus Cristo

14 de Janeiro de 2000 - A necessidade da Eucaristia

Eu te abençoo, filhinha, vem verdadeiramente ao Meu Coração, aí se encontra a tua consolação, aí te alimento com o maná celeste como os Hebreus no deserto. Esta travessia do deserto do povo da primeira aliança simboliza para vós o caminho da cruz que é a passagem da vida terrestre em que Deus vos guia, é preciso que novamente o deixeis guiar-vos. As vossas prostrações e as vossas esperas angustiadas que vos fazem perder o gosto pela vida, quer dizer a Alegria de Deus, são devidas a uma falta de abandono à Vontade do Pai. Dais com a cabeça pelas paredes em vez de caminhardes ao longo dele para encontrar a porta!

No que te diz respeito, alminha que és a Alegria do teu Deus porque o Espírito habita em ti para aí depor a Minha Palavra, Eu disse-te para não ficares tanto tempo sem te alimentares do Meu Corpo. O Meu Corpo é o teu alimento, o teu pão de vida que te permite seguir o Espírito que te investiu. Através do Meu Corpo, manténs o teu corpo a um nível espiritual mais subtil que permite ao Espírito habitar em ti. Se o teu corpo se torna pesado tu tens dificuldade em o arrastares, a fadiga está presente porque só o Meu Corpo vos põe em adequação com o nível mais elevado do Reino.

Vê como o facto de vires escrever Comigo, portanto de vires, realmente, ao Meu Coração fez desaparecer o teu cansaço e a tua dor de cabeça. Acredita no Meu Amor por ti, criatura do Senhor.

Jesus Cristo

16 de Janeiro de 2000 - Materializar a Nova Terra e a Purificação

Vem receber a Minha bênção, aproxima-te de Mim sem temor, para Eu te dar o alimento que te falta: Eu. O Meu alimento é o Meu Pão e a Minha Palavra: pelo Meu Corpo Eucarístico Eu sou o Pão da Vida, pela Minha Palavra incarnada Eu sou o Verbo da Vida. E a Minha Palavra incarna-se através dos pequenos instrumentos que para isso Eu escolhi: dar-Me ao Meu Povo pela Minha Palavra. Aos Meus sacerdotes compete a tarefa elevada e divina de Me dar pelo Meu Pão ao Meu Povo.

Sacerdote para dar o Pão

Profeta para dar a Palavra

Rei para Mim.

Tal é a promessa do baptismo, tal é a promessa de Deus a seu povo. Povo, Eu te darei os teus sacerdotes, os teus profetas e os teus reis segundo o Meu Coração quando tu dobrares os joelhos na Terra perante o teu Deus.

Actualmente olhas para a direita, para a esquerda, para a frente e para trás mas nunca para dentro, ora aí se encontra Deus: no interior da alma, no coração do coração: o santo do seio da alma.

Ao procurares no interior, não andes à roda de ti mesma pela psicologia, mas eleva-te para o Céu partindo do teu coração pelo Espírito que age com força para que germine o mundo novo.

É preciso fazer "descer do Céu" este mundo novo, quer dizer que, vivendo para já, pelo Meu Espírito, na consciência de um pequeno número, é preciso materializá-lo na vossa Terra reclamando-o a Deus. Fazer descer a nova Terra e os novos céus, é fazer passar uma realidade do plano celeste ao plano terrestre. Isso só pode ser feito pelo vosso coração colocado no Meu Coração e No de Maria. Eu sou o Rei do universo, Maria é a Rainha dos Anjos e a Rainha da Terra: os Nossos Corações Unidos são-vos dados como ponto de apoio espiritual e rampa de lançamento terrestre. Eles situam-se entre o Céu e a Terra, na realidade do meio: não unicamente espiritual e não ainda totalmente materializada. Eu desci, Maria foi elevada: Nós somos a respiração do Pai que anima o universo.

Nós queremos ajudar-vos a seguir Maria no Caminho que Eu sou e que, hoje como ontem, Ela traz Nela.

Eu venho para o Meu povo pelo Meu Espírito;

O Meu povo vem a Mim por Maria

tal é a respiração divina da Terra: Equilíbrio – Meio – Unidade. É por isso que a Minha Igreja apela à unidade. Esta unidade deve realizar-se, por Mim, em vós, por vós em Mim, na vossa Terra. A espiritualização dos corações espiritualizará a Terra, e num mesmo movimento a espiritualização, ou Purificação da Terra leva à espiritualização dos vossos corações.

Jesus Cristo

(Só quatro dias mais tarde me apercebi de que estávamos na semana da unidade!)

23 de Janeiro de 2000 - Agnès. Rei de França. Manduria. Última acção Política. Estratégia do demónio. O papel de S. Miguel Arcanjo

Vem Minha filha, Meu cordeiro, vem depressa ao Meu Coração que tanto te faltou nesta semana em que tinhas pessoas em casa. Entretanto a Minha Obra avança: as Minhas mensagens estão prontas para partir para o editor, que as espera.

A propósito fiz bem ao querer manter o meu nome Agnès para me designar?

– Tu ouviste bem o que Eu te expliquei, tu és "a serva do Precioso Sangue do Cordeiro", ora que significa Agnès: cordeiro, assim como puro e sobretudo o teu nome contém inscrito nele mesmo a palavra sangue. Gostarias de outro nome?

Não, Meu Deus, gosto muito deste.

– E além disso, Eu não quero que possa haver confusão depois, quando todos te conhecerem pelo teu nome sem ser pelas Minhas mensagens, sabes bem o que quero dizer.

Senhor, devo falar ao editor do rei que queres dar ao povo de França?

– Sim, pois tu verás que ele espera esse rei e já acredita na sua existência. Eu anunciei-o a outros.

Mais uma pergunta se Tu quiseres a propósito da frase que Me deste a semana passada no grupo de oração...

– Copia-a para aqui para que todos saibam como Eu ajo contigo.

É uma frase de Madeleine Delbrêl: "Na verdade nós somos obrigados a pregar, visto que pregar é dizer publicamente qualquer coisa sobre Jesus Cristo, Deus e Senhor, e que não podemos amá-Lo e calarmo-nos." Eu concluí daí que em breve vai ser preciso que eu saia da minha discrição!

– E tens razão! Por outro lado não te disseram todos os teus amigos que esta frase te ficava bem? Queres falar por Mim? Queres falar em Meu Nome para anunciares que Eu venho?

Senhor, eu quero o que tu quiseres e não desgosto de falar, acima de tudo com o coração e para falar de Ti e em Teu Nome pois eu sei bem que sozinha não sou capaz disso mas que se Tu mo pedes é porque preveniste o teu Espírito Santo para falar por Mim.

– Eu não tenho, portanto, nada a explicar-te! Estou feliz pela tua adesão aos Meus projectos. As primeiras declarações far-se-ão para promoção do Meu livro sobre as mensagens que te transmiti. Abençoo inteiramente a vossa ideia da associação para a promoção do livro e das revelações em geral, nomeadamente a de Manduria que deves dar a conhecer pois será ela que salvará a França. Os profetas recebem a palavra de Deus para a darem, não para a guardarem, e o testemunho vivo, para os contemporâneos, é ainda mais marcante que o escrito mesmo vindo de Mim. Eu levanto a tua objecção antes de teres acabado de a formular: o testemunho não pressupõe a santidade mas a santidade nasce do testemunho.

Jesus Cristo

(No mesmo dia)

São Miguel Arcanjo:

Eu sou o anjo da missão política paralela à tua missão espiritual, o Senhor permite-Me falar-te e prevenir o mundo do desastre que o espera se não se converter. Esta missão política que vai começar é a última missão de conversão na Terra enquanto o combate espiritual se desencadeia no Céu. Atenção aos rumores de guerra, mas mais atenção ainda ao adormecimento em que vos mantém o Meu adversário de sempre. Vós sois então o vosso pior inimigo pela redução da vigilância da vossa consciência pelos procedimentos preferidos do demónio: erotização, dinheiro, confusão, divisão, adulação, orgulho, vontade de poder, ele vai até poder agir directamente sobre o vosso cérebro para vos invadir com imagens e pensamentos obscenos e/ou violentos. No fim de um instante deste tratamento, vós já não sabeis que sois um ser nascido do Amor do Pai, tereis perdido as vossas referências!

Eu sou o anjo da consolação do Senhor no Getsêmani, e de novo neste Getsêmani que Ele atravessa pelas vossas recusas e desvarios, Eu Lhe quero apresentar a taça da consolação: os vossos corações amorosos e sofredores pelo Seu sofrimento, os vossos corações vigilantes como as virgens sábias na espera do Esposo, os vossos corações inflamados de zelo pelo Senhor dos Universos, os vossos corações determinados para o combate espiritual na Terra para fazer abortar a conspiração satânica cuja teia se fecha sobre João Paulo II e completa o seu martírio. As forças do mal estão coligadas contra ele e trabalham para a sua morte, mas eu defendo-o e estou de guarda a ele dia e noite para que conduza a Terra no terceiro milénio. Depois... o Senhor que vem administrará a Sua Justiça!

Daqui até lá eu quero encher a taça da consolação, a taça da reparação que será o vaso de misericórdia na balança da Justiça.

Não, o homem não é uma marioneta, nem um manipulador de marionetas conforme a filosofia escolhida pseudo orientalista e seita ou franco-maçonaria.

Não, o homem é actor do seu destino segundo o projecto do Pai e o Amor do Filho. E é pelo Espírito santo que o homem realiza a sua humanidade. Eu sou um arcanjo e a minha longa experiência dos vossos procedimentos permite-Me falar-vos "do alto" da vossa humanidade.

Por último eu ofereço-vos um discurso político, que não faz nivelamento por baixo, pois trata-se do destino do ser humano e da sua organização social! Eu proponho conduzir-vos a uma verdadeira gestão do Jardim do Éden (a Terra) de acordo com a vontade divina. A palavra chave é Unidade, a constituição Fraternidade, a lei Amor, e tudo isso dirigido para o único mestre: Jesus. Eu vo-lo digo de novo, eu conduzo este combate ao vosso lado, sob as Suas ordens e de acordo com a vontade do Pai pois eu sou o general da corte de Maria e chefe dos exércitos celestes.

São Miguel Arcanjo

25 de Janeiro de 2000 - A abominação da desolação

Vem receber a Minha bênção e beber em Mim na fonte da Alegria. Se o teu coração está em paz, é porque tu já tens verdadeiramente fé no facto de Eu habitar em ti, de Eu Ter feito a Minha morada na tua alma. Durante o terço que há pouco meditaste, compreendeste que precisavas de ser como Maria, envolvida numa contemplação participativa dos Meus sofrimentos através do Meu Corpo místico que é a Minha Igreja. Quer dizer que o teu coração só no Meu Coração terá repouso, quanto ao resto, se o Meu Corpo sofrer tu sofrerás. O Meu Corpo doente que tu queres cuidar é o Meu povo que Eu quero confiar-te. Agora tu estás pronta a ouvi-lo, confirmo-te portanto que o serviço dos doentes que Eu te peço não diz apenas respeito aos feridos do corpo mas sobretudo aos feridos da alma, aos que sofrem pela ausência de amor, e tu dar-lhes-ás o Meu Amor através da tua alegria. Da tua alegria nascerá a cura, pois ela é sinal da tua confiança e da tua vontade de amar o teu Senhor ao amares os teus irmãos. Maria sofreu por causa da Minha agonia, tu sofrerás por causa da agonia e do caminho da cruz do Meu Corpo Místico que se realizará pela abolição do Sacrifício do Meu Corpo Eucarístico no tempo da abominação da desolação. E o teu sofrimento e o dos Meus amigos será reparação pelo ultraje. Amen.

Jesus Cristo

27 de Janeiro de 2000 - A Purificação. O Reino. A última acção Política

Vem a Mim alminha da Minha predilecção pois tu precisas de Mim e Eu preciso de ti para a Minha Obra. Eu preciso de ti e de todas as almas que Me acolhem para o Meu plano de salvação: se a Terra Me rejeitar, quem será salvo na hora da Justiça que está para vir?

É por isso que agora Eu quero que as Minhas mensagens sejam conhecidas, as que te dou e as que dou a outras pequenas almas "servas" do seu Deus. Eu quero que a Terra seja fecundada pela Minha Palavra de Vida a fim de que ela se prepare para o Meu Regresso iminente. Eu quero que a Minha Palavra possa tocar o coração de todos os que Me amam sinceramente e que só esperam este sinal para Me seguirem na Minha obra de conversão. Eu disse-te que queria acordar os últimos operários para a colheita. A colheita aproxima-se, portanto é preciso que as Minhas mensagens sejam conhecidas. Portanto é preciso saber que hoje Deus fala ao Seu povo porque Ele quer conduzi-lo como sempre o fez. Eu quero, com os Meus livros, fender a couraça daquilo que vós chamais o "pensamento único", de facto a chapa de chumbo que o Meu adversário faz pesar sobre as vossas inteligências. O Único pensamento sou Eu, o verbo de Deus. Quem pode pretender ter a Verdade se não falar em Meu Nome, pelo Meu Espírito Santo santificador? Quem é que desafia Deus duvidando Dele? Um orgulhoso! Um filho do diabo! Renunciai às obras das vossas mãos! Que a vontade do Pai seja feita. Amen.

Jesus Cristo

(No mesmo dia)

Eu te abençoo, considera todas estas mensagens como fazendo parte do livro Alegria de Deus, quando chegar a conclusão Eu to indicarei.

Agora, escuta e escreve para os teus irmãos que Eu quero acordar antes que sejam rudemente sacudidos. A Terra não acabou de tremer nem de abrir fendas e para que não tenhais medo Eu quero que compreendais que tudo isto é consequência de decisões tomadas e de acções conduzidas pelas gerações precedentes. O homem separou-se do seu Deus e Deus não o impediu disso pois o homem foi criado livre, mas se ele não se converter rapidamente a fim de voltar a Deus, de reencontrar a sua unidade criadora, corre para a catástrofe orquestrada cada vez menos discretamente pelo adversário das vossas vidas. Eu intervenho novamente na história humana, apesar ou antes por causa dessa liberdade, por vosso amor pois Eu não posso suportar ver-vos perecer por ignorância. É por isso que Eu quero que, pelo menos uma vez, cada um possa ouvir falar de Mim e sobretudo ouvir-Me falar ao seu coração de toda a Minha misericórdia antes que intervenha a Justiça. Quanto mais transparentes fordes no momento do nosso Face a face mais esse Dia será uma grande festa.

Eu já vo-lo disse, a Minha Justiça é um fogo purificador para as vossas almas. A Minha Justiça não tem nada a ver com um flagelo ou com um gesto colérico de Deus em relação à Sua Criação. Na medida em que Me amardes ver-Me-eis:

Quem Me ama ver-Me-á todo Amor,

Quem Me odeia verá o anjo exterminador do seu próprio medo,

Quem ainda for tíbio terá um quarto de segundo para escolher.

Aquele que então Me escolher deverá portanto passar pela purificação afim de que o seu coração seja renovado e que só fiquem nesta Terra os amorosos do Senhor com as vestes branqueadas no Seu Adorável Sangue.

Só então, esta Terra e os seus habitantes, estarão prontos para começar a verdadeira história da humanidade: a sua ascensão para o Pai. Para isso, Eu prometi ao Meu povo ser Eu próprio a guiá-lo, primeiro dando-lhe um chefe humano que Me obedeça, depois sendo Eu mesmo a cabeça deste corpo místico que então encontrará a sua unidade e poderá elevar-se para o Céu.

A restauração das vossas almas iniciará a reconstrução do Reino divino na Terra com a ajuda dos vossos companheiros celestes que serão tornados visíveis à vossa vista purificada: todos vós vereis com os vossos olhos do espírito, o que já podem ver algumas almas escolhidas que receberam esta graça. O que hoje é graça será natural amanhã, outras graças ainda mais profundas e inimagináveis actualmente serão então dadas a alguns que Me procurarão sempre mais intensamente.

Aproximam-se grandes perturbações, se não tiverdes o refúgio do Meu Coração unido ao de Maria, não sobrevivereis a elas. Acabou o tempo dos brandos discursos, o Meu povo deve ouvir a voz da Verdade que Eu sou, Eu não suporto mais ver a perpétua mentira que vos destilam sob a capa de "notícias". Eu vou elevar a Minha voz para tapar o barulho dos vossos desvarios, vou formar uma reacção contra a mentira. A verdade vai fazer-se ouvir e ninguém a poderá fazer calar. Foi por isso que Eu enviei o Meu arcanjo Miguel combater o inimigo no seu terreno através de uma última missão política visto que é a política que gera a vida social humana, o que Eu chamo fraternidade.

Jesus Cristo

28 de Janeiro de 2000 - O discurso próprio e simbólico. O cumprimento das profecias. A Utopia

Eu te abençoo, obrigado por Me consagrares este tempo.

Vem ao mais íntimo do Meu Coração, onde o Meu Espírito prende o teu para te fazer ouvir a Minha Palavra.

Fala Senhor, eu escuto-Te.

– Montanhas e colinas transformar-se-ão em planícies floridas antes de os Meus pés pisarem o solo que recolheu o Meu Sangue.

É um pouco sibilino, podes esclarecer o sentido desta frase, Senhor?

– Eu falo sempre tanto no sentido próprio como no figurado, entendei isto tanto no sentido literal como no sentido simbólico. As montanhas dos vossos pecados, as colinas das vossas omissões transformar-se-ão em planícies floridas: em corações cheios de dons do Espírito Santo.

A Terra e vós mesmos ides realmente ser renovados em profundidade, visto que depois da Cruz vem a Alegria da ressurreição. Estou a falar da vossa ressurreição enquanto Homens saídos da matéria e cheios do sopro divino. O Espírito tomará posse de todas as partículas de vida que criam a matéria. A própria matéria será apanhada pelo Espírito pois Eu disse: "se vós não proclamardes, as próprias pedras bradarão" para anunciar a Minha Vinda pois "eis que Eu venho".

Isto pode ainda compreender-se no sentido em que Eu humilharei os poderosos e exaltarei os humildes de coração puro. Amen.

Jesus Cristo

(No mesmo dia)

O tempo passa e o cumprimento das profecias vem. Vós estais nos últimos dos últimos tempos. Vós sois a geração que verás a Minha Glória com os seus próprios olhos. Vós sois os Meus filhos preferidos, criados para Me acolherdes na vossa Terra, os Meus escolhidos para este tempo desde toda a eternidade, sim, todos, mesmo os que hoje Me recusam porque o Espírito do mundo Me expulsou dos seus corações, todos vós fostes criados para este tempo de Glória inédita para a vossa Terra. Nenhuma criatura foi mais amada por Meu Pai que esta geração que Me deve receber. As vossas almas são preciosas e, desde sempre, colocadas à parte no coração de Deus, assim como "muito vos foi dado, muito vos será pedido". O Amor de predilecção de Meu Pai é exigente na sua preocupação pela perfeição, é por isso que Eu não quero deixar-vos entregar ao Meu adversário por ignorância da Minha Palavra. Eu quero fazer ouvir a Minha Voz por toda a Terra. A Minha voz despedaçará as montanhas, lançará os mares para fora das suas margens e fará "florescer novamente os Meus canteiros". Vós ireis viver na era do Espírito, mais ainda que no tempo das primeiras comunidades cristãs que viviam segundo o Meu Evangelho, no Espírito de Verdade com Maria como modelo. Mais ainda, pois então toda a Terra terá escolhido como modelo político o Evangelho e as leis de Deus. O que hoje vos parece ser utopia será realidade amanhã graças a vós e pela vontade de Meu Pai. Todo o pecado será apagado da superfície da Terra e extirpado do mais profundo dos vossos corações. A lei universal e imutável do livre-arbítrio sempre prevalecerá e os mandamentos serão sempre o Amor de Deus e o amor do próximo, a vossa vontade estará voltada para o Pai, então em vez de materializardes o potencial do mal, trabalhareis para crescer no bem, no belo e no bom, todas virtudes divinas de crescimento positivo.

Para que um coração cresça em amor e fidelidade e se eleve para o Céu, é preciso que ele se deixe prender e conduzir pelo Espírito para Deus. O que Eu faço por um coração, quero fazê-lo pela humanidade inteira. Eu quero conduzir a Terra para Deus e para isso é necessário estabelecer uma santa governação dos povos da Terra. As instituições, necessárias para a gestão da Terra, devem ser santificadas para o bem de todos e Glória de Deus, pois Eu quero que Meu Pai possa glorificar-se nesta Terra que Ele Me deu e em cada um de vós.

Quando cada alma for como um cristal transparente que reflecte a Minha Luz, também a Terra será um cristal lançando mil raios de Amorno universo no qual Eu tenho a realeza celeste.

Depois de, segundo o Meu Coração, ter dado um rei para a obra de santificação e de purificação, impregnarei com a Minha Realeza celeste todas as vidas, minerais, vegetais, animais, angélicas e arcangélicas. A Minha divina Realeza estender-se-á a cada átomo para o divinizar um pouco mais, para o conformar à sua origem: o Coração do Pai. O mundo recuperará assim a sua beleza original tal como o Pai a pensou, tal como Eu a exprimi, Eu o Verbo de Deus, pelo Nosso Espírito Santo.

No seio da Trindade cada uma das três pessoas do vosso Deus age com as outras duas: Nunca o Pai, o Filho, ou o Espírito Santo agem sozinhos, mas sempre em união com o conjunto da Trindade. Cada um e em conjunto nós somos Deus. Eu o digo de novo "Ninguém vai ao Pai se não passar por Mim" pela graça do Nosso Espírito.

Tendes na Terra religiões (modos de relação com Deus) fundadas umas unicamente no Pai, outras apenas no Filho e ainda algumas que só invocam o Espírito. Isso é bem lamentável, pois, de facto, cada Pessoa que assim divinizastes sozinha está sempre na Trindade e só age enquanto ser trinitário. O apelo à unidade da Minha Igreja católica diz respeito a todas as religiões pois apenas ela compreendeu o sentido da Trindade e a sua riqueza. Já Paulo revela que o véu lançado sobre o Antigo Testamento, como o véu de Moisés, só é levantado por Cristo. O Antigo Testamento, reino do Pai, assim como o Apocalipse reino do Espírito, só são compreensíveis e percepcionáveis através da ordenação do tempo e do espaço à pessoa trinitária do Filho que Eu sou. Querer separar os textos bíblicos como as pessoas da Trindade equivale a truncar a Verdade e portanto a viver no erro. A revelação de Deus aos homens faz-se de maneira progressiva e nada pode ser suprimido ou privilegiado; a revelação forma um todo que se enriquece à medida que Deus fala ao Seu povo por Seu Filho e por Maria esposa do Espírito

E eis que Eu venho estabelecer a Verdade no Seu trono. E eis que envio à Minha frente os Meus profetas para este tempo, os Meus filhos do advento.

A Minha Palavra é santa e verídica, e infeliz daquele que acrescenta ou suprime mesmo que apenas um jota.

A Minha Palavra é firme, recta e definitiva, imutável e eterna, perfeita e adorável.

Acreditai na Minha Palavra, escutai a Minha Voz

Abri os vossos corações ao Amor do Pai

Entregai as vossas almas à Sua Adorável Cruz

Abandonai o vosso espírito ao Seu Espírito

Deixai-vos conduzir para além das margens

Para além das Terras, ao além de Deus

Ao mais próximo do Seu Coração: o Céu.

O Pai chama-vos à Alegria,

Alegria de Deus, o Cristo Senhor.

Que através da Minha Palavra recolhida pelo Meu profeta, o vosso espírito entre na Alegria da Verdade.

Amen.

Jesus Cristo

30 de Janeiro de 2000 - O Grande Rei. Inter-Reino. Manduria. Novas Cruzadas

Eu te abençoo Meu Cordeiro, vem receber o Meu Pão no teu coração a fim de seres fortificada para a vida eterna. Obrigado por Me consagrares este tempo e escreveres para que os teus irmãos recebam já neles a Minha Palavra de vida, ao meditarem estas mensagens que contêm todas as graças que Eu quero dispensar a esta Terra que é Minha. Através dos Meus escritos podeis receber graças de conversão e de cura do coração, graças de força e de alegre perseverança na Esperança do Meu Regresso Glorioso e todas as graças de que precisais. Ao ditar este livro, todos vós, leitores, estais no Meu pensamento e dou a cada um o que ele precisa para se abandonar ao Meu Amor. Muitos sentir-se-ão despertados de um longo e profundo sono e conduzidos à vida pela simples leitura, meditada com o coração, destas linhas que Eu traço com a Minha serva fiel.

Sim, na verdade, cada alma é preciosa a Meus olhos pois Eu assisti à sua formação no seio de Meu Pai, e depois ao seu nascimento terrestre e todos os dias Eu estou ao lado de cada um, olhando-o amorosamente e esperando o seu amor a fim de que ele se torne naquilo para que foi criado: um(a) santo(a) adorador(a) do Senhor; um(a) santo(o) apóstolo do seu tempo, um(a) santo(a) consolador(a) dos seus irmãos, um(a) santo(a) amigo(a) de Jesus, um(a) santo(a) filho(a) de Maria. Para isso basta abandonar-se à doçura da direcção divina, ao Amor de Deus. É tudo. Ponde nas Minhas Mãos o vosso espírito, sem esperar a morte, e já, desde aqui em baixo, vós estareis no Reino e finalmente o reino terrestre será a fiel transposição do Reino Celeste e "haverá uma nova Terra e novos céus". Palavra do Senhor!

Hoje Eu chamo à conversão, à confiança em Deus, à renegação do mal e de satanás; Eu chamo a trabalhar para o Reino. Há 2000 anos, alguns queriam dar-Me a realeza terrestre, mas Eu sabia que isso só seria possível depois da amorosa provação da Cruz, depois da ressurreição e da Redenção do mundo pelo Meu santo sacrifício, depois da Realeza Celeste dada por Meu Pai. Ora, eis o tempo de assumir a realeza terrestre e tão poucos Ma querem dar! É por isso que, para não vos abanar demasiado, antes de tomar posse da Minha Terra real quero confiá-la a um homem: o grande rei prometido por todas as profecias. Ele será rei para Mim, por Mim e Comigo. Ele fará a transição entre as gerações regicidas e a que Me adorará na Minha Glória no momento do Meu regresso à Minha Terra a fim de ser estabelecido Rei Eterno e incontestado.

O tempo do Meu rei será um tempo de "inter-regno" entre o de satanás que vós suportais e que está perto de vos esmagar e o de Deus pela Minha pessoa trinitária. Porque Eu sou Rei da Terra, toda a Trindade é vossa suserana. Para Me fazer compreender, aquilo que Eu chamo "inter-regno" é o que, na revelação de Manduria, Eu designo por Reconstrução do mundo. Esta reconstrução consiste em estabelecer na superfície da Terra o reino que será transfigurado pela Minha Vinda corporal a fim de ser conformado ao Reino. Terei reunido em Mim a Terra e o Céu a fim de poder oferecer esta Terra da rebelião e da Cruz a Meu Pai para que Ele seja glorificado nela e Eu Nele. Eu terei transformado, com cada uma das vossas amorosas almas, esta Terra conquistada por satanás, num presente digno de ser apresentado perante a Face de Deus, pois que totalmente purificado do seu pecado. Sendo assim Eu chamo-vos para ajudar o vosso rei para que, convosco e Comigo, a vontade de Meu Pai seja feita.

Toda a criatura saída do Amor do Pai, emana Dele com a sua liberdade, e sai do seio de Deus para uma vida, quem, na sua liberdade, escolheu voltar a Deus. Então o Pai pode glorificar-se nela. Esta vida um pouco mais longe do Pai serve para praticar o exercício da liberdade e da escolha voluntária do regresso no Amor do Pai. Du Bellay, num outro domínio exprimiu bem esta necessidade no seu poema:

"Feliz aquele que como Ulisses fez uma longa viagem e, cheio de prática e razão, volta para viver entre os seus parentes o resto da sua vida."

O "dado" torna-se "escolhido", eis a justificação do caminho da Cruz da vida. Ser Filho do Pai foi-Me dado, pela Cruz eu confirmei a Minha própria escolha e afirmei a Minha vontade de fazer a de Meu Pai que é de ser Seu Filho. É assim para cada um. Infelizmente a vossa capacidade para fazer esta escolha foi desnaturada pela erupção de satanás na história humana. Eu venho portanto restabelecer o equilíbrio no Dia da Minha Justiça que vem. Eu venho eliminar o pecado da superfície da Terra a fim de que a vossa escolha se possa fazer sem interferência. Esta escolha, é a aceitação da vontade de Deus, é o abandono que vos aconselho. Não há outro caminho. "A pedra rejeitada pelos construtores", sou Eu Mesmo, vivi este abandono de forma dolorosa na Minha carne, experimentei a angústia do abandono para santificar o abandono e fazer dele um caminho para o Pai. Eu incarno este abandono, esta confiança no Pai, é por isso que Eu sou o Caminho. Quanto mais abandonados estiverdes pelos homens, mais próximos estais de Deus, pois "o que é loucura aos olhos dos homens é sabedoria aos olhos de Deus". É por isso que Eu vos digo para não terdes medo de ajudar este rei que se vai levantar em Meu Nome e que Eu estabelecerei sobre a humanidade, de maneira deslumbrante a fim de que ninguém conteste a realeza que Eu lhe confiro. Hoje, na vossa sociedade é loucura aos olhos dos homens que se fale de rei de direito divino, mas é na verdade sabedoria aos olhos de Deus. Eu digo-vos: segui-o pois ele vos conduz a Mim. Eu guio-o para que ele vos guie. Eu animo-o para que ele vos anime a vós na vossa vontade da escolha divina. A escolha da vontade divina através duma perfeita integração da liberdade humana e uma perfeita aceitação da vida terrestre continua a ser o combate espiritual essencial para chegar ao Pai. A Minha Cruz é o símbolo do combate espiritual, é por isso que Eu quero que ela faça parte da bandeira real, assim como no logótipo da associação e na capa deste livro. Eu estabeleço voluntariamente uma ligação entre este livro, a associação que dele resulta "Movimento para um Renovamento Cristão" e o futuro símbolo da realeza. A Minha Cruz sempre foi "objecto de escândalo", "loucura aos olhos dos homens"! E é efectivamente o que será, num primeiro tempo, este livro, esta associação e ainda mais o anúncio do regresso da realeza divina neste país! Que importa para vós, visto que tal é a vontade do Pai! Que importa o escândalo visto que tendes a Verdade que liberta! Que importa o desdém visto que sereis justificados no Dia do Senhor. Que importam todas as patifarias visto que tereis a Alegria do Reino para essa edificação do reino e que ninguém vos poderá incomodar! Paulo convida a vos "revestirdes do Cristo". Eu chamo a vos a revestirdes da Cruz do Cristo e se isso vos faz lembrar as cruzadas, é porque compreendestes tudo. Palavra do Senhor. Amen.

Jesus Cristo

31 de Janeiro de 2000 - A raiva de satanás e a sua estratégia

Eu te abençoo, vem repousar no Meu Coração que te está totalmente aberto. Ouve a Minha Voz que te anima e te fortifica.

Sim, em breve Eu vou fazer soar o toque a reunir dos exércitos pois aproxima-se a hora da grande prova e da luta decisiva contra as forças do mal e o seu mestre: satanás. A sua raiva é extrema pois ele sabe que perdeu e quer aproveitar o tempo que lhe resta para intensificar a sua obra de destruição da espécie humana e mesmo do vosso planeta. Porque pensai que, neste Inverno, há tantos vírus tão virulentos? Para vos enfraquecer! Porque se agitam reivindicações sociais de todos os lados? Para enfraquecer a vossa economia e desorganizar a vossa sociedade! Porque é que só tendes fantoches ridículos no vosso governo? Para enfraquecer o vosso país nas instâncias internacionais! Porque vos inundam de debates estéreis, de jogos depravados, de notícias deformadas, de confabulações de crescimento económico, de relançamento do consumo, de diminuição do desemprego e dos impostos? Para vos amolecer o cérebro! Não vedes o desprezo com que vos manipulam em todos os domínios da vida? Abri pois os olhos, não sejais ovelhas estouvadas! Vá lá, um pouco de dignidade em relação a vós mesmos, de respeito pela vossa identidade de homens nascidos do Amor do Pai. Ides deixar que vos espezinhem e matem sem resistir? Vai o Meu inimigo fazer-vos perder eternamente sem sequer reagirdes? Sem mesmo vos dardes conta disso? Estais a tal ponto adormecidos no vosso "doce encasulamento" que roça o autismo intelectual!? Destapai os ouvidos e ousai olhar o mundo que deixastes encher como uma pança, pomposa e barriguda, inchada de orgulho e presunção! Um bocadinho de humildade perante a grandeza de Deus seria salutar pois Eu preparo-Me para rebentar o abcesso. Eu conheço os vossos tormentos egoístas e medrosos, os vossos "para que serve", os vossos medos, e no entanto é a vós que Eu chamo para o combate contra o mal, para a luta pelo bem, para a cruzada do Senhor que quer conquistar os corações e a Terra para de novo os conduzir ao Pai. É convosco que Eu conto para Me seguirdes.

Hoje, Eu ajudo-vos a criar um pólo de resistência à aspiração infernal do vosso ser, da vossa cultura, da vossa religião, da vossa sociedade, do vosso país, e mesmo do vosso planeta, pelos demónios espalhados pela Terra como os gafanhotos das sete pragas do Egipto!

Confiai neste movimento que se projecta, que difunde a Minha Palavra para que sejais encorajados pela Minha Voz antes que ela rebente como um trovão contra vós e contra esta humanidade rebelde e orgulhosa. Eu não quero deixar nenhuma alma perder-se por ignorância, mas completamente por escolha consciente e voluntária em seguir satanás.

Deixai-Me amar-vos e perdoar-vos.

Jesus Cristo

7 de Fevereiro de 2000 - O corpo do Padre Pio está no Céu. Vinda Gloriosa de Jesus. O Arrebatamento

Eu te abençoo, filhinha, vem ao Meu Coração receber o Meu Espírito de Força visto que tu Me o pedes. O Meu Espírito de Força é mais que nunca necessário para suportar as pressões de toda a espécie que pesam sobre os vossos ombros. Não temais nada, aos Meus Amigos fieis, Eu os protejo de todo o mal. Vós permanecereis de pé e felizes durante todas as tribulações que o vosso país vai conhecer.

Os avisos não acabaram. Vede bem que a vossa falta de fé e a vossa tibieza são a causa da necessidade destes avisos que têm por objectivo abrir-vos os olhos e os corações para a Verdade. Enquanto todo o Meu povo de França não tiver flectido o joelho perante Deus seu criador, Eu continuarei a enviar severos avisos até à hora fixada pelo Pai para o Dia da Justiça ou Dia do Senhor que vem. É o dia de Yahvé do Antigo testamento. O senhor continua a advertir o Seu povo de que o esquecimento de Deus faz oscilar o mundo, pois Eu, o Cristo de Deus sou o eixo do mundo, a coluna vertebral da Terra. Sim, a humanidade oscila, por esquecimento, no inferno da ausência de Deus, então, ao mesmo tempo que Eu a aviso, faço soar a Minha Voz, pela boca dos pequeninos, em todas as regiões do mundo a fim de dar a conhecer ao Meu povo que habito no meio de vós. Em breve, todos Me verão na Minha Glória de ressuscitado.

Senhor, permite-Me uma pergunta: ouvi dizer que o túmulo do Padre Pio foi encontrado vazio, dizes-Me se ele subiu como seu corpo para junto de Ti?

– Sim, o Meu sacerdote bendito que aceitou todos estes anos de sofrimento e de rejeição por parte dos homens está junto de Mim no seu corpo e na sua alma.

É isso a ressurreição da carne?

– Sim alminha, um corpo tão purificado, como o de Maria e de alguns outros entre os quais o Meu sacerdote bendito Padre Pio, é elevado ao Céu para se reunir à alma e formar o homem novo, eternamente colocado no Coração do Pai. Esta ressurreição da carne permite tornar-se visível a vossos olhos de carne para vos guiar.

Queres falar das aparições?

– É isso, sabereis tudo isso já dentro de pouco tempo, no momento do Meu Regresso de Glória ao coração de todos pois a Verdade estará perante os vossos olhos deslumbrados e as vossas almas levadas ao Céu. Nunca mais esquecereis esse encontro com o vosso Deus, apenas trabalhareis mais ardente e alegremente para tornar a Terra capaz de Me receber como seu Rei e Senhor. Tendo conhecido a Glória tomareis a peito fazer com que ela desça à vossa Terra a fim de que todos a vejam eternamente.

Que venha esse Dia, Senhor! Que o Teu poder venha tomar posse da Terra e a conduza a Teu Pai para que Ele seja glorificado nela. Jesus...

– Coloca a tua pergunta, Eu disse-te que responderia sempre.

Obrigado, porque é que eu não tenho director espiritual quando isso parece ser tão importante?

– É importante, Minha filhinha, quando ele estiver pronto Eu te darei o teu director espiritual e confessor. Precisas de te apoiar sobre alguém?

Não, Meu Senhor visto que Tu estás comigo, mas para os homens e mesmo para a Igreja, a questão da autenticidade da minha vida espiritual vai colocar-se.

– Eu sou Aquele que sonda os corações e os rins e a escolha de predilecção que fiz da tua alma é a tua justificação aos olhos dos homens. Sentes-te apreensiva face ao dom que Eu te concedi, tens dúvidas?

Até estou admirada por estar tão serena e tranquila! Muito mais que o meu meio.

– Vede nesta tranquilidade de alma um sinal da Verdade da Minha Presença.

Jesus Cristo

8 de Fevereiro de 2000 - Os três dias de túmulo. Glorificação do corpo. Triunfo de Maria. unificação do corpo e do espírito

Eu te abençoo, Minha escolhida, tu viste que o Meu Coração é um verdadeiro coração de carne, entra-se Nele pela ferida feita pela lança do soldado Longinus. Depois encontramo-nos entre as paredes de carne e de sangue, vivas e santas, então a alma é branqueada no Sangue do Cordeiro, portanto na Alegria de Deus. Eu dei-te a possibilidade de ver que o Meu coração é um verdadeiro coração de carne palpitante e amoroso. E, a alma, ao avançar com confiança no interior, na profundidade do Meu Coração, vê-Me de repente no Meu Trono de Glória e curva-se de joelhos perante a Minha Presença de Amor. As lágrimas de alegria são sinal da Minha Presença.

O que acabas de ver no teu coração, cada um o verá de maneira deslumbrante e não mais velada como ainda o era a tua visão, pois o Fogo do Meu Sangue está ainda demasiado ardente para que tu o possas suportar.

Depois do terço, abriste a Bíblia no Evangelho de são João 13,16 em que é narrada uma das Minhas Frases:

"Em verdade, em verdade, vos digo,

O servo não é maior que o mestre, nem o enviado maior que aquele que o enviou".

Ofereceste-Me a tua desordem e o teu fardo pelas mãos e pelas lágrimas de Maria. Eu acolho-o e para te consolar lembro-te através desta frase que se Eu conheci a angústia do Getsêmani, Eu que sou o Senhor, tu não precisas de modo nenhum de te culpabilizar por essas crises de angústia: o mundo em que vives é demasiado pesado para ti, Eu sei, alivio o teu fardo quando Mo confias. Pede todos os dias o Meu Espírito de força e o adversário não te esmagará.

Era portanto um ataque?

– O Meu adversário não tem poder sobre ti, mas tem-no sobre o teu meio e ele acaba por te pôr rudemente à prova através da fadiga e do nervosismo devidos à falta de sono. Não é a primeira vez que isso se passa, não é assim?

Com efeito, e sempre depois de um tempo de comunhão Contigo, de um terço com os amigos em Deus ou da aproximação da nossa vontade à Tua. Isso Tê-lo-ia irritado?

– Nada de mais irritante para satanás que uma alma que escolheu Deus ao contrário de tudo e contra tudo e que luta para permanecer no Meu Coração. É esta vitória na luta espiritual ¾ mesmo que por momentos te tenhas deixado ir até à cólera e à frustração, voltaste imediatamente à paz e ao perdão ¾ que te permitiu viver a experiência mística de ver o coração de Deus. A oferenda das tuas dificuldades, das tuas fraquezas e mesmo do teu pecado, pois a cólera e o não controle sobre si mesmo são um pecado, faz-te crescer e serve como reparação dos ultrajes que Eu recebo em número crescente da parte dos Meus sacerdotes, e do Meu povo que se deixa enganar pela falsa doutrina que eles difundem. O Meu Coração sofre com estes ataques. E tu sofreste por te teres deixado vencer por um ataque embora depois tenhas triunfado e tenhas voltado à paz e à alegria. Não te tinha Eu anunciado que partilharias as Minhas dores morais? Toma isso como uma graça e o sinal da tua vocação particular, o Meu adversário sabe onde estão os seus inimigos e sabe exactamente onde atacar para fazer mal e fomentar a divisão entre as pessoas. E vê tu, também desta vez, ele perdeu. A unidade prevaleceu. Com certeza as dificuldades da vida continuam, mas Eu prometo a libertação para dentro em breve. Eu sei que estais cansados deste mundo entenebrecido onde a Luz que Eu sou está tão escondida pelos fumos de satanás. No entanto a Luz está presente e vai aumentando, a este respeito o Meu inimigo, no seu orgulho, cega-se a ele mesmo pois ele acredita estar perto de ganhar mesmo que saiba que perdeu. A vitória da Luz está próxima, sede na alegria e na esperança, não tenhais medo pois primeiro é preciso que a Luz ilumine as trevas, o que por um tempo põe em relevo as trevas, não vos deixeis cegar, é verdadeiramente a Luz que reinará e "não haverá mais noite".

Aproxima-se o fim do teu ano de formação particular e estou contente pelo teu crescimento. Não te espantes por isso, não te tinha já Eu explicado que quanto mais "nulos" vos sentísseis, mais próximos estaríeis de Deus? Sendo assim, sorri-Me. Uma outra etapa da tua vida, para não dizer uma outra vida vai começar com a publicação da Minha Palavra: Alegria de Deus. É também por isso que tu recebes um novo nome ou antes uma complementaridade expressa do teu nome: Agnès-Marie. O nome de Minha Mãe que já era o teu no estado civil, ao ser reconhecido e pronunciado, vai mudar a tua pessoa. Tu eras Agnès, tu tornas-te Agnès-Marie, uma outra faceta de ti vai aparecer à luz para ser um profeta de Maria, uma filha de Maria. Maria é a tua guia, o teu ideal de mulher a seguir, o teu modelo de fidelidade a Deus e de amor por Cristo, Eu teu salvador e teu Deus. Pouco a pouco a tua personalidade vai encontrar e fundir-se na de Maria. Acredita em Mim e acredita para a realidade da tua alma. Pensa em Simão tornado Céfas (Pedro). Um nome é um cimento de unidade e um revelador de personalidade. Deixa-Me extrair o teu ser de ti mesma e conduzir-te à Luz.

 – Tenho dificuldade em relacionar aquela que tenho a impressão de ser com a que Tu vês e que Me mostras.

 – Isto é humildade salutar! A vida da alma transcende a da personalidade. No Dia do Senhor, a unidade far-se-á por Mim e em Mim e tu ver-te-ás tal qual Eu te vejo. Isso é verdade para todos. Da mesma forma que Eu não vim abolir mas completar as escrituras, também Eu venho completar as vossas almas unificando-as na Minha Luz de Graça. Eu sou Aquele que falta a cada uma das vossas almas para conhecerdes o êxtase da unidade corporal e espiritual, a totalidade. Preparai-vos pela oração e pelos sacramentos para em breve Me acolherdes em toda a Minha Glória a fim de também vós serdes glorificados ao serdes unificados pelo conhecimento da vossa origem divina certa e eterna. Esta consciência nova e no entanto evidente de serdes filhos e filhas do Pai Eterno vos manterá na Luz a fim de trabalhardes com toda a vossa alma para o Meu Regresso de Glória como Rei da Terra. Eu já habito entre vós através daqueles que Me acolhem na sua alma, Eu habitarei fisicamente nesta Terra depois da sua purificação. Um ser de Luz só pode permanecer numa Terra de Luz. A pureza só pode habitar numa Terra purificada, o Cordeiro só apascentará em pastagens verdejantes.

Nas trevas, a Minha luz residirá nos vossos corações. Não tenhais medo destes "três dias no túmulo" que Eu vos anuncio e que precedem o Meu Regresso em Glória aos corações. Esse tempo será de terrível incompreensão para os ímpios e doloroso para os que Me amam mas eles estarão na alegre Esperança da Minha Vinda. Doloroso porque os filhos da Luz sofrerão com o aparente triunfo das trevas. Mas digo-vos que depois desses dias será o triunfo de Maria como Ela prometeu. O Triunfo de Maria será o triunfo da humildade sobre o orgulhoso rebelde satânico e os seus sequazes. A Mulher na sua fraqueza vai abater o dragão porque de novo Ela vai dar ao mundo o Seu Filho, que é "a Luz do mundo". Maria, criatura perfeita instruída na Trindade Santa apresentará de novo o Seu Filho à Terra que o viu nascer, através do coração daqueles que terão respondido aos Seus apelos, incansavelmente repetidos, para a conversão dos corações.

O Pai permite a prova e dá a graça em superabundância. Maria é esta graça do Pai para o vosso tempo de tenebrosa dominação.

Vede a bondade do Pai que reservou uma criatura glorificada a fim de dar a Glória às criaturas, apesar das suas fraquezas e dos seus pecados insolentemente reiterados perante a Face do Senhor da Vida. A perfeita humildade de Maria é causa da vossa alegria e motivo de esperança pois Ela acolheu a vontade do Senhor que era a de dar o Seu Filho ao mundo para dar a conhecer o seu Amor paternal àqueles que O tinham esquecido. Ainda hoje isso é verdadeiro. Maria é a Esperança do Mundo e a Porta do Céu que vai brilhar sobre a Terra no Seu Trono de Glória. Eu serei o Emanuel e vós sereis o Meu povo.

9 de Fevereiro de 2000 - Estatísticas da Salvação. Adoração Eucarística. França amada. O Rei que virá

Jesus:

Eu te abençoo, Minha alma, filhos de Deus, todos vós o sois, acreditai verdadeiramente, pois nesta fé reside a força para vos voltardes para o perdão do Pai. Saberdes que sois filhos de Deus garante-vos a confiança na Misericórdia do Pai.

O Pai ama cada alma com um amor inimaginável para vós, tão limitados na vossa capacidade de amar por causa dos vossos entraves materialistas, das feridas psicológicas pelas quais satanás se torna mestre do vosso espírito não protegido pela oração e pela fé, da inaptidão para a interiorização necessária ao reencontro.Com efeito o reencontro com Deus, por Mim, aproxima-se inelutavelmente, é inútil portanto continuar a fazer como se não recebêsseis as Minhas Palavras no mais íntimo do vosso coração, Eu sei que elas aí se imprimem. Fazei corajosamente face a esta exigência de pureza que consideravelmente se acentua pois está a chegar a hora do nosso Face a face de Amor. Eu sou todo Amor, e face a Mim o vosso amor fundir-se-á no Meu Amor e tornar-se-á Meu Amor: vós tereis revestido o esplendor da glória do ressuscitado que vos chama à vida. Infelizmente, serão poucos os eleitos pois são poucos os verdadeiros amorosos de Deus prontos a suportar a Cruz em reparação pelos pecados do mundo. Mais numeroso será o rebanho das ovelhas repescadas "in extremis" do abismo onde elas iam mergulhar quando viram a Minha Luz e decidiram, na sua alma, seguir essa Luz. Muito mais numeroso, o rebanho daqueles que, como os porcos dos quais Eu tinha expulso os demónios, se lançarão no precipício eterno da sua negação de estado de filhos divinos. Sim, muito mais numerosas serão as almas perdidas para sempre pelo orgulho, o dinheiro e o desejo de poder. Essas já não sabem flectir o joelho. Têm a nuca dura e as vértebras rigidificadas. Sim, o pecado torna os seus membros rígidos, calcifica os seus ossos, corrompe a sua carne e as suas entranhas. O frio petrifica o seu coração (ausência de caridade). A sua sujidade é transportada nos seus humores viciados, todo o seu ser se arruína. Todavia, no último momento, podeis oferecer todos estes sofrimentos corporais em reparação dos vossos pecados, num acto de profundo arrependimento pelos vossos erros conscientes e deliberados nos caminhos do mal. Um único passo é necessário para passar para o Caminho que Eu sou, e esse passo, é a conversão. Doai o vosso coração no estado em que ele estiver, com fé na divina Misericórdia, aceitando a Minha Justiça. E sereis purificados, renovados, salvos. Mas dai esse passo, apenas um passo e lágrimas de arrependimento sincero para voltardes ao vosso estado de filhos de Deus. O Amor do Pai ainda vos espera mas não adieis a tomada de consciência do vosso estado de pecadores, de blasfemadores, de cúmplices de satanás. Qualquer que seja a escuridão da vossa alma, os laços satânicos que vos prendam, nada, mesmo nada, resiste à vontade de conversão, à confiança no Amor de Deus. O nosso Amor espera ainda que volte o último que deve voltar. Deus dá sinais, deixai os vossos anjos da guarda guiar as vossas leituras, os vossos passeios, dar-vos a ocasião de ouvirdes a Minha Palavra que é sempre Fogo ardente para a alma. Eu tenho reservas de graças de conversão para aquele que começa a arrepender-se. Vinde beber na fonte do Meu Corpo Eucarístico. Vinde adorar Jesus-Hóstia e Eu Me revelarei a vós: tereis a graça da evidência da Minha Presença de Cristo ressuscitado na hóstia consagrada e adorada. Olhai para Mim apenas, Eu farei o resto em vós.

Senhor, se posso permitir-me, o problema actual é efectivamente o de encontrar lugares onde a Tua Presença Eucarística ainda seja adorada!

– Falso problema! Vós, que não hesitais em fazer quilómetros de avião para os vossos negócios ou férias, sois capazes de vos deslocar até aos lugares de Minha predilecção Onde está exposto o Santíssimo Sacramento. Eu suscitei por todo o vosso país e mesmo pela vossa Terra suficientes comunidades ditas novas, lugares de aparições e igrejas fiéis para vos permitir encontrar o Meu divino Corpo para adorar em verdade.

Eu estou presente em cada sacrário, podeis adorar-Me aí, mesmo que não vejais a hóstia. Eu darei as mesmas graças da Minha Presença. Enfim, uma imagem, que represente o Meu Corpo no momento da consagração eucarística ou a do Meu Corpo na custódia, olhada com amor e vontade de Me amar, far-vos-á aceder à consciência da Minha Presença. Olhai para o Meu Corpo e sabereis que Eu sou. Última graça para o vosso tempo.

Maria, Minha Santa Mãe vela pelo Meu Corpo, Ela traz no Seu Seio a Hóstia da última Páscoa. Ela é Tabernáculo Imaculado do Seu Deus. Nela estão todas as graças e todo o bem. Escutai-a:

Maria:

Minha filha, acolhe a Minha mensagem para o Meu povo de Maria que é o povo de França por escolha de predilecção do Senhor nosso Deus.

Povo, (filhos e filhas) de França, Eu choro lágrimas de Sangue e de Óleo sobre o teu solo por causa dos teus pecados... estou tão contristada pela tua conduta... Rebaixa o teu orgulho e a tua recusa de servir o teu Deus, antes que ele te faça engolir a tua soberba. Se Ele não te julgou e puniu ainda, é graças às lágrimas que Eu por ti derramo e pelas orações da Minha corte de pequeninos que tu desprezas e oprimes. Mais uma vez, venho suplicar a tua firmeza em reconheceres a grandeza de Deus Criador de todas as vidas. O Coração do Pai está saturado da tua insolência e contristado pela tua conduta. Olha, mesmo as montanhas de pedras se fendem diante dEle, o mesmo se passará com o teu coração se tu mesmo não o abrires. Vê e medita nos sinais que o Pai dá ao teu país para te convidar ao arrependimento e ao perdão. O Meu Coração de mãe sofre pela indiferença dos teus filhos e pela dor de tantos dos Meus pequeninos perante o estado do seu país. "França, filha primogénita da Igreja, que fizeste do teu baptismo?" Será preciso que respondas a esta pergunta que Eu te coloquei pela boca do Meu Papa que tu queres suprimir! A tua iniquidade será desmascarada, a fraude dos teus governos exposta no Grande Dia, a revolta da tua Igreja posta sob os olhos de todos.

Faço rezar por ti todos os meus filhos fieis e de ti virá aquele que aniquilará a tua soberba e que te reerguerá da tua ruína, aquele que Meu Filho escolheu para te conduzir ao Pai a fim de que o Reino de Deus venha, por ti, à Terra.

Da lama brilhará a Luz pela graça do Espírito! Amen.

Maria, Mãe da França e das nações

10 de Fevereiro de 2000 - A tormenta que se aproxima. O Arrebatamento. A Transfiguração. Nova Terra. Ajuda dos Anjos e Santos na reedificação da Terra. O Reino. A Mensagem da Manduria salvará a França

Minha filha, Eu te abençoo por vires escrever Comigo quando podes: com efeito é preciso que o Meu livro acabe a fim de que o mundo ouça a Minha Voz antes do Meu Regresso de Glória aos corações de todos.

Está tudo dito Meus filhos. Deus só pode exortar-vos à conversão que manterá o vosso coração em paz, na tempestade que se anuncia. Mais uma vez vos preciso de que falo tanto no sentido próprio como no figurado. A tempestade que anuncio é a, climática, que se abate sobre vós por causa da vossa submissão a satanás: fostes vós que a criastes pelos vossos ódios e pelas vossas divisões; é também a da guerra: o espírito de discórdia faz tornar a tocar os seus címbalos e os povos lançam-se uns contra os outros ensurdecidos por este barulho; a tempestade é ainda e sobretudo a da consumação iminente da abominação da desolação: satanás que dirige "a besta de dois chifres" (a franco-maçonaria eclesiástica) vai sentar-se por um tempo muito curto ¾ pois Eu não o suportarei ¾ no Trono de Pedro. Esse curto tempo será terrível. Eu vo-lo confirmo de novo para que tenhais uma confiança perfeita, o pequeno número dos Meus verdadeiros amigos será elevado ao Céu no refúgio dos Corações unidos de Maria e de Jesus durante todo o tempo que durar a abominação. Sim, Eu retirar-vos-ei da Terra e os vossos pés só a pisarão de novo quando ela estiver purificada do mal e do pecado pois as vossas almas tendo visto e adorado Deus não poderão mais viver numa Terra que não esteja pura. É por isso Meus filhos que, vós que já estais purificados pela Minha Graça, tendes de viver neste mundo de escuridão, vós que trazeis no vosso coração a Luz do mundo que Eu sou. Levai ainda Comigo esta cruz até que Eu faça aparecer a Minha Cruz no Céu: o Sinal do Filho do Homem cuja visão fará dobrar os joelhos e os corações ou morrer de terror os ímpios sufocados pela sua própria raiva à vista da Minha Vitória. Eles verão a Minha Glória e, por causa disso, morrerão de raiva, com satanás à frente do seu cortejo de almas orgulhosas e prejudiciais. Foi satanás que levou a morte à Terra, é do pecado que vem a morte: o que ele semeou voltar-se-á contra ele e depois "não haverá mais morte" pois Eu sou a vida.

A vida que vos espera, aquela que a humanidade deveria ter encontrado se Adão e Eva não se tivessem deixado seduzir pelo diabo, é maravilhosa; É a vida da alma mais perto do Coração do Pai. Vós sereis os Viventes na Graça pelo Espírito Santo de Deus que vai reinar: a Sabedoria divina vai reinar! Que maravilha esta vida do Espírito para todas as almas fiéis a Cristo!

Vós não reconhecereis a vossa Terra nem os vossos corpos transfigurados pela Minha Vinda em Glória.

Entretanto, Eu vo-lo disse, o combate espiritual da Vontade de Amor e da Paz continuará. Sereis nisso ajudados pelos Anjos e Santos do Céu tornados visíveis aos vossos olhos. Eles ajudar-vos-ão a reconstruir as vossas casas, as vossas aldeias e as vossas igrejas, caso contrário ficaríeis desencorajados perante a envergadura da tarefa! Deveis aprender a viver na graça, a viver no amor, com a Minha Presença plantada como uma cruz no vosso coração.

Vós sereis o pequeno resto de Israel, seguireis o rei de Meu Coração que vos terei dado durante os dias mais sombrios do período precedente. Ele conduzir-vos-á à Terra prometida que é o Meu Reino visível na vossa Terra. Eu venho purificar os corpos, as almas e a Terra para Me receber em toda a Minha Glória.

Aproxima-se o novo Pentecostes, chamai o Espírito Santo com toda a vossa alma e com todo o vosso coração, chamai a Minha Sabedoria que vem preparar a Minha Vinda, pelas vossas súplicas fazei descer a Jerusalém Celeste.

Disse-vos tudo, a Minha Palavra está completa, preveni-vos, aconselhei-vos, guiei-vos para a tribulação. Conheceis todos os acontecimentos que estão para vir e no entanto não podeis pô-los claramente por ordem, nem conceber a vinda! A Verdade ficará velada até que Eu venha.

Darei, todos os dias, aos Meus profetas e ao vosso rei as graças necessárias para vos conduzirem e esclarecerem acerca dos acontecimentos à medida que eles se forem produzindo, isso a fim de que saibais onde Deus vos quer conduzir.

Dei aos vossos pais, Moisés e Aarão para os fazer sair do Egipto e conduzir à Terra prometida. Faço o mesmo convosco que sois o Meu povo. O Meu rei, para vos guiar como o fez Moisés, é também profeta: Deus fala pela sua boca, pelo Meu Espírito. O Papa dos Novos Tempos, novo Aarão, transmitirá a Minha Palavra de Igreja. Aarão era sacerdote, não o esqueçais, Eu também falava pela sua boca. Desde essa época surgiu a necessidade de um guia temporal e de um guia espiritual que mutuamente se esclareçam até que Eu venha reunir na vossa Terra, a Terra e o Céu. Reunirei em Mim a coroa real e a tiara papal depois da travessia do deserto. Então Cristo reinará verdadeiramente e será feita a vontade do Pai. Não vos esqueçais de que os Hebreus estiveram quarenta anos no deserto e perderam a coragem e a fé. Hoje, a Terra e o povo purificados não cairão, pois o mal terá sido apagado das vossas almas e da superfície da Terra.

Entretanto a tribulação do povo eleito será um combate espiritual para permanecer no Coração de Deus e ganhar a Terra prometida do Reino de Deus.

O novo Pentecostes avança e o Espírito desce do Céu, chamai-o a vós a fim de que Ele purifique o vosso Coração antes do Dia do Senhor que vem.

Para explicar a necessidade da tribulação entre o Meu Regresso de Glória aos vossos corações e o Meu Reino divino na Terra, lembrar-vos-ei apenas a exigência da reparação dos pecados depois do perdão.

O Grande Perdão aproxima-se, precisamente depois da Purificação, depois será o tempo da reparação: A Reconstrução do mundo; por último Eu tomarei posse da Minha Terra que será então digna de acolher o Reino de Deus pela eternidade.

Minha abençoada filha, vais em breve levar a Minha Palavra ao mundo. Vais ver que tudo o que Eu te prometi se vai realizar, verás os sinais da Minha Glória e a Minha Providência em tudo te guiará.

Continua a abandonar-te à Minha vontade que é a de Meu Pai, com toda a serenidade, com confiança. Eu conduzo-te, sempre ao Meu Coração, pois quero dar-te a Meu povo. As Minhas almas escolhidas são sempre totalmente dadas ao serviço de Deus. No lugar dos lobos Eu porei, à cabeça do Meu povo, cordeiros ajudados pelas Minhas ovelhas fiéis.

Escreve: em breve te conduzirei ao Santo Getsêmani da Terra pois deves dar a conhecer, com o Meu sacerdote que Eu te darei, a revelação de Manduria que deve salvar o teu país. A apostasia será vencida, consagrando de novo, de forma solene, a França a Maria sob o Seu vocábulo de Virgem da Eucaristia. Far-se-á o lar do Movimento de Amor dos Fiéis Adoradores de Jesus, tudo se prepara para isso, e o Movimento para Um Renovamento Cristão, que lhe é paralelo, poderá começar a sua acção. De novo, uma acção espiritual e uma acção temporal, que se apoiam mutuamente, e que Eu reunirei no Meu Governo Santo: o Meu Reino de Cristo Rei.

Eu te darei os apoios necessários à Minha obra contigo. Tu sabes que Eu a tudo providencio! Eu quero fazer ouvir a Minha Voz neste país em que vives e em todo o continente que lhe está unido. Eu quero que o Meu povo saiba que Eu venho restabelecer a Minha realeza neste solo que deve também servir de pedestal à Minha Cruz Gloriosa.

Dou agora a Minha conclusão para esta obra. Conclusão essa que marca o início da Minha obra de Glória.

Filho de Deus que ouves a Minha voz

Leva Comigo a tua cruz

A fim de que reine neste país e no seu povo

A Cruz Gloriosa do Senhor que vem.

Acredita na totalidade desta mensagem e

Principalmente reza, reza, reza.

Filho, filha de França e da Europa reza ao teu Rei

Para que Ele te dê o rei que te promete segundo o Seu Coração.

A tua salvação está nas suas mãos

Pois Eu pus sobre ele a Minha Mão

O Meu Reino vem.

E eis que Eu venho

Amen

Jesus Cristo

Rei da Terra e do Céu

 

Mensagens dadas

a Agnès-Marie

Depois de 10 de Fevereiro de 2000

e destinadas a todos

17 de Fevereiro de 2000 - Arca de Noé. Tempestades em França. Exército dos Filhos de Deus. Batalha no Céu projecta demónios na Terra

Abençoada alminha do Meu Coração, estou feliz pois tu acreditas! Sim, o tempo acelera-se, confia nas indicações do teu anjo da guarda. Lembra-te de que toda a gente fazia troça de Noé enquanto ele construía a arca sob as ordens de Yahvé! Tu fizeste com confiança a Minha Vontade, tu deixas-Me guiar-te e isso está bem. Agradeço-te por estares à Minha escuta. Sim, efectivamente recebeste uma efusão do Meu Espírito durante a tua oração desta manhã. Eu fortifico-te para o tempo que agora se aproxima rapidamente.

Vós sabei-lo, a França não se voltou para Mim na sequência da primeira parte da Justiça de Meu Pai [ tempestades de Dezembro de 1999] , pelo contrário, endureceu-se bradando que o Céu a abandona. Mas quem é rebelde? Quem é orgulhoso? Quem se pavoneia longe do Deus Todo Poderoso? Onde estão os humildes e confiantes filhos do Meu Sagrado Coração? Onde estão os consagrados de Minha santa Mãe? Na verdade muito poucos e no entanto, Meus queridos filhos de França e da Europa, Eu espero-vos, o Meu Coração sangra por causa do vosso afastamento e da vossa obstinação no pecado. Mas atenção, povo deste país, todos flectirão o joelho pois Eu venho manifestar-Me na Minha Glória, mas antes Eu aviso-te uma vez mais.

O Meu João Baptista para este tempo (João Paulo II) anuncia-Me em todas as alturas. Quando o seu martírio estiver consumado levantar-se-á o exército dos Meus filhos fiéis à verdadeira fé católica romana e apostólica, e então ninguém poderá dizer que não sabia pois a Minha Voz ressoará sobre todas as nações! Todos saberão que se aproxima a Minha vitória! Todos ouvirão uma última vez o apelo à conversão que é emitido pelo Meu Sagrado Coração unido ao Coração Imaculado e Doloroso de Maria, Mãe de todos os povos, Rainha da Paz e Virgem da Eucaristia.

Ó Meu povo como sofro por causa da tua indiferença, do teu ódio, da tua irreverência, do teu esquecimento do Meu Coração Sagrado, do teu desprezo e da tua quezília pela destruição do Meu Corpo Eucarístico e do Meu Corpo Místico que é a Minha Igreja. As Minhas chagas sangram abundantemente e a dor tortura-Me pois tu não Me amas, a Mim que tanto te amo. Não, tu farás troça até ao fim e não te deixarás enternecer pela Minha Paixão. Mas Eu confundir-te-ei na hora da Ressurreição! Na hora do Meu Pentecostes de Amor os Meus fiéis esmagar-te-ão a cabeça, povo de sequazes de Satanás.

Tu, povo fiel, pequeno mas tão amoroso, tu consolas o Meu Coração pois escutas a Minha Voz e choras pelas Minhas dores e pelo pecado da tua raça perante o Meu Rosto. Meus filhinhos, os Meus braços de Pai amorosíssimo esperam-vos para vos apertar contra o Meu Coração numa efusão do Meu Amor sem igual na história do povo de Deus. Sim, a Minha Consolação, são os Meus filhinhos que derramam lágrimas amargas ao verem a extensão do reino do Príncipe deste mundo, o rebelde orgulhoso.

Mas eis são Miguel à cabeça dos exércitos angélicos que combatem sob a bandeira branca dos Corações Unidos de Jesus e de Maria. Sim, o combate está no auge, rezai, rezai muito a fim de escapardes aos golpes dos demónios que são precipitados na Terra à medida que perdem o combate celeste. Rezai aos vossos anjos para vos protegerem e mantende-vos unidos ao Meu Coração através da oração e da adoração constantes.

Meus filhos, Eu vo-lo digo: a Alegria de Deus está próxima para os corações magoados pela falta de amor deste mundo. Filhinhos, com a Minha especial bênção recebei a Minha Paz e a Minha Alegria pois chega o Meu Reino de Glória. Palavra do Senhor!

Jesus Cristo

9 de Julho de 2000: Exortação particular - Eucaristia, Jejum, Confissão e Oração. Corpo, Alma e Espírito. Consequências do pecado. Força de Elite. Caridade. MRC

Meus filhos, Eu estou inteira e realmente presente em cada fragmento da hóstia, por mais ínfimo que ele seja, portanto quando ingeris a Hóstia, sou Eu que desço a vós, e que depois impregno com a Minha Presença todas as partes do vosso corpo, até ao vosso coração e ao vosso sangue, Realmente Eu fundo no vosso corpo para o habitar, assim o vosso corpo é verdadeiramente "o templo de Deus".

Ao mesmo tempo que Eu estou em vós, vós estais em Mim. Ao mesmo tempo que vós Me absorveis, Eu absorvo-vos no Meu Espírito, absorção que não é diluição mas pôr em Presença, Acolhimento no Meu Coração, abertura trinitária. Assim o infinitamente pequeno e o infinitamente grande mergulham eternamente na Luz celeste do Amor divino de Deus Pai. E a cascata abundante e sem fim dos Seus dons pode derramar-se na vossa alma. Assim também, a vossa alma dá graças e os vossos corpos participam na glorificação do Pai visto que o pai se glorifica em Mim e que Eu, pela Santa Hóstia, estou em vós, em corpo, alma e espírito. Tu aprendeste que os vossos corpos são formados pelo Filho pois desde toda a eternidade Eu via o Meu Sacrifício e o dom da Eucaristia que vos ia conceder. Deus é Amor e dá-se ao homem, criado à Sua Imagem e Semelhança na Presença do Filho pela acção do Espírito Santo.

Compreendei também porque é que sendo assim Maria insiste no jejum, na confissão e na oração. São três meios de purificação com vista a acolher em vós a Minha Presença de Glória. Pelo jejum purificais os vossos corpos que pouco a pouco se tornam esses "templos santos agradáveis ao Pai". Pelo sacramento de Reconciliação purificais a vossa alma obtendo a remissão do pecado. Assim, actualmente Eu insisto por toda a parte neste ponto particular pois Eu preparo-vos para o Meu Regresso de Glória aos corações. Purificai os vossos corpos e os vossos corações. Pela oração, o Espírito desce sobre vós e purifica o vosso pensamento e a vossa inteligência elevando os vossos espíritos. Vede como, ao chamar-vos à purificação do corpo, da alma e do espírito é o próprio homem que é convidado a tornar-se digno do Senhor, a abrir-Lhe o seu coração e a louvá-lo em espírito.

Louvor e Glória ao nosso Deus!

Hossana no mais alto dos céus!

Louvor e Glória ao Seu Santo Nome

Povos aplaudi, cantai ao Senhor hinos novos.

Com as vossas cítaras louvai-O.

O louvor é um dom do Espírito que "traduz" perante Deus a exaltação do vosso coração cheio de Amor por Ele. Ora Eu disse " Ninguém vai ao Pai, se não for pelo Filho". Jesus-Hóstia glorifica o Pai no vosso coração e o Espírito põe nos vossos lábios o louvor dos séculos. Assim tudo vem do Pai, e tudo regressa ao Pai pelo Filho, no dom do Espírito Santo. Amen.

O homem não vive só de pão, mas de toda a Palavra vinda da boca do Senhor". Ora, Eu sou o Verbo da Vida portanto uma "Palavra vinda da boca do Senhor", assim a Minha Eucaristia é um alimento espiritual para os vossos corpos (Eu disse-vo-lo), para as vossas almas e para os vossos espíritos. Eu sou a Árvore da Vida, quem come do seu fruto "nunca mais terá fome". Trata-se antes de tudo de uma fome espiritual, a do desejo da vossa alma que suspira por Deus.

Do mesmo modo, Eu sou esse Pão Vivo, ora muitas vezes, o alimento que forneceis ao vosso corpo, às vossas almas e aos vossos espíritos são alimentos mortos. Eu sou o Pão de Eternidade, o Pão de imortalidade e de incorruptibilidade do vosso ser trinitário, corpo, alma e espírito. Se Eu insisto tanto nesta dimensão trinitária do homem, é para que tomeis consciência de que realmente o homem foi criado à Imagem e à Semelhança de Deus, Trindade Santa, Pai, Filho e Espírito. As verdades da fé não são palavras ao vento mas "Palavras da boca do Senhor" e o que o Senhor enuncia, é. Assim como o universo foi criado, também vós fostes criados. Eu ponho em relevo, para vós, a dignidade do homem, criatura preferida de Deus para que também tomeis consciência do vosso papel na criação, enquanto gestores do Jardim que vos é confiado e enquanto veículos do Amor do Pai no universo. O visível e o invisível estão profundamente ligados. Vós sois as criaturas mais cegas porque as mais cegas pelo pecado do mundo, é por isso que não julgais isso possível. O Céu, e portanto o Reino dos Céus, está já na Terra quando acolheis em vós a Presença e a Palavra divinas. A Presença é uma Palavra e a Palavra é uma Presença de Deus. Uma abordagem grosseira das realidades místicas teria podido fazer-vos acreditar que por um lado há a Palavra do Pai e por outro a Presença do Filho, ora Eu mostro-vos que não é nada disso. Eu disse "Ninguém conhece o Pai a não ser o Filho" e Ninguém vai ao Pai a não ser pelo Filho" portanto as palavras do Filho mostram-vos a Presença de Amor do Pai e a Palavra do Pai a Presença do Filho porquanto Ele disse "Este é o Meu Filho bem amado em quem Eu pus todo o Meu Amor". O Filho mostra o Pai pelos Seus ensinamentos e a Sua Paixão e o Pai mostra o Seu Filho pela Sua Palavra e pela Ressurreição. É o Espírito quem dá testemunho no baptismo de Jesus e é o Espírito quem dá testemunho também em vós desta Presença do Filho no mundo. Começais a entrever a extraordinária riqueza do mistério da Trindade? E portanto que não podeis isolar cada parte desta trindade terrestre que vós sois. Se uma das partes estiver afectada, a outra também. Se o vosso corpo apresentar um sintoma de doença, muitas vezes a raiz deve ser procurada nas feridas da alma ou nas do espírito que são as feridas de amor e as feridas devidas aos pecados. Sim, mais uma vez Eu quero afirmá-lo para os que duvidam disso: o pecado fere-vos, não apenas em espírito, não apenas na vossa capacidade de amar mas também por vezes até no vosso corpo. É por isso que Eu vos falo da Eucaristia como remédio e reparação do pecado e da ferida devida ao pecado. O perdão vem do sacramento de Reconciliação, a reparação vem pela Eucaristia "verdadeiro alimento dos filhos de Deus", pois verdadeiramente a graça que então vem habitar em vós restaura todo o vosso ser e devolve-vos portanto a vossa liberdade de filhos de Deus. O pecado nunca será uma via de liberdade ou de libertação, não escuteis os que tentam fazer-vos acreditar nisso. Não, o pecado fere, o pecado aliena e o pecado mata a alma e o corpo conduzindo o espírito ao abismo do ódio. Enquanto que a fé cura, a fé liberta, a fé vivifica a alma e o corpo e conduz o espírito ao Céu, o Reino Eterno do Pai que é Amor.

Podeis agora calcular os ganhos do combate que é o Meu apelo à conversão? Calculais a distância que existe entre o vosso destino no coração de Deus e aquele que o Príncipe da mentira tenta por todos os meios fazer-vos seguir? Compreendeis como a vossa liberdade deve estar sujeita à Verdade e à Vida? Ora, todos vós o sabeis, Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida! Percebeis então porque é que, na Minha Misericórdia, Eu vos chamo a Me seguirdes para serdes Minhas testemunhas, Testemunhas da Verdade total, sem pôr de lado a mais pequena migalha dos Meus Evangelhos?

Eu sou o Caminho: empenhai-vos em Me seguirdes nos caminhos do mundo para atrair todos os vossos irmãos ao Meu Sagrado Coração, Coração Acolhedor, Coração Misericordioso, Coração que sofre por causa dos vossas rejeições, Coração que sangra por causa das vossas traições e das vossas blasfémias, e também Coração irradiante, Coração Luz do Deus Vivo.

Eu sou a Verdade: Proclamai-a sem temor, a não ser no Santo Temor de Deus: A Minha Verdade deve fazer-se ouvir, por cada um os Meus filhos, de um extremo ao outro da Terra. Se a Verdade não triunfar, como virá, para cada homem, a liberdade dos filhos de Deus?

Eu sou a Vida: protegei-a, acolhei-a, cultivai-a, dai-a aos vossos irmãos que morrem asfixiados pelos fumos de Satanás espalhados por toda a parte. Sim, parece que a Vida perdeu e a morte triunfou. Parece aos rebeldes orgulhosos que assim é. Ora vós que tendes a Esperança da promessa, levantai então a cabeça pois está escrito: "quando ouvirdes tudo isso, levantai a cabeça, a esperança do Senhor está próxima".

Sendo assim Eu vo-lo digo: Está na hora para todos vós que sois meus amigos de levantardes a cabeça, e com o coração cheio de fé e de esperança, palmilhar a Terra à procura daquele que ainda não ouviu a Boa Nova da Glória do Senhor, a Boa Nova do Seu Regresso de Glória.

Meus filhos, Eu reúno os operários para a Colheita depois envio-os dois a dois para a missão "sem bolsa, nem bastão, nem sandálias" e sabeis que, no entretanto, não vos faltará nada.

Os missionários que Eu envio pelo mundo para fazerem despontar "a nova floração da Igreja" são assim valentes soldados de Cristo, homens e mulheres empenhados em Me seguirem cujo único combate é a conquista dos corações com vista ao estabelecimento da civilização do Amor que acolherá o Meu Reino de Glória, o Meu Reino de Cristo Rei.

Estes missionários, "soldados de elite" são daqueles que escolheram abraçar "a pequena via da infância espiritual", a do abandono total a Deus. Então poderei conduzi-los. Não Me basta que essas almas sejam missionários de vez em quando, não, Eu peço um empenhamento firme e definitivo pois "Quem não estiver Comigo está contra Mim", é por isso que Eu convido os Meus amigos a empenharem-se no movimento de Amor de reparação eucarística e de vida espiritual regular e exigente. Pois Eu quero que se possa dizer ao verem-vos "é Deus Vivo". Ora Deus está vivo em vós pela Sua Palavra referida na Bíblia e pela Minha Eucaristia. A relação de confiança mantém-se e cresce na oração do coração, na reza do terço. Toda esta formação na Minha escola de confiança e de abandono tem por único objectivo o exercício da caridade pois como diz são Paulo "Se eu não tiver a caridade, eu não sou nada". E este amor por Deus que se afirmará em vós pelas escolhas a que o vosso empenhamento vos convida, deve dar-se então ao serviço dos vossos irmãos na missão de evangelização e de amor pelo próximo.

Amar o seu próximo, é tomar conta dele na totalidade trinitária do seu ser: corpo, alma e espírito. É portanto também pedir e exercer os carismas que o Senhor vos confia. Amar o seu irmão, é conduzi-lo a ouvir a verdade que torna livre, a abrir os olhos para ver a mentira que o fere e que fere a sociedade dos homens e a Igreja universal. Amar o seu irmão é também preocupar-se com a edificação de uma santa organização da sociedade, aquela que agrada a Deus, aquela que é baseada no amor de Deus e do próximo; aquela que permite a cada um empenhar-se no caminho da humildade, do amor e da santidade, aquela que respeita e ama o seu irmão.

Assim como o primeiro mandamento é amar a Deus e o segundo de vos amardes uns aos outros como Eu vos amei, até à morte na Cruz, também o primeiro empenhamento é para com Deus, portanto espiritual, o do movimento de Amor de reparação eucarística que Eu vos peço, e o segundo empenhamento é "político", no Movimento para um Renovamento Cristão que Eu tornarei activo dentro de pouco tempo. Para isso, Eu primeiro preciso do vosso empenhamento de amor em relação a Deus. Eu desejo o abandono, em confiança, do vosso coração à Minha Vontade, para poder dar-vos ao mundo como "o fermento na massa" da sociedade humana a fim de fazer dela uma verdadeira fraternidade em Cristo.

Meus filhos, Eu procuro para o vosso tempo que é o do julgamento das nações, "construtores de Amor" e "artífices de paz" a fim de que construais Comigo a civilização do Amor que fará descer a Jerusalém Celeste e vos conduzirá no caminho de Glória através do Meu Reino de Justiça, de Paz e de Amor.

Sede para Mim, Eu vo-lo suplico, esses missionários, "construtores" e "artífices", "operários para a Messe", "serventes adoradores" e "servidores do Senhor" de que Eu preciso para trabalhar.

Meus filhos, Eu vos abençoo por responderdes ao Meu apelo, não tenhais medo, estai verdadeiramente "no mundo sem ser do mundo". Que tendes vós a perder ao seguirdes-Me? As considerações do mundo? O conforto? A tranquilidade? O que é tudo isso? Vaidade, poeira e falsa paz!

"Vinde a Mim todos vós que tendes sede" de Verdade, de Amor, de Paz, de Justiça e de Alegria. Amen.

Jesus Cristo

22 de Agosto de 2000 - Justiça e Misericórdia Divinas

Eu sou Deus vosso Pai e quero dirigir-Me a vós através deste pequeno instrumento da Minha Misericórdia.

Povos, escutai a voz do vosso Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Não desprezeis os Meus mandamentos. Não escandalizeis os Meus pequenos. Não Me ofendais pela vossa arrogância de criaturas estouvadas. Meus filhinhos, deixai portanto o vosso Pai guiar-vos para Ele. Vinde a Mim sem temor. Não tenhais medo de Deus. Eu só quero a vossa alegria e a vossa felicidade e é por isso que serei Misericordioso para o Meu povo, mas escutai-Me.

Eu tinha-vos afastado de Mim pela falta de muitos que Me ofendiam abertamente, combatendo passo a passo cada mandamento que Eu tinha gravado na pedra. Pelo Sacrifício de Meu filho Jesus, fostes resgatados, então a Misericórdia e o Amor de Deus inundaram de novo a Terra dos homens trazendo a conversão e o sacrifício de oblação de um grande número de almas.

E hoje, no momento em que o Regresso de Glória do Redentor está próximo, a Misericórdia infinita do Meu Coração de Amor derrama-se, pela graça do Espírito Santo, a fim de encher as vossas almas com o Sol de Justiça. Isto, a fim de que vós vos vejais tal como Eu vos vejo.

Esta consciência do estado da vossa alma é uma graça da Minha Misericórdia para que regresseis a Mim ao compreenderdes que, por cegueira, estáveis a deixar-vos ligar ao Meu adversário abdicando passivamente perante as seduções do mundo.

De que vos servem então as riquezas do mundo se o vosso coração se empobrece? De que vos servem as honras dos homens se o vosso Deus já não vos reconhece como filhos? De que vos serve a glória terrestre quando Eu vos dou a glória dos Céus: Jesus Cristo para único Rei das vossas almas? Que procurais nas paixões do mundo que não esteja presente, cem vezes mais, no Céu? Ides finalmente compreender a Eternidade? No Céu o tempo não existe, o infinito está "atrás" e "à frente". É bom que o tempo tenha sido criado para vós, pois sem noção de finito compreenderíeis o infinito da Eternidade? Não saborearíeis a alegria disso ¾ para os que vêm a Mim ¾ e Eu quero que todos possam vir a Mim seu Pai pelo Filho na graça do Espírito Santo.

Mais uma vez Eu vo-lo digo, espero-vos a todos junto de Mim na Glória do Céu pois a todos vos criei com o Meu Amor a fim de que vivais do Amor.

Ó Meus filhos, Eu queria tanto tocar os vossos corações para que se enterneçam. Meus caros filhos quando compreendereis então o Meu Amor por vós? Se vós soubésseis quanto Eu vos amo, os vossos corações fundiriam e compreenderíeis esta doçura evangélica que não exclui a firmeza da vontade de fazer A do Pai a fim de Lhe dar graças.

Meus filhos, "filhos adoptivos" pela graça, não ireis retribuir o seu Amor a vosso Pai que vos quer bem? Não ireis escutar as Minhas Palavras com um coração humilde e pronto a obedecer? A Minha Palavra não está destinada a passar, não, a Minha Palavra inscreve-se com letras de fogo nos vossos corações e aí permanece, tal como as Tábuas da Lei, pois vós o sabeis, a Lei já está escrita nos vossos corações. A Minha Palavra inscrita na vossa carne, não se apaga de outra forma que não seja voluntariamente, ciente e conscientemente pela obediência ao filho da perdição. A areia das ilusões pode cobrir a sua gravura e alterar o seu sulco mas a Palavra não desaparece. Ninguém apagará jamais a Palavra de Deus em vós senão é "a morte, a segunda" (Ap), dito de outra forma a da alma depois da do corpo, por vezes mesmo antes; "que aquele que tem ouvidos ouça".

Para muitos, Justiça divina rima com catastrófico! Ides finalmente compreender ¾ admitir aquilo que se opõe aos vossos acanhados corações ¾ que Eu faço rimar Justiça divina com Misericórdia? Para vós, fazer justiça, consiste, muitas vezes, apenas em punir. Eu, quero primeiro perdoar os vossos erros de ignorantes dando-vos a Verdade a saborear e a adorar. Com efeito, quem é a Verdade, o Caminho e a Vida? Sim vós sabei-lo a Verdade é o Verbo de Deus incarnado. É pois o Meu Filho Único Jesus Cristo, na sua Eucaristia que, na Minha Misericórdia, Eu vos dou a saborear, a adorar, para obter misericórdia e ser capaz de misericórdia para com o próximo.

"Felizes aqueles que têm sede de Justiça". É Justo aquele que segue o divino mandamento de Amor que se articula em dois planos: o Amor a Deus e o Amor ao próximo. Tal é a Justiça. A Misericórdia perdoa, "até setenta vezes sete" os pecados que ferem a Justiça.

Para que Meu Filho reine, o mundo deve alcançar a Justiça, é por isso que a Misericórdia é dada com tanta abundância.

Para uns, a ideia de Justiça divina causa alguns temores salutares, para outros a Misericórdia abre o coração ao Amor. Sendo assim Eu digo-vos, não discutais para saber se chegastes a uma época de Justiça ou à de Misericórdia, pois na verdade, Justiça e Misericórdia não são separáveis.

Querer uma sem a outra é enganar a Verdade. A Justiça sem a Misericórdia contradiria mesmo a natureza do Pai que é Amor, enquanto que a Misericórdia sem a Justiça faria com que pensásseis que poderíeis agir como vos parecesse bom pois "Deus é bom". Sim, Eu sou "Bom e Misericordioso, lento na cólera e cheio de Amor" e é por isso que, para viver em santidade, a Lei é inalterável.

Aquele que não acredita no Perdão de Deus afasta-se a si próprio da Misericórdia e já não compreende o que é a Justiça divina. O mesmo acontece com aquele que não pede esse perdão através do sacerdócio dos Meus padres na confissão sacramental.

Confiança, Meus filhos, Eu quero guiar-vos para a santidade a fim de que Jesus o Cristo Rei reine no seu reino de Justiça, de Amor e de Paz.

"Provai e vede como o Senhor é bom". Provai Jesus Hóstia com alegria e vede como é bom "aquele" que por Misericórdia vos abre as portas da Justiça.

Filhinhos, tende confiança, cumpri os mandamentos de Amor, sem procurar sempre tudo compreender, tal é a fé que Eu amo. Eu vos abençoo. Aproxima-se o tempo. Sede fiéis.

Vosso Pai do Céu

20 de Setembro de 2000 - Ser inteiramente de Deus. Trabalhar para o Reino de Cristo é prioridade absoluta

Obrigado alminha, por responderes ao Meu apelo, já não é altura de fugir perante as acções a considerar e as decisões a tomar. Eu quero-te totalmente ao Meu Serviço para Minha Glória, o resto não te deve pesar e impedir-te de vires escutar-Me para Comigo escreveres. Não sou Eu O mais importante a teus olhos? Esqueceste o primeiro mandamento? Vamos filhinha, decide-te depressa por Mim, no restante Eu te ajudarei.

Sabes, agora a Minha hora está próxima de vós, decidi-vos todos por Mim, pois "quem não for (inteira e exclusivamente) por Mim é contra Mim". Só Eu sou o Salvador. Não escuteis o canto das sereias, só Eu salvo, só Eu, O Cristo Jesus, Misericórdia do Pai.

A Misericórdia procura operários misericordiosos, operários ardentes, operários puros e decididos, operários abandonados à Minha Vontade.

Não temais deixar-vos desarrumar nas vossas prioridades, nos vossos hábitos, nos vossos redutos: "Eu sondo os corações e os rins" (o amor e a acção). Meus filhos, não Me ofendais mais pelos vossos temores totalmente humanos, deixai pois o Espírito guiar-vos. Se tendes dificuldade em O escutar, arranjai então espaço para Lhe dardes ouvidos. Cada um de vós, sabe o que tem a fazer. Não vos inquieteis, a Minha Providência vela por vós quando estais abandonados às Vontades do Senhor.

Para todas as vossas decisões, um só critério: Que quer o Senhor? Deus o primeiro a ser servido. Não tomeis em consideração as opiniões dos homens mas sim as moções do Espírito Santo.

Meus filhos, sede santos em tudo, "sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito".

Convido-vos à oração, Meus filhos, à acção de graças, à confissão, ao Santo Sacrifício do altar. Deixai-vos assim conformar à Minha Vontade.

Ó Meus filhos, dai finalmente satisfação ao Meu Coração de Amor que arde por vós, não Me deixeis à porta dos vossos corações. De geração em geração Eu bato à porta dos corações e tão poucos se entregam totalmente a Mim. Espero de todos vós, Meus filhos, que hoje vos decidais a entregar-vos a Mim com todo o vosso ser por Amor por Mim vosso Deus. Eu estou próximo, muito próximo de vós, quero entrar para vos cumular com o Meu Amor. Entretanto Eu não posso forçar a porta, só vós tendes a chave: é a vossa vontade de fazer a Vontade do Senhor.

Filhos, consagrastes a vossa vontade e a vossa liberdade ao Senhor?

"Como é doce o jugo do Senhor". Esse jugo não pesa nos ombros, nem puxa a nuca, não fatiga de modo nenhum os ossos, nem crispa os músculos, então, filhos, escolhei a vossa submissão na Vontade do Pai.

É a Vontade do Senhor que vos pesa? Ou é o mundo que enfraquece a vossa carne, amarrando-a por mil obrigações, angustiantes perspectivas, conflitos diversos.

Ainda não sabeis reconhecer as armadilhas do vosso adversário nas suas pressões do mundo. O Senhor, liberta-vos das vossas correntes. Aprendei de Mim as prioridades da vossa vida: Deus que é Amor e que governa o mundo quer estabelecer o seu Reino de Cristo Rei. Trabalhar para esta tarefa é a prioridade das prioridades, o resto são ventos de agitação para fazerem parar a vossa caminhada. Libertai pois a vossa alma da escravidão de Satanás, dirigi-vos para diante do Trono do Senhor, levados pelos anjos que o servem.

Jesus Cristo

1 de Outubro de 2000: Santa Teresa de Lisieux - Rezar junto de relíquias de santos. A Terra e o Céu serão um.

– Irmãzinha, eu sou a "Teresinha", e Maria e Jesus permitem-me vir falar-te neste dia da minha festa.

– Realmente estou surpreendida e feliz por me virdes falar, pois é a primeira vez que um santo do Céu se dirige a Mim.

– Irmãzinha, segue "a pequena via" que fez que a Igreja me declarasse doutora: a via da humildade, do abandono total à Vontade divina, a pequena via do Amor por Deus Pai, por Jesus Filho e por Maria nossa Celeste Mãe.

Tem compaixão dos homens desta Terra pois muitos "não sabem o que fazem". Nunca fales do que não está bem sem primeiro falares da divina Misericórdia e do Perdão, do Amor do Pai e da terna solicitude de Maria a Gloriosa Mãe do Universo.

Tu sabes que eu disse que passaria o meu Céu a fazer o bem na Terra e o Senhor atendeu a minha oração. Ele permite-me tocar os corações através das orações organizadas junto das minhas relíquias. As relíquias dos corpos de almas santificadas e que vivem no Céu junto do Senhor são um vector da Sua Graça e a fé dos homens salva-os. As graças que o Senhor concede pela veneração das relíquias dos santos são obtidas pela intercessão desses santos, mas o Senhor diz sempre "vai, a tua fé te salvou".

É bom pedir a nossa intercessão, pois no Céu temos um grande desejo de vos ajudar, é preciso apenas pedi-lo.

Irmãzinha, hoje o Senhor vem pedir-te que espalhes à tua volta a aspiração dos santos do Céu, servidores do Senhor, a serem "utilizados" pelos homens para que obtenham graças para os seus irmãos e para eles mesmos. Não nos deixeis de lado no momento em que a tarefa é tão grande. Que os homens aprendam a viver com os santos que os precederam no Paraíso do Pai. Nós estamos numa tal felicidade que o nosso desejo é de partilhar com todos os nossos irmãos ainda em peregrinação na Terra. Aprendei a falar-nos, a viver na nossa intimidade, pois dentro em breve a Terra e o Céu serão UM. O grande exército dos santos do Céu acompanham-vos neste imenso Movimento de Amor que o Senhor quer preparar através de ti e da tua família e daqueles que são chamados a esta nobre e bela tarefa. Nós estamos aqui para vos ajudar.

Arranjai, todos os dias, um tempo para honrar o santo ou os santos celebrados nesse dia compenetrando-vos bem do seu papel de preciosos intercessores e sobretudo intensamente desejosos de vos ajudar.

Hoje é o dia da minha festa, gostaria que vivêsseis o vosso tempo de oração à Cruz Gloriosa em estreita união comigo, a pequena santa que ama particularmente os jovens. Eu quero guiar-vos a todos pela pequena via da infância espiritual, a do abandono total.

Irmãzinha, o que quer que seja que o Senhor te peça, lembra-te da Sua Grandeza e da tua pequenez. Avança pelo caminho que Ele traçou para ti sem te virares para trás e sem te preocupares com o amanhã. O Senhor procura um povo de fieis que saibam vigiar uma hora na noite com Ele. E no dia em que a Sua Cruz resplandecer no Céu à face de todas as nações, vós sereis contados entre os fiéis, resplandecentes da luz dos santos.

Até breve irmãzinha.

Santa Teresa do Menino Jesus e da Santa Face

10 de Outubro de 2000 - O regresso está próximo

Bendita sejas Minha filha, hoje estou feliz pois o mundo confia cada vez mais em Mim. Actualmente o Meu Espírito Santo encontra muitas almas que se oferecem em reparação dos pecados do mundo e o Reino começa a descer do Céu. Apesar das tribulações do mundo o Meu Reino de Glória aproxima-se para os filhos de Deus na Alegria. Sede na Alegria pois o tempo glorioso, do Meu regresso aos corações de todos anuncia-se agora para muito próximo. Perseverai na oração Meus filhos, respondei com generosidade aos prementes apelos que Minha Mãe, um pouco por toda a parte, dirige ao mundo.

Confiai-vos sempre e uma vez mais ao Seu Imaculado Coração pois, pela Sua intercessão, Ela é verdadeiramente a Porta do Céu e Eu não Me canso de vos repetir que Ela precisa das vossas ardentes e confiantes orações para conduzir a bem o Seu grande projecto de Amor. Pois o Nosso desejo é de salvar o maior número possível de almas. O Nosso desejo é que, no vosso tempo, cada coração se abra à realidade divina da Presença santificante do Espírito. A grande purificação já começou e ainda não está no seu termo. O tempo da Misericórdia prolonga-se pois Eu tenho compaixão do pecador e quero permitir-lhe que chegue à consciência e ao horror do seu pecado. Eu espero do pecador que ele entregue o seu pecado à Minha Misericórdia com grande confiança e fé.

Que nenhum dos Meus amigos se deixe perturbar pelos ventos deste mundo, confiai-vos ao Imaculado Coração da Minha santíssima Mãe. Sim, podeis confiar também as vossas casas, os vossos bens e os vossos animais. Não criei Eu tudo o que há na Terra? Não sou Eu o amparo da Minha Criação, na Trindade Santa? Quem temerá o vento ou a tempestade quando Eu permaneço ao pé dele? A bênção do Senhor está sempre sobre aquele que O teme.

Jesus Cristo

20 de Novembro de 2000: Dai prazer a Maria consagrando-lhe as vossas nações. - Santa Joana d'Arc. Dois Corações com uma Cruz. O Estado deve servir a Igreja. Thomas More

Eu procuro almas que saibam ser guias, firmes na sua fé, mesmo no fundo do que parecerá ser, para a humanidade inteira, "a noite da fé".

Eu formo-te assim como àqueles que lêem ou ouvem as Palavras que Eu te digo, neste tempo, que se aproxima, de subida ao Calvário para a Minha Igreja. Não te assustes com as Minhas Palavras, elas são Verdade e Vida. Contemplas o Meu Rosto que chora lágrimas de sangue e compreendes a Minha profunda tristeza pela falta de amor entre vós e por Deus, que arruína a vida e a alma desta humanidade que já não sabe mais ser a Filha de Seu Pai Celeste.

Ó que dilaceração e que dor no Meu Coração e no Coração Imaculado de Minha Santa Mãe perante o esquecimento dos nossos queridos filhos da Terra. Sim, os homens esqueceram Deus. O Amor não é amado.

Meus filhos, pensai muitas vezes em consolar o Meu Coração, através dos vossos actos de reparação pelos ultrajes do mundo, dareis prazer a Maria.

Santa Joana de França, cujas relíquias vós venerais, não recebeu a inspiração de criar a ordem dita das Anunciadas, tendo como regra de vida dar prazer a Maria? Retomai por vossa conta esta espiritualidade que consola o Meu Coração. Oferecei-vos em reparação. Nestes tempos a Minha grande Misericórdia tem necessidade de muitos reparadores.

Meus filhos, não deixeis o espírito do mundo desviar-vos da tarefa essencial que Eu espero de vós: Amai o vosso Deus que vos ama com um Amor ardente. Não vos deixeis atrair pelas seduções artificiais da sociedade de consumo.

Vivei este tempo de Advento na adoração silenciosa e na Alegria da Vinda do vosso Deus. Contemplai com amor este milagre do Amor do Pai que é o Meu Santo Nascimento na vossa Terra, numa carne de homem.

Meus filhos, Eu quero salvar-vos outra vez da morte e do pecado e é por isso que Eu regresso aos vossos corações em toda a Glória do Ressuscitado. Acolhei-Me, filhinhos, abri os vossos corações à Minha dor por ser rejeitado por uma grande parte da humanidade e à Minha também grande dor ao ver essas almas perderem-se sem mesmo quererem escutar a Minha Voz nem a da Minha santíssima Mãe.

Meus filhos, Meu Pai, através destas Palavras que Eu vos dirijo, quer enternecer os vossos corações, abri-los à Verdade total, conduzi-los à adoração reparadora e a um maior amor por Deus na Sua Santa Trindade. Pois só este amor que tereis por Deus vos conduzirá, em Cristo, à verdadeira caridade e à fraternidade entre vós. Não penseis construir um mundo novo sem pôr Deus no coração das vossas vidas, no coração das vossas famílias e das vossas comunidades paroquiais e citadinas, no próprio coração de cada nação.

Convido cada nação a consagrar-se solenemente aos Corações Unidos de Jesus e de Maria, tal como o Meu Papa consagrou o terceiro milénio, e a dar sinal desta consagração ao mundo pela colocação nas vossas bandeiras, dos nossos dois Corações Unidos encimados por uma Cruz.

Porque é que é tão abafada a voz dos Meus amigos, porque é que ela não se eleva mais vezes e mais alta nas assembleias dirigentes e decisórias das vossas nações? Porque é que a voz dos amigos de Cristo quase se extinguiu? Será que vos tornastes tíbios? Não estareis a aceitar compromissos que são outros tantos comprometimentos? Será que vos tornastes fracos, indolentes, amedrontados?

Meus amigos, Meus filhos, ninguém se levantará para falar em Meu Nome nas assembleias das vossas nações, das vossas cidades? Vamos filhos, DE PÉ! O Reino de Deus constrói-se todos os dias no fundo dos vossos corações pela oração e manifesta-se no mundo pelas vossas acções.

É caridade pura o querer dar as vossas nações a Deus que as abençoou. É fraternidade o querer santificar as instituições que geram a vida social dos povos. Eu chamo os Meus filhos a despertarem do seu torpor e a colocarem o seu destino nas mãos do seu Criador e Pai. Confiai à Santa Trindade as vossas obras de vida. Afastai-vos firmemente das obras de morte. Não tenhais medo.

"Eu serei o seu Deus e eles serão o Meu povo"

"Eu sou o Bom Pastor e reúno as Minhas ovelhas".

Eu preparo para elas pastagens de erva fresca

Onde as vou conduzir.

E não haverá mais morte".

Lerás esta mensagem em cada uma das novas conferências e dar-te-ei uma mensagem específica para cada uma delas. Este é o Meu Apelo para que despertem os Meus filhos chamados a trabalhar no Meu Movimento para um Renovamento Cristão a fim de que compreendam a Minha Vontade. Compreendei o sinal dado pelo Meu Papa por ocasião do Jubileu ao colocar o mundo político sob a protecção de são Thomas More que preferiu servir Cristo até à morte de preferência ao rei que queria arrogar-se o poder sobre a Igreja. O Estado deve servir a Igreja e não a Igreja o Estado!

Jesus Cristo

13 de Dezembro de 2000 - Preparar as estruturas do novo mundo

(Perante o Santo Sacramento exposto):

– Bendito sejas Senhor pela Tua Presença no Teu Santíssimo Sacramento.

– Sim filhinha Eu estou aqui. Eu estou feliz pela tua presença perante Mim. Deixa o teu coração adorar-Me sem reserva. Sim, alminha, abre totalmente o teu coração e sentirás a Minha Presença-Hóstia.

Maria:

Eu quero estender as Minhas mãos sobre o mundo no momento em que para vós trago, como Porta do Céu e Arca de Salvação, o Sol da Justiça. Num movimento perpétuo, em harmonia com as emissões de Amor do Pai Celeste, Eu dou-vos Meu Filho Jesus para que a Sua Eterna Realeza impregne a Terra e a totalidade dos vossos corações. Assim, por Jesus, vós regressareis ao Pai louvando no Espírito Santo de Amor e na fidelidade ao santo Padre, Pedro para este tempo que se aproxima na Igreja universal.

Vós habitareis a Nova Terra.

"Fazei tudo o que Ele vos disser".

Jesus:

Meus queridos filhinhos de coração doce que quereis conhecer a Minha Vontade, eis que Eu venho esclarecer-vos.

Filhinha: Escuta e escreve. Tal é a Vontade do Senhor:

"Salvá-los a todos".

A Minha Misericórdia estende-se sobre o mundo de geração em geração. Eis chegado o tempo da Misericórdia para esta geração.

Felizes os que temem o Senhor e exultam em Sião: eles têm a vida eterna.

Meus filhinhos, quero alimentar o Meu povo com os frutos da Árvore da Vida e conduzi-lo a Meu Pai para O glorificar.

O Sol da Justiça cujos raios já atingem a Terra, é a Minha Misericórdia e o Meu Amor. Abri os vossos corações aos Seus raios: Eu sou a Luz do mundo, Luz nascido da Luz. Louvor ao Deus três vezes Santo, tal é a Justiça para o mundo.

Então sim, Meus filhos Eu vo-lo digo, quero que as estruturas do novo mundo estejam prontas antes de a Nova Aurora surgir no firmamento. Sim, Eu quero construir lugares de Adoração, onde o Meu povo faminto Me possa encontrar, saborear, adorar dias e noites na Eterna Luz da Minha Presença de Glória. Eu sou o Rei dos Céus.

"Para sempre O louvarei"

Eu suscito em muitos corações de amigos Meus o desejo ardente de Me servir no louvor perpétuo que abre os vossos corações ao amor dos vossos irmãos e ao desejo de lhes levar o Amor de Deus.

"Pelos caminhos do mundo, Eu vos envio a amá-los"

Muitos dos Meus filhos precisam de cuidados, tomai conta do seu ser na sua dimensão trinitária de habitante da Terra (corpo), de complexo psicológico e de espírito nascido do Amor de Deus.

"O Meu Amor os curará"

Então sim, Meus filhos, lançai-vos na aventura. Eu vos guiarei em tudo. Não tenhais medo. Construí Comigo a Civilização do Amor que é o Meu Reino de Paz, de Justiça e de Amor.

"Eles habitarão em Sião"

Filhinha não procures compreender, outros que têm de compreender compreenderão. Recebe a Minha Palavra e dá-a.

Jesus Cristo

Amor dos Vivos

23 de Dezembro de 2000 - O Triunfo de Jesus está à porta, com os sinais dos tempos

Meus filhos, o Meu triunfo está à vossa porta com o seu cortejo de tempestades e de confusões que são as convulsões de um mundo moribundo. Sim, a Minha Glória está à vossa porta e vós não sabeis ver os sinais que Eu a todos vos dirijo, nem ouvir os avisos que os Meus profetas vos transmitem. Como sempre fazeis troça deles e não acreditais nas Minhas palavras que eles vos relatam. Mas a hora da sua justificação aproxima-se. A Minha vinda não se fará sem grande fragor pois tudo o que não é Meu, portanto Comigo, será aniquilado. Nada de mau se manterá perante o Meu Sol de Justiça que desponta na aurora de um mundo novo.

Sim, Meus filhinhos, o Dia do Senhor não está longe de vós que continuais a viver como se Eu não tivesse dito nada acerca do que se aproxima para o vosso tempo. Eu preparo, há anos, cada um dos vossos corações, a acção do Meu Espírito Santo faz-se mais insistente na Sua exigência de conversão e de Amor entre vós e em relação a Deus. A partir de agora, não deixeis mais passar uma única das "varas" que o Senhor vos estende para vos reconduzir a Ele. Estas "varas" podem ser um encontro providencial, um convite de amigos para um fim de semana ou para um retiro, uma conversa ou uma leitura, uma comoção ou uma revelação directa do Senhor. Não resistais mais aos prementes apelos da Minha Voz nos vossos corações.

Não endureçais os vossos corações contra Deus porque vós não compreendeis as Suas exigências de perfeição, nem os sinais dos tempos.

Tudo o que é anunciado nos Evangelhos como devendo preceder o Regresso do Senhor vai acontecer. A humanidade será abalada nas suas certezas científicas e racionalistas pois já nada nas estações e na natureza seguirá a lógica compreendida e seguida, desde há séculos, pelos vossos pesquisadores. Sim, "o mundo já não será redondo". Não reconhecereis nada daquilo que vós pensais conhecer melhor.

[ mensagem interrompida]

26 de Dezembro de 2000: Oráculo de Yahvé - A purificação e a guerra não foram afastados

Minha filhinha, obrigado por teres respondido ao Meu apelo. Com efeito, Eu quero dizer-te alguma coisa esta tarde. Este momento foi escolhido e não é insignificante, tal como não o é qualquer das Palavras que saem da Minha boca.

Oráculo de Yahvé: Escutai povos da Terra, Israel dos tempos que vêm, procurareis a Paz e não A encontrareis, procurareis o Amor e não O encontrareis. Não, a Terra arrefece como os vossos corações, a Terra treme como as vossas certezas, nada do que quer existir por si mesmo permanece, ao passo que Deus é o Vivo que tudo criou com o Seu Poder de Amor. O vivo, Aquele que vós matastes, apresenta-se perante vós, todos os povos da Terra e cada um, caireis com o rosto contra a terra, os joelhos dobrados, o vosso orgulho quebrado perante o Esplendor da Sua Face e o calor ardente do seu Coração: uma fornalha de Misericórdia que vos funde "como o ouro no cadinho" para vos purificar. É o tempo das nações e o tempo do Grande Perdão. É o tempo de Cristo e do Seu Reino Glorioso. É o tempo da Alegria do Pai perante os filhos pródigos que regressam. Alegria, na provação, sobre a Terra e Alegria no Céu pela redenção. É o regresso dos filhos a seu Pai.

Entretanto, os filhos estão ainda ocupados a delapidar a sua herança de filhos de Deus, mas virá a provação durante a qual eles comerão o alimento dos porcos antes de os seus corações ousarem regressar na humildade e na humilhação, ao Pai Misericordioso (cf: parábola do filho pródigo; Lucas 15, 11-32).

Sim, Meus filhos, Eu anuncio-vos um tempo de provação para as nações, a fim de que elas se convertam, pois "Deus não quer a morte dos maus mas que eles se convertam" (Ezequiel). Mas se, para a conversão, for preciso a lama, haverá lama, se para que eles se convertam for preciso o granizo, haverá granizo. Se for preciso o frio, o vento, a água e o fogo, haverá frio, vento, água e fogo. Que se convertam e não haverá nada; nada mais que o imenso Amor do Pai pelos seus filhos a Ele regressados na Fé e na Esperança.

Se os seus corações continuarem a endurecer-se na recusa do Amor de Deus e no orgulho de Satanás, a falsa paz que eles mantêm será quebrada e a guerra estará às vossas portas.

A provação que Eu vos anunciava não está posta de lado para a vossa nação. A sombra da guerra plana pois a querela desencadeia-se nos vossos corações. Vós rejeitais-Me, a Mim que sou a Paz. Enquanto não Me tiverdes acolhido em vós ¾ e Eu também estou às vossas portas ¾ não haverá Paz na vossa nação nem entre as vossas nações e as do resto do mundo. As vossas palavras não são Verdade, que paz quereis vós construir assim? A paz do Príncipe da mentira, a falsa paz que é guerra, falais de acordos de paz! Hipócritas! Raça de Satanás! A vossa soberba é anulada por Mim que vejo o dia seguinte! Nem um cabelo de Meus filhos Eu esquecerei de vos contar no dia da Minha Justiça! Temei a Minha cólera, oráculo de Yahvé!

– Senhor, que devo fazer destes avisos que Tu diriges aos "povos da Terra"!? Como é que os "povos da Terra" vão ouvir a Tua Voz se tu escolhes este pobre instrumento que eu sou para os transmitir? Fala Senhor, eu escuto-Te.

– Minha filha, Eu próprio espalharei a Minha Voz sobre a superfície da Terra e pelos ouvidos de todos os povos. Eu disse-to, tu recebes a Minha Palavra e a dás àqueles que saberão o que é preciso fazer com ela e a quem é bom fazê-la chegar. Para dares estas Palavras do Meu Coração utilizarás a terceira edição do Meu livro "Alegria de Deus" e aqueles que forem por elas comovidos as farão conhecer. O pobre instrumento apaga-se para dar lugar ao Esplendor de Deus.

Se tudo acerca das Minhas Mensagens te parece desmoronar-se ou não se realizar, tal não é a Verdade. A Minha Obra estende-se sem que tu faças nada. O homem quer sempre "fazer", Eu mostro-te e mostro ao mundo que na confiança, Deus "faz". Tu sabe-lo, a vossa adesão (a vossa fé) aos Meus projectos conta mais que a sua realização. Tal é o coração de Deus.

Eu vos abençoo

Jesus Cristo